Regulamento quem conta_um_conto_saramago_2014_2015_2

499 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
499
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
376
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Regulamento quem conta_um_conto_saramago_2014_2015_2

  1. 1. Regulamento ‘Quem conta um conto… ao modo de Saramago!?’ é uma iniciativa do Plano Nacional de Leitura (PNL), em parceria com a Fundação José Saramago, a Rede de Bibliotecas Escolares, o Camões, IP e a Porto Editora. Trata-se de um desafio à criatividade dos jovens autores ou dos que querem ousar a sua primeira experiência de escrita e que possam desenvolver, de forma criativa, experiências ou sensações do seu quotidiano vivido ou imaginado, podendo perpassar por interesses diversos, quer na área social, familiar, na esfera política, no exercício de atividades artísticas, nas relações com os amigos… A presente Edição [2014 | 2015] do concurso é extensiva às escolas da Ilha de Lanzarote, nas Canárias, que tenham níveis de ensino equivalentes aos 3º Ciclo e Ensino Secundário do Sistema de Ensino português e tem como fundo inspirador a obra “Memorial do Convento”, de José Saramago. São chamadas à participação nesta iniciativa as instituições culturais, educativas e administrativas de Mafra, com quem se prevê organizar uma cerimónia de entrega de prémios, digna deste nosso autor maior, do espaço histórico onde a ação da obra decorre e do seu monumento emblemático. Objetivos:  Incentivar à escrita de textos originais, sob a forma de conto, com qualidade literária e conteúdo criativo.  Dar visibilidade à produção de textos que não só evidenciem expressão literária, mas resultem, também, de uma leitura crítica do “Memorial do Convento”.  Valorizar o estilo pessoal de cada concorrente que, ao explorar a riqueza expressiva e a originalidade desta obra, potenciará e dará visibilidade à emergência do seu próprio talento.  Acrescentar valor às relações culturais e literárias entre os dois povos da Península que marcaram, significativamente, uma parte da vida de Saramago. Destinatários: Em Portugal (Continente e Ilhas) - Alunos do 3º Ciclo e do Ensino Secundário, de todas as escolas públicas e privadas. No estrangeiro 1. Na rede de Ensino Português do Estrangeiro (EPE), aos alunos que frequentem o 3º Ciclo do Ensino Básico e o Ensino Secundário nas escolas dos países de residência e que tenham nível de proficiência em língua portuguesa B1, B2 ou C1. 2. Na Ilha de Lanzarote, aos alunos dos níveis 3º Ciclo e Ensino Secundário, de acordo com as correspondências oficiais dos níveis de ensino.
  2. 2. Calendarização: PROCEDIMENTOS DATA Abertura do concurso 10 | Dezembro |2014 Receção dos trabalhos Até 22 | Maio |2015 Avaliação Até 17 | Junho | 2015 Divulgação dos resultados 18 | Junho | 2015 Cerimónia de entrega dos prémios Dia a definir | Junho | 2015 [Mafra] Divulgação: O PNL, a Fundação José Saramago, a RBE, o Camões IP e o CEP de Lanzarote divulgarão o concurso e respetiva calendarização nas suas páginas da Internet. Os Agrupamentos de Escolas / Escolas não agrupadas, em Portugal (Continente e Ilhas), serão notificados, por email, da abertura do concurso e demais procedimentos. A Direção de cada estabelecimento reproduzirá a notícia desta iniciativa e propô-la-á a todos os docentes dos 3º Ciclo e Ensino Secundário, para que a dinamizem junto dos seus alunos. Na rede de Ensino Português no Estrangeiro, o concurso e o respetivo regulamento serão divulgados através das Coordenações de Ensino. Cada professor divulgará o concurso nas suas turmas. Nas Escolas de Lanzarote, por intermédio do Plano Nacional de Leitura, o CEP fará a divulgação integral dos procedimentos para este Concurso. Condições de Participação: 1. Os Trabalhos a concurso são de natureza Individual e autónoma. 2. Os alunos concorrentes devem preencher o Formulário próprio com a sua identificação e da escola. 3. O Formulário deve, além da identificação, conter o trabalho a concurso. 4. O Formulário referido no ponto anterior deve ser anexado numa mensagem dirigida ao Plano Nacional de Leitura. 5. O CONTO deve ter um título, curto e sugestivo do conteúdo; uma dimensão entre 4 e 10 páginas [correspondente ao espaço existente no formulário]; ser assinado com Pseudónimo.
  3. 3. Características gerais do modo narrativo – Conto: O conto deve ter densidade, ser curto, claro e objetivo. Deve ser desenvolvido de modo a abordar um só conflito, um só drama e uma só ação e não se deve dedicar a pormenores secundários. A noção de espaço, o lugar geográfico por onde as personagens circulam, é sempre de âmbito restrito, circunscrito, limitado. O tempo da ação deve ser breve, uma vez que o passado e o futuro (meses e anos) não são relevantes. A trama passa-se em horas, ou dias e toma a direção do desfecho rápido. Faz envolver poucas personagens. Estrutura do conto: - Apresentação - Complicação ou evolução - Clímax - Solução ou desfecho 6. O PNL confirma a participação dos concorrentes, no prazo máximo de 5 dias úteis, através da resposta por email. Caso tal não aconteça, os concorrentes deverão contactar o PNL (213 895 190 ou 213 895 212) a fim de averiguar a situação. Critérios de avaliação dos trabalhos:  Qualidade literária (correção sintática e semântica) dos textos produzidos  Criatividade e originalidade (essência da forma e essência do conteúdo)  Sinais de apropriação da obra sugerida – ‘Memorial do Convento’  Adequação ao modelo narrativo (conto) JÚRI: Será constituído por um representante de cada uma das entidades parceiras do concurso e será nominalmente indicado em circunstância oportuna. PRÉMIOS: Serão selecionados os três melhores contos em cada um dos níveis de ensino (3º Ciclo e Ensino Secundário) que se enquadrem no espírito inspirador do concurso e preencham os critérios de avaliação definidos. Aos autores dos contos premiados serão atribuídos: 1º PRÉMIO - 2º PRÉMIO - 3º PRÉMIO, cuja natureza está a ser definida com os parceiros e da qual se fará divulgação oportunamente. Os resultados serão divulgados na página da internet de cada uma das entidades parceiras e o PNL informará diretamente os vencedores.
  4. 4. A entrega de prémios será feita em dia e local a definir. A todos os alunos vencedores, com exceção dos moradores na zona de Lisboa, será paga a viagem e alojamento de uma noite. NOTA 2: Aos alunos vencedores que sejam residentes nas ilhas dos Açores e da Madeira serão pagas as despesas de deslocação e alojamento pelas respetivas Direções Regionais de Educação. As formalidades relativas aos alunos vencedores da rede EPE são da responsabilidade do Camões IP. Aos alunos da Ilha de Lanzarote que venham a ser vencedores, será providenciada a viagem, em termos a definir.

×