SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 27
Ciências Naturais
Ciências Naturais - ICRM 1
Reino Protista
 Protozoários
 Protófitos (algas unicelulares e pluricelulares)
Ciências Naturais - ICRM 2
Unicelulares
 São formados por uma célula. Só podem ser
observados com uso de microscópio.
Ciências Naturais - ICRM 3
Algas
Ciências Naturais - ICRM 4
Algas unicelulares
Ciências Naturais - ICRM 5
Algas pluricelulares
Ciências Naturais - ICRM 6
Onde vivem
 Vivem em ambientes diversos: na água,
no solo, e até mesmo no interior do
corpo de outros seres vivos.
Ciências Naturais - ICRM 7
 Podem ter vida livre ou ser parasitas,
isto é, viver no corpo de outro ser vivo.
Ciências Naturais - ICRM 8
Protozoários são heterótrofos
 Alimentam-se de bactérias, de outros
protozoários e de matéria orgânica.
Ciências Naturais - ICRM 9
Protófitos são autótrofos
 Produzem seu alimento (a glicose) a
partir da fotossíntese.
diatomácea
Ciências Naturais - ICRM 10
Doenças (protozooses)
 Alguns protozoários causam doenças como a amebíase,
leishmaniose, toxoplasmose, malária, doença de Chagas, giardíase.
Ciências Naturais - ICRM 11
Ameba
 A contaminação fecal dos
alimentos e da água é a
principal causa de tal
infecção.
 Sintomas: a diarreia com
cólicas, perda de sangue
nas fezes, febre e
emagrecimento.
Ciências Naturais - ICRM 12
Leishmaniose
O inseto Lutzomyia, vetor da
leishmaniose.
Gênero Leishmania e da família
Trypanosomatidae.
Ciências Naturais - ICRM 13
 De modo geral, essas enfermidades se dividem em
leishmanioses tegumentares, que atacam a pele e as
mucosas, e viscerais (ou calazar), que atacam os órgãos
internos.
 As tegumentares causam lesões na pele (ulcerações) e,
em casos mais graves, atacam as mucosas do rosto, como
nariz e lábios (leishmaniose mucosa). As leishmanioses
viscerais causam febre, emagrecimento, anemia, aumento
do fígado e do baço e imunodeficiência (diminuição da
capacidade de defesa do organismo contra outros
micróbios).
 Parasita transmitido pela picada do “mosquito-palha” que
se contamina ao picar animais da mata (e mesmo os
domésticos que estejam contaminados).
Ciências Naturais - ICRM 14
Toxoplasmose
 É uma doença
causada por um
protozoário
chamado
Toxoplasma gondii.
Este protozoário
pode infectar
qualquer animal de
sangue quente
como gatos,
coelhos, etc.
Ciências Naturais - ICRM 15
Ciências Naturais - ICRM 16
Malária
 A malária é uma infecção dos glóbulos
vermelhos causada pelo Plasmodium.
 Transmite-se através da picada do
mosquito fêmea infectada (Anopheles), por
transfusão de sangue contaminado ou
injeção dada com uma agulha previamente
utilizada numa pessoa infectada.
 Sintomas: febre e calafrios, na chamada
“tremedeira”. Em casos graves ocorrem
icterícia, insuficiência renal, alterações na
coagulação e coma.
Ciências Naturais - ICRM 17
Ciências Naturais - ICRM 18
 A malária é a doença
infecciosa que mais
provoca mortes no
mundo.
 Segundo estimativas
da Organização
Mundial da Saúde,
ocorrem por ano 400
milhões de novos
casos que resultam
em 2 milhões de
mortes. Sendo
endêmica em cerca
de 200 países.
Ciências Naturais - ICRM 19
Malária no mundo em 2004
Ciências Naturais - ICRM 20
Doença de Chagas
 A doença de Chagas
é uma doença
infecciosa causada
por um protozoário
parasita chamado
Trypanosoma cruzi,
nome dado por seu
descobridor, o
cientista brasileiro
Carlos Chagas, em
homenagem a outro
cientista, também,
brasileiro, Oswaldo
Cruz.
Ciências Naturais - ICRM 21
Ciências Naturais - ICRM 22
Percevejo: o “barbeiro”
 A doença de Chagas é,
geralmente, transmitida
pelo barbeiro. Contudo,
em alguns casos raros,
a transmissão da
moléstia pode ser
congênita, por
transfusão de sangue,
transplante de órgãos,
acidentes de
laboratórios ou comendo
comida contaminada
com insetos infectados
(caldo de cana, por
exemplo).
Ciências Naturais - ICRM 23
Sintomas e tratamento
 Febre, mal estar, falta de apetite, dor ganglionar, inchaço
ocular e aumento do fígado e baço são alguns sintomas
que podem aparecer inicialmente (fase aguda). Há
casos em que a doença se apresenta de forma
assintomática.
 Em quadro crônico, o mal de Chagas pode destruir a
musculatura dos órgãos atingidos, provocando o
aumento destes, de forma irreversível.
 O diagnóstico é feito via exame de sangue. O
tratamento (eliminação dos parasitas) é satisfatório
apenas no estágio inicial da doença (o tripanossoma
ainda está no sangue). Na fase crônica, a terapêutica se
direciona para o controle de sintomas, evitando maiores
complicações.
Ciências Naturais - ICRM 24
Curiosidade: o que é isso?
Ciências Naturais - ICRM 25
Bioluminescência
Noctiluca sp
Ciências Naturais - ICRM 26
Ciências Naturais – Prof.ª Ivanise Meyer (2015) 27

