Questões de história enem

41.590 visualizações

Publicada em

0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
41.590
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.129
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
260
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Questões de história enem

  1. 1. QUESTÕES DE HISTÓRIA ENEMINTRODUÇÃO À HISTÓRIA01. A relação entre os fatos e as estruturas não apresenta uma das características abaixo:a) Os fatos são uma manifestação exterior das estruturas.b) A partir dos fatos, somos capazes de penetrar nas estruturas.c) Somente compreendemos a História quando captamos a estrutura dos sistemas.d) A partir da compreensão da estrutura, temos uma perfeita inteligibilidade dos fatos.e) É a compreensão dos fatos que nos dá a real compreensão do processo histórico.02. Quando um historiador se debruça sobre a História, qual o conceito que se tornafundamental para compreender os momentos vitais do processo histórico?a) Sistemab) Estruturac) Subsistemad) Transiçãoe) Processo03. (UnB) Pode-se dizer em relação à História que:(0) Hoje, ela está voltada preferencialmente para o estudo dos grandes fatos políticos, comdestaque para a biografia dos governantes.(1) Tendo em vista sua atual opção por compreender globalmente a sociedade, a História nãomais se preocupa com a investigação dos eventos.(2) Ao contrário do que ocorreu no século passado, hoje a História busca um caminho próprio,desvinculado das demais ciências sociais.(3) A chamada História Nova recusa-se a admitir a História como ciência do passado e a"reduzir o presente a um passado incoativo".(4) O estudo das fontes e a crítica dos documentos são partes fundamentais do processo deprodução historiográfica.
  2. 2. 04. (OSEC)"Se o conhecimento da História nos apresenta uma importância prática, é porque nelaaprendemos conhecer os homens que, em condições diferentes e com meios diferentes, nomais das vezes inaplicáveis à nossa época, lutaram por valores e ideais análogos, idênticos ouopostos aos que possuímos hoje; o que nos dá consciência de fazer parte de um todo que nostranscende, a que no presente damos continuidade e que os homens vindos depois de nóscontinuarão no porvir.A consciência histórica existe apenas para uma atitude que ultrapassa oeu individualista; ela é precisamente um dos principais meios para realizar essa superação."Lucien GoldmanDe acordo com o texto, podemos afirmar que:a) a História é importante porque fornece à atualidade os meios de resolver seus problemas;b) o estudo da História mostra a universalidade e a identidade dos valores e ideais humanos;c) tem consciência o homem que conhece os fatos históricos de sua época;d) a consciência histórica existe na medida em que o homem é capaz de se reconhecer noprocesso histórico;e) a importância prática da História se relaciona com o estudo e o conhecimento do presente.05. Na reconstrução do processo social:a) o historiador deve limitar-se a transcrever os documentos, submetendo-os à crítica daveracidade;b) compete ao pesquisador selecionar nos documentos, mediante técnicas específicas, os fatoshistóricos mais importantes;c) a elaboração de conceitos constitui uma etapa no processo de apreensão do real;d) a formulação da hipótese de trabalho deve anteceder qualquer contato com a realidade aser estudada;e) n.d.a.6-Pode-se dizer que a "nova" História Econômica apresenta três aspectos. Na sua forma maissimples, pouco mais é do que a classificação e processamento do material primário esecundário existente.
  3. 3. Mais sofisticados são os projetos que impõem "a reconstrução de medidas que podiam terexistido no passado mas que não existem mais", muitas vezes com a ajuda da TeoriaEconômica e da Estatística. Em terceiro lugar, e mais ambicioso, temos o emprego do conceito contrafactual condicional,começando com a premissa de que só podemos compreender o significado daquilo queaconteceu se o compararmos com aquilo que poderia ter acontecido, continuando com aquantificação "daquilo que poderia ter acontecido".(A Nova História Econômica, ou História Contrafactual, E. H. Hunt)Com base no texto anterior, responda as questõesmarcando E para as frases erradas e C paraas frases certas.( ) A História Econômica visa em segunda instância reconstruir as medidas existentes nopassado.( ) Num terceiro momento, a História Econômica visa à compreensão do passado através deuma análise por absurdo, supondo condições que não ocorreram para analisar as queefetivamente aconteceram.( ) De uma maneira geral, a História Econômica tem por objetivo a apreensão do processohistórico nos seus momentos cruciais, isto é, nos momentos de transição.07. Assinale as afirmações corretas:Os principais conceitos a serem dominados pelo historiador ou estudioso da História, a fim depoder compreendê-la com maior profundidade, são os seguintes:(0) Por processo histórico entende-se a sequência dos principais sistemas ocorridos naHistória, desde a Antiguidade até a atualidade.(1) Pela ordem, os principais sistemas ocorridos na História foram: sistema primitivo, asiático,escravista, feudal, capitalista e socialista.(2) O sistema é constituído por um conjunto de partes que estão integralmente relacionadas,tais como economia, sociedade, política, religião e cultura.(3) A cada uma das partes de um sistema costumamos dar o nome de subsistema; e éexatamente a somatória dessas partes que constitui um sistema.(4) A estreita relação existente entre as partes de um sistema e que dá mais profundacompreensão da História constitui a estrutura de um sistema.(5) Quando da passagem de um sistema para outro, rompe-se a estrutura do sistema, quebra-se sua estabilidade, ocorrendo então uma transição, momento privilegiado porque revela arealidade histórica em sua profundidade.
  4. 4. 08. "Do ponto de vista da ação sobre o pensamento científico, as diferentes perspectivas eideologias não se situam no mesmo plano. Certos juízos de valor permitem maiorcompreensão da realidade do que outros." Com esta afirmação, Lucien Goldman:a) nega o fenômeno da determinação social do conhecimento;b) admite que todo conhecimento e, em última instância, subjetivo;c) propõe que a compreensão da realidade fundamenta, de maneira lógica, a validade detodos os juízos de valor;d) reconhece, implicitamente, a possibilidade de escolha entre métodos com diferentesalcances na abordagem do real;e) n.d.a.FEUDALISMO01. (FAAP) Durante grande parte da Idade Média, a Europa Ocidental viu definhar lentamenteas atividades comerciais, a ponto de quase desaparecerem. Cite dois fatores que causaram oatrofiamento do comércio nesse período:02. (FUVEST) Politicamente, o feudalismo se caracterizava pela:a) atribuição apenas do Poder Executivo aos senhoresde terras;b) relação direta entre posse dos feudos e soberania, fragmentando-seo poder central;c) relação entre a vassalagem e suserania entre mercadores e senhores feudais;d) absoluta descentralização administrativa, com subordinação dos bispos aos senhoresfeudais;e) existência de uma legislação específica a reger a vida de cada feudo.03. (UNIP) O feudalismo:a) deve ser definido como um regime político centralizado;b) foi um sistema caracterizado pelo trabalho servil;c) surgiu como consequência da crise do modo de produção asiático;
  5. 5. d) entrou em crise após o surgimento do comércio;e) apresentava uma considerável mobilidade social.04. (PUC) A característica marcante do feudalismo, sob o ponto de vista político, foi oenfraquecimento do Estado enquanto instituição, porque:a) a inexistência de um governo central forte contribuiu para a decadência e oempobrecimento da nobreza;b) a prática do enfeudamento acabou por ampliar os feudos, enfraquecendo o poder políticodos senhores;c) a soberania estava vinculada a laços de ordem pessoal, tais como a fidelidade e a lealdadeao suserano;d) a proteção pessoal dada pelo senhor feudal a seus súditos onerava-lhe as rendas;e) a competência política para centralizar o poder, reservada ao rei, advinha da origem divinada monarquia.05. (UNIP) Sobre o feudalismo, assinale a alternativa correta:a) A economia era dinâmica, monetária e voltada para o mercado.b) A sociedade era móvel, permitindo a ascensão social.c) O poder político estava centralizado nas mãos de um monarca absolutista;d) A mão-de-obra básica era formada por trabalhadores escravos.e) As principais obrigações devidas pelos trabalhadores eram a corvéia e a talha.06. (SANTA CASA) A Alta Idade Média (séculos V - XI) tem como uma de suas característicassingulares, que a define historicamente:a) o desaparecimento dos reinos germânicos do Ocidente;b) a consolidação e generalização do trabalho servil;c) a organização das Cruzadas para combater os infiéis do Islão;d) o desenvolvimento - com posterior centralização - do poder real;e) o Renascimento Comercial, que reestruturou a vida econômica feudal.
  6. 6. 07. (MACK) Marque a correspondência errada:a) Corveia - imposto em trabalho.b) Talha - imposto em produtos.c) Banalidades - imposto em produtos.d) Vintém - imposto em produtos.e) Mão-morta - imposto em produtos.08. (MED. SANTOS) Quanto às relações entre suseranos e vassalos:a) senhor e servo eram categorias semelhantes a suseranos e vassalos;b) o servo prestava homenagem ao senhor feudal;c) o senhor feudal concedia o benefício ao vassalo;d) as obrigações entre vassalos e suseranos eram recíprocas;e) o juramento de fidelidade podia ser rompido a qualquer momento.09. (FUVEST)"Empunhando Durandal, a cortante,O rei tirou-a da bainha, enxugou-lhe a lâmina,Depois cingiu-a em seu sobrinho RolandoE então o papa a benzeu.O rei disse-lhe docemente, rindo:Cinjo-te com ela, desejandoQue Deus te dê coragem e ousadia,Força, vigor e grande bravuraE grande vitória sobre os infiéis."
  7. 7. (La Chanson dAspremont)A que ritual medieval se refere o texto? Qual o significado desse ritual?10. (UFRN) Os acontecimentos abaixo constituem as características principais do feudalismo,exceto:a) Ausência de poder centralizado.b) As cidades perdem sua função econômica.c) Instauração da relação vassalagem / suserania.d) Comércio internacional intenso.e) Organização do trabalho com base na servidão.IDADE MÉDIA1. (Enem/1999) Considere os textos abaixo."(...) de modo particular, quero encorajar os crentes empenhados no campo da filosofia paraque iluminem os diversos âmbitos da atividade humana, graças ao exercício de uma razão quese torna mais segura e perspicaz com o apoio que recebe da fé."(Papa João Paulo II. Carta Encíclica Fides etRatio aos bispos da Igreja católica sobre as relaçõesentre fé e razão, 1998)"As verdades da razão natural não contradizem as verdades da fé cristã."(Santo Tomás de Aquino – pensador medieval)Refletindo sobre os textos, pode-se concluir que:a) a encíclica papal está em contradição com o pensamento de Santo Tomás de Aquino,refletindo a diferença de épocas.
  8. 8. b) a encíclica papal procura complementar Santo Tomás de Aquino, pois este colocava a razãonatural acima da fé.c) a Igreja medieval valorizava a razão mais do que a encíclica de João Paulo II.d) o pensamento teológico teve sua importância na Idade Média, mas, em nossos dias, nãotem relação com o pensamento filosófico.e) tanto a encíclica papal como a frase de Santo Tomás de Aquino procuram conciliar ospensamentos sobre fé e razão.2. (Fuvest-SP) Ao longo da Idade Média, a Europa Ocidental conviveu com duas civilizações, àsquais muito deve nos mais variados campos. Essas duas civilizações, bastante diferentes daOcidental, contribuíram significativamente para o desenvolvimento experimentado peloOcidente, a partir do século XI, e para o advento da Modernidade no século XV.a) Quais foram essas civilizações?b) Indique suas principais características.3. (Fatec-SP) Uma das características a ser reconhecida no feudalismo europeu é:a) A sociedade feudal era semelhante ao sistema de castas.b) Os ideais de honra e fidelidade vieram das instituições dos hunos.c) Vilões e servos estavam presos a várias obrigações, entre elas o pagamento anual decapitação, talha e banalidades.d) A economia do feudo era dinâmica, estando voltada para o comércio dos feudos vizinhos.e) As relações de produção eram escravocratas.4. (Fuvest-SP) Qual a diferença entre as obrigações de um vassalo e as de um servo nasociedade feudal?5. (UFPA) Nas relações de suserania e vassalagem dominantes durante o feudalismo europeu,é possível observar que:a) a servidão representou, sobretudo na França e na península Ibérica, um verdadeirorenascimento da escravidão conforme existia na Roma imperial.
