Terço Mensagem de Fátima

2.006 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.006
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
51
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Terço Mensagem de Fátima

  1. 1. RECITAÇÃO DO TERÇOMeditações baseadas na Mensagem de Fátima
  2. 2. 1º MISTÉRIODas Memórias da Irmã Lúcia:«No dia 13 de Maio de 1917, andávamos a brincar quando vimos, de repente, como que umrelâmpago. Ao chegar, mais ou menos a meio da encosta, junto duma azinheira grandeque aí havia, vimos outro relâmpago e, alguns passos mais adiante, vimos, sobre uma azi-nheira, uma Senhora, vestida toda de branco, mais brilhante que o Sol […] Então NossaSenhora disse-nos: ‘Não tenhais medo! Eu não vos faço mal’».A mensagem de Fátima inicia-se com um belíssimo e maternal apelo de Nossa Senhora àesperança: «Não tenhais medo!» Estas foram as primeiras palavras que saíram dos lábiosda Virgem Mãe na Cova da Iria e que soam hoje com uma enorme actualidade, nummundo em que tantos medos nos afligem. Esta recomendação de Nossa Senhora deveestar muito presente na nossa vida, principalmente nos momentos em que sentimosmedo e preocupação com os males físicos, morais ou espirituais.Peçamos a Nossa Senhora, Mãe da Esperança, que nos ajude a confiar sempre e cada vezmais na Providência e na Misericórdia de Deus e a ver n’Ela o exemplo mais perfeito deconfiança.2º MISTÉRIODas Memórias da Irmã Lúcia:«Nesse dia, 13 de Junho de 1917, depois de rezar o Terço com algumas pessoas que estavampresentes, vimos o reflexo da luz que se aproximava e, em seguida, Nossa Senhora sobre aazinheira. […] Pedi-Lhe para nos levar para o Céu e a Senhora disse: ‘À Jacinta e ao Fran-cisco levo-os em breve. Mas tu ficas cá mais algum tempo. Jesus quer servir-Se de ti paraMe fazer conhecer e amar. Ele quer estabelecer no mundo a devoção ao Meu ImaculadoCoração’».Como Jesus nos ama! Como se já não bastasse o que fez por nós na Cruz, em Fátima Jesusentrega ao mundo de novo a Sua Mãe, oferecendo o Seu Coração Imaculado para que oshomens se salvem por meio d’Ela. A Devoção aos Cinco Primeiros Sábados, em honra doCoração Imaculado de Maria, é uma prática muito querida por Deus, uma vez que nosleva à Confissão e Comunhão frequentes, à recitação do Terço e à meditação nos misté-rios da vida de Nosso Senhor.Peçamos à Bem-Aventurada Virgem Maria que, por meio do Seu Imaculado Coração, nosconceda as graças necessárias para a salvação do mundo.Juventude Mariana Vicentina do Sobreiro
  3. 3. 3º MISTÉRIODas memórias da Irmã Lúcia:«No dia 13 de Julho de 1917, estávamos a rezar o Terço junto da azinheira, com uma nume-rosa multidão de povo, quando vimos o reflexo da luz e, em seguida, Nossa Senhora.Depois de pedir que se rezasse pela conversão dos pecadores, Nossa Senhora mostrou-nos um mar de fogo. Mergulhados nesse fogo, estavam os demónios e as almas, entre gri-tos de dor e desespero. Assustados, olhámos para Nossa Senhora que nos disse com bon-dade e tristeza: ‘Vistes o Inferno, para onde vão as almas dos pobres pecadores […] Se fize-rem o que Eu vos disser, salvar-se-ão muitas almas e terão paz. […] Se não, os bons serãomartirizados, o Santo Padre terá muito que sofrer e várias nações serão aniquiladas. Porfim, o Meu Imaculado Coração triunfará’».O apelo de Nossa Senhora, em Fátima, é o mesmo do Evangelho: “Arrependei-vos emudai de vida! Convertei o vosso coração!” A conversão é uma condição essencial paraobter a paz. De que adianta pedir a paz a Nossa Senhora, se não atendemos aos Seuspedidos? Sabemos que as exigências que Nossa Senhora nos faz são as mesmas do Evan-gelho e não nos promete uma vida sem tribulações, angústias e receios. Mas, mais umavez, as palavras finais de Nossa Senhora, naquele dia 13 de Julho de 1917, são palavras deconforto e de confiança: Ainda que tudo pareça perdido, ‘o Meu Imaculado Coraçãotriunfará!’Neste mistério, peçamos à Virgem Santíssima que faça crescer em nós a virtude da Espe-rança, principalmente diante das adversidades que espreitam a todo o momento.4º MISTÉRIODas Memórias da Irmã Lúcia:«Quando amanhecia o dia 13 de Agosto, o senhor Administrador levou-nos para a cadeiade Ourém para tentar que revelássemos o segredo […] Como nada conseguiu, no dia 15deu ordem ao meu pai para nos levar para a casa. Alguns dias depois, estávamos a guar-dar o rebanho nos Valinhos quando sentimos que Nossa Senhora nos ia aparecer […] Ins-tantes depois, vimos Nossa Senhora que nos disse: ‘Quero que continueis a rezar o Terçotodos os dias. Rezai, rezai muito e fazei sacrifícios pelos pecadores, que vão muitas almaspara o Inferno por não haver quem se sacrifique e peça por elas’».Meditações baseadas na Mensagem de Fátima
