Ano 18– Nº 03 – Março 2015
Ano 18 – Nº 07 – Julho/2015
EXPECTATIVAS PARA EXPORTAÇÃO SE ELEVAM
A pesquisa de Sondagem da In...
Ano 18– Nº 07 – Julho/2015
RESULTADOS GERAIS – SÉRIE HISTÓRICA MENSAL
MÊS DE REFERÊNCIA EM RELAÇÃO AO MÊS ANTERIOR
MÊS
REF...
Ano 18– Nº 07 – Julho/2015
EXPECTATIVAS PARA OS PRÓXIMOS SEIS MESES
EXPECTATIVAS
MÊS
REFERÊNCIA
Brasil Nordeste Pernambuco...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Sond07

1.870 visualizações

Publicada em

Sond07

Publicada em: Notícias e política
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.870
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.552
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Sond07

  1. 1. Ano 18– Nº 03 – Março 2015 Ano 18 – Nº 07 – Julho/2015 EXPECTATIVAS PARA EXPORTAÇÃO SE ELEVAM A pesquisa de Sondagem da Indústria da Transformação e Extrativa Mineral, no Brasil, apresentou elevação em três de seus índices no mês de julho de 2015. Assim, verifica-se que o Volume de produção apresentou aumento de 3,7 pontos, no comparativo com o mês imediatamente anterior, e atingiu na pesquisa 44,0 pontos, mesmo assim o índice ainda encontra-se abaixo da linha divisória dos 50 pontos (queda na produção). O índice da Utilização da capacidade Instalada em relação ao usual elevou-se em 1,0 ponto e marcou 34,8 pontos em julho. No mesmo sentido, percebe- se que a Evolução do número de empregados obteve 40,8 pontos e um leve crescimento de 0,1 ponto na comparação de junho com julho/15. No sentido oposto, os Estoques de produtos finais registraram, na comparação com junho, recuo de 0,7 ponto e registrou 52,3 pontos na pesquisa. No caso da região Nordeste, o resultado da pesquisa apresentou conformidade com a tendência nacional para os índices: Volume de produção e Utilização da capacidade Instalada em relação ao usual que elevaram-se, em julho, 5,6 pontos e 2,2 pontos e registraram, respectivamente, 47,4 pontos e 40,1 pontos na pesquisa. Em linhas de crescimento, o índice Estoques de produtos finais repercutiu um modesto aumento de 0,8 ponto em relação a junho, atingindo 52,2 pontos. Já a Evolução do número de empregados apresentou redução de 1,1 pontos e no mês de julho o índice obteve 42,3 pontos. Em Pernambuco, a Sondagem para o mês de julho demonstrou evolução em dois dos seus quatro índices. Logo, a variação mais significativa foi constatada no Volume de produção, que elevou-se 11,4 pontos, em relação a junho, chegando a marcar 50,2 pontos na pesquisa (valores acima da linha divisória indicam crescimento na produção) e a Utilização da capacidade instalada em relação ao usual (41,1 pontos) se expandiu em 4,7 pontos. Por outro lado, os índices Evolução no número de empregados (40,4 pontos) teve queda 1,1 pontos e os Estoques de produtos finais registraram 53,3 pontos e apresentaram decréscimo de 2,0 pontos em julho/2015. Em relação às expectativas dos empresários pernambucanos para os próximos seis meses, a pesquisa apresentou aumento em todos os índices pesquisados. Dessa forma, destacamos a expectativa para a Quantidade exportada que marcou 53,0 pontos, alta de 7,6 pontos na comparação com julho/2015. Nesse mesmo sentido, o índice Compras de matérias-primas (50,4 pontos) cresceu 5,8 pontos, a expectativa para o Número de empregados (43,6 pontos) elevou-se em 2,9 pontos e por fim, o índice Demanda por produto alcançou 50,1 pontos e no comparativo com o mês de julho de 2015 o aumento registrado foi de 2,8 pontos na pesquisa. AVALIAÇÃO DE EXPECTATIVAS – DEMANDA POR PRODUTOS Fonte: Sondagem Industrial. 