  9. 9. b) os suseranos leigos, formados pela grande nobreza fundiária, distinguiam juridicamente osservos que trabalhavam nos campos dos que produziam nas cidades.c) mesmo dispondo de grandes propriedades territoriais, os suseranos eclesiásticos nãomantinham a servidão nos seus domínios, mas sim o trabalho livre.d) o sistema de impostos incidia de forma pesada sobre os servos. O imposto da mão morta,por exemplo, era pago pelos herdeiros de um servo que morria para que continuassem nasterras pertencentes ao suserano.e) as principais instituições sociais que sustentavam as relações entre senhores e servos eramde origem muçulmana, oriundos da longa presença árabe na Europa Ocidental.6. (UFJF-MG) O islamismo, religião fundada por Maomé e de grande importância na Unidadeárabe, tem como fundamento:a) o monoteísmo, influência do cristianismo e do judaísmo, observado por Maomé entre povosque seguiam essas religiões.b) o culto dos santos e profetas através de imagens e ídolos.c) o politeísmo, isto é, a crença em muitos deuses, dos quais o principal é Alá.d) o princípio da aceitação dos desígnios de Alá em vida e a negação de uma vida pós-morte.e) a concepção do islamismo vinculado exclusivamente aos árabes, não podendo serprofessado pelos povos inferiores.7. (Fuvest-SP) A estrutura básica da sociedade feudal exprimia uma distribuição de privilégios eobrigações. Caracterize as três "ordens", isto é, camadas sociais que compunham essasociedade.8. (Vunesp) O islamismo, ideologia difundida a partir da Alta Idade Média, em que o poderpolítico confunde-se com o poder religioso, era dotado de certa heterogeneidade, o que podeser constatado na existência de seitas rivais como:a) politeístas e monoteístasb) sunitas e xiitasc) cristãos e muezinsd) sunitas e cristãose) xiitas e politeístas
  10. 10. 9. (Fuvest) As feiras na Idade Média constituíram-se:a) instrumentos de comércio local das cidades para o abastecimento cotidiano dos seushabitantes.b) áreas exclusivas de câmbio das diversas moedas européias.c) locais de comércio de amplitude continental que dinamizaram a economia da época.d) locais fixos de comercialização da produção dos feudos.e) instituições carolíngias para renascimento do comércio abalado com as invasões noMediterrâneo.10.(EEM-SP) O surgimento das universidades medievais ocorre simultaneamente com oexpansionismo europeu por meio das cruzadas, com o surgimento das cidades e com aexpansão comercial. Como se explica essa correlação cronológica?11. (Fuvest) Do Grande Cisma sofrido pelo cristianismo no século XI, resultou:a) o estabelecimento dos tribunais da Inquisição pela Igreja católica.b) a Reforma protestante, que levou à quebra da unidade da Igreja católica na EuropaOcidental.c) a heresia dos albigenses, condenada pelo papa Inocêncio II.d) a divisão da Igreja em católica romana e ortodoxa grega.e) a Querela das Investiduras, que proibia a investidura de clérigos por leigos.12. (Osec-SP) “(...) Durante o século XII, toda a extensão da Flandres converteu-se em país detecelões e batedores. O trabalho de lã, que até então se havia praticado somente nos campos,concentra-se nas aglomerações mercantis que se fundam por toda a parte e anima umcomércio, cujo progresso é incessante. Formam-se, assim, a incipiente Bruges, Ipres, Lile, Duaie Arras." (Henri Pirenne)Podemos relacionar o conteúdo desse texto:a) às mudanças econômicas que exigiram adaptações e mudanças no regime feudal.b) às ligas de mercadores que impulsionaram o desenvolvimento mercantil no mar do Norte, aexemplo da Liga Hanseática.
  11. 11. c) ao renascimento comercial que atingiu o interior da Europa, a partir do século XI.d) às feiras de comércio local e internacional que se desenvolveram no interior da Europa.e) às invasões bárbaras que aceleraram a formação de vilas durante o Baixo Império Romano.13. (Cescem-SP) As corporações de ofício eram organizadas com o objetivo de:a) defender os interesses dos artesãos diante dos patrões.b) proporcionar formação profissional aos jovens fidalgos.c) aplicar os princípios religiosos às atividades cotidianas.d) combater os senhores feudais.e) proteger os ofícios contra a concorrência e controlar a produção.14. (UFPA) O movimento das cruzadas foi essencial para o quadro das transformações por quea Europa passaria nos processos finais da Idade Média. Definida essa questão, é possívelassegurar-se em relação ao movimento cruzadista que:a) os efeitos imediatos das cruzadas sobre a vida européia foram de natureza política, já quecontribuíram para abalar sensivelmente o poder absoluto dos monarcas europeus.b) em termos jurídicos, as cruzadas contribuíram para modificar o sistema da propriedade nofeudalismo, já que difundiram o começo da propriedade dominante no Extremo Oriente.c) os seus resultados abalaram seriamente o prestígio do papado, provocando, inclusive, aseparação entre a Igreja de Roma e a de Constantinopla, fato de implicações negativas para aautoridade clerical.d) os efeitos sociais das cruzadas fizeram-se sentir principalmente sobre as relações detrabalho, já que os cruzados, ao retornarem do Oriente, defendiam a substituição da servidãopelo trabalho livre.e) as exigências das expedições contribuíram decididamente para o recuo da dominação árabeno Mediterrâneo, abrindo os espaços para que as suas águas viessem a sustentar, mais tarde,parte das grandes rotas do comércio europeu.15. (Unicamp-SP) No século XIII, um teólogo assim condenava a prática da usura:"O usurário que adquirir um lucro sem nenhum trabalho e até dormindo, o que vai contra apalavra de Deus que diz: Comerás teu pão com o suor do teu rosto. Assim o usurário nãovende a seu devedor nada que lhe pertença, mas apenas o tempo, que pertence a Deus. Dissonão deve tirar nenhum proveito."
  12. 12. (Adaptado de J. Le Goff, A bolsa e a vida. São Paulo: Brasiliense, 1989.)a) O que é usura?b) Por que a Igreja medieval condenava a usura? c) Relacione a prática da usura com odesenvolvi-mento do capitalismo no final da Idade Média.16. (Vunesp) A partir do século XII, em algumas regiões européias, nas cidades emcrescimento, comerciantes, artesãos e bispos aliaram-se para a construção de catedrais comgrandes pórticos, vitrais e rosáceas, produzindo uma "poética da luz", abóbadas e torreselevadas que dominavam os demais edifícios urbanos. O estilo da arte da época é denominadoa) renascentistab) bizantinoc) românicod) góticoe) barroco17. (Vunesp) Sobre as associações de importantes grupos sociais da Idade Média, umhistoriador escreveu:"Eram cartéis que tinham por objetivo a eliminação da concorrência no interior da cidade e amanutenção do monopólio de uma minoria de mestres no mercado urbano". (Jacques Le Goff,A civilização do Ocidente medieval.)O texto caracteriza de maneira típicaa) as universidades medievaisb) a atuação das ordens mendicantesc) as corporações de ofíciod) o domínio dos senhores feudaise) as seitas heréticas18. (Fuvest) Uma característica da Idade Média foi o surgimento de heresias.
  13. 13. a) Que são heresias?b) Quais as principais reações da Igreja católicadiante delas naquele período?19. (PUC-SP) Não pode ser considerado como fator gerador do renascimento comercial queocorre na Europa, a partir do século XI:a) a crise do modo de produção feudal provocada pela superexploração da mão-de-obra,através das relações servis de produção.b) a disponibilidade de mão-de-obra provocada, entre outros fatores, pelo crescimentodemográfico a partir do século X.c) a predominância cultural e ideológica da Igreja, com a valorização da vida extraterrena, acondenação à usura e sua posição em relação ao "justo preço" das mercadorias.d) a aquisição das "cartas de franquias", que fortalecia e libertava a nascente burguesia dasobrigações tributárias dos senhores feudais.e) o movimento cruzadista, que, retratando a estrutura mental e religiosa do homemmedieval, se estendeu entre os séculos XI e XIII.20. (Fuvest) A partir do século XI, na Europa Ocidental os poderes monárquicos foramlentamente se reconstituindo, e em torno deles surgiram os diversos Estados nacionais.Explique as razões desse processo de centralização política.21. (PUC-SP) "(...) a própria vocação do nobre lhe proibia qualquer atividade econômica direta.Ele pertencia de corpo e alma à sua função própria: a do guerreiro. (...) Um corpo ágil emusculoso não é o bastante para fazer o cavaleiro ideal. É preciso ainda acrescentar acoragem. E é também porque proporciona a esta virtude a ocasião de se manifestar que aguerra põe tanta alegria no coração dos homens, para os quais a audácia e o desprezo damorte são, de algum modo, valores profissionais."(Bloch, Marc. A sociedade feudal. Lisboa: Edições 70, 1987.)O autor nos fala da condição social dos nobres medievais e dos valores ligados às suas açõesguerreiras, É possível dizer que a atuação guerreira desses cavaleiros representa,respectivamente, para a sociedade e para eles próprios:a) a garantia de segurança, num contexto em que as classes e os Estados nacionais seencontram em conflito, e a perspectiva de conquistas de terras e riquezas.
  14. 14. b) o cumprimento das obrigações senhoriais ligadas à produção, e à proibição da transmissãohereditária das conquistas realizadas.c) a permissão real para realização de atividades comerciais, e a eliminação do tédio de umcotidiano de cultura rudimentar e alheio a assuntos administrativos.d) o respeito às relações de vassalagem travadas entre senhores e servos, e a diversão sob aforma de torneios e jogos em épocas de paz.e) a participação nas guerras santas e na defesa do catolicismo, e a possibilidade de pilhagemde homens e coisas, de massacres e mutilações de inimigos.22. (PUC-SP) Dentre os itens abaixo, dois representam características integrantes do ideáriocristão que, à época do reconhecimento do cristianismo como religião oficial de Roma (séc. IV),funcionaram como elementos facilitadores da aliança que uniu os interesses da Igreja cristãaos do Estado romano:1 – o dogma da transcendência divina2 – as noções de culpa original dos homens e de perdão divino3 – os dogmas da criação e do juízo final4 – o missionarismo expansionista5 – a moral celibatária6 – as concepções de inferno, purgatório e reino dos céus7 – a estrutura hierárquica da organização clericalOs itens corretas são os de número:a) 5 e 1b) 3 e 6c) 4 e 7d) 6 e 4e) 3 e 723. (Fuvest-SP) "Se volveres a lembrança ao Gênese, entenderás que o homem retira danatureza o seu sustento e a sua felicidade. O usurário, ao contrário, nega a ambas,
  15. 15. desprezando a natureza e o modo de vida que ela ensina, pois outros são no mundo seusideais."(Dante Alighieri, Divina comédia, Inferno, canto XI, trad. Hernâni Donato.)Essa passagem do poeta florentino exprime.a) uma visão já moderna da natureza, que aqui aparece sobreposta aos interesses do homem.b) um ponto de vista já ultrapassado no seu tempo, posto que a usura era uma prática comume não mais proibida.c) uma nostalgia pela Antiguidade greco-romana, onde a prática da usura era severamentecoibida.d) uma concepção dominante na Baixa Idade Média, de condenação à prática da usura por sercontrária ao espírito cristão.e) uma perspectiva original, uma vez que combina a prática da usura com a felicidade humana.24. (Fuvest) Os movimentos fundamentalistas, que tudo querem subordinar à lei islâmica(Sharia), são hoje muito ativos em vários países da África, do Oriente Médio e da Ásia. Elestiveram a sua origem histórica:a) no desenvolvimento do Islamismo, durante a Antigüidade, na Península Arábica;b) na expansão da civilização árabe, durante a Idade Média, tanto a Ocidente quanto aOriente;c) na derrocada do Socialismo, depois do fim da União Soviética, no início dos anos noventa;d) no estabelecimento do Império Turco-Otomano, com base em Istambul, durante a IdadeModerna;e) na ocupação do mundo árabe pelos europeus, entre a segunda metade do século XIX e aprimeira do século XX.25. (Vunesp) “Deus colocou o servo na Terra para trabalhar e obedecer.”Analise os compromissos, fortemente influenciados pela ação de uma instituição feudal,vinculando-os ao enunciado proposto.
