O slideshow foi denunciado.
Seu SlideShare está sendo baixado. ×

Flyer 10 - Os brinquedos e as brincadeiras não têm género!

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio

Confira estes a seguir

1 de 1 Anúncio

Flyer 10 - Os brinquedos e as brincadeiras não têm género!

Baixar para ler offline

Cada criança deve ser livre de escolher com o que quer brincar. A participação das pessoas
adultas nas brincadeiras e os cuidados parentais positivos são importantes e benéficos para
as crianças. Romper estereótipos e mostrar modelos de papéis positivos é fundamental para
permitir que cada criança cresça sem a perceção de que existem papéis predefinidos para
homens e mulheres.

Cada criança deve ser livre de escolher com o que quer brincar. A participação das pessoas
adultas nas brincadeiras e os cuidados parentais positivos são importantes e benéficos para
as crianças. Romper estereótipos e mostrar modelos de papéis positivos é fundamental para
permitir que cada criança cresça sem a perceção de que existem papéis predefinidos para
homens e mulheres.

Anúncio
Anúncio

Mais Conteúdo rRelacionado

Mais recentes (20)

Anúncio

Flyer 10 - Os brinquedos e as brincadeiras não têm género!

  1. 1. Os brinquedos e as brincadeiras não têm género! Todas as crianças com iguais oportunidades Os brinquedos e as brincadeiras não têm género! Todas as crianças com iguais oportunidades Os brinquedos e as brincadeiras não têm género! Todas as crianças com iguais oportunidades Os brinquedos e as brincadeiras não têm género! Todas as crianças com iguais oportunidades Os brinquedos e as brincadeiras não têm género! Igualdade de Género Os brinquedos e as brincadeiras não têm género! Sabias que… Cada criança deve ser livre de escolher com o que quer brincar. A participação das pessoas adultas nas brincadeiras e os cuidados parentais positivos são importantes e benéficos para as crianças. Romper estereótipos e mostrar modelos de papéis positivos é fundamental para permitir que cada criança cresça sem a perceção de que existem papéis predefinidos para homens e mulheres. As escolhas dos brinquedos e brincadeiras devem estar centradas nas crianças e na sua liberdade de opção sem condicionamento face a estereótipos culturais.  Deixe as crianças decidirem com o que querem brincar, sem divisão em meninos e meninas.  As crianças devem ser livres de escolher o seu caminho (ultrapassando padrões de vida estereotipados), deixe-as brincar de faz de conta e ser quem elas quiserem ser.  Contribua para eliminar a violência e o bullying (com base no género), promova brincadeiras e comportamentos saudáveis.  Nos brinquedos e nas brincadeiras, as famílias devem poder ser representadas na sua diversidade.  Crianças com deficiência ou com origens raciais diversas também brincam, inclua-as no mundo dos brinquedos e nas brincadeiras. Todos os dias são dias das crianças… De todas as crianças. Fonte: A critical view of the world of toy catalogues – Six key principles

×