MEIOS DIGITAIS
2016
Liliane Gonçalves
500 34530
Afonso Domingos
500 34854
Isela Rivera
500 34208
Marta Barroso
500 27348
C...
GRUPO 6: PLANO MEIOS DIGITAIS
Briefing do cliente:
Enquadramento
A Makro é uma empresa líder a nível europeu na distribuiç...
GRUPO 6: PLANO MEIOS DIGITAIS
A Makro pretende:
•Estar presente no mundo digital através das redes sociais;
•Lançar o serv...
GRUPO 6: PLANO MEIOS DIGITAIS
Plano de Meio
1. Sumário
2. Objectivo
3. Público Alvo
4. Pesquisa
5. Plano detalhado
- Meios...
GRUPO 6: PLANO MEIOS DIGITAIS
1. Sumário
A proposta está estruturada em duas partes
1.Lançamento do comércio on-line e com...
GRUPO 6: PLANO MEIOS DIGITAIS
2 - Objetivo:
Problema:
Não estar presente nas redes sociais nem ter e-commerce, o que leva ...
GRUPO 6: PLANO MEIOS DIGITAIS
Canal HORECA, com ênfase em restauração
e hotelaria.
3 – Público Alvo
7
GRUPO 6: PLANO MEIOS DIGITAIS
4. Fontes de Informação
Uma análise dos sites do Grupo Metro – empresa mãe do Makro - nos vá...
GRUPO 6: PLANO MEIOS DIGITAIS
https://www.adroll.com/
- Facebook by the Numbers 2015
9
GRUPO 6: PLANO MEIOS DIGITAIS
https://www.tune.com/
GLOBAL MOBILE 2016: WHY 2016 IS THE
GLOBAL TIPPING POINT FOR THE MOBIL...
GRUPO 6: PLANO MEIOS DIGITAIS
https://www.business2community.com/
- “Why B2B marketers should use Linkedin”
11
GRUPO 6: PLANO MEIOS DIGITAIS
5. Plano detalhado
A seguir são apresentados os meios selecionados. Propõe-se o melhor do mu...
GRUPO 6: PLANO MEIOS DIGITAIS
Landing Page
Todas as grandes campanhas e concursos estarão associados a uma landing page.
P...
GRUPO 6: PLANO MEIOS DIGITAIS
Proposta de Landing Page
14
GRUPO 6: PLANO MEIOS DIGITAIS
Blogue
Será utilizado como centro de produção e exposição de conteúdos.
Pretende-se comunica...
GRUPO 6: PLANO MEIOS DIGITAIS
Facebook
Facebook será o eixo da comunidade e o lugar onde serão realizados e
comunicados co...
GRUPO 6: PLANO MEIOS DIGITAIS
Youtube
Youtube será a plataforma onde se pretende melhorar a visibilidade criar
viralidade ...
GRUPO 6: PLANO MEIOS DIGITAIS
18
GRUPO 6: PLANO MEIOS DIGITAIS
Linkedin
Linkedin - será o ponto de encontro dos profissionais onde
se pretende estabelecer ...
GRUPO 6: PLANO MEIOS DIGITAIS
20
GRUPO 6: PLANO MEIOS DIGITAIS
Loja on-line
A loja online terá, além das características comuns, as seguintes
funcionalidad...
GRUPO 6: PLANO MEIOS DIGITAIS
22
GRUPO 6: PLANO MEIOS DIGITAIS
Mobile APP – (Mobile Makro)
Associado à loja on-line propõe-se também a criação aplicação es...
GRUPO 6: PLANO MEIOS DIGITAIS
24
GRUPO 6: PLANO MEIOS DIGITAIS
25
GRUPO 6: PLANO MEIOS DIGITAIS
1. Deseja-se comunicar com empresários, proprietários de estabelecimentos de
restauração e h...
GRUPO 6: PLANO MEIOS DIGITAIS
Criação de conteúdos:
A Makro cria muita informação que não é divulgada ou é comunicada de f...
GRUPO 6: PLANO MEIOS DIGITAIS
6- Cronograma
28
GRUPO 6: PLANO MEIOS DIGITAIS
7- Budget
Orçamento de meios
29
GRUPO 6: PLANO MEIOS DIGITAIS
Métricas de avaliação da campanha:
E-marketing:
•Taxas de abertura
•CTR click to rate
Facebo...