  16. 16. 26. (Vunesp) “Na sociedade feudal, o vínculo humano característico foi o elo entresubordinado e chefe mais próximo. De escalão em escalão, os nós assim formados uniam, talcomo se se tratasse de cadeias infinitamente ramificadas, os menores e os maiores. A própriaterra só parecia ser uma riqueza tão preciosa por permitir obter ‘homens’, remunerando-os."(Marc Bloch. A sociedade feudal.)O texto descreve a:a) hierarquia eclesiástica da Igreja Católica;b) relação de tipo comunitário dos camponeses;c) relação de suserania e vassalagem;d) hierarquia nas corporações de ofício;e) organização política das cidades medievais.27. (Unicamp-SP) A tomada da cidade de Jerusalém foi narrada assim pelo historiador árabeIbnal-Athir: “A população da Cidade Santa foi morta pela espada e os franj (*) massacraram osmuçulmanos durante uma semana. Na mesquita [...], eles mataram mais de setenta milpessoas.”(*) franj: os francos, os soldados cruzados.Para os árabes, os soldados invasores eram "bestas selvagens”, atrasados, ignorantes das artese da ciência e fanáticos religiosos que não hesitavam em queimar mesquitas e dizimarpopulações inteiras. (Baseado em Amin Maalouf. As Cruzadas vistas pelos árabes.)a) Descreva a visão que os árabes tinham dos europeus e a visão que os europeus tinham dosárabes no período das Cruzadas. Compare-as.b) Quais foram as conseqüências das Cruzadas para a Europa?28. (Fuvest) “Após ter conseguido tirar da nobreza o poder político que ela detinha enquantoordem, os soberanos a atraíram para a corte e lhe atribuíram funções políticas e diplomáticas."
  17. 17. Essa frase, extraída da obra de Max Weber, Política como vocação, refere-se ao processo que,no Ocidente:a) destruiu a dominação social da nobreza, na passagem da Idade Moderna para aContemporânea;b) estabeleceu a dominação social da nobreza, na passagem da Antiguidade para a IdadeMédia;c) fez da nobreza uma ordem privilegiada, na passagem da Alta Idade Média para a Baixa IdadeMédia;d) conservou os privilégios políticos da nobreza, na passagem do Antigo Regime para aRestauração;e) permitiu ao Estado dominar politicamente a nobreza, na passagem da Idade Média para aModerna.IDADE MODERNA(Renascimento, Reforma Religiosa, Absolutismo, Mercantilismo, Iluminismo, ExpansãoMarítima, Crise do Sistema Colonial: Independência dos EUA)1. (Enem/1999) "(...) Depois de longas investigações, convenci-me por fim de que o Sol é umaestrela fixa rodeada de planetas que giram em volta dela e de que ela é o centro e a chama.Que, além dos planetas principais, há outros de segunda ordem que circulam primeiro comosatélites em redor dos planetas principais e com estes em redor do Sol. (...) Não duvido de queos matemáticos sejam da minha opinião, se quiserem dar-se ao trabalho de tomarconhecimento, não superficialmente mas duma maneira aprofundada, das demonstrações quedarei nesta obra. Se alguns homens ligeiros e ignorantes quiserem cometer contra mim oabuso de invocar alguns passos da Escritura (sagrada), a que torçam o sentido, desprezarei osseus ataques: as verdades matemáticas não devem ser julgadas senão por matemáticos."(COPÉRNICO, N. De Revolutionibusorbiumcaelestium.)"Aqueles que se entregam à prática sem ciência são como o navegador que embarca em umnavio sem leme nem bússola. Sempre a prática deve fundamentar-se em boa teoria. Antes defazer de um caso uma regra geral, experimente-o duas ou três vezes e verifique se asexperiências produzem os mesmos efeitos. Nenhuma investigação humana pode-se considerarverdadeira ciência se não passa por demonstrações matemáticas."
  18. 18. (VINCI, Leonardo da.Carnets.)O aspecto a ser ressaltado em ambos os textos para exemplificar o racionalismo moderno éa) a fé como guia das descobertasb) o senso crítico para se chegar a Deusc) a limitação da ciência pelos princípios bíblicosd) a importância da experiência e da observaçãoe) o princípio da autoridade e da tradição2. (Fuvest-SP) Durante a Idade Moderna, pensava-se que todas as riquezas do mundo estavamnuma posição estática e constante, razão pela qual o comércio era tido como uma atividadeem que havia um ganhador e um perdedor, sendo o seu resultado equivalente a uma somazero (+ 1 – 1 = O). Baseando-se nestes princípios, os Estados modernos atuaram no comérciointernacional sob a orientação de uma política econômica.a) Que nome foi dado a essa política econômica?b) Quais foram seus principais elementos constitutivos?3. (Fuvest-SP) "Para o conjunto da economia européia, no século XVI, caracterizada pelaprodução em crescimento e pelo grande aumento das transações mercantis, ao lado de umnovo crescimento de sua população, o efeito mais importante dos grandes descobrimentos foia alta geral dos preços..."O efeito a que o texto se refere foi provocado:a) pelo grande afluxo de metais preciososb) pela ampliação das áreas de produção agrícolac) pela redução do consumo de produtos manufaturadosd) pela descoberta de novas rotas comerciais no Orientee) pelo deslocamento do eixo comercial para o Mediterrâneo4. (UFPI) Na transição do feudalismo para o capitalismo, tivemos:
  19. 19. a) a transformação de uma sociedade estamental, com fraca mobilidade vertical e posiçõessociais pela origem de nascimento, para uma sociedade de classes com grande mobilidadevertical e posições sociais determinadas pelo poder econômico.b) a transformação de uma sociedade de classes, com grande mobilidade vertical, para umasociedade estamental com fraca mobilidade vertical e posições sociais determinadas pelopoder econômico.c) a passagem de uma sociedade de classes para uma sociedade de castas.d) a desorganização de uma sociedade patriarcal, com grande mobilidade vertical, para umasociedade estamental com fraca mobilidade social.e) a mudança de uma sociedade de castas para uma sociedade estamental.5. (EEM-SP) A política econômica do mercantilismo caracterizou-se por três elementos básicos,a saber: balança de comércio favorável, protecionismo e monopólio. Explique de que modo oprotecionismo e o monopólio concorriam para manter a balança de comércio favorável.6. (Cesgranrio-RJ) As práticas mercantilistas nas sociedades da Europa Ocidental assumiramcaracterísticas diferenciadas ao longo dos séculos XVI, XVII e XVIII. Assinale a única opção quenão associa corretamente as características mais importantes do mercantilismo ao século e àsociedade em que cada uma delas veio a predominar.Características do mercantilismo SéculoXVI SéculoXVII Século XVIIIa) O entesouramento dos metais preciosos (bulionismo). Espanhab) O estímulo às exportações e o controle das importações (aplicação do princípio da balançacomercial). Inglaterrac) A política protecionista e manufatureira, aliada ao estímulo à construção naval e à aplicaçãode uma legislação tarifária (colbertismo). Françad) O monopólio comercial, concretizado na prática do exclusivo colonial. Portugale) O controle das cartas de corso e da pirataria no Atlântico Sul, estimulando a indústria navale consagrando a expressão carreteiros do mar.Holanda
  20. 20. 7. (UFV-MG) Considerando as peculiaridades da colonização européia no Novo Mundo,numere a segunda coluna de acordo com a primeira e assinale a alternativa que constitui aseqüência numérica correta.1 – Espanha2 – França3 – Holanda4 – Inglaterra5 – Portugal( ) Não respeitava o tratado de Tordesilhas. Foi o primeiro país a fazer uma tentativa séria decolonização no Canadá.( ) Possuía o principal banco da Europa. Criou a Companhia das índias Ocidentais.( ) Seus filhos nascidos na América tinham situação social inferior à dos nascidos no país deorigem.( ) Buscava metais preciosos e não explorava a agricultura.( ) Inicialmente, mandou algumas expedições exploratórias para conhecer as possibilidades daterra. Somente com o declínio do comercio de especiarias passou a cultivar suas terras naAmérica.( ) Sua colonização teve caráter ocupacional. Buscava terras, liberdade religiosa e política,além do enaltecimento nacional.a) 1,5,3,4 e 2b) 3,1,4,2 e 5c) 5,4,2,3 e 1d) 4,2, 5,1 e 3e) 2,3,1,5 e 48. (Unicamp-SP) Contestando o tratado de Tordesilhas, o rei da França, Francisco I, declarouem 1540: "Gostaria de ver o testamento de Adão para saber de que forma este dividira omundo".(Citado por VICENTINO, Cláudio. História geral. São Paulo: Scipione, 1991.)
  21. 21. a) O que foi o tratado de Tordesilhas?b) Por que alguns países da Europa, como a França, contestavam aquele tratado?9. "Foi de vital importância o fato de que, a partir do século XII, nobres e burgueses passaram amorar na parte cercada pelas muralhas das cidades. Os interesses e prazeres das duas classestornaram-se assim semelhantes..." (Jacob Burckhardt, 1860).Sobre esse fenômeno, pode-se afirmar quea) ocorreu em todos os lugares da Europa onde se desenvolveram cidades, pondo fim àdominação social da nobreza.b) ocorreu em todas as cidades marítimas, de Lisboa a Hamburgo, passando pela Itália doNorte e Flandres.c) foi interrompido pela nobreza, a partir da crise do século XIV, depois de ter se desenvolvidona Baixa Idade Média.d) marcou as mais importantes cidades italianas, constituindo-se num dos fatores sociais doRenascimento.e) marcou as mais importantes cidades européias, constituindo-se num dos fatores da criaçãodas universidades medievais.10. (Fuvest-SP)"Os próprios céus, os planetas e este centro [a Terra]Respeitam os graus, a precedência e as posições.Como poderiam as sociedades,Os graus nas escolas, as irmandades nas cidades,O comércio pacífico entre praias separadas,A primogenitura e o direito de nascença,Os privilégios da idade, as coroas, cetros, lauréis,Manter-se em seu lugar certo – não fossem os graus?"Esses versos de Shakespeare (da peça Troilo e Gressida) revelam urna visão de mundoa) moderna e liberal, ao tratarem das cidades, do comércio e, virtualmente, até do novocontinente.