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mais procurados (20)

Fungos de importância medicinal
Fungos de importância medicinalFungos de importância medicinal
Fungos de importância medicinal
 
Reino monera, protista
Reino monera, protistaReino monera, protista
Reino monera, protista
 
Generalidades De MicologìA
Generalidades De MicologìAGeneralidades De MicologìA
Generalidades De MicologìA
 
Reino protista: protozoarios
Reino protista: protozoariosReino protista: protozoarios
Reino protista: protozoarios
 
Doenças causadas por fungos
Doenças causadas por fungosDoenças causadas por fungos
Doenças causadas por fungos
 
Fungos
FungosFungos
Fungos
 
Fungos e doenças relacionadas
Fungos e doenças relacionadas Fungos e doenças relacionadas
Fungos e doenças relacionadas
 
Apresentação de Micologia
Apresentação de Micologia Apresentação de Micologia
Apresentação de Micologia
 
Fungos
FungosFungos
Fungos
 
Micologia
MicologiaMicologia
Micologia
 
Protozoários e Algas
Protozoários e AlgasProtozoários e Algas
Protozoários e Algas
 
Vírus
VírusVírus
Vírus
 
Reino protoctista protozoários
Reino protoctista  protozoáriosReino protoctista  protozoários
Reino protoctista protozoários
 
Aula 2º EJA.
Aula 2º EJA.Aula 2º EJA.
Aula 2º EJA.
 
Fungos
FungosFungos
Fungos
 
Slides da aula de Biologia (Renato) sobre Reino Protista
Slides da aula de Biologia (Renato) sobre Reino ProtistaSlides da aula de Biologia (Renato) sobre Reino Protista
Slides da aula de Biologia (Renato) sobre Reino Protista
 
Reino Protista
Reino ProtistaReino Protista
Reino Protista
 
Aula 7º ano - Reino Protoctista
Aula 7º ano - Reino ProtoctistaAula 7º ano - Reino Protoctista
Aula 7º ano - Reino Protoctista
 
Os reinos
Os reinosOs reinos
Os reinos
 
Aula slides micologia geral
Aula slides   micologia geralAula slides   micologia geral
Aula slides micologia geral
 

Destaque (10)

Leishiimania arruda, c & leite, b.c.
Leishiimania arruda, c & leite, b.c.Leishiimania arruda, c & leite, b.c.
Leishiimania arruda, c & leite, b.c.
 