30 35 40 45 50 55 60 65 70 75 PERNAMBUCO BRASIL VOLUME DE PRODUÇÃO Evolução Positiva 50 0 100 PONTOS Evolução Negativa 50,2 PE 44,0 BR Média Estadual 50,9 BR: 46,3 pontos pontos PE: 50,1 pontos LINHA DIVISÓRIA
  2. 2. Ano 18– Nº 07 – Julho/2015 RESULTADOS GERAIS – SÉRIE HISTÓRICA MENSAL MÊS DE REFERÊNCIA EM RELAÇÃO AO MÊS ANTERIOR MÊS REFERÊNCIA Brasil Nordeste Pernambuco POR - PERNAMBUCO** Pequena Média Grande VOLUME DE PRODUÇÃO JUL/14 48,8 50,7 51,1 46,4 51,1 52,9 AGO/14 48,2 52,0 53,7 51,6 47,6 56,5 SET/14 49,7 52,4 51,3 48,4 54,7 51,2 OUT/14 50,8 54,5 56,5 48,4 54,8 60,2 NOV/14 45,4 47,1 51,8 53,3 51,5 51,3 DEZ/14 38,3 44,0 49,5 55,8 44,4 48,8 JAN/15 42,7 46,3 48,5 50,0 55,0 45,7 FEV/15 40,1 41,7 41,8 37,5 37,5 45,0 MAR/15 48,2 48,9 53,6 50,0 48,8 56,6 ABR/15 39,7 42,5 45,9 41,7 42,6 48,6 MAIO/15 41,7 46,5 48,4 50,0 41,7 50,0 JUN/15 40,3 41,8 38,8 41,7 33,3 38,1 JUL/15 44,0 47,4 50,2 47,2 46,7 52,5 UCI EFETIVA/USUAL JUL/14 39,7 41,7 39,0 41,7 40,2 37,5 AGO/14 41,3 44,5 42,9 45,6 40,5 42,6 SET/14 42,5 46,5 45,0 46,9 42,2 45,2 OUT/14 42,9 46,2 44,4 46,9 38,1 45,5 NOV/14 41,5 43,0 41,7 48,3 35,3 41,3 DEZ/14 38,6 41,6 44,6 48,1 43,1 43,8 JAN/15 38,5 41,8 43,3 50,0 41,3 41,3 FEV/15 35,9 39,1 40,0 35,9 37,5 42,5 MAR/15 38,6 41,1 43,9 46,9 38,8 44,4 ABR/15 35,6 40,3 43,1 40,0 34,4 47,2 MAI/15 34,9 40,6 43,4 48,1 35,0 44,4 JUN/15 33,8 37,9 36,4 36,1 28,3 39,3 JUL/15 34,8 40,1 41,1 44,4 33,3 42,5 EVOLUÇÃO Nº DE EMPREGADOS JUL/14 45,0 45,8 48,6 46,4 50,0 49,0 AGO/14 46,0 48,2 50,1 44,1 48,8 52,8 SET/14 46,8 50,2 50,3 45,3 50,0 52,4 OUT/14 47,1 49,1 47,0 45,3 50,0 46,6 NOV/14 46,4 47,4 48,9 40,6 51,5 51,3 DEZ/14 44,2 45,8 45,9 46,2 44,4 46,3 JAN/15 44,4 44,5 44,6 43,8 42,5 45,7 FEV/15 44,7 44,9 43,8 42,2 45,8 43,8 MAR/15 43,6 44,7 44,5 42,2 42,5 46,1 ABR/15 43,1 44,9 45,6 40,0 47,1 47,2 MAI/15 41,4 43,6 46,4 44,2 46,7 47,2 JUN/15 40,7 43,4 41,5 40,6 41,7 41,7 JUL/15 40,8 42,3 40,4 41,7 40,0 40,0 ESTOQUES DE PRODUTOS FINAIS (PLANEJADO / DESEJADO) JUL/14 51,5 49,2 48,8 42,2 50,0 51,0 AGO/14 52,2 50,9 51,6 40,9 54,2 54,8 SET/14 51,3 51,2 49,5 39,6 51,9 52,5 OUT/14 50,5 52,0 51,4 47,7 55,9 51,3 NOV/14 51,5 50,6 46,1 34,1 48,2 50,0 DEZ/14 50,5 48,7 50,2 38,9 50,0 54,7 JAN/15 50,5 51,8 52,7 45,0 47,1 57,5 FEV/15 51,8 51,6 47,6 38,6 59,4 47,1 MAR/15 52,1 52,4 51,1 43,8 54,4 52,9 ABR/15 51,8 52,6 50,9 39,6 51,6 55,0 MAI/15 52,4 50,4 52,1 35,0 50,0 59,4 JUN/15 53,1 51,4 55,3 40,6 56,7 60,5 JUL/15 52,3 52,2 53,3 41,7 47,9 59,7 Fonte: Sondagem Industrial. Indicador varia no intervalo de 0 a 100. Valores acima de 50 indicam evolução positiva ou expectativas positivas. ** Os resultados por porte possuem margem de erro de 12% e nível de confiança de 80,0%.