  22. 22. b) medieval e aristocrática, ao defenderem privilégios, graus e hierarquias como decorrentesde uma ordem natural.c) universal e democrática, ao se referirem a valores e concepções que ultrapassam seupróprio tempo histórico.d) clássica e monarquista, ao mencionarem instituições, como a monarquia e o direito deprimogenitura, que eram características do mundo greco-romano.e) particularista e elitista, ao expressarem hierarquias, valores e graus exclusivos da Inglaterrado século XVI.11. (Fuvest-SP) Frei Antônio de Montesinos, em 1512, no Caribe, pregava aos conquistadoresespanhóis:"Com que direito haveis desencadeado uma guerra atroz contra essas gentes que viviampacificamente em sua própria terra? Por que os deixais em semelhante estado de extenuação?Por que os matais a exigir que vos tragam diariamente seu ouro? Acaso não são eles homens?Acaso não possuem razão e alma? Não é vossa obrigação amá-los como a vós próprios?"Explique essas palavras de Montesinos dentro do contexto da conquista espanhola daAmérica.12. (Unicamp-SP) No ano de 73 a.C., um grande número de escravos e camponeses pobres serebelaram contra as autoridades romanas no Sul da Itália. Os escravos buscavam retornar àssuas pátrias. Depois de resistirem aos exércitos romanos durante dois anos, a maioria foimassacrada.(Traduzido e adaptado de P. Brunt, Social conflicts in the Roman Republic.)a) Compare a escravidão na Roma Antiga e na América colonial, identificando suas diferenças.b) Quais foram as formas de resistência escrava nesses dois períodos?13. (Fuvest-SP) Em 1571 a Igreja católica criou a Congregação do Índex.a) Que era Índex?b) Quais as implicações históricas de sua instituição?14. (FCC-SP) O Ato de Supremacia, promulgado por Henrique VIII, na Inglaterra, contribuiupara:
  23. 23. a) divulgar intensamente a doutrina calvinista no país, sobretudo na região da Escócia.b) iniciar a expansão externa, formando, assim, as bases do império colonial inglês.c) promover a reforma anglicana, ao mesmo tempo que contribuiu para a centralização dogoverno.d) implantar o catolicismo no reino, o que foi acompanhado de repressão aos reformistas.e) restaurar os antigos direitos feudais, que foram limitados pela Magna Carta de 1215.15. (Fuvest-SP) "O puritanismo era uma teoria quase tanto quanto uma doutrina religiosa. Porisso, mal tinham desembarcado naquela costa inóspita [...J o primeiro cuidado dos imigrantes(puritanos) foi o de se organizar em sociedade."Essa passagem de A democracia na América, de A. de Tocqueville, diz respeito à tentativa:a) malograda dos puritanos franceses de fundarem no Brasil uma nova sociedade, a chamadaFrança Antártida.b) malograda dos puritanos franceses de fundarem uma nova sociedade no Canadá.c) bem-sucedida dos puritanos ingleses de fundarem uma nova sociedade no Sul dos EstadosUnidos.d) bem-sucedida dos puritanos ingleses de fundarem uma nova sociedade no Norte dosEstados Unidos, na chamada Nova Inglaterra.e) bem-sucedida dos puritanos ingleses, responsáveis pela criação de todas as colônias inglesasna América.16. (Fatec-SP) A Revolução Inglesa de 1688 – a Revolução Gloriosa – assinala um momentosignificativo na adoção dos princípios do liberalismo. Entre as medidas adotadas então, e queconfirmam essa afirmação, destacam-se:a) a exclusão da nobreza do Parlamento, garantindo-se assim a maioria da burguesia, e aabolição das sociedades por ações na organização das empresas industriais.b) o reconhecimento da Declaração de Direitos, limitando o poder do rei em face doParlamento, e a promulgação do Ato de Tolerância, pondo fim à perseguição religiosa contraos dissidentes protestantes.c) a revogação dos Atos de Navegação, que protegiam determinados grupos mercantis, e oreconhecimento do direito de organização para os trabalhadores urbanos.d) a abolição dos tributos feudais da posse da terra e dos censos eleitorais para opreenchimento das cadeiras do Parlamento.
  24. 24. e) a eliminação dos Tories, partidários de um poder real forte, e a devolução aos camponesesdas terras usurpadas durante os cercamentos.17. (Cesgranrio-RJ) O regime monárquico absolutista, forma política predominante entre osEstados modernos europeus nos séculos XVI a XVIII, caracterizava-se, do ponto de vista políticoe social, pelos seguintes aspectos:1 – concentração de todos os poderes nas mãos do príncipe enquanto soberano absoluto;2 – neutralidade do príncipe diante dos conflitos sociais, especialmente quanto aos interessesantagônicos de camponeses, burgueses e aristocratas;3 – caráter divino da autoridade real, situada acima das leis e dos indivíduos, consideradosapenas súditos;4- inexistência de quaisquer limites, mesmo na prática, ao exercício da autoridade despóticado monarca.Assinale:a) se somente os itens 1 e 3 estão corretas.b) se somente os itens 2 e 4 estão corretas.c) se somente os itens 3 e 4 estão corretas.d) se somente os itens 1 e 2 estão corretos.e) se somente os itens 2 e 3 estão corretas.18. (PUC-SP) Sobre as civilizações indígenas americanas no momento da conquista européia,podemos afirmar:a) Somente os maias e tupis foram escravizados e tiveram sua cultura destruída no processode conquista e colonização da América.b) Cheienes, cheroquis, iroqueses e dakotas ocupavam várias regiões na América do Norte,foram exterminados pela colonização francesa, e sua marcha expansionista de norte a sul e deleste a oeste teve como resultado a dominação das terras do atual Estados Unidos.c) Tupis, jês, nuaruaques e caraíbas ocupavam praticamente toda a região do atual territóriobrasileiro, foram caçados para serem transformados em escravos pelos senhores espanhóis eholandeses, cujo objetivo seria vendê-los como produtores de especiarias para o Oriente.d) Maias, astecas e incas, que viviam na América Central, vale do México e região andina,foram dominados pelos espanhóis no século XVI e perderam autonomia e controle sobre sua
  25. 25. sofisticada organização sociocultural e política, permanecendo submetidos através do sistemade encomiendas, mitas ou quatequil que os reduzia a escravidão permanente ou temporária.e) Os indígenas brasileiros tupis e jês foram exterminados no processo da conquistaportuguesa, sendo apenas possível seu conhecimento pela arqueologia.19. (Fuvest-SP) No século XVI, a conquista e ocupação da América pelos espanhóis:a) desestimulou a economia da metrópole e conduziu ao fim do monopólio de comércio.b) contribuiu para o crescimento demográfico da população indígena, concentrada nas áreasde mineração.c) eliminou a participação do Estado nos lucros obtidos e beneficiou exclusivamente a iniciativaprivada.d) dizimou a população indígena e destruiu as estruturas agrárias anteriores à conquista.e) impôs o domínio político e econômico dos criollos.20. (FEI-SP) As duas principais atividades econômicas que Portugal e Espanha incentivaram naAmérica, no início da colonização, foram, respectivamente:a) o cacau na América portuguesa e a mineração do ouro e da prata na América espanhola.b) a mineração na América portuguesa e a monocultura do tabaco na América espanhola.c) a monocultura de cana-de-açúcar na América portuguesa e a pecuária na Américaespanhola.d) a monocultura da cana-de-açúcar na América portuguesa e a mineração de ouro e de pratana América espanhola.e) a monocultura do algodão na América portuguesa e a pecuária na América espanhola.21. (UFRGS-RS) O fato de os astecas e incas não haverem sido eliminados ou expulsos pelosconquistadores espanhóis se deveu:a) à existência de excedente de produção e de força de trabalho organizada nessas civilizações.b) ao respeito dos colonizadores pelas culturas desses povos.c) aos tratados com os criollos, que regulamentavam as formas de convivência.d) à associação com os colonizadores na exploração dos povos mais fracos.e) à existência de ouro e prata nas regiões ocupadas por esses povos.
  26. 26. 22. (FEI-SP) As idéias iluministas que tinham por base o culto da razão e a crença nas leisnaturais:a) eram favoráveis a uma organização estamental da sociedade.b) propiciavam um embasamento teórico ao sistema monárquico, em qualquer uma de suasmodalidades (constitucional, parlamentar ou absolutista).c) eram contrárias à libertação das colônias da América.d) propunham uma política econômica liberal.e) favoreciam os princípios mercantilistas.23. (Cesgranrio-RJ) Sobre as características da colonização européia na América, são corretasas opções a seguir, com exceção de uma. Assinale-a.Características Colonização inglesa Colonização francesa Colonização espanholaa) Organização da mão-de-obra indígena através da encomienda e da mita.b) Utilização de mão-de-obra escrava nas plantations (Caribe).b) Utilização de mão-de-obra escrava nas plantations (Caribe).d) Organização social de base aristocrática, diferenciando chapetones e criollos.e) Organização social favorável à miscigenação entre brancos e índios (as Treze Colônias).24. (UFSCar-SP) Considere as proposições abaixo e assinale as que se incluem entre as idéiaspolíticas e sociais defendidas pelos escritores iluministas do século XVIII.I. A razão é o único guia infalível da sabedoria e é o único critério para o julgamento do bem edomal.II. A prosperidade de um país está condicionada à acumulação de metais preciosos, ouro eprata.III. O poder político vem de Deus, que é a fonte única de toda autoridade.IV. O homem é naturalmente bom e a educação aperfeiçoa as suas qualidades inatas.V. O poder político emana do povo, que deve ter o direito de escolher os seus governantes.
  27. 27. a) I, II e IVb) I, IIIe Vc) II, III e IVd) II, III e Ve) I, IV e V25. (Fuvest-SP) "Um comerciante está acostumado a empregar o seu dinheiro principalmenteem projetos lucrativos, ao passo que um simples cavalheiro rural costuma empregar o seu emdespesas. Um freqüentemente vê seu dinheiro afastar-se e voltar às suas mãos com lucro; ooutro, quando se separa do dinheiro, raramente espera vê-la de novo. Esses hábitos diferentesafetam naturalmente os seus temperamentos e disposições em toda espécie de atividade. Ocomerciante é, em geral, um empreendedor audacioso; o cavalheiro rural, um tímido em seusempreendimentos..."(Adam Smith, A riqueza das nações, livro III, capítulo 4.)Neste pequeno trecho, Adam Smitha) contrapõe lucro e renda, pois geram racionalidades e modos de vida distintos.b) mostra as vantagens do capitalismo comercial em face da estagnação medieval.c) defende a lucratividade do comércio contra os baixos rendimentos do campo.d) critica a preocupação dos comerciantes com seus lucros e dos cavalheiros com a ostentaçãode riquezas.e) expõe as causas da estagnação da agricultura no final do século XVIII.26. (FEI-SP) Em O espírito das leis afirma-se: "É uma verdade eterna: qualquer pessoa quetenha poder tende a abusar dele. Para que não haja abuso, é preciso organizar as coisas demaneira que o poder seja contido pelo poder". Essa afirmação reflete:a) o espírito clássico renascentistab) os princípios da teoria do direito divino
  28. 28. c) o liberalismo político iluministad) a filosofia política de Richelieue) o pensamento de Luís XIV27. (Cesgranrio-RJ) Os começos do desenvolvimento científico moderno se identificam com arevolução científica do século XVII – o aparecimento de novas maneiras de pensar voltadasprincipalmente para o problema do conhecimento, tal como o demonstram as obras deGalileu, Bacon, Descartes, etc. Constituíram elementos característicos dessa revolução:1 – a substituição da importância da autoridade e da tradição pelo valor da observação e daexperimentação.2 – a valorização da especulação racional em função da redescoberta das obras de Aristóteles.3 – o triunfo do pressuposto racionalista acerca da racionalidade e inteligibilidade de umuniverso "escrito em linguagem matemática".4- a superioridade filosófica e científica do racionalismo cartesiano, dedutivo, sobre oempirismo de Locke e Hume.Assinale:a) se somente os itens 1 e 2 estão corretas.b) se somente os itens 3 e 4 estão corretas.c) se somente os itens 1 e 3 estão corretas.d) se somente os itens 2 e 4 estão corretas.e) se somente os itens 1, 2 e 4 estão corretas.28. (UFV-MG) Durante os séculos XVII e XVIII a Europa viveu um importante movimento deideias que revolucionou o pensamento científico e político. Numere a segunda coluna deacordo com a primeira e assinale a alternativa correta.1 – John Locke2 – Montesquieu3 – Descartes4 – Rousseau5 – Voltaire
  29. 29. ( ) A tendência natural do homem é abusar do poder que lhe foi confiado. Para evitar odespotismo, a autoridade do governo deve ser desmembrada em três poderes – legislativo,executivo e judiciário.( ) A liberdade de pensamento e de religião, bem como a igualdade perante a lei, é direitonatural do homem.( ) O governo existe pela necessidade de garantir os direitos e a segurança dos homens, masseus poderes não podem ultrapassar os limites estabelecidos por aqueles que o escolheram.( ) A razão é a única forma de se chegar ao conhecimento verdadeiro dos fatos.( ) Todo poder emana do povo e é em nome do povo que ele é exercido.a) 4,3,2,1e 5b) 3,4, 5,2 e 1c) 2, 5,1,3 e 4d) 1,2,4,5 e 3e) 5,1,3,4 e 229. (Fuvest-SP) O Estado moderno absolutista atingiu seu maior poder de atuação no séculoXVII. Na arte e na economia suas expressões foram respectivamente:a) rococó e liberalismob) renascentismo e capitalismoc) barroco e mercantilismod) maneirismo e colonialismoe) classicismo e economicismo30. (FCC-SP) A importância histórica de John Locke, como precursor do movimento chamadode ilustração, está no fato de ter:a) elaborado o Ato de Navegação que deu à Inglaterra o domínio dos mares.b) defendido os princípios do absolutismo monárquico.c) participado da revolta de Cromwell contra o despotismo dos Tudor.d) formulado a teoria dos direitos naturais do homem.e) combatido a influência da burguesia na vida política.