Leishmaniasis Trabajo Aprobado
Leishmaniasis Trabajo AprobadoLeishmaniasis Trabajo Aprobado
Leishmaniasis Trabajo Aprobado
 
Protozoários
ProtozoáriosProtozoários
Protozoários
 
Proto
ProtoProto
Proto
 
Aula n° 4 leishmaniose
Aula n° 4   leishmanioseAula n° 4   leishmaniose
Aula n° 4 leishmaniose
 
Aula de Parasitologia do dia: 08.09.2016
Aula de Parasitologia do dia: 08.09.2016Aula de Parasitologia do dia: 08.09.2016
Aula de Parasitologia do dia: 08.09.2016
 
Atlasdeparasitologia 100604001209-phpapp02
Atlasdeparasitologia 100604001209-phpapp02Atlasdeparasitologia 100604001209-phpapp02
Atlasdeparasitologia 100604001209-phpapp02
 
Leishmaniose tegumentar e visceral
Leishmaniose tegumentar e visceral Leishmaniose tegumentar e visceral
Leishmaniose tegumentar e visceral
 
Malária
MaláriaMalária
Malária
 
Leishmania
LeishmaniaLeishmania
Leishmania
 

Semelhante a Reino protista prof Ivanise Meyer

2.protozooses3m
2.protozooses3m2.protozooses3m
2.protozooses3mRodrigo
 
2.protozooses3m
2.protozooses3m2.protozooses3m
2.protozooses3mRodrigo
 
AULA 4 - PARASITOLOGIA (HELMINTOS E PROTOZOÁRIOS).pptx
AULA 4 - PARASITOLOGIA (HELMINTOS E PROTOZOÁRIOS).pptxAULA 4 - PARASITOLOGIA (HELMINTOS E PROTOZOÁRIOS).pptx
AULA 4 - PARASITOLOGIA (HELMINTOS E PROTOZOÁRIOS).pptxJordniaMatias2
 
As principais parasitoses humanas
As principais parasitoses humanasAs principais parasitoses humanas
As principais parasitoses humanasLetícia Oliveira
 
Doença de chagas
Doença de chagasDoença de chagas
Doença de chagascrishmuler
 
Aula 21 protozoários parasitas
Aula 21   protozoários parasitasAula 21   protozoários parasitas
Aula 21 protozoários parasitasJonatas Carlos
 
Reino Protoctista
Reino ProtoctistaReino Protoctista
Reino Protoctistainfoeducp2
 
Protozoarios apresentação cleiton revisão
Protozoarios apresentação cleiton revisãoProtozoarios apresentação cleiton revisão
Protozoarios apresentação cleiton revisãojordaninha
 
Revisão para a globalizada
Revisão para a globalizadaRevisão para a globalizada
Revisão para a globalizadajordaninha
 
Protozoarios apresentação cleiton revisão
Protozoarios apresentação cleiton revisãoProtozoarios apresentação cleiton revisão
Protozoarios apresentação cleiton revisãojordaninha
 
Protozoarios apresentação cleiton revisão
Protozoarios apresentação cleiton revisãoProtozoarios apresentação cleiton revisão
Protozoarios apresentação cleiton revisãojordaninha
 
Aula Protozooses.ppt
Aula Protozooses.pptAula Protozooses.ppt
Aula Protozooses.pptAlexAnjos11
 
Microbio reino protista_doenças_protozoários
Microbio reino protista_doenças_protozoáriosMicrobio reino protista_doenças_protozoários
Microbio reino protista_doenças_protozoáriosEdnaMMA
 

Semelhante a Reino protista prof Ivanise Meyer (20)

Protozoários
ProtozoáriosProtozoários
Protozoários
 
2.protozooses3m
2.protozooses3m2.protozooses3m
2.protozooses3m
 
2.protozooses3m
2.protozooses3m2.protozooses3m
2.protozooses3m
 
Protozooses
ProtozoosesProtozooses
Protozooses
 
Protozooses
ProtozoosesProtozooses
Protozooses
 
AULA 4 - PARASITOLOGIA (HELMINTOS E PROTOZOÁRIOS).pptx
AULA 4 - PARASITOLOGIA (HELMINTOS E PROTOZOÁRIOS).pptxAULA 4 - PARASITOLOGIA (HELMINTOS E PROTOZOÁRIOS).pptx
AULA 4 - PARASITOLOGIA (HELMINTOS E PROTOZOÁRIOS).pptx
 
