Juventude Mariana Vicentina do Sobreiro - Sector da Formação                           «ESTA É A NOSSA FÉ,   A FÉ DA IGREJ...
Este amor, se é verdadeiro, manifesta-se também quando os membros sãosolícitos e compassivos uns para os outros.Em relação...
Quanto à quarta característica, sabemos que a Igreja Apostólica, ou seja, éfirme. Afirmamos que a Igreja é firme porquê?  ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Creio na santa igreja católica

844 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
844
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
15
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Creio na santa igreja católica

  1. 1. Juventude Mariana Vicentina do Sobreiro - Sector da Formação «ESTA É A NOSSA FÉ, A FÉ DA IGREJA QUE NOS GLORIAMOS DE PROFESSAR» *Creio na Santa Igreja Católica*1. FormaçãoA respeito deste artigo do Credo, deve considerar-se o que significa apalavra Igreja/Ecclesia. (Pode fazer-se uma chuva de palavras de forma atentar definir o que é a Igreja).A palavra Igreja significa Congregação. Igreja Santa, pois, é o mesmo quecongregação dos fiéis. Cada cristão é como um membro desta Igreja.O Papa Pio XII, referindo-se à Igreja chama-lhe de Corpo Místico deCristo: “Para definir e descrever esta verdadeira Igreja de Cristo... nada há mais nobre, nem mais excelente, nem mais divino do que o conceito expresso na denominação “Corpo Místico de Cristo”Essa Igreja Santa tem quatro características: ela é una, é santa, é católica,isto é, universal, e apostólica.Vejamos, relativamente à primeira característica, porque é que a Igreja éUna:- deve-se esclarecer que muitos hereges criaram diversas seitas, mas elesnão pertencem à Igreja porque estão divididos em partes. A Igreja, porém,é una.A unidade da Igreja é resultante de três causas: 1. Unidade da fé - Todos os cristãos que estão no corpo da Igrejacrêem nas mesmas verdades. 2. Unidade de esperança - todos firmam-se numa só esperança dealcançar a Vida Eterna. 3. Unidade de caridade - todos estão congregados no amor deDeus, e, entre si, pelo mútuo amor.
  2. 2. Este amor, se é verdadeiro, manifesta-se também quando os membros sãosolícitos e compassivos uns para os outros.Em relação à segunda característica, Igreja Santa, lê-se em São Paulo aosCoríntios: “O templo de Deus, que sois vós, é santo” (1 Cor 3, 17).Por três motivos os fiéis são santificados na Igreja. 1. Porque, assim como a Igreja é consagrada e materialmente lavada,os fiéis são também purificados pelo sangue de Cristo. 2. Devido à unção. Assim como a Igreja é ungida, os fiéis sãotambém ungidos pela unção espiritual, para serem santificados. Se nãotivessem sido ungidos, não poderiam ser chamados de cristãos, porqueCristo quer dizer ungido. 3. Devido à habitação da Trindade - porque onde quer que Deushabite, este lugar é santo.Devemos ter todo o cuidado para que, após esta santificação, nãomanchemos nossa alma pelo pecado, pois ela é o templo de Deus.Acerca da terceira característica da Igreja, devemos saber que ela éCatólica, isto é, universal, por três motivos: 1. Refere-se ao lugar, porque ela está espalhada por todo omundo. Anteriormente Deus era conhecido só na Judéia, agora, porém emtodo o mundo. 2. Devido à condição dos homens que dela fazem parte, porquenenhum deles é rejeitado: nem senhor, nem servo, nem homem, nemmulher. 3. Em relação ao tempo. Alguns disseram que a Igreja deveriaperdurar por determinado tempo somente. Mas isso é falso. Esta Igrejacomeçou no tempo de Abel e durará até o fim dos séculos.A Igreja é constituída de três partes: uma, na terra; outra, no céu, e aterceira no purgatório. Igreja Militante - somos nós, na terra; Igreja Padecente - aqueles que estão salvos do inferno mas que seencontram no purgatório a expiar os pecados; Igreja Triunfante/Triunfal - aqueles que já estão junto de Deus.
  3. 3. Quanto à quarta característica, sabemos que a Igreja Apostólica, ou seja, éfirme. Afirmamos que a Igreja é firme porquê? 1. Uma casa é firme quando, antes de tudo, está sobre bonsalicerces. Ora, o principal fundamento da Igreja é Cristo e depois osapóstolos. 2. Se ela for abalada, não poderá ser destruída. A Igreja jamaispoderá ser destruída. Os erros não a destruíram. Pelo contrário: quanto mais os erros proliferavam, tanto mais era a verdade manifestada. Nem as tentações do demónio a destruíram. A Igreja é como uma torre na qual se refugia todo o que luta contra o diabo. Por isso, acima de tudo, o diabo esforça-se por destruí-la, mas não prevalecerá, porque está escrito: “E as portas do inferno não prevalecerão contra ela” (Mt 16, 8).2. Considerações FinaisPode-se distinguir a verdadeira Igreja de Jesus Cristo de tantas sociedadesou seitas fundadas pelos homens e que se dizem cristãs por quatro notascaracterísticas. Ela é Una, Santa, Católica e Apostólica. Catecismo de São Pio X Referências no YouCat: 121-145

×