  30. 30. 31. (Cesgranrio-RJ) O processo de independência das treze colônias inglesas da América doNorte,origem dos Estados Unidos da América, na segunda metade do século XVIII, articula-se àsdemais questões então em curso na Europa Ocidental, com exceção de uma. Assinale-a.a) O conflito colonial e comercial entre a França e a Inglaterra, particularmente grave nasrespectivas colônias da América do Norte.b) A difusão das idias liberais, ligadas ao Iluminismo, hostis à dominação e à exploraçãoexercidas pelas metrópoles sobre suas colônias, especialmente o pacto colonial.c) O desenvolvimento acelerado do capitalismo na Inglaterra, favorecendo os segmentospolíticos e sociais hostis ao protecionismo mercantilista.d) A ampla divulgação das idéias fisiocráticas, favoráveis às restrições adotadas pelasautoridades inglesas contra as relativas isenções fiscais e a autonomia político-administrativadas colônias norte-americanas.e) A influência das idéias políticas e sociais, especialmente as obras de J. Locke e deMontesquieu, contrárias ao absolutismo e aos privilégios do Antigo Regime.32. (Cesgranrio-RJ) "[...] Estas colônias unidas são, e têm o direito a ser, Estados livres eindependentes e toda ligação política entre elas e a Grã-Bretanha já está e deve estartotalmente dissolvida." (Thomas Jefferson, Declaração de Independência, 1776.)A afirmação de liberdade e independência contida no trecho acima relaciona-se:a) ao propósito das colônias do Norte de se separarem do Sul escravista, em função dosentraves que a organização social sulina criava ao desenvolvimento capitalista.b) ao interesse dos colonos norte-americanos em se alinharem com a França revolucionária,que lhes oferecia oportunidades mais ricas e proveitosas para as trocas comerciais.c) à reação dos colonos, sustentada nas idéias dos filósofos iluministas, contra o reforço dasmedidas de exploração colonial imposto pela Inglaterra.d) ao propósito de alcançar a autonomia política, embora preservando o monopólio comercial,que favorecia a economia das colônias do Norte.e) à formalização de uma separação que, na verdade, já existia, como atesta a liberdadecomercial que gozavam tanto as colônias do Norte quanto as do Sul.33. (FCBH-MG) "O homem é o modelo do mundo. A experiência é a mestra das coisas."
  31. 31. Leonardo da VinciCom relação ao Renascimento artístico, literário e científico, elemento típico do período detransição do feudalismo ao capitalismo, podem ser feitas as seguintes afirmativas, exceto:a) Os humanistas tiveram um papel extremamente importante na difusão das idéiasrenascentistas.b) A reflexão sobre problemas humanos levou o homem renascentista à análise de sua própriaorigem dos Estados Unidos da América, na segunda metade do século XVIII, articula-se àsdemais questões então em curso na Europa Ocidental, com exceção de uma. Assinale-a.a) O conflito colonial e comercial entre a França e a Inglaterra, particularmente grave nasrespectivas colônias da América do Norte.b) A difusão das idéias liberais, ligadas ao Iluminismo, hostis à dominação e à exploraçãoexercidas pelas metrópoles sobre suas colônias, especialmente o pacto colonial.c) O desenvolvimento acelerado do capitalismo na Inglaterra, favorecendo os segmentospolíticos e sociais hostis ao protecionismo mercantilista.d) A ampla divulgação das idéias fisiocráticas, favoráveis às restrições adotadas pelasautoridades inglesas contra as relativas isenções fiscais e a autonomia político-administrativadas colônias norte-americanas.e) A influência das idéias políticas e sociais, especialmente as obras de J. Locke e deMontesquieu, contrárias ao absolutismo e aos privilégios do Antigo Regime.32. (Cesgranrio-RJ) "[...] Estas colônias unidas são, e têm o direito a ser, Estados livres eindependentes e toda ligação política entre elas e a Grã-Bretanha já está e deve estartotalmente dissolvida." (Thomas Jefferson, Declaração de Independência, 1776.)A afirmação de liberdade e independência contida no trecho acima relaciona-se:a) ao propósito das colônias do Norte de se separarem do Sul escravista, em função dosentraves que a organização social sulina criava ao desenvolvimento capitalista.b) ao interesse dos colonos norte-americanos em se alinharem com a França revolucionária,que lhes oferecia oportunidades mais ricas e proveitosas para as trocas comerciais.c) à reação dos colonos, sustentada nas idéias dos filósofos iluministas, contra o reforço dasmedidas de exploração colonial imposto pela Inglaterra.d) ao propósito de alcançar a autonomia política, embora preservando o monopólio comercial,que favorecia a economia das colônias do Norte.
  32. 32. e) à formalização de uma separação que, na verdade, já existia, como atesta a liberdadecomercial que gozavam tanto as colônias do Norte quanto as do Sul.33. (FCBH-MG) "O homem é o modelo do mundo. A experiência é a mestra das coisas."Leonardo da VinciCom relação ao Renascimento artístico, literário e científico, elemento típico do período detransição do feudalismo ao capitalismo, podem ser feitas as seguintes afirmativas, exceto:a) Os humanistas tiveram um papel extremamente importante na difusão das idéiasrenascentistas.b) A reflexão sobre problemas humanos levou o homem renascentista à análise de sua própriaindividualidade, num esforço de autoconhecimento.c) A visão de mundo político-religiosa medieval continuava a ser o elemento fundamental paraa compreensão do homem e do mundo.d) A riqueza proveniente do comércio financiou artistas, cientistas, arquitetos, que passaram aser contratados para dar forma às novas realidades sociais.e) O racionalismo passou a ser a pedra de toque da mentalidade renascentista, estimulando onascimento da ciência moderna.34. (UFOP-MG) Leia o texto abaixo."A única maneira de fazer com que muito ouro seja trazido de outros reinos para o tesouroreal é conseguir que grande quantidade de nossos produtos seja levada anualmente além dosmares, e menor quantidade de produtos seja para cá transportada."(Política para tornar o reino da Inglaterra próspero,rico e poderoso, 1549.)Discuta essa afirmativa, localizando-a no contexto da economia mundial, e defina asmodalidades do sistema econômico a que ela se refere.35. (ESAM-RN) O Ato de Navegação (1651), votado pelo Parlamento inglês, no período deCromwell, criou uma situação nova no comércio mundial, determinando, em conseqüência:a) um bloqueio das nações do Mediterrâneo, que se julgavam prejudicadas pela Inglaterra.
  33. 33. b) um conflito armado entre as colônias exportadoras, que se sentiram altamenteprejudicadas.c) uma revolta da aristocracia rural inglesa, que se julgara preterida nos seus interesses.d) um entrechoque armado com a Holanda, que pretendia a hegemonia do comérciomarítimo.e) uma situação de beligerância com os Estados Unidos, que começavam a expandir seuimperialismo.36. (Centec-BA) Questões I e II:"Os teólogos, portanto, tinham toda a preocupação voltada para as almas e para Deus, ou seja,para o mundo transcendente, o mundo dos fenômenos espirituais e imateriais. Os humanistas,por sua vez, voltavam-se para o aqui e o agora, para o mundo concreto dos seres humanos emluta entre si e com a natureza, a fim de terem um controle maior sobre o próprio destino. Poroutro lado, a pregação do clero tradicional reforçava a submissão total do homem, emprimeiro lugar, à onipotência divina, em segundo, à orientação do clero e, em terceiro, à tutelada nobreza, exaltando no ser humano, sobretudo, os valores da piedade, da mansidão e dadisciplina. A postura dos humanistas era completamente diferente, valorizava o que de divinohavia em cada homem, induzindo-o a expandir suas forças, a criar e a produzir, agindo sobre omundo para transformá-la de acordo com sua vontade e seu interesse."(Sevcenko)I. No texto, a característica marcante do movimento humanista-renascentista é:a) espírito crítico voltado para o estímulo às mudançasb) supremacia do mundo espiritual sobre o materialc) valorização da piedade, da mansidão e da disciplinad) defesa da Igreja e da cultura medievaise) reprodução da crença dogmática dos teólogos medievaisII. A crítica dos humanistas era dirigida à sociedade:a) capitalistab) feudal
  34. 34. c) comunistad) escravistae) socialista37. (UFPA) Relativamente à história do absolutismo monárquico na Inglaterra, é possívelsustentar que:a) a revolução que derrubou o governo de Jaime II, da dinastia Stuart, não assinalou apenas ofim do regime absolutista inglês, mas, igualmente, o triunfo da burguesia e do Parlamentosobre a Coroa britânica.b) o regime absolutista instala-se na Inglaterra em conseqüência das guerras de religião, já quesomente dispondo de um governo centralizado e autoritário é que Henrique VIII poderiaimplantar o protestantismo no país.c) o estabelecimento do regime absolutista na Inglaterra foi prejudicial aos interesses do país,posto que a burguesia britânica, privada da liberdade política, emigrou em massa para aFrança e para a Holanda.d) o fim do regime absolutista inglês ocorre com a revolução comandada por Oliver Cromwell,oportunidade em que as forças parlamentares sob a sua chefia depõem Carlos I e encerram ociclo dos governos autoritários dos Tudor.e) comparados a outros governos absolutistas europeus, os ingleses foram mais tolerantes emaleáveis. Veja-se, por exemplo, que durante o reinado dos Stuart a liberdade de religiãosempre foi respeitada na Inglaterra.38. (Unicamp-SP) Você já deve ter aprendido que a história pode ser representada pelas váriasetapas do progresso humano. Os momentos cruciais desse desenvolvimento histórico foramdenominados revolucionários. Diante dessa afirmação, leia atentamente o texto abaixo:"A burguesia, conduzida por Oliver Cromwell, inspirada por um deus calvinista e motivada porambição de conquista, derrotou o movimento nivelador e tudo o mais. Em conseqüência, elefoi odiado por muitos pobres, o que sabia e reconhecia. Em uma de suas marchas pela cidade,comentou com seu acompanhante a respeito da multidão:– Eles estariam mais barulhentos e também mais felizes se você e eu estivéssemos a caminhoda forca.O deus de Cromwell era um deus do trabalho e da conquista: da Jamaica, da Escócia, e o quenão será esquecido, da Irlanda." (Peter Linebaugh, Todas as montanhas atlânticasestremeceram, 1985.)