As principais parasitoses humanas
As principais parasitoses humanasAs principais parasitoses humanas
As principais parasitoses humanas
 
Doença de chagas
Doença de chagasDoença de chagas
Doença de chagas
 
Trab de biologia
Trab de biologiaTrab de biologia
Trab de biologia
 
Protozooses
ProtozoosesProtozooses
Protozooses
 
Aula 21 protozoários parasitas
Aula 21   protozoários parasitasAula 21   protozoários parasitas
Aula 21 protozoários parasitas
 
Reino Protoctista
Reino ProtoctistaReino Protoctista
Reino Protoctista
 
Protozooses
ProtozoosesProtozooses
Protozooses
 
Parasitoses humanas
Parasitoses humanasParasitoses humanas
Parasitoses humanas
 
Protozoarios apresentação cleiton revisão
Protozoarios apresentação cleiton revisãoProtozoarios apresentação cleiton revisão
Protozoarios apresentação cleiton revisão
 
Revisão para a globalizada
Revisão para a globalizadaRevisão para a globalizada
Revisão para a globalizada
 
Protozoarios apresentação cleiton revisão
Protozoarios apresentação cleiton revisãoProtozoarios apresentação cleiton revisão
Protozoarios apresentação cleiton revisão
 
Protozoarios apresentação cleiton revisão
Protozoarios apresentação cleiton revisãoProtozoarios apresentação cleiton revisão
Protozoarios apresentação cleiton revisão
 
Aula Protozooses.ppt
Aula Protozooses.pptAula Protozooses.ppt
Aula Protozooses.ppt
 
Microbio reino protista_doenças_protozoários
Microbio reino protista_doenças_protozoáriosMicrobio reino protista_doenças_protozoários
Microbio reino protista_doenças_protozoários
 

Mais de Ivanise Meyer

África Aula Ivanise Meyer
África Aula Ivanise MeyerÁfrica Aula Ivanise Meyer
África Aula Ivanise MeyerIvanise Meyer
 
Petróleo parte 2 pré sal prof Ivanise Meyer
Petróleo parte 2 pré sal  prof Ivanise MeyerPetróleo parte 2 pré sal  prof Ivanise Meyer
Petróleo parte 2 pré sal prof Ivanise MeyerIvanise Meyer
 
Petróleo parte 1 prof Ivanise Meyer
Petróleo parte 1  prof Ivanise MeyerPetróleo parte 1  prof Ivanise Meyer
Petróleo parte 1 prof Ivanise MeyerIvanise Meyer
 
Tabela periódica prof Ivanise Meyer
Tabela periódica  prof Ivanise MeyerTabela periódica  prof Ivanise Meyer
Tabela periódica prof Ivanise MeyerIvanise Meyer
 
Tabagismo a química do cigarro prof Ivanise Meyer
Tabagismo a química do cigarro  prof Ivanise MeyerTabagismo a química do cigarro  prof Ivanise Meyer
Tabagismo a química do cigarro prof Ivanise MeyerIvanise Meyer
 
Química substâncias prof Ivanise Meyer
Química substâncias  prof Ivanise MeyerQuímica substâncias  prof Ivanise Meyer
Química substâncias prof Ivanise MeyerIvanise Meyer
 
Noções de química prof Ivanise Meyer
Noções de química prof Ivanise MeyerNoções de química prof Ivanise Meyer
Noções de química prof Ivanise MeyerIvanise Meyer
 
Estrutura da matéria prof Ivanise Meyer
Estrutura da matéria  prof Ivanise MeyerEstrutura da matéria  prof Ivanise Meyer
Estrutura da matéria prof Ivanise MeyerIvanise Meyer
 
Estados físicos da matéria prof Ivanise Meyer
Estados físicos da matéria prof Ivanise MeyerEstados físicos da matéria prof Ivanise Meyer
Estados físicos da matéria prof Ivanise MeyerIvanise Meyer
 
