Arte em rolos de papel higiênico

2.804 visualizações

Publicada em

Publicada em: Design
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.804
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
12
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Arte em rolos de papel higiênico

  1. 3. Da próxima vez que for ao eco ponto azul levar o seu papel e cartão para reciclar, pense duas vezes. Ou três. A parisiense Anastácia Elias descobriu uma nova forma de aproveitar os velhos rolos de papel higiênico vazios que se acumulam, inutilizados, nas nossas casas-de-banho. Provocando jogos de sombras parecidos com projeções em miniatura, a pintora e ilustradora de 33 anos constrói pequenas cenas do quotidiano, capturando momentos de vida únicos no interior de um rolo de papel vazio. Os detalhes minuciosos das pequenas figuras dão-nos uma ilusão tridimensional e propõem uma nova forma de reutilização e espírito ecológico - quem pode negar que esta não é uma alternativa válida a colocar os carismáticos rolos no contentor azul?
  2. 4. Há uma mãe e um filho a visitarem um jardim zoológico com girafas e macacos e há duas crianças a brincarem na neve com o seu animal de estimação. Há um estendal de roupa a esvoaçar e uma pequena sala de aula apinhada. A artista a tempo inteiro (que prefere colagens e pinturas, tendo já participado na ilustração de dois livros infantis) leva até três horas para construir cada peça, vendendo-as depois no seu website a 100 euros cada.
  3. 5. A paciência e perfeccionismo do seu trabalho têm muito a ver com a inspiração nos tradicionais barcos de madeira que são montados dentro de garrafas de virdros. Partindo desta ideia, Elias aprendeu a recortar papel da mesma cor do rolo para colar no seu interior, criando uma ilusão de continuidade e aumentando o jogo de luzes
  4. 6. Este não é primeiro trabalho plástico da artista com materiais reciclados. Na colecção "Patron Saints", usou velhos CDs para ilustrar as auréolas das figuras que desenhou, tal como em "Hunger" pegou em biscoitos duros. Estes e outros trabalhos de ilustração e pintura podem ser encontrados no seu website pessoal

×