GRUPO 6: PLANO MEIOS DIGITAIS
31
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Meios Digitais: Makro

263 visualizações

Publicada em

Proposta para a criação de plataforma ecommerce e app de compras para o grupo Makro em Portugal.

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
263
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
15
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Meios Digitais: Makro

  1. 1. MEIOS DIGITAIS 2016 Liliane Gonçalves 500 34530 Afonso Domingos 500 34854 Isela Rivera 500 34208 Marta Barroso 500 27348 Carlos Francisco Leitão 500 33705 João Ambrosio 500 34963
  2. 2. GRUPO 6: PLANO MEIOS DIGITAIS Briefing do cliente: Enquadramento A Makro é uma empresa líder a nível europeu na distribuição grossista, dedicando-se à venda de produtos alimentares e não alimentares, prestando um serviço destinado a suprir as necessidades de empresas dos setores de retalho, restauração, hotelaria e similares (HORECA). A empresa possui uma excelente base dados no sistema de CRM com muita informação sobre clientes e respectivos perfis de consumo. Também possui um sistema de entregas aos clientes e uma cobertura nacional com 10 lojas. A concorrência é muito forte e variada, sendo o maior concorrente a nível nacional o Recheio, embora localmente existam cash&carry’s, centrais de compras e cash & carry’s especializados em determinados segmentos de produtos cujo poder de mercado é relevante. Por exemplo em bebidas (Garcias) ou nos frescos (mercado abastecedor de Lisboa). Muitos dos concorrentes não estão presentes nas redes sociais e tão pouco são ativos como a Makro a participar e patrocinar eventos ligados à restauração. Mas o principal concorrente já iniciou o comércio online, pelo que a Makro quer acompanhar o mercado e marcar a sua presença no digital. Por esta razão irá lançar no final do 1º semestre um site e uma APP para os seus clientes. 2
  3. 3. GRUPO 6: PLANO MEIOS DIGITAIS A Makro pretende: •Estar presente no mundo digital através das redes sociais; •Lançar o serviço de e-commerce. Timings O objetivo é que a presença no e-commerce e redes sociais se inicie antes do final do corrente ano. Meios Digitais / podemos utilizar os meios que temos actualmente, envio quinzenal de catálogos de produtos e preços . Revista Makro trimestral com notícias sobre Makro, clientes, chefs, eventos, etc... Target O público-alvo definido para esta campanha é formado por empresa dos sectores Retalho e HORECA Budget O orçamento alocado ao desenvolvimento do e-commerce e restante campanha é de € 200.000. Objectivos da Campanha 3
  4. 4. GRUPO 6: PLANO MEIOS DIGITAIS Plano de Meio 1. Sumário 2. Objectivo 3. Público Alvo 4. Pesquisa 5. Plano detalhado - Meios - Consumidores impactados em cada meio - Frequência de publicação - Integração entre meios 6. Cronograma 7. Budget 8. Métricas 4
  5. 5. GRUPO 6: PLANO MEIOS DIGITAIS 1. Sumário A proposta está estruturada em duas partes 1.Lançamento do comércio on-line e como este será comunicado. 2.Presença nos meios digitais, incluindo redes sociais, como forma de diferenciação. A proposta para atingir os objectivos apresenta duas vertentes: 1. Desenvolvimento do site para e-commerce e uma APP; 2. Integração de meios digitais e não digitais como meios de comunicação com clientes. O público-alvo é formado pelo canal HORECA (hotéis, restaurantes e cafés) e o setor do retalho. A campanha de lançamento da Makro no mundo digital chamar-se-á: “Makro Digital” 5
  6. 6. GRUPO 6: PLANO MEIOS DIGITAIS 2 - Objetivo: Problema: Não estar presente nas redes sociais nem ter e-commerce, o que leva à perda de oportunidades de negócio e de visibilidade no meio digital. Objectivo inicial: Obter vendas através de e-commerce que representem pelo menos 10% da faturação anual da empresa e incrementar o total das vendas em 5% até o final de 2017. Critica do objectivo: Para uma empresa que não está presente no e-commerce levará tempo para que os atuais clientes habituem-se e passem a utilizar o novo canal de distribuição. Por outro lado, também levará tempo até que atuais não-clientes passem a conhecer e utilizar o novo canal de distribuição. Objectivo final: Espera-se que 10% da faturação tenha origem no e-commerce até junho de 2017. 6