Termologia prof Ivanise Meyer
Termologia prof Ivanise MeyerTermologia prof Ivanise Meyer
Termologia prof Ivanise MeyerIvanise Meyer
 
Óptica visão prof ivanise meyer
Óptica visão prof ivanise meyerÓptica visão prof ivanise meyer
Óptica visão prof ivanise meyerIvanise Meyer
 
Óptica prof Ivanise Meyer
Óptica prof Ivanise MeyerÓptica prof Ivanise Meyer
Óptica prof Ivanise MeyerIvanise Meyer
 
Mecânica cinemática prof Ivanise Meyer
Mecânica cinemática prof Ivanise MeyerMecânica cinemática prof Ivanise Meyer
Mecânica cinemática prof Ivanise MeyerIvanise Meyer
 
Física noções prof Ivanise Meyer
Física noções prof Ivanise MeyerFísica noções prof Ivanise Meyer
Física noções prof Ivanise MeyerIvanise Meyer
 
Energia prof Ivanise Meyer
Energia prof Ivanise MeyerEnergia prof Ivanise Meyer
Energia prof Ivanise MeyerIvanise Meyer
 
Acústica prof Ivanise Meyer
Acústica prof Ivanise MeyerAcústica prof Ivanise Meyer
Acústica prof Ivanise MeyerIvanise Meyer
 
Sistema respiratório prof Ivanise Meyer
Sistema respiratório prof Ivanise MeyerSistema respiratório prof Ivanise Meyer
Sistema respiratório prof Ivanise MeyerIvanise Meyer
 
Sistema reprodutor humano prof Ivanise Meyer
Sistema reprodutor humano prof Ivanise MeyerSistema reprodutor humano prof Ivanise Meyer
Sistema reprodutor humano prof Ivanise MeyerIvanise Meyer
 
Sistema nervoso prof Ivanise Meyer
Sistema nervoso prof Ivanise MeyerSistema nervoso prof Ivanise Meyer
Sistema nervoso prof Ivanise MeyerIvanise Meyer
 
Sistema locomotor prof Ivanise Meyer
Sistema locomotor prof Ivanise MeyerSistema locomotor prof Ivanise Meyer
Sistema locomotor prof Ivanise MeyerIvanise Meyer
 

Mais de Ivanise Meyer (20)

África Aula Ivanise Meyer
África Aula Ivanise MeyerÁfrica Aula Ivanise Meyer
África Aula Ivanise Meyer
 
Petróleo parte 2 pré sal prof Ivanise Meyer
Petróleo parte 2 pré sal  prof Ivanise MeyerPetróleo parte 2 pré sal  prof Ivanise Meyer
Petróleo parte 2 pré sal prof Ivanise Meyer
 
Petróleo parte 1 prof Ivanise Meyer
Petróleo parte 1  prof Ivanise MeyerPetróleo parte 1  prof Ivanise Meyer
Petróleo parte 1 prof Ivanise Meyer
 
Tabela periódica prof Ivanise Meyer
Tabela periódica  prof Ivanise MeyerTabela periódica  prof Ivanise Meyer
Tabela periódica prof Ivanise Meyer
 
Tabagismo a química do cigarro prof Ivanise Meyer
Tabagismo a química do cigarro  prof Ivanise MeyerTabagismo a química do cigarro  prof Ivanise Meyer
Tabagismo a química do cigarro prof Ivanise Meyer
 
Química substâncias prof Ivanise Meyer
Química substâncias  prof Ivanise MeyerQuímica substâncias  prof Ivanise Meyer
Química substâncias prof Ivanise Meyer
 
Noções de química prof Ivanise Meyer
Noções de química prof Ivanise MeyerNoções de química prof Ivanise Meyer
Noções de química prof Ivanise Meyer
 
Estrutura da matéria prof Ivanise Meyer
Estrutura da matéria  prof Ivanise MeyerEstrutura da matéria  prof Ivanise Meyer
Estrutura da matéria prof Ivanise Meyer
 