  35. 35. a) Caracterize segundo os seus conhecimentos o processo revolucionário a que o texto serefere.b) Como você utilizaria o texto acima para discordar da idéia de que as revoluçõesrepresentam sempre um período de progresso humano?39. (UFPA) Observadas as realidades históricas pertinentes ao absolutismo monárquico naEuropa moderna, é possível apresentar-se a seguinte conclusão:a) as monarquias absolutas foram mais expressivas nos países em que predominou a influênciaprotestante, haja vista que o luteranismo exaltava os poderes do Estado como necessáriospara a glória de Deus.b) na Inglaterra, a monarquia absoluta é suprimida, ainda no século XVII, através da revoluçãocom que Oliver Cromwell derrubou a dinastia dos Stuart e consagrou o papel do Parlamentocomo agente constitucional britânico.c) nos países em que foi menos expressiva a presença da Igreja católica, inexistiu,virtualmente, a monarquia absoluta, fato que se verificou em relação a Portugal e Espanha.d) as monarquias absolutas resultaram, em última análise, das profundas transformaçõesproduzidas pelo fim do feudalismo. Na Itália, por exemplo, o desmoronamento da ordemfeudal resultou na formação do Estado moderno italiano.e) na França, o apogeu do sistema absolutista ocorre num momento em que a economiafrancesa experimentava uma fase de desenvolvimento e de consolidação, graças à políticaexecutada por Colbert no governo de Luís XIV.40. (Unicamp-SP) "Todo o poder vem de Deus. Os governantes, pois, agem como ministros deDeus e seus representantes na terra. Conseqüentemente, o trono real não é o trono de umhomem, mas o trono do próprio Deus." (Jacques Bossuet, Política tirada das palavras daSagrada Escritura, 1709.)"[...] Que seja prefixada à Constituição uma declaração de que todo o poder é originalmenteconcedido ao povo e, conseqüentemente, emanou do povo."(Emenda constitucional proposta por Madison em 8 de junho de 1789)a) Explique a concepção de Estado em cada um dos textos.b) Qual a relação entre indivíduo e Estado em cada um dos textos?
  36. 36. 41. (Fuvest-SP) No século XVII, a Inglaterra conheceu convulsões revolucionárias queculminaram com a execução de um rei (1649) e a deposição de outro (1688). Apesar dastransformações significativas terem se verificado na primeira fase, sob Oliver Cromwell, foi operíodo final que ficou conhecido como Revolução Gloriosa. Isto se explica porque:a) em 1688, a Inglaterra passara a controlar totalmente o comércio mundial tornando-se apotência mais rica da Europa.b) auxiliada pela Holanda, a Inglaterra conseguiu conter em 1688 forças contra-revolucionáriasque, no continente, ameaçavam as conquistas de Cromwell.c) mais que a violência da década de 1640, com suas execuções, a tradição liberal inglesadesejou celebrar a nova monarquia parlamentar consolidada em 1688.d) as forças radicais do movimento, como Cavadores e Niveladores, que assumiram o controledo governo, foram destituídas em 1688 por Guilherme de Orange.e) só então se estabeleceu um pacto entre a aristocracia e a burguesia, anulando-se asaspirações políticas da gentry.42. (Fuvest-SP) A dominação espanhola (1580-1640) provocou mudanças no império colonialportuguês; por isso mesmo, D. João IV, que subiu ao trono com a Restauração ocorrida em1640, teria dito que "o Brasil é a vaca leiteira de Portugal".a) Quais mudanças do império derivaram da dominação espanhola?b) Que relação há entre as mudanças e a idéia de que o Brasil se tornou a "vaca leiteira" dePortugal?43. (Fuvest-SP) Leia o poema abaixo e, em seguida, responda às questões.O mar salgado, quanto do teu salSão lágrimas de Portugal!Por te cruzarmos, quantas mães choraram,Quantos filhos em vão rezaram!Quantas noivas ficaram por casarPara que fosses nosso, ó mar!Valeu a pena? Tudo vale a penaSe a alma não é pequena.Quem quer passar além do Bojador
  37. 37. Tem que passar além da dor.Deus ao mar o perigo e o abismo deuMas nele é que espelhou o céu.(Fernando Pessoa, Mensagem.)a) Qual o período da história de Portugal que está sendo recuperado pelo poeta FernandoPessoa?b) Por que as aventuras marítimas, nesse período, eram empreendimentos tão arriscados?c) Por que a conquista e o domínio dos mares foram tão importantes naquele período?IDADE CONTEMPORÂNEAGUERRA FRIA1. (Cesgranrio) A URSS transformou-se, após 1945, numa das potências mundiais, tanto nocampo econômico como técnico. Um dos melhores exemplos dessa transformação é o:a) desenvolvimento da política espacial, representada pela 1• viagem em torno da Terra porGagarin.b) desenvolvimento da indústria cinematográfica e das teorias em torno da fusão nuclear.c) desenvolvimento da indústria automobilística e o incremento do sistema industrial privado.d) crescimento do mercado interno, com o desenvolvimento de novas técnicas de cultivoagrícola e aumento de salários.e) crescimento da produção agrícola em função do fim da intervenção do Estado no setor e detécnicas administrativas americanas.2. (Cesgranrio) No início da década de 60, o arsenal nuclear à disposição das grandes potênciasera suficiente para destruir a humanidade, caso fosse utilizado em uma situação de confronto.Ao assumir o governo, o Presidente Kennedy (1961-63) defendeu a substituição da políticaexterna norte-americana de confronto por uma de entendimento com a URSS, cujo objetivoera o desarmamento gradual das duas superpotências. Esse programa do governo Kennedy foiconhecido como:a) Doutrina Drago.
  38. 38. b) Doutrina Monroe.c) Corolário Rooseveltd) Nova Fronteira.e) Política de Boa Vizinhança.3. (Cesgranrio) Ao final da Segunda Guerra Mundial, a ruptura do acordo que unira os aliadosvitoriosos gerou um ordenamento político internacional baseado na bipolaridade. Nessecontexto, crises políticas e tensões sociais desencadearam um processo de construção dosocialismo em diversos países. Assinale a opção que apresenta uma afirmativa correta sobre aconstrução do socialismo no mundo do pós-guerra:a) Na Iugoslávia (1944-45), o regime comunista implantado pelo Marechal Tito submeteu-se àhegemonia política e econômica soviética, o que acarretou sua expulsão do movimento dospaíses não alinhados.b) Na Tchecoslováquia (1946), o socialismo reformista, baseado na descentralização eliberalização do sistema frente ao modelo stalinista, retomado na política de Brejnev, foiinterrompido pela repressão russa, encerrando a "Primavera de Praga".c) Na China (1949), a revolução comunista derrubou o regime imperial e expulsou os invasoresjaponeses da Manchúria, reunindo os nacionalistas, os "senhores da guerra" e os comunistasmaoístas em um governo de coalizão que instituiu uma república popular no país.d) Na Coréia (1950-53), a intervenção militar norte-americana impediu o avanço das forçasrevolucionárias comunistas que ocupavam o norte do país, reunificando as duas Coréias sob atutela do Conselho de Segurança da ONU.e) Em Cuba (1959), a vitória dos revolucionários castristas foi favorecida pela promulgação daEmenda Platt no Senado americano, que regularizou o envio de armamentos aos guerrilheiroscontrários à ditadura de Fulgêncio Batista.4. (Cesgranrio) O fim da Guerra Fria, expresso na extinção da União Soviética, em 1991,acarretou um novo equilíbrio e o ordenamento das relações internacionais, que se caracterizapor um (a):a) enfraquecimento dos movimentos nacionalistas regionais e das tendências de globalizaçãona Europa ocidental.b) declínio da liderança política internacional das superpotências em virtude da transferênciado controle de seus arsenais nucleares para a Assembléia Geral da ONU.c) revitalização das alianças militares estratégico-defensivas, conforme os pactos políticos daEuropa central e do leste.
  39. 39. d) formação de megablocos político-econômicos que favoreceram a internacionalização dosfluxos de capitais, tais como a da Comunidade Européia e a do Nafta.e) decadência econômica dos países da bacia do Pacífico que haviam mantido uma posição deneutralidade durante a Guerra Fria, tais como Cingapura e Malásia.5. (Cesgranrio) Após a Segunda Guerra Mundial, consolidou-se uma ordem político-econômicainternacional que expressou o(a):a) conflito político e ideológico entre a União Soviética e os Estados Unidos.b) supremacia política e militar da Europa Ocidental.c) subordinação neocolonial dos países árabes e da América Latina.d) liderança política mundial da China Comunista através de sua participação na ONU.e) hegemonia econômica mundial das ex-nações imperialistas, tais como a Inglaterra e aFrança.6. (Faap) Após a Segunda Guerra Mundial, a URSS estruturou um plano de cooperação políticacom os países do bloco oriental, criado, em 1947:a) o Comecomb) o Kominformc) o Pacto de Varsóviad) o Plano Marshalle) a Otan7. (Fatec) "É lógico que os EUA devem fazer o que lhes for possível para ajudar a promover oretorno ao poder econômico normal no mundo, sem o que não pode haver estabilidadepolítica nem garantia de paz." (Plano Marshall 5. VI. 1947)Esse planoa) assegurava a penetração de capitaisnorte-americanos no continente europeu, sobretudoem sua parte oriental.b) garantia, aos norte-americanos, o retorno a uma política isolacionista, voltada unicamentepara os seus interesses internos.
  40. 40. c) pretendia deter as ameaças soviéticas sobre os países do Oriente Médio, cuja produção depetróleo era vital para as economias ocidentais.d) era um instrumento decisivo na luta contra o avanço do comunismo na Europa arrasadapelo pós-guerra.e) representava uma tomada da tradicional política da "boa vizinhança" dos EUA em relação àAmérica Latina.8. (Fgv) Em junho de 1947, o governo dos EUA passou a implementar um projeto dereconstrução da Europa denominado Plano Marshall. Qual dos tópicos a seguir NÃO é umacausa desse plano:a) o temor trazido pela criação do Mercado Comum Europeu (MCE);b) o deslocamento do controle do capitalismo da Europa para os EUA e sua crescenteinfluência sobre os países europeus;c) a necessidade que a Europa tinha de reunir recursos para pagar o seu principal credor, osEUA, que lhe forneceram desde alimentos até materiais bélicos durante a II Guerra Mundial;d) a necessidade de se reconstruírem as cidades e de recuperarem a indústria e a agropecuáriaeuropeia, devastadas durante a II Grande Guerra;e) o interesse que os Estados Unidos tinham em fortalecer a ordem capitalista na EuropaOcidental e, assim, impedir a expansão do socialismo no continente.9. Os 45 anos que vão do lançamento das bombas atômicas até o fim da União Soviética, nãoforam um período homogêneo único na história do mundo. (...) dividem-se em duas metades,tendo como divisor de águas o início da década de 70. Apesar disso, a história deste períodofoi reunida sob um padrão único pela situação internacional peculiar que o dominou até aqueda da URSS.(HOBSBAWM, Eric J. Era dos Extremos. São Paulo: Cia das Letras,1996)O período citado no texto e conhecido por “Guerra Fria” pode ser definido como aquelemomento histórico em que houvea) corrida armamentista entre as potências imperialistas europeias ocasionando a PrimeiraGuerra Mundial.b) domínio dos países socialistas do Sul do globo pelos países capitalistas do Norte.
