Campeonato Pernambucano

2.441 visualizações

Publicada em

Pesquisa do Instituto de Pesquisa Maurício de Nassau sobre o Campeonato Pernambucano.

Publicada em: Esportes
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.441
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
588
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Campeonato Pernambucano

  1. 1. CAMPEONATO PERNAMBUCANO DE FUTEBOL RECIFE PESQ. Nº 002-A/2011
  2. 2. ESPECIFICAÇÕES DA PESQUISA ÁREA DE ABRANGÊNCIA: Região Metropolitana do Recife. DATA DA COLETA: As entrevistas foram realizadas no período de 06 e 07 de janeiro de 2011. UNIVERSO: Pessoas com 16 anos ou mais de idade residentes na área de abrangência. AMOSTRA: A amostra foi selecionada a partir de um plano de amostragem estratificada de conglomerados em três estágios. No primeiro estágio foram sorteados os municípios. No segundo estágio foram sorteados os setores censitários e em seguida é selecionado um número fixo de pessoas segundo cotas amostrais das variáveis sexo e faixa etária. NÚMERO DE ENTREVISTAS: O tamanho da amostra foi de 815 entrevistas . CONFIABILIDADE: O número de entrevistas foi estabelecido com base em uma amostragem aleatória simples com um nível estimado de 95% de confiança e uma margem de erro estimada de 3,5 pontos percentuais. FONTE: A amostra foi definida com base nas fontes oficiais de dados: Censo IBGE e TRE.
  3. 3. <ul><li>CONSIDERAÇÕES: </li></ul><ul><li>A maior parte da população da região metropolitana do Recife é favorável a realização da copa do mundo no Brasil. Há uma tendência de apoio ao financiamento público para a construção de estádios (integral ou parcial), 57% do entrevistados apóia essa prática. </li></ul><ul><li>Dentre os entrevistados há uma expectativa positiva sobre os desdobramentos econômicos da realização da Copa em Pernambuco, principalmente nos setores relacionados a turismo e emprego e em uma proporção menor também há otimismo sobre os efeitos do evento na infra-estrutura e segurança pública. </li></ul><ul><li>53,2% dos recifenses acompanha o Campeonato Pernambucano de Futebol (sempre ou as vezes). 43% dos entrevistados não acompanha. Dos torcedores que acompanham “sempre” há um maior percentual de torcedores do Sport (53,3%), seguido pelos torcedores do Santa Cruz (28,7%) e torcedores do Náutico (10,3%). </li></ul><ul><li>Em relação ao meio de comunicação mais utilizado para acompanhar o campeonato pernambucano, predomina a televisão, por sua vez, apenas 37% dos entrevistados afirmou ir aos estádios. </li></ul>
  4. 4. <ul><li>CONSIDERAÇÕES: </li></ul><ul><li>Analisando o meio de comunicação preferido para o acompanhamento do Campeonato por classe social, obtém-se o seguinte resultado: O maior percentual da Classe A utiliza o rádio; o maior percentual da Classe B acompanha através da internet e os maiores percentuais das Classes C e D acompanham através da televisão </li></ul><ul><li>No que tange ao otimismo dos torcedores no que concerne ao título do Campeonato Pernambucano de 2011, a torcida do Sport é a mais otimista, dentre os rubro-negros 93,2% acreditam que seu time será campeão, 0,6% acreditam que vai dar Náutico e 6,2% não souberam responder. </li></ul><ul><li>Os torcedores do Santa Cruz são menos otimistas, 75% acreditam que o Santa será campeão, 8,9% acreditam que vai dar Sport e 4,8% que vai dar Náutico, 11,3% não souberam responder. </li></ul><ul><li>88,4% dos alvirrubros acreditam que seu time será campeão, 2,9% acreditam no título do Sport e 8,7% não souberam responder. </li></ul>
  5. 5. <ul><li>CONSIDERAÇÕES: </li></ul><ul><li>Quando analisado o tamanho da torcida de cada clube, verifica-se que o Sport possui a maior torcida (39,8%), seguido pelo Santa Cruz (20,8%) e em terceiro lugar o Náutico (8,5%). </li></ul><ul><li>Quando é observado o gênero dos torcedores, verifica-se que a torcida do Santa Cruz é predominantemente masculina (59,2%), a torcida do Náutico possui um número ligeiramente maior de mulheres (50,7%), a torcida do Sport apresenta o percentual de 51,2% de homens. Todavia o número de pessoas que não torcem por nenhum clube é composto essencialmente de mulheres (78%). </li></ul><ul><li>Em termos de faixa etária o percentual, o maior número de torcedores do Sport e do Santa Cruz tem entre 24 – 34 anos, enquanto que o maior número de torcedores do Náutico tem entre 45 – 59 anos. </li></ul>
  6. 6. Perfil dos entrevistados: Sexo
  7. 7. Perfil dos entrevistados: Faixa etária
  8. 8. Perfil dos entrevistados: Grau de instrução
  9. 9. Perfil dos entrevistados: Renda individual
  10. 10. Perfil dos entrevistados: Renda familiar
  11. 11. Perfil dos entrevistados: Situação empregatícia
  12. 12. Perfil dos entrevistados: Religião
  13. 13. Perfil dos entrevistados: Estado civil
  14. 14. Perfil dos entrevistados: Você tem filhos?
  15. 15. Perfil dos entrevistados: Se SIM, quantos?
  16. 16. Perfil dos entrevistados: Você é a principal fonte de renda de sua família/casa?
  17. 17. Perfil dos entrevistados: Grau de instrução do chefe de família:
  18. 18. Perfil dos entrevistados: Classe sócio-econômica
  19. 19. Você é favorável à realização da Copa do Mundo no Brasil?
  20. 20. Você é favorável que os estádios de futebol sejam construídos com dinheiro público?
  21. 21. Para você, a Copa do Mundo trará:
  22. 22. Você acompanha o Campeonato Pernambucano de Futebol?
  23. 23. Se SIM, de que forma você acompanha o Campeonato Pernambucano de Futebol?
  24. 24. Você torce para que time de futebol?
  25. 25. Em sua opinião, qual será o time campeão do Campeonato Pernambucano de Futebol de 2011?
  26. 26. Rua Betânia, 40, Derby – Recife/PE – Fone: (81) 3413-4611 Ramal 4806 www.institutomauriciodenassau.com.br INSTITUTO DE PESQUISA MAURÍCIO DE NASSAU JÂNYO DINIZ PRESIDENTE [email_address] INÁCIO FEITOSA DIRETOR DE PLANEJAMENTO EDUCACIONAL [email_address] SÉRGIO MURILO JÚNIOR COORDENADOR EXECUTIVO [email_address] CONSELHO CIENTÍFICO ADRIANO OLIVEIRA CIENTISTA POLÍTICO/COOPERAÇÃO CIENTIFICA [email_address] MAURÍCIO COSTA ROMÃO ECONOMISTA / COOPERAÇÃO CIENTÍFICA [email_address] CARLOS GADELHA JÚNIOR ESTATÍSTICO [email_address] SIMARA COSTA ESTATÍSTICA [email_address] ROBERTA TEKAVITA ECONOMISTA roberta.tekavita@ mauriciodenassau.edu.br DJALMA S. GUIMARÃES JÚNIOE ECONOMISTA [email_address] TALITA VASQUES ASSESSORA DE IMPRENSA [email_address] EMMANUELLE CÉSAR CONSULTORA DE RELACIONAMETO [email_address]

×