Investigação epidemiológica

3.655 visualizações

Publicada em

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.655
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
39
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Investigação epidemiológica

  1. 1. Investigação Epidemiológica Ivson Cassiano de Oliveira Santos Lattes: http://lattes.cnpq.br/3663900400159428 Janeiro de 2014
  2. 2. Investigação Epidemiológica O que é ? Investigação epidemiológica tem como objetivo: identificar a fonte de infecção e o modo de transmissão; os grupos expostos a maior risco e os fatores de risco; bem como confirmar o diagnóstico e determinar as principais características epidemiológicas. O seu propósito final é orientar medidas de controle para impedir a ocorrência de novos casos. Doença Não ocorrem por acaso Fatores Investigação sistemática Causais e preveníveis Identificação dos fatores
  3. 3. Investigação Epidemiológica Como ocorre ? Novos casos de uma doença Controle inadequado fatores População em risco Detectar e controlar Falhas na assistência à saúde e/ou medidas de proteção A gravidade do evento representa um fator que condiciona a urgência no curso da investigação epidemiológica e na implementação de medidas de controle. Em determinadas situações, especialmente quando a fonte e o modo de transmissão já são evidentes, as ações de controle devem ser instituídas durante ou até mesmo antes da realização da investigação.
  4. 4. A orientação do tratamento dos pacientes e, principalmente, a definição e adequação das medidas de controle, que devem ser adotadas em tempo hábil, ou seja, antes que o evento atinja maiores dimensões, dependem fundamentalmente das informações coletadas durante a investigação. Filme: resident evil Filme: Contágio Disseminação Formas de transmissão
  5. 5. Investigação Epidemiológica Tipos Investigação epidemiológica epidemiológica Exame do doente e seus contatos Histórico clínico Coleta de amostra Identificação do(s) agente(s) infeccioso(s) Locais contaminados Vetores Fatores que contribuem Pesquisa A pesquisa epidemiológica visa estudar determinado fenômeno na população em geral, descrevendo a distribuição ou variação deste fenômeno na população, através da investigação de um grande número de sujeitos, em amplas amostras representativas da população. Geralmente são pesquisas longas, trabalhosas e cara s pois envolvem um grande número de aplicadores atuando em uma vasta extensão.
  6. 6. Investigação Epidemiológica Questões a serem respondidas Trata-se realmente de casos da doença que se suspeita? ➔ Quais são os principais atributos individuais dos casos? ➔A partir do quê ou de quem foi contraída a doença? ➔Como o agente da infecção foi transmitido aos doentes? ➔Outras pessoas podem ter sido infectadas/afetadas a partir da mesma fonte de infecção? ➔A quem os casos investigados podem ter transmitido a doença? ➔Que fatores determinaram a ocorrência da doença ou podem ➔contribuir para que os casos possam transmitir a doença a outras pessoas? ➔Durante quanto tempo os doentes podem transmitir a doença? ➔Como os casos encontram-se distribuídos no espaço e no tempo? ➔Como evitar que a doença atinja outras pessoas ou se dissemine na população? ➔
  7. 7. Investigação Epidemiológica Dados gerados: Confirmação do diagnóstico ➔Identificação de características biológicas, ambientais e sociais ➔Fonte de infecção ➔Modo de transmissão ➔Determinação da abrangência da transmissão ➔Identificação de fatores de risco ➔Identificação de novos casos/contatos/comunicantes ➔Determinação do período de transmissibilidade ➔Determinação de agregação espacial e/ou temporal dos casos ➔Medidas de controle ➔
  8. 8. Investigação Epidemiológica Componentes da investigação epidemiológica Coleta de Dados sobre os Casos As unidades de saúde dispõem de formulários padronizados do Sinan (Ficha de Investigação Epidemiológica) para a maioria das doenças. Quando se tratar de evento inusitado, uma ficha de investigação special deverá ser elaborada, considerando-se as características clínicas e epidemiológicas da doença/agravo suspeito. Identificação do paciente - Anamnese e exame físico Suspeita diagnóstica - Meio ambiente - Exames laboratoriais
  9. 9. Exemplo de formulário padronizados do Sinan
  10. 10. Investigação Epidemiológica Componentes da investigação epidemiológica Busca de Pistas fontes de infecção - período de incubação do agente modos de transmissão - faixa etária, sexo, raça e grupos sociais mais acometidos - presença de outros casos na localidade – vetores - fatores de risco A avaliação dessas e de outras variáveis, em seu conjunto, fornecerão as pistas que contribuirão para a identificação do problema e a tomada de medidas mais específicas orientadas para o seu controle.
  11. 11. Investigação Epidemiológica Componentes da investigação epidemiológica Busca Ativa de Casos Determinar a magnitude e extensão do evento - tratar adequadamente esses casos - ampliar o espectro das medidas de controle Vigilância epidemiológica
  12. 12. Investigação Epidemiológica Componentes da investigação epidemiológica Processamento e Análises Parciais dos Dados Levar em consideração as características de pessoa, tempo, lugar e os aspectos clínicos e epidemiológicos. Pessoa Tempo Lugar Frequência Quem ? (sexo, idade, ocupação, etc) Quando? (dia, mês, ano, estação, etc) Onde? (região, país, clima, etc) Prevalência e incidência Nº de casos existentes (novos+antigos)/população Nº de casos novos/ população
  13. 13. Investigação Epidemiológica Componentes da investigação epidemiológica Parecer Final • causa da ocorrência, indicando, inclusive, se houve falhas da vigilância epidemiológica e/ou dos serviços de saúde e quais providências foram adotadas para sua correção; • se as medidas de prevenção implementadas em curto prazo estão sendo executadas; • descrição das orientações e recomendações, a médio e longo prazos, a serem instituídas tanto pela área de saúde quanto de outros setores; • alerta às autoridades de saúde dos níveis hierárquicos superiores, nas situações que coloquem sob risco outros espaços geopolíticos.
  14. 14. Investigação Epidemiológica Considerações Finais O principal objetivo da investigação de uma epidemia ou surto de determinada doença infecciosa é identificar formas de interromper a transmissão e prevenir a ocorrência de novos casos. As epidemias também devem ser encaradas como experimentos naturais, cuja investigação permite a identificação de novas questões a serem objeto de pesquisas, e seus resultados poderão contribuir para o aprimoramento das ações de controle. É essencial a detecção precoce de epidemias/surtos para que as medidas de controle sejam adotadas oportunamente, de modo que grande número de casos e óbitos possam ser prevenidos.

×