  7. 7. GRUPO 6: PLANO MEIOS DIGITAIS Canal HORECA, com ênfase em restauração e hotelaria. 3 – Público Alvo 7
  8. 8. GRUPO 6: PLANO MEIOS DIGITAIS 4. Fontes de Informação Uma análise dos sites do Grupo Metro – empresa mãe do Makro - nos vários países demonstra que apenas Portugal não está presente nas redes sociais. O site Makro Alemanha (http://www.metrogroup.de/en/metro-cash-and-carry ) tem ligação a Facebook, Youtube e blogue. A estratégia de comunicação nas redes socias passa pela landpage do blogue. O blogue tem ligações para Facebook, Goggle +, Instagram, Pinterest, Twitter e Youtube. Makro Espanha está presente no facebook, Youtube, Twitter e tem uma APP de receitas. Metro France está presente Facebook, Instagram, Pinterest e YouTube. A seguir são apresentadas mais algumas fontes de ajuda na escolha dos meios selecionados: 8
  9. 9. GRUPO 6: PLANO MEIOS DIGITAIS https://www.adroll.com/ - Facebook by the Numbers 2015 9
  10. 10. GRUPO 6: PLANO MEIOS DIGITAIS https://www.tune.com/ GLOBAL MOBILE 2016: WHY 2016 IS THE GLOBAL TIPPING POINT FOR THE MOBILE ECONOMY Esta informação serviu de base na tomada de decisão para a criação de uma app. 10
  11. 11. GRUPO 6: PLANO MEIOS DIGITAIS https://www.business2community.com/ - “Why B2B marketers should use Linkedin” 11
  12. 12. GRUPO 6: PLANO MEIOS DIGITAIS 5. Plano detalhado A seguir são apresentados os meios selecionados. Propõe-se o melhor do mundo online e off-line com o objetivo de gerar mais conteúdo e melhorar a ligação entre os meios de forma a obter uma comunicação eficiente. Email marketing Pretende-se rentabilizar a base dados existente com envio de newsletters. Serão criadas duas newsletters: uma para comunicação institucional e outra para anunciar promoções. Este meio será utilizado para atualizar dados dos clientes, apresentar novidades, concursos e comunicar serviços. Nas principais campanhas promocionais de Verão, Natal, Festas dos Santos Populares e outros serão envidas newsletters promocionais com ofertas. Trimestralmente serão realizadas campanhas de email marketing com o objetivo de angariar novos clientes. Pretende-se que todos os clientes classificados como de restauração e hotelaria recebam o email. 12
  13. 13. GRUPO 6: PLANO MEIOS DIGITAIS Landing Page Todas as grandes campanhas e concursos estarão associados a uma landing page. Pretendese que a landing page seja explicativa da campanha e do concurso mas o objectivo é o registo de novos clientes, confirmação de dados e enriquecimento da based de dados com novos elementos relativos ao negócio do cliente. Por exemplo saber razão do cliente não comprar determinado produto na Makro. Para incentivar a resposta serão oferecidos descontos ou produtos. (ver proposta no próximo slide) Display Advertising Será realizado durante lançamento da campanha. Será realizada publicidade em páginas e revistas de associações de restauração e hotelaria, empresas do setor e fornecedores de equipamentos para hotelaria e restauração. Pretende-se divulgar os novos meios à disposição do canal HORECA por forma angariar novos clientes. Pretende-se também que os atuais clientes experimentem novos serviços e incrementem o valor realizado nas compras. 13
  14. 14. GRUPO 6: PLANO MEIOS DIGITAIS Proposta de Landing Page 14
  15. 15. GRUPO 6: PLANO MEIOS DIGITAIS Blogue Será utilizado como centro de produção e exposição de conteúdos. Pretende-se comunicar e criar ligação emocional com especialistas do setor: chefes de cozinha, escansões, produtores, industria alimentar e nutricionistas por forma a que eles possam produzir, comentar e gerar conteúdo sobre a Makro, seus produtos e serviços. A monitorização do blogue poderá ser uma excelente fonte de informação sobre tendências no setor e poderá ser utilizada pelos gestores de produto e de categoria para atualizar as linhas de produtos. A geração de conteúdos para o blogue deverá ser diária. 15