  4. 4. Mais uma vez, Nossa Senhora insiste na recitação diária do Terço para alcançar a paz parao mundo e a salvação das almas. Que remédio tão simples e ao mesmo tempo tão eficazpara os males dos nossos dias! O pedido da Senhora é simples e acessível a todos:homens, mulheres, crianças, adultos e idosos: ‘Rezai o Terço todos os dias. Rezai muitopelos pecadores!’ O Papa João Paulo II, já perto do final da sua vida e no início de maisuma guerra no Médio Oriente, foi questionado sobre o que devia ser feito para que omundo não continue a caminhar para o abismo. Ele mostrou o Terço que trazia consigo edisse: ‘Eis o remédio para o mal. Rezem! Rezem e confiem tudo o resto a Nossa Senhora’.Peçamos à Senhora do Rosário que todos os cristãos descubram a beleza e a importânciade rezar diariamente o Terço, atraindo para o mundo uma fonte inesgotável de graças.5º MISTÉRIODas Memórias da Irmã Lúcia:«No mês seguinte, dia 13 de Setembro, ao aproximar-se a hora, lá fui eu com a Jacinta e oFrancisco entre uma multidão de pessoas que mal nos deixavam andar e pediam que apresen-tássemos as suas necessidades a Nossa Senhora. […] Quando chegamos à Cova da Iria, vimoso habitual reflexo de luz e a seguir Nossa Senhora sobre a azinheira, que nos disse:‘Continuem a rezar o Terço para alcançarem a paz para o mundo e fim da guerra. Deus estácontente com os vossos sacrifícios. […] Em Outubro farei um milagre para que todos acredi-tem’».Desde as aparições do Anjo - um ano antes de verem Nossa Senhora - que os Pastorinhos sehabituaram a oferecer orações e sacrifícios pela conversão dos pecadores, pelo Santo Padre eem reparação dos pecados que magoam o Imaculado Coração de Maria. Comove-nos ver ogrande amor que três crianças tão pequeninas tinham pelas coisas de Deus! Na verdade, nãofoi por acaso que Nossa Senhora escolher três inocentes pastores para transmitir ao mundo aimportante Mensagem de Fátima: é sempre através dos mais simples que Deus actua nosmomentos mais importantes da História da humanidade. Por isso, há 2000 anos, escolheu umasimples Virgem para trazer Jesus ao mundo e, também por isso, escolheu três simples Pastori-nhos portugueses para lembrar ao mundo a mesma mensagem que Jesus nos trouxe.Neste mistério, peçamos a Nossa Senhora, Mãe do amor perfeito, pelas crianças do mundointeiro, especialmente por aquelas que vivem em lares sem amor, para que se sintam sempreamadas e amparadas por esta Mãezinha do Céu.Juventude Mariana Vicentina do Sobreiro
  5. 5. Meditações baseadas na Mensagem de Fátima Juventude Mariana Vicentina do SobreiroMEDITAÇÃO DE RESERVA:Das Memórias da Irmã Lúcia:«No dia 13 de Outubro, saímos de casa bastante cedo. O povo era em massa. A chuva, tor-rencial. […] Chegados à Cova da Iria, pedi ao povo que fechasse os guarda-chuvas pararezarmos o Terço. Pouco depois, vimos Nossa Senhora sobre a azinheira, que nos disse:‘Quero que façam aqui uma capela em Minha honra. Eu sou a Senhora do Rosário. Conti-nuem sempre a rezar o Terço todos os dias.’ E tomando um aspecto mais triste, disse:‘Não ofendam mais a Deus, Nosso Senhor. Ele já está muito ofendido’. E abrindo as mãos,fê-las reflectir no sol, que entretanto espreitava pelas nuvens. Foi por isso que pedi paraolharem para o sol». Ocorreu então, o chamado ‘Milagre do Sol’, que por três vezes a nos-sa estrela pareceu rodar no firmamento e depois desprender-se do céu, ameaçando cairsobre a multidão.Eis o sinal prometido por Nossa Senhora! O fenómeno testemunhado em Fátima por cer-ca de 70 mil pessoas, naquele dia chuvoso de Outubro, foi visto numa área até 40 quiló-metros de distância, excluindo a hipótese de sugestão ou alucinação colectiva. NossaSenhora tinha dito que faria um milagre para TODOS acreditarem. Não só para os milha-res de peregrinos que estavam na Cova da Iria, mas para todos, incluindo nós, que esta-mos a quase um século de diferença. Mais uma vez, Fátima está em perfeita sintonia comos Evangelhos: há 2000 anos, muitos viram e ouviram Jesus para que, através deles,TODOS acreditem.

×