Capela do Pobre Diabo <ul><li>Danielle Aquino </li></ul><ul><li>Indra Freitas </li></ul><ul><li>Olsen Rodrigues </li></ul>...
Capela do Pobre Diabo - Começo <ul><li>~ Em 1882, um cidadão português de nome Antônio José da Costa, proprietário de uma ...
História <ul><li>~ No ano de 1897, casou-se com a jovem Cordolina Rosa de Viterbo, passando a residir na Praça Floriano Pe...
~ Com o pronto restabelecimento do mario, dona Cordolina pagou a graça alcançada, mandando construir na Praça Floriano Pei...
Capela <ul><li>~Embora do século passado, não se sabe ao certo o dia da sua inauguração. </li></ul><ul><li>~ A Capela é to...
Atualmente <ul><li>~ Hoje, ela encontra-se constantemente fechada, sendo aberta apenas eventualmente para turistas e nas c...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Capela Do Pobre Diabo

1.064 visualizações

Publicada em

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.064
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Capela Do Pobre Diabo

  1. 1. Capela do Pobre Diabo <ul><li>Danielle Aquino </li></ul><ul><li>Indra Freitas </li></ul><ul><li>Olsen Rodrigues </li></ul><ul><li>9º Ano/turma: “E” </li></ul>
  2. 2. Capela do Pobre Diabo - Começo <ul><li>~ Em 1882, um cidadão português de nome Antônio José da Costa, proprietário de uma quitanda na rua da Instalação, mandou fazer em seu comércio uma tabuleta que representava um homem coberto de trapos e abaixo desta uma legenda: Ao Pobre Diabo. </li></ul><ul><li>~ Devido a existência dessa placa em seu comércio e por sua avidez ao dinheiro, pois dizia ser um pobre diabo, o Sr. Antônio passou a ser assim apelidado pela população. </li></ul>
  3. 3. História <ul><li>~ No ano de 1897, casou-se com a jovem Cordolina Rosa de Viterbo, passando a residir na Praça Floriano Peixoto, Cachoeirinha, onde montou uma casa de diversões, denomidando-a “High-Life”. </li></ul><ul><li>~ Após algum tempo, o Sr. Antônio ficou gravemente doente, deixando dona Cordolina bastante aflita. </li></ul><ul><li>~ Por ser devota de Santo Antônio, fez uma promessa a esse santo, pedindo-lhe a cura do marido. Caso este ficasse restabelecido da enfermidade, ela mandaria constuir uma igreja em louvor ao santo. </li></ul>
  4. 4. ~ Com o pronto restabelecimento do mario, dona Cordolina pagou a graça alcançada, mandando construir na Praça Floriano Peixoto, hoje rua Borba, uma elegante capela que é conhecida pelos moradores como: “Capela do Pobre Diabo”. ~ Após a construção desta, o Sr. Antônio e a Dona Cardolina viajaram para Belém. Lá, o Sr. Antônio veio a falecer, e Dona Cardolina retornou para Manaus. ~ Na oportunidade fez a entrega da capela ao Bispado. A igrejinha de pequenas dimensões comporta aproximadamente 20 pessoas.
  5. 5. Capela <ul><li>~Embora do século passado, não se sabe ao certo o dia da sua inauguração. </li></ul><ul><li>~ A Capela é toda ao estilo neo-gótico. </li></ul><ul><li>~ Na Administração do professor Arthur Reis, a Assembléia Legislativa aprovou a Lei Estadual de nº 8, de 28 de junho de 1965, autorizando o Governo a considerar a Igreja de Santo Antônio como Monumento Histórico. Conforme a publicação no diário Oficial de 30 de junho do mesmo ano, a igrejinha acha-se, desde então, tombada sob a proteção do Poder público. </li></ul>
  6. 6. Atualmente <ul><li>~ Hoje, ela encontra-se constantemente fechada, sendo aberta apenas eventualmente para turistas e nas comemorações do dia de Santo Antônio. </li></ul>

×