  16. 16. GRUPO 6: PLANO MEIOS DIGITAIS Facebook Facebook será o eixo da comunidade e o lugar onde serão realizados e comunicados concursos, campanhas, lançamento de produtos, apresentações de folhetos e promoções. O objetivo é que todos os clientes de restauração e hotelaria sejam seguidores da página. Será uma forma de estarem informados sobre as últimas novidades do mundo Makro. No lançamento do e-commerce e dos novos serviços será realizado investimento em adds no Facebook para divulgar as novidades. Pretende-se chegar às páginas dos clientes de restaurantes e hotéis, revistas do sector, entre outros. 16
  17. 17. GRUPO 6: PLANO MEIOS DIGITAIS Youtube Youtube será a plataforma onde se pretende melhorar a visibilidade criar viralidade e reforçar a imagem de marca. Serão criados videos com os chefs, clientes e funcionários, além de tutoriais sobre os serviços serviços disponibilizados (qualidade do produto, sugestões de pratos, como melhorar a rentabilidade do negócio mediante racionalização do menu, novos pratos, best practices do HCCP, etc…). O objetivo é criar videos numa primeira fase semanalmente, posteriomente quinzenalmente, conforme proposta no slide seguinte: Instagram Instagram será o album visual. Serão criados vários álbuns com imagen de pratos, produtos, restaurantes clientes e eventos. Espera-se atingir a jovens proprietários de estabelecimento de restauração e também futuros profissionais da área de restauração e hotelaria (estudantes nas escolas de culinária, escolas profissionais de hotelaria, etc...). 17
  18. 18. GRUPO 6: PLANO MEIOS DIGITAIS 18
  19. 19. GRUPO 6: PLANO MEIOS DIGITAIS Linkedin Linkedin - será o ponto de encontro dos profissionais onde se pretende estabelecer e reforçar os laços profissionais e gerar networking, conforme indicado na proposta no slide seguinte. Google ads – click to pay Pretende-se otimizar site com SEO e será realizado investimento em Google ads com as novidades. O objetivo é que o site seja facilmente encontrado pelo público-alvo, de forma a ser a marca top of mind. Daí o investimento em key words como, por exemplo “alimentar”, “HORECA”, “restauração”, “hotelaria”, “fornecedor alimentar”, de forma a que apresentem referência no topo da primeira página de resultados do Google. 19
  20. 20. GRUPO 6: PLANO MEIOS DIGITAIS 20
  21. 21. GRUPO 6: PLANO MEIOS DIGITAIS Loja on-line A loja online terá, além das características comuns, as seguintes funcionalidades: •Possibiliade de realizar a encomenda e marcar a entrega directamente no local definido pelo cliente; •Criação de lista de compras para impressão e posterior aquisição na loja física; •Gestor de menu e Receitas - é um portal onde o cliente pode procurar receitas, fazer análise de custos e planificação de lucros. É a possibilidade de fazer crescer o menu de acordo com diversos estilos de culinária. “Podem manter o Vosso menu sempre renovado com centenas de receitas para pratos de peixe, carne, entradas, sobremesas e muito mais com ingredientes para pratos étnicos “ •Organizador de eventos – ajuda para o planeamento de eventos, com uma ferramenta que permite seleccionar um evento e a sua respectiva informação especifica. Ajuda para o planeamento do menu, estimativa de custos e criação de lista de compras. A proposta de loja on-line encontra-se no slide seguinte. 21
  22. 22. GRUPO 6: PLANO MEIOS DIGITAIS 22