  41. 41. c) choque ideológico entre a Alemanha Nazista / União Soviética Stalinista, durante os anos 30.d) disputa pela supremacia da economia mundial entre o Ocidente e as potências orientais,como a China e o Japão.e) constante confronto das duas superpotências que emergiram da Segunda Guerra Mundial.10. (Mackenzie)I- "A OTAN, Organização do Tratado do Atlântico Norte, vai começar sua expansão para o LesteEuropeu até junho de 1997.A afirmação foi feita à Folha (...) pelo secretário-geral da entidade (...) e se refere à data naqual ele pretende que seja feito o convite oficial a novos membros para a Aliança Militar (...)Os parceiros (...) sairão da Parceria para a Paz, acordo militar entre 27 países da OTAN, LesteEuropeu e Ásia, lançado em 1994. A Polônia é favorita." ("Folha de São Paulo")II- "Mais de 900 militares americanos (...) foram mantidos como prisioneiros na Coréia doNorte, após o fim da Guerra da Coréia (...) muitos dos prisioneiros foram submetidos aexperiências com drogas e depois executados.As experiências, para determinar a ação das drogas em interrogatórios, foram conduzidas poragentes Tchecoslovácos e Soviéticos." ("O Estado de São Paulo")III- "O Vaticano não comentou ontem, alegações de que o Papa João Paulo II e o governo dosE.U.A. (CIA), trabalhavam juntos em segredo na década de 80, para apressar o fim docomunismo na Polônia.A aliança informal entre os E.U.A. e o Vaticano inclui corte de verbas do Governo Norte-Americano para programas de controle de natalidade no país e o silêncio do Papa quanto àinstalação de mísseis na Europa Ocidental." ("Folha de São Paulo")Dentre os textos anteriores, relacionam-se com a Guerra Fria:a) somente I.b) somente I e II.
  42. 42. c) I, II e III.d) somente II e III.e) somente I e III.11. (Puccamp) "...inspirado por razões humanitárias e pela vontade de defender uma certaconcepção de vida ameaçada pelo comunismo, constitui também o meio mais eficaz de alargare consolidar a influência norte-americana no mundo, um dos maiores instrumentos de suaexpansão (...) tem por consequência imediata consolidar os dois blocos e aprofundar o abismoque separava o mundo comunista e o Ocidente...""...as partes estão de acordo em que um ataque armado contra uma ou mais delas na Europaou na América do Norte deve ser considerado uma agressão contra todas; e,consequentemente, concordam que, se tal agressão ocorrer, cada uma delas (...) auxiliará aparte ou as partes assim agredidas (...)"Os textos identificam, respectivamente,a) a Doutrina Monroe e a Organização da Nações Unidas (ONU).b) o Plano Marshall e a organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN).c) o Pacto de Varsóvia e a Comunidade Econômica Europeia (CEE).d) o Pacto do Rio de Janeiro e o Conselho de Assistência Econômica Mútua (COMECON).e) a Conferência do Cairo e a Organização dos Estados Americanos (OEA).12. (Puccamp) "A bipolarização do mundo, após a Segunda Guerra Mundial, apesar de ter seconstituído na principal referência para as relações internacionais, não chegou a garantir umverdadeiro equilíbrio mundial. Nesse contexto consolidou-se a hegemonia internacional norte-americana". A esse respeito pode-se afirmar que na presidência dea) Truman (1945 - 52), encerrou-se a política macarthista, o que possibilitou o fim da Guerra daCoréia e sua conseqüente unificação sob um protetorado norte-americano.b) Eisenhower (1952 - 60), completou-se o sistema de segurança norte-americano, com aformação de diversos pactos militares contra os comunistas.c) Kennedy (1960 - 63), desenvolvendo a "Aliança para o Progresso" encerrou-se a política deconfronto com o mundo comunista, permitindo a retirada americana do conflito vietnamita.
  43. 43. d) Johnson (1963 - 68), a discussão da Doutrina Monroe consolidou-se as alianças políticas comos movimentos nacionalistas e o fim das intervenções militares na América Latina.e) Nixon (1968 - 1974), a aproximação com os países comunistas foi dificultada pela negaçãoda União Soviética em assinar o Tratado de Limitação de Armas Estratégicas, Salt-1.13. (Puccamp) "A construção de uma nova ordem mundial, após a Segunda Guerra Mundial,contou com a participação da União Soviética, cuja importância estendeu-se até suadesintegração em 1991".Sobre o período mencionado no texto, pode-se afirmar corretamente quea) o desaparecimento de Joseph Stálin (1953), acompanhado da ascensão de Malenkov,conduziu a um recrudescimento da Guerra Fria, instigando a participação soviética emdisputas por áreas como a Letônia e o Vietnã.b) o Governo de Kruschev (1955-64) correspondeu a uma época de críticas às práticas políticasdo Stalinismo e à negação, por parte da URSS, da inevitabilidade da Guerra com os paísescapitalistas do Ocidente.c) a ruptura das relações entre os Partidos Comunistas da URSS e da China (1959) consagrou aliderança política internacional russa submetendo a China a seus interesses e autoridades.d) a chegada de Brejnev ao poder favoreceu o estouro de um movimento de reformasliberalizantes, que reestruturam o Estado Soviético extinguindo a censura interna e abrindo opaís aos estrangeiros.e) a administração de Andropov (1982-84) provocou um endurecimento do regime com a voltadas perseguições políticas, prisões em massa e a revitalização das forças armadas russas.14. (Puccamp) "... foi um período em que a guerra era improvável, mas a paz era impossível. Apaz era impossível porque não havia maneira de conciliar os interesses de capitalistas ecomunistas. Um sistema só poderia sobreviver à custa da destruição total do outro. E a guerraera improvável porque os dois blocos tinham acumulado tamanho poder de destruição, que seacontecesse um conflito generalizado seria, com certeza, o último..."O texto descreve uma problemática que, na história recente da humanidade,a) identifica as tensões internacionais durante a Revolução Russa.b) ilustra as relações americano-soviéticas durante a Guerra Fria.c) caracteriza o panorama mundial durante a Guerra do Golfo Pérsico.d) revela o perigo da corrida armamentista durante a Revolução Chinesa.
  44. 44. e) explica os movimentos pacifistas no Leste Europeu durante a Guerra do Vietnã.15. (Uel) As mudanças no panorama internacional representadas pela vitória socialista deMao-Tsé-tung na China, pela eclosão da Guerra da Coréia e pelas crescentes dificuldades norelacionamento com a URSS, repercutiram na forma de tratamento dispensada pelos EstadosUnidos ao Japão. Este, de "inimigo vencido", passou aa) atuar como o mais forte aliado da URSS naquela região.b) ser a principal base de operações norte-americanas na Ásia.c) competir com as forças econômicas alemãs e inglesas.d) buscar o seu nível econômico de antes da Primeira Guerra Mundial.e) menosprezar o "consenso" - política de participação de pessoal, que visa à integração dotrabalhador no esquema da empresa capitalista.16. (Ufes) Em agosto de 1961, na "Conferência Econômica e Social de Punta Del Este", opresidente John Kennedy apresentou aos países latino-americanos o projeto da "Aliança parao Progresso", o qual previa, em linhas gerais, o aperfeiçoamento e fortalecimento dasinstituições democráticas, mediante a autodeterminação dos povos, a aceleração dodesenvolvimento econômico e social dos países latino-americanos, a erradicação doanalfabetismo e a garantia aos trabalhadores de uma justa remuneração e adequadascondições de trabalho. Situando a "Aliança para o Progresso" no contexto das relaçõesinternacionais vigentes no Pós-Guerra, constatamos que sua criação se deveu ao desejo dogoverno norte-americano dea) bloquear a acentuada evasão de capitais latino-americanos, resultante da importaçãomaciça de bens de consumo japoneses e das altas taxas de juros pagas aos países integrantesdo "Pacto de Varsóvia" por conta dos empréstimos contraídos na década de 50.b) conter o avanço dos movimentos revolucionários na América Latina, reafirmando assim aliderança exercida pelos EUA sobre o Continente, numa conjuntura de acirramento da GuerraFria por conta da Revolução Cubana.c) desviar, para a América Latina, parte dos investimentos previstos no "Plano Global deDescolonização Afro-Asiática", em virtude das revoluções socialistas de Angola e Moçambique,que tornaram a posição norte-americana na África insustentável.d) impedir que a República Federal Alemã, país de orientação socialista, firmasse acordos coma finalidade de transplantar tecnologia nuclear para o Terceiro Mundo, a exemplo do que haviaocorrido no Brasil sob o governo JK.