Estados físicos da matéria prof Ivanise Meyer
Estados físicos da matéria prof Ivanise MeyerEstados físicos da matéria prof Ivanise Meyer
Estados físicos da matéria prof Ivanise Meyer
 
Termologia prof Ivanise Meyer
Termologia prof Ivanise MeyerTermologia prof Ivanise Meyer
Termologia prof Ivanise Meyer
 
Óptica visão prof ivanise meyer
Óptica visão prof ivanise meyerÓptica visão prof ivanise meyer
Óptica visão prof ivanise meyer
 
Óptica prof Ivanise Meyer
Óptica prof Ivanise MeyerÓptica prof Ivanise Meyer
Óptica prof Ivanise Meyer
 
Mecânica cinemática prof Ivanise Meyer
Mecânica cinemática prof Ivanise MeyerMecânica cinemática prof Ivanise Meyer
Mecânica cinemática prof Ivanise Meyer
 
Física noções prof Ivanise Meyer
Física noções prof Ivanise MeyerFísica noções prof Ivanise Meyer
Física noções prof Ivanise Meyer
 
Energia prof Ivanise Meyer
Energia prof Ivanise MeyerEnergia prof Ivanise Meyer
Energia prof Ivanise Meyer
 
Acústica prof Ivanise Meyer
Acústica prof Ivanise MeyerAcústica prof Ivanise Meyer
Acústica prof Ivanise Meyer
 
Sistema respiratório prof Ivanise Meyer
Sistema respiratório prof Ivanise MeyerSistema respiratório prof Ivanise Meyer
Sistema respiratório prof Ivanise Meyer
 
Sistema reprodutor humano prof Ivanise Meyer
Sistema reprodutor humano prof Ivanise MeyerSistema reprodutor humano prof Ivanise Meyer
Sistema reprodutor humano prof Ivanise Meyer
 
Sistema nervoso prof Ivanise Meyer
Sistema nervoso prof Ivanise MeyerSistema nervoso prof Ivanise Meyer
Sistema nervoso prof Ivanise Meyer
 
Sistema locomotor prof Ivanise Meyer
Sistema locomotor prof Ivanise MeyerSistema locomotor prof Ivanise Meyer
Sistema locomotor prof Ivanise Meyer
 

Último

Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveaulasgege
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfaulasgege
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 anoAdelmaTorres2
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdfCarlosRodrigues832670
 
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfGuia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfEyshilaKelly1
 
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfMapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfangelicass1
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASEdinardo Aguiar
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileirosMary Alvarenga
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxconcelhovdragons
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfHenrique Pontes
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...Martin M Flynn
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosAntnyoAllysson
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024GleyceMoreiraXWeslle
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfIedaGoethe
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdfPPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdfAnaGonalves804156
 

Último (20)

Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
 
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfGuia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
 
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfMapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
 
(76- ESTUDO MATEUS) A ACLAMAÇÃO DO REI..
(76- ESTUDO MATEUS) A ACLAMAÇÃO DO REI..(76- ESTUDO MATEUS) A ACLAMAÇÃO DO REI..
(76- ESTUDO MATEUS) A ACLAMAÇÃO DO REI..
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdfPPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
 