  23. 23. GRUPO 6: PLANO MEIOS DIGITAIS Mobile APP – (Mobile Makro) Associado à loja on-line propõe-se também a criação aplicação específica para clientes Makro. Esta App será única no mercado português e permitirá aos clientes maior facilidade na gestão do negócio uma vez que não há necessidade de deslocar-se a uma loja física ou mesmo ter que aceder a um computador. A app possuirá as seguintes funcionalidades: •Gestor da lista de compras: lista de artigos que são comprados regularmente pelo cliente com possibilidade descontos especiais. Será possível carregar uma lista na app e comprar toda a lista ou apenas alguns produtos, sem necessidade de realizar o mesmo processo de criação de lista de compras mais que uma vez; •Gestor de receitas e menus – com base no histórico de compras do cliente, a app cria automaticamente sugestões de menus a apresentar na semana seguinte; •Com base nas promoções e descontos a app irá sugerir novos pratos a fazer e dessa forma o cliente pode poupar, otimizar o menu e rentabilizar tempo sem ter que preocupar-se com a criação de novos menus; •Envio de mensagens com prazos para entrega obrigações fiscais, formações e novos produtos ou serviços; •De acordo com a lista de compras a app ajuda a optimizar a visita à loja dando indicação do percurso a ser seguido de forma a minimizar o tempo usado para a realização das compras. Proposta no próximo slide. 23
  24. 24. GRUPO 6: PLANO MEIOS DIGITAIS 24
  25. 25. GRUPO 6: PLANO MEIOS DIGITAIS 25
  26. 26. GRUPO 6: PLANO MEIOS DIGITAIS 1. Deseja-se comunicar com empresários, proprietários de estabelecimentos de restauração e hotelaria e responsáveis de compras, de forma a que incrementem o ticket médio de comrpas. 2. ZMOT- O público-alvo pode ser encontrado no estabelecimento durante o horário comercial ou à noite quando estão em casa. 3. Comunicar com o público-alvo antes de irem às compras e de decidirem o menu da próxima semana com o objetivo de levá-los a poupar tempo e otimizar a despesa das compras. 4. A mensagem deverá sempre conter resposta para a perguntar: Como poupar tempo e dinheiro? 5. Relevância do conteúdo (Ganhar dinheiro e poupar tempo). 6. Comunicar a existência de e-commerce, a presença nas redes sociais e a ideia de poupança de dinheiro e tempo ao realizar compras e gerir o negócio através da app Makro Mobile. 7. Os proprietários de estabelecimentos de restauração querem saber como aumentar as vendas e rentabilizar o negócio. A Makro tem a resposta. Estratégia de comunicação: 26
  27. 27. GRUPO 6: PLANO MEIOS DIGITAIS Criação de conteúdos: A Makro cria muita informação que não é divulgada ou é comunicada de forma ineficiente. Inicialemente serão utilizados estes conteúdos para dinamizar as várias plataformas de social media. A Makro patrocina eventos, escolas de cozinheiros e chefs e outros. Será solicitado aos participantes e patrocinados que criem conteúdos para as páginas da Makro nas redes sociais. Pretende-se que toda a comunicação online passe por valor acrescentado. Não havará foco da comunicação no preço. O objetivo é comunicar sobre o “saber fazer” e como a Makro pode ajudar o negócio dos clientes. Preço, produto e disponibilidade são pontos de comunicação via offline com os folhetos quinzenais e catálogos mensais e online com as newsletters promocionais. O eixo da comunicação será sobre os serviços de valor acrescentado que permitem ao cliente poupar tempo e dinheiro. Serviços informativos, entregas, acompanhamento pelo gestor de clientes, qualidade dos produtos, frescura e variedade serão outros pontos a destacar. 27
  28. 28. GRUPO 6: PLANO MEIOS DIGITAIS 6- Cronograma 28
  29. 29. GRUPO 6: PLANO MEIOS DIGITAIS 7- Budget Orçamento de meios 29
  30. 30. GRUPO 6: PLANO MEIOS DIGITAIS Métricas de avaliação da campanha: E-marketing: •Taxas de abertura •CTR click to rate Facebook: •Nº de fãs da página •Nº partilhas •Nº likes Youtube: •Nº visualizações •Nº subscrições Linkedin: •Nº total de contactos •Seguidores página empresa •Nº visitas do perfil 8. Resultados Instagram: •Taxas de crescimento de seguidores •Nº de curtidas e comentários Blogue: •Taxa de clicks •Taxa de partilhas •Inbound links (links realizados em sites de terceiros que redireccionam os visitantes para o blogue) 30
  31. 31. GRUPO 6: PLANO MEIOS DIGITAIS 31

×