  45. 45. e) reabilitar os acordos diplomáticos entre os EUA e os demais países latino-americanos, quehaviam sido rompidos quando da invasão de Honduras e do Equador pelas tropas norte-americanas, fortalecendo assim a OEA.17. (Ufmg) Sobre a geopolítica na conjuntura imediatamente pós Segunda Guerra, pode-seafirmar quea) as áreas que não se envolveram, diretamente, no conflito conseguiram alcançar um amplodesenvolvimento econômico baseado em uma política de exportação.b) as diversas formas de dominação colonial e de exploração que caracterizavam,historicamente, as relações entre o centro e a periferia foram mantidas.c) os países aliados estabeleceram uma política de arrasamento dos países vencidosinviabilizando o crescimento mundial durante décadas.d) os países vencidos se agruparam formando o bloco dos não-alinhados viabilizando, assim,sua recuperação uma vez que não foram levados em consideração pelos vencedores.18. (Unirio) Assinale a opção que apresenta corretamente um evento que NÃO se relacionacom o processo de Distensão e Multipolaridade ocorrido nas relações internacionais a partirdo início da década de 1970:a) Entrada da China Comunista na ONU.b) Assinatura dos tratados de limitação de armas estratégicas entre a União Soviética e osEstados Unidos.c) Retirada das tropas norte-americanas do Vietnã.d) Criação da Comunidade dos Estados Independentes.e) Adoção da Política externa de "Coexistência Pacífica", coordenada por Henry Kissinger.19. (Enem) Em dezembro de 1998, um dos assuntos mais veiculados nos jornais era o quetratava da moeda única européia. Leia a notícia destacada a seguir.O nascimento do Euro, a moeda única a ser adotada por onze países europeus a partir de 1 dejaneiro, é possivelmente a mais importante realização deste continente nos últimos dez anosque assistiu à derrubada do Muro de Berlim, à reunificação das Alemanha, à libertação dospaíses da Cortina de Ferro e ao fim da União Soviética. Enquanto todos esses eventos têm aver com a desmontagem de estruturas do passado, o Euro é uma ousada aposta no futuro euma prova da vitalidade da sociedade européia. A "Euroland", região abrangida por Alemanha,
  46. 46. Áustria, Bélgica, Espanha, Finlândia, França, Holanda, Irlanda, Itália, Luxemburgo e Portugal,tem um PIB (Produto Interno Bruto) equivalente a quase 80% do americano, 289 milhões deconsumidores e responde por cerca de 20% do comércio internacional. Com este cacife, o Eurovai disputar com o dólar a condição de moeda hegemônica. (Gazeta Mercantil, 30/12/1998)A matéria refere-se a " desmontagem das estruturas do passado" que pode ser entendidacomoa) o fim da Guerra Fria, período de inquietação mundial que dividiu o mundo em dois blocosideológicos opostos.b) a inserção de alguns países do Leste Europeu em organismos supranacionais, com o intuitode exercer o controle ideológico no mundo.c) a crise do capitalismo, do liberalismo e da democracia levando à polarização ideológica daantiga URSS.d) a confrontação dos modelos socialistas e capitalista para deter o processo de unificação dasduas Alemanhas.e) a prosperidade as economias capitalistas e socialistas, com o consequente fim da GuerraFria entre EUA e a URSS.20. (Fatec) A reconstrução econômica do Japão, acelerada após 1950, é explicadaprincipalmente:a) pelos progressos da agricultura, dirigida prioritariamente para a produção de matériasprimas.b) pela maciça aplicação de capitais na produção e pela mão-de-obra numerosa e barata.c) pela facilidade de comércio com os países asiáticos graças à construção de numerosa frota.d) pela abundância de riquezas minerais.e) pela existência de mercado consumidor interno.PRIMEIRA GUERRA1. (Puccamp) Planos, metas e Brasília
  47. 47. O "planejamento econômico" estava no ar desde os anos 30, influenciado principalmente pelosucesso da política do New Deal, aplicada por Franklin Delano Roosevelt à Depressão norte-americana. Como governador de Minas (1945-51), JK adotara o binômio energia/transportescomo metas de desenvolvimento. O Plano de Metas foi a primeira medida de planejamentoeconômico stricto sensu, no Brasil.Constava de 31 metas, agrupadas em cinco setores básicos, para os quais deveriam serencaminhados todos os investimentos públicos e privados do país: energia, transportes,indústrias de base, alimentação e educação (...). A meta 31, denominada meta síntese, era aconstrução de Brasília, que foi inaugurada em 21 de abril de 1960.Entre 1956 e 1961, a economia brasileira cresceu, em média, 8,1% ao ano (...). A fabricação deautomóveis e de material elétrico ultrapassou 25% ao ano. Vários outros setores, comosiderurgia, álcalis, celulose e papel, construção e pavimentação de rodovias, ultrapassaram asmetas estabelecidas. (Revista "Problemas Brasileiros". n. 352. julho/ago/2002. p. 22)O texto identifica dois momentos da história contemporânea associados, respectivamente, àa) Revolução Francesa, que pôs em prática os ideais de liberdade e fraternidade e à RevoluçãoSocialista, que se inspirou no princípio de igualdade social.b) Primeira Guerra Mundial, que acabou por ressaltar as contradições do capitalismo e àSegunda Grande Guerra, que dividiu o mundo em dois blocos antagônicos.c) Guerra do Oriente Médio, que provocou a crise econômica do mundo capitalista e àPrimeira Grande Guerra, que enfraqueceu os países com regimes democráticos.d) Primeira Guerra Mundial, que criou condições para o desenvolvimento do capitalismomoderno e à Revolução Russa, que desmantelou a ordem capitalista e burguesa.e) Segunda Guerra Mundial, que combateu os regimes políticos totalitários na Europa e àRevolução Russa, que promoveu o desenvolvimento econômico dos países pobres.2. (Puccamp)Uma ameaça que não se cumpriuEm 1937, em Genebra, no plenário da Sociedade das Nações, o embaixador japonês barãoShudo levantou a tese de que as regiões inexploradas de vários países deveriam ser cedidas anações ricas e populosas, como o Japão, naturalmente. Nesse caso o Brasil Central desérticoera uma preocupação crescente. (...) Os estrategistas brasileiros concluíram que a Amazônia seautodefendia do colonizador branco com suas doenças, suas selvas e seu calor. Não haviaporquê recear ali uma investida do Eixo. A mortandade provocada nos estrangeiros pelaconstrução da ferrovia Madeira-Mamoré, na atual Rondônia, também corroborava essa tese.
  48. 48. Muito diferente, no entanto, era a situação da pré-Amazônia mato-grossense e goiana, comsuas extensas faixas de campos e cerrados habitáveis, colonizáveis sem maiores esforços. Era ocaso típico da região do Araguaia-Xingu, que continha a Serra do Roncador e seus prodígios,além dos garimpos de diamantes do alto Araguaia, em parte contrabandeados para aAlemanha. (Adaptado da Revista "Especial Temática". O Brasil que Getúlio sonhou. n.4. SãoPaulo: Duetto, 2004. p.71)A Sociedade das Nações mencionada no texto, também conhecida como Liga das Nações, foicriada em 1919 com o objetivo dea) promover a paz armada, após o Tratado de Versalhes, através da liderança do governo dosEstados Unidos, que presidiu essa organização.b) unir as nações democráticas e economicamente mais poderosas, para impedir a volta donazi-fascismo, cuja expansão causara a Primeira Guerra Mundial.c) executar as determinações previstas pelo documento conhecido como "14 pontos deWilson" e que favoreciam os países da Tríplice Aliança.d) promover o neocolonialismo na África, Ásia e Oceania, condição fundamental para aexpansão mundial do capitalismo monopolista.e) intermediar conflitos internacionais a fim de preservar a paz mundial, fiscalizando ocumprimento dos tratados pós-guerra.3. (Fatec) Segundo as teorias desenvolvimentistas, a guerra era concebida como:a) uma necessidade de ampliar o mercado interno substituindo as importações.b) uma política econômica tendendo a desvalorizar a produção agrícola.c) uma forma de criar condições para a importação de tecnologia estrangeira.d) um recurso complementar e necessário à importação de produtos primários.e) uma política econômica que necessitava do apoio de todas as classes sociais para serimplementada.4. (Cesgranrio) O clima de tensão oriundo da expansão imperialista na Ásia e determinador do1Ž Conflito Mundial pode ser avaliado pelas:a) rivalidades entre franceses e ingleses na Indochina, entre ingleses e russos na Ásia Central eentre russos e japoneses na Mandchúria e Coréia.
  49. 49. b) políticas de alianças entre russos e japoneses para bloquear as pretensões inglesas efrancesas no sudeste asiático.c) tensões entre o Império Inglês e o Império Chinês em torno da Coréia e da Mandchúria como apoio da França à Inglaterra.d) rivalidades entre ingleses e franceses no sudeste asiático, entre belgas e alemães em Port-Arthur e entre russos e poloneses na Ásia Européia.e) tensões entre o Império Austro-Húngaro e a Grécia na região do sudeste asiático com oapoio da Inglaterra aos gregos.5. (Fuvest) Os Tratados de Paz assinados ao fim da Primeira Guerra Mundial "aglutinaramvários povos num só Estado, outorgaram a alguns o status de povos estatais e lhes confiaramo governo, supuseram silenciosamente que os outros povos nacionalmente compactos (comoos eslovacos na Tchecoslováquia ou os croatas e eslovenos na Iugoslávia) chegassem a serparceiros no governo, o que naturalmente não aconteceu e, com igual arbitrariedade, criaramcom os povos que sobraram um terceiro grupo de nacionalidades chamadas minorias,acrescentando assim aos muitos encargos dos novos Estados o problema de observarregulamentos especiais, impostos de fora, para uma parte de sua população. (... ) Os Estadosrecém-criados, por sua vez, que haviam recebido a independência com a promessa de plenasoberania nacional, acatada em igualdade de condições com as nações ocidentais, olhavam osTratados das Minorias como óbvia quebra de promessa e como prova de discriminação." (Hannah Arendt, AS ORIGENS DO TOTALITARISMO)A alternativa mais condizente com o texto é:a) após a Primeira Guerra, os Tratados de Paz estabelecidos solaparam a soberania eestabeleceram condicionamentos aos novos Estados do Leste europeu através dos Tratadosdas Minorias, o que criou condições de conflitos entre diferentes povos reunidos em ummesmo Estado.b) o surgimento de novos Estados-nações se fez respeitando as tradições e instituições dospovos antes reunidos nos impérios que desapareceram com a Primeira Guerra Mundial.c) os Tratados de Paz e os Tratados das Minorias restabeleceram, no mundo contemporâneo, osistema de dominação característico da Idade Média.d) apesar dos Tratados de Paz estabelecidos depois da Primeira Guerra terem tido algumascaracterísticas arbitrárias em relação aos novos Estados-nações do Leste europeu, odesenvolvimento histórico destas regiões demonstra que foi possível uma convivênciaharmoniosa e gradativamente ocorreu a integração entre as minorias e as maiorias nacionais.
  50. 50. e) os Tratados de Paz depois da Primeira Guerra conseguiram satisfazer os vários povos doLeste europeu. O que perturbou a convivência harmoniosa foi o movimento de refugiados dasrevoluções comunistas.6. (G1) "Foi em 1994 que acabou o século XIX (...) De 1815 a 1914, a Europa (...) desfrutara umséculo de paz (...) Nesse século, a burguesia pôde consolidar o seu poder (...) E o imperialismocolonialista ia bem, obrigado, na África e Ásia. A guerra de 1914 caiu como uma bomba NESTE(PARAÍSO)."A 1• Guerra Mundial descortinou uma série de conflitos camuflados neste "paraíso" taiscomo:a) a luta pelas terras conquistadas na América e a manutenção do tráfico de escravos.b) a disputa de mercados mundiais pelas nações européias imperialistas como a Inglaterra,Alemanha e França e a opressão aos movimentos nacionalistas na África e na Ásia.c) a difusão do movimento socialista em países como a Inglaterra e França com o advento daRevolução Russa.d) a disputa dos mercados consumidores europeus pelas nações independentes da África e daÁsia.e) a luta dos americanos e brasileiros pelo controle dos mercados fornecedores de matérias-primas japoneses e africanos.7. (G1) Sarajevo é atualmente palco de guerra. Nos tempos passados também foi o estopim deum conflito conhecido por:a) Revolução Russa.b) I Guerra Mundial.c) Revolução Francesa.d) Guerra entre os Aliados e o Eixo.e) Guerra civil do Império Austro-Húngaro.8. (G1) Os Estados Unidos emergiram como grande potência econômica mundial após aPrimeira Guerra Mundial porque:a) apoiou a Alemanha, com o objetivo de enfraquecer a Inglaterra.
  51. 51. b) liderou a criação da ONU (Organização das Nações Unidas).c) fortaleceu sua economia ao fornecer equipamentos e suprimentos à Entente, enquanto aspotências européias tiveram suas economias arrasadas após o conflito.d) apresentou as propostas do Tratado de Versalhes, para enfraquecer a Alemanha, a grandepotência industrial do início do século.e) se manteve afastado do conflito direto com as potências européias, concentrando seusesforços no desenvolvimento interno.9. (Mackenzie) A respeito do envolvimento dos E.U.A. na Primeira Grande Guerra éINCORRETO afirmar que:a) foi influenciado pela intenção germânica de atrair o México, prometendo-lhe ajuda nareconquista de territórios perdidos para os E.U.A.b) os E.U.A. financiaram diretamente a indústria bélica franco-inglesa e enviaram um grandecontingente de soldados ao fronte.c) uma possível derrota da França e Inglaterra colocaria em risco os investimentos norte-americanos na Europa.d) contrariando o Congresso, o presidente dos E.U.A. rompeu a neutralidade, declarandoguerra às forças do Eixo.e) a adesão dos E.U.A. desequilibrou as forças em luta, dando um novo alento à Entente.10. (Mackenzie) Ao término da Primeira Grande Guerra, as potências vencedorasresponsabilizaram a Alemanha pela guerra e foi-lhe imposto um tratado punitivo, o Tratado deVersailles, que teve como conseqüências:a) degradação dos ideais liberais e democráticos, agitações políticas de esquerda - como omovimento espartaquista - crise econômica e desemprego.b) enfraquecimento dos sentimentos nacionais, militarização do Estado Alemão, recuperaçãoeconômica e incorporação de Gdansk.c) anexação das colônias de Togo e Camarões, a afirmação dos ideais liberais e democráticos ea valorização do marco alemão.d) prosperidade econômica, rearmamento alemão, desmembramento da Alemanha efortalecimento dos partidos liberais.e) surgimento da República Democrática Alemã e da República Federal Alemã, fortalecimentodo nazismo, militarismo e diminuição do desemprego.

×