1
Fiel é a palavra: se alguém aspira ao episcopado,
excelente obra almeja.
2
É necessário, portanto, que o bispo seja irre...
Qualidade versus Habilidades
“... das 19 qualificações inerentes aos líderes, alistadas por
Paulo em Timóteo, 18 relaciona...
Qualidade versus Habilidades
“... das 19 qualificações inerentes aos líderes, alistadas por
Paulo em Timóteo, 18 relaciona...
Retirado do best-seller “Liderança Corajosa” de Bill Hybels – Páginas 80 à 88
Precisamos saber se a pessoa é comprometida com questões
espirituais. Precisamos ver evidencia de honestidade,
receptivida...
Peter Drucker – A pessoa que você procura para formar a
equipe, provavelmente não estaria nem descontente e nem
desemprega...
Kenneth Blanchard – Autor do “Gerente Minuto” aconselha a
jamais convidar para uma equipe, uma pessoa que não está
integra...
SÍNTESE DOS DONS ESPIRITUAIS
Dom Descrição Resultado e Perigo Exemplo
Os discípulos
José e
Neemias
Tito em Tt 1.5
Os
presb...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

1 timóteo 3.1 7 - os três c's na escolha da equipe

629 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
629
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

1 timóteo 3.1 7 - os três c's na escolha da equipe

  1. 1. 1 Fiel é a palavra: se alguém aspira ao episcopado, excelente obra almeja. 2 É necessário, portanto, que o bispo seja irrepreensível, esposo de uma só mulher, temperante, sóbrio, modesto, hospitaleiro, apto para ensinar; 3 não dado ao vinho, não violento, porém cordato, inimigo de contendas, não avarento; 4 e que governe bem a própria casa, criando os filhos sob disciplina, com todo o respeito 5 pois, se alguém não sabe governar a própria casa, como cuidará da igreja de Deus?; 6 não seja neófito, para não suceder que se ensoberbeça e incorra na condenação do diabo. 7 Pelo contrário, é necessário que ele tenha bom testemunho dos de fora, a fim de não cair no opróbrio e no laço do diabo. As qualificações dos líderes estão alistadas em 1 Timóteo 3.1-7. A lista apresenta dezenove características importantes
  2. 2. Qualidade versus Habilidades “... das 19 qualificações inerentes aos líderes, alistadas por Paulo em Timóteo, 18 relacionam à reputação, à ética, à moralidade, ao temperamento, aos hábitos e à maturidade espiritual e psicológica do candidato e 1 é dirigida a própria família”. Precisamos reconsiderar o que pensamos sobre isso hoje. As pessoas são escolhidas mediante esses critérios? Infelizmente, com freqüência olhamos para as habilidades, os talentos, os dons que aparecem, e não para as qualificações bíblicas...
  3. 3. Qualidade versus Habilidades “... das 19 qualificações inerentes aos líderes, alistadas por Paulo em Timóteo, 18 relacionam à reputação, à ética, à moralidade, ao temperamento, aos hábitos e à maturidade espiritual e psicológica do candidato e 1 é dirigida pela própria família”. Além disso, frequentemente nomeamos para a diretoria homens bem-sucedidos em seus negócios. Eles construíram grandes empresas no mundo secular. Nesses casos, muitas vezes baseamos nossos juízos no tino financeiro e nas habilidades administrativas. No processo de seleção, essas características não têm a primazia em relação às qualificações básicas arroladas por Paulo (Sucesso no mundo dos negócios versus péssimos administradores dos seus próprios lares)... A pergunta mais significativa é: Por que? Porque é fácil ocultar as fraquezas espirituais em nossas vidas, especialmente se somos aquinhoados com uma capacidade intelectual ou uma sociabilidade incomum”. (Igreja Forma e Essência. Gene A. Getz; pg.190-1) “O mais importante é quem somos e não o que fazemos. Um líder que não vive de maneira íntegra impede o fluir do Espírito Santo e, como conseqüência, Deus deixa de abençoar a igreja”. (Uma Igreja de Sucesso – Bob Russell & Rusty Russell)
  4. 4. Retirado do best-seller “Liderança Corajosa” de Bill Hybels – Páginas 80 à 88
  5. 5. Precisamos saber se a pessoa é comprometida com questões espirituais. Precisamos ver evidencia de honestidade, receptividade doutrinária, humildade, confiabilidade, uma saudável ética de trabalho e disposição de ser solícito. Ex.: Criticas constantes, maldosas e diluídas são letais. Elas apagam o entusiasmo, abafam a criatividade, desanimam a liderança e apagam o Espírito na igreja.
  6. 6. Peter Drucker – A pessoa que você procura para formar a equipe, provavelmente não estaria nem descontente e nem desempregada. O tipo de pessoa que você procura, está provavelmente contribuindo enormemente e estabelecendo recordes em algum lugar. Está provavelmente delirando de felicidade e é muito amado pelas pessoas com quem
  7. 7. Kenneth Blanchard – Autor do “Gerente Minuto” aconselha a jamais convidar para uma equipe, uma pessoa que não está integrada em amor aos desafios e sonhos do time. Você tem que gostar de estar com a pessoa e vice-versa. John C. Maxwell salienta que cada integrante do time apóia abertamente os demais líderes.
  8. 8. SÍNTESE DOS DONS ESPIRITUAIS Dom Descrição Resultado e Perigo Exemplo Os discípulos José e Neemias Tito em Tt 1.5 Os presbíteros de 1 Timóteo 3.1-7 Resultado: Executar os planos da liderança, gerando ordem e direção Perigo: simplesmente fazer as coisas por serem racionais, planejadas e organizadas. Satisfação exagerada em monitorar pessoas. Habilidade de organizar e gerenciar as pessoas, recursos e tempo com a finalidade de otimizar a engrenagem organizacional da igreja. Trazer ordem ao “caos”. ORGANIZA- ÇÃO GOVERNO 1 Co 12.28

×