  3. 3. Ano 18– Nº 07 – Julho/2015 EXPECTATIVAS PARA OS PRÓXIMOS SEIS MESES EXPECTATIVAS MÊS REFERÊNCIA Brasil Nordeste Pernambuco POR - PERNAMBUCO** Pequena Média Grande DEMANDA POR PRODUTO AGO/14 54,9 59,0 62,4 61,3 60,4 63,5 SET/14 53,3 58,4 57,8 59,4 57,1 57,4 OUT/14 52,3 57,7 60,4 56,3 60,9 61,9 NOV/14 50,0 54,2 55,5 54,7 56,0 55,7 DEZ/14 48,1 52,2 51,4 48,3 51,5 52,5 JAN/15 50,9 53,9 51,8 48,1 50,0 53,8 FEV/15 48,9 51,5 46,9 45,8 48,8 46,7 MAR/15 48,0 51,7 47,7 46,9 41,7 50,0 ABR/15 47,9 51,8 49,9 51,6 47,5 50,0 MAI/15 45,9 49,5 49,6 48,3 45,6 51,4 JUN/15 46,7 50,5 52,1 57,7 43,3 52,8 JUL/15 46,6 50,1 47,3 50,0 43,3 47,6 AGO/15 46,3 50,4 50,1 52,8 43,3 51,3 Nº DE EMPREGADOS AGO/14 48,5 50,8 52,6 50,0 54,2 53,0 SET/14 47,8 51,1 51,6 50,0 52,4 51,9 OUT/14 46,9 51,0 51,8 48,3 46,9 54,8 NOV/14 46,4 47,2 49,7 51,6 50,0 48,8 DEZ/14 47,1 48,2 47,1 45,3 48,5 47,4 JAN/15 46,7 47,6 46,1 47,9 47,2 45,0 FEV/15 44,9 45,9 43,5 47,9 45,0 41,3 MAR/15 43,4 44,1 38,8 41,7 43,1 36,3 ABR/15 42,6 45,0 42,8 40,6 47,5 42,1 MAI/15 42,1 43,9 46,2 41,7 48,5 47,2 JUN/15 42,1 44,3 46,2 48,1 45,0 45,8 JUL/15 41,1 44,2 40,7 41,7 40,0 40,5 AGO/15 42,2 44,9 43,6 41,7 41,7 45,0 COMPRAS DE MATÉRIAS-PRIMAS AGO/14 52,1 55,9 59,2 61,3 54,2 60,0 SET/14 51,0 56,2 57,5 55,4 57,5 58,3 OUT/14 50,1 55,6 59,9 56,7 57,8 61,9 NOV/14 47,9 51,8 56,2 56,3 54,8 56,6 DEZ/14 49,2 50,2 49,2 41,7 51,5 51,3 JAN/15 49,6 52,3 50,7 54,2 48,6 50,0 FEV/15 46,9 48,3 46,2 50,0 50,0 43,5 MAR/15 45,6 47,4 43,7 45,0 41,7 43,8 ABR/15 45,8 48,4 46,6 51,6 46,3 44,7 MAI/15 44,1 46,4 47,1 44,6 45,6 48,6 JUN/15 44,1 47,3 47,1 50,0 43,3 47,2 JUL/15 44,6 48,9 44,6 44,4 43,3 45,2 AGO/15 44,0 48,0 50,4 52,8 45,0 51,3 QUANTIDADE EXPORTADA AGO/14 48,8 50,2 54,0 50,0 59,4 53,8 SET/14 48,7 50,8 47,7 58,3 39,3 46,4 OUT/14 50,1 52,8 49,2 62,5 31,3 50,0 NOV/14 48,2 50,0 43,5 50,0 43,8 40,9 DEZ/14 51,3 50,1 51,3 50,0 40,0 55,6 JAN/15 50,2 48,5 52,4 66,7 50,0 47,7 FEV/15 49,5 48,0 44,6 - 45,8 44,2 MAR/15 49,6 49,3 46,4 50,0 40,0 47,2 ABR/15 51,7 51,4 50,4 58,3 50,0 47,5 MAI/15 48,6 49,9 44,0 33,3 45,8 47,5 JUN/15 48,4 48,6 36,5 41,7 40,0 33,3 JUL/15 49,9 51,1 45,4 62,5 41,7 40,0 AGO/15 50,0 51,8 53,0 75,0 43,0 47,5 Fonte: Sondagem Industrial. Indicador varia no intervalo de 0 a 100. Valores acima de 50 indicam evolução positiva ou expectativas positivas. ** Os resultados por porte possuem margem de erro de 12% e nível de confiança de 80,0%. Informações sobre a pesquisa estão disponíveis no endereço: www.fiepe.org.br SONDAGEM INDUSTRIAL / Publicação Mensal da Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco – FIEPE / Presidente (em exercício): Ricardo Essinger / Superintendente: Camila Barreto / Gerente de Desenvolvimento Empresarial: Atonisa Vila Nova / Gerente do Núcleo de Economia e Negócios Internacionais: Thobias Silva / Analistas: Francisco Mendonça, Lutemberg Santana, Otávio Lessa, Thiago Lima e Vanessa Lima / Assistente: Wilde Magalhães / Estagiários: Lucas Miranda / Informações técnicas: (81) 3412-8327 Fax: (81) 3412-8404 / lsantana@fiepe.org.br / Demais Informações: (81) 3412-8359 / Av. Cruz Cabugá, nº 767, Santo Amaro, Recife-PE CEP: 50040-000 / www.fiepe.org.br / Autorizada a reprodução desde que citada a fonte. Documento elaborado em 21 de Agosto de 2015.

×