Reino protista prof Ivanise Meyer

  • 2. Reino Protista  Protozoários  Protófitos (algas unicelulares e pluricelulares) Ciências Naturais - ICRM 2
  • 3. Unicelulares  São formados por uma célula. Só podem ser observados com uso de microscópio. Ciências Naturais - ICRM 3
  • 7. Onde vivem  Vivem em ambientes diversos: na água, no solo, e até mesmo no interior do corpo de outros seres vivos. Ciências Naturais - ICRM 7
  • 8.  Podem ter vida livre ou ser parasitas, isto é, viver no corpo de outro ser vivo. Ciências Naturais - ICRM 8
  • 9. Protozoários são heterótrofos  Alimentam-se de bactérias, de outros protozoários e de matéria orgânica. Ciências Naturais - ICRM 9
  • 10. Protófitos são autótrofos  Produzem seu alimento (a glicose) a partir da fotossíntese. diatomácea Ciências Naturais - ICRM 10
  • 11. Doenças (protozooses)  Alguns protozoários causam doenças como a amebíase, leishmaniose, toxoplasmose, malária, doença de Chagas, giardíase. Ciências Naturais - ICRM 11
  • 12. Ameba  A contaminação fecal dos alimentos e da água é a principal causa de tal infecção.  Sintomas: a diarreia com cólicas, perda de sangue nas fezes, febre e emagrecimento. Ciências Naturais - ICRM 12
  • 13. Leishmaniose O inseto Lutzomyia, vetor da leishmaniose. Gênero Leishmania e da família Trypanosomatidae. Ciências Naturais - ICRM 13
  • 14.  De modo geral, essas enfermidades se dividem em leishmanioses tegumentares, que atacam a pele e as mucosas, e viscerais (ou calazar), que atacam os órgãos internos.  As tegumentares causam lesões na pele (ulcerações) e, em casos mais graves, atacam as mucosas do rosto, como nariz e lábios (leishmaniose mucosa). As leishmanioses viscerais causam febre, emagrecimento, anemia, aumento do fígado e do baço e imunodeficiência (diminuição da capacidade de defesa do organismo contra outros micróbios).  Parasita transmitido pela picada do “mosquito-palha” que se contamina ao picar animais da mata (e mesmo os domésticos que estejam contaminados). Ciências Naturais - ICRM 14
  • 15. Toxoplasmose  É uma doença causada por um protozoário chamado Toxoplasma gondii. Este protozoário pode infectar qualquer animal de sangue quente como gatos, coelhos, etc. Ciências Naturais - ICRM 15
  • 17. Malária  A malária é uma infecção dos glóbulos vermelhos causada pelo Plasmodium.  Transmite-se através da picada do mosquito fêmea infectada (Anopheles), por transfusão de sangue contaminado ou injeção dada com uma agulha previamente utilizada numa pessoa infectada.  Sintomas: febre e calafrios, na chamada “tremedeira”. Em casos graves ocorrem icterícia, insuficiência renal, alterações na coagulação e coma. Ciências Naturais - ICRM 17
  • 19.  A malária é a doença infecciosa que mais provoca mortes no mundo.  Segundo estimativas da Organização Mundial da Saúde, ocorrem por ano 400 milhões de novos casos que resultam em 2 milhões de mortes. Sendo endêmica em cerca de 200 países. Ciências Naturais - ICRM 19
  • 20. Malária no mundo em 2004 Ciências Naturais - ICRM 20
  • 21. Doença de Chagas  A doença de Chagas é uma doença infecciosa causada por um protozoário parasita chamado Trypanosoma cruzi, nome dado por seu descobridor, o cientista brasileiro Carlos Chagas, em homenagem a outro cientista, também, brasileiro, Oswaldo Cruz. Ciências Naturais - ICRM 21
  • 23. Percevejo: o “barbeiro”  A doença de Chagas é, geralmente, transmitida pelo barbeiro. Contudo, em alguns casos raros, a transmissão da moléstia pode ser congênita, por transfusão de sangue, transplante de órgãos, acidentes de laboratórios ou comendo comida contaminada com insetos infectados (caldo de cana, por exemplo). Ciências Naturais - ICRM 23
  • 24. Sintomas e tratamento  Febre, mal estar, falta de apetite, dor ganglionar, inchaço ocular e aumento do fígado e baço são alguns sintomas que podem aparecer inicialmente (fase aguda). Há casos em que a doença se apresenta de forma assintomática.  Em quadro crônico, o mal de Chagas pode destruir a musculatura dos órgãos atingidos, provocando o aumento destes, de forma irreversível.  O diagnóstico é feito via exame de sangue. O tratamento (eliminação dos parasitas) é satisfatório apenas no estágio inicial da doença (o tripanossoma ainda está no sangue). Na fase crônica, a terapêutica se direciona para o controle de sintomas, evitando maiores complicações. Ciências Naturais - ICRM 24
  • 25. Curiosidade: o que é isso? Ciências Naturais - ICRM 25
  • 27. Ciências Naturais – Prof.ª Ivanise Meyer (2015) 27