O por do sol e o Bolero de Ravel

355 visualizações

Publicada em

Recebi da Carmen, compartilho.

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
355
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Fonte Commercial Script BT
  • O por do sol e o Bolero de Ravel

    1. 1. P r a ia F l u v ia l d o R io P a r a íb a . O c e n á r io é b e l ís s imo .Qu ie t a c o mo a s á g u a d o r io q u e c or r e s e m pr e s s a, pr of unda c o mo o l e it o d e s t a n a t u r e z a .
    2. 2. Dia r ia me n t e n o f in a l d a t a r d e ,c e n t e n a s d e p e s s o a s r u ma m p a r a a o cr a l ia F l u vnia l muo ic a cio r é , l P a iz a d a o d n J íp a d e C a b e d e l o , n a Gr a n d e J o ã o P e s s o a ,P B .
    3. 3. Div e r s o s b a r e s s ã o v o l t a d o s p a r a o p o e n t e , c o m mir a n t e s a d e q u a d o spar a que t odos pos s am de s f r ut ar
    4. 4. A bel ez a des s e l ugar é ímp a r .
    5. 5. O p o r d o s o l a c o mp a n h a d o d o B o l e r o d e R a v e l , d e M a u r ic eRa v e l , é u m e s p e t á c u l o p a r a o s a ma n t e s d a n a t u r e z a .
    6. 6. .O show acontece à s margens do Rio Paraíba e é conduzido por José Jurandy Fé lix (atualrecordista mundial de pessoa que mais tocou o Bolero de Ravel).
    7. 7. J u r a n d y e n t r a e m u ma p e q u e n ae mb a r c a ç ã o e m u m p o n t o q u a l q e r d o r io , p e r c o r r e t o d a s a s ma r in a s ,e n q u a n t o t o d o s o s b a r e s u n ís s o n o s f a z e m e c o a r a me s ma mú s ic a . Os s u s p ir o s d o s e s p e c t a d o r e s
    8. 8. A n o it e s e d e b r u ç a s o b r e od ia n u m mo me n t o e m q u e o s o l é h o me n a g e a d o , n u m c l ima d e paz e ac onc he g o.
    9. 9. Há ma is d e d e z a n o s e s t e r it u a l é ma n t id o . Os 1 7 min u t o s d o c r e p ú s c u l oc o in c id e m c o m a d u r a ç ã o d a b e l a o b r a d e M a u r ic e R a v e l .
    10. 10. P a r a J u r a n d y , o Bo l e r o d e R a v e l é u ma o r a ç ã o d ea g r a d e c ime n t o a De u s p e l a v id a .
    11. 11. A P r a ia d o J a c a r é é e n c a n t a d o r a .S e u s mú s ic o s d e ix a m u m mis t é r io n o ar . É ma r a v il h o s o d e s f r u t a r d e s t e mo me n t o d iv in o .
    12. 12. J u r a n d y c o n c l u i a me l o d ia e m u m l oc al de des t aque em um dos bar es .
    13. 13. J u r a n d y é r e c e b id o p o r v io l in is t a s .De p o is d a s 1 8 .0 0 h , o mú s ic o t o c a A v e M a r ia d e F c h u b e r t e   c a n ç õ e s r e g io n a is c o mo : A s a
    14. 14. O s o l v a i s e p o n d o d e ma n s in h o ,c e n t e n a s d e t u r is t a s e o p o v o d a t e r r a , s e a g l o me r a m n o s p íe r s à b e ir a r io p a r a a c o mp a n h a r o
    15. 15. A p a is a g e m é in e s q u e c ív e l e q u ev e m a t r a in d o t u r is t a s d e t o d o o mu n d o , p r in c ip a l me n t e o s q u e v ia j a m e m e mb a r c a ç õ e s .
    16. 16. A q u i o s v e l e j a d o r e s e ia t is t a se n c o n t r a m u m p o n t o d e a p o io p a r a a ma n u t e n ç ã o d o s b a r c o s . .
    17. 17. . . A P r a ia d o J a c a r é s e t o r n o u n o s ú l t imo s a n o s p a r a d ao b r ig a t ó r ia p a r a t o d o s o s q u e v is it a m a P a r a íb a .
    18. 18. Um p a r a ís o e c o l ó g ic o .L o c a l d e p e s c a r ia e d e e s p o r t e s c o mo o r e mo .
    19. 19. O p o r d o s o l n a P r a ia d e J a c a r é é u m mo me n t o d o s ma isd e s l u mb r a n t e s e p o é t ic o s q u e a mã e n a t u r e z a p o d e o f e r e c e r .
    20. 20. O c o l o r id o d a s n u v e n s t e n t a n d o e n c o b r ir o a s t r o r e i q u e s e r e c o l h e , é b e l ís s imo .
    21. 21. O v e r me l h o p ú r p u r a d o min a n d o oh o r iz o n t e , r e f l e t in d o o s ú l t imo s r a io s n a s p l á c id a s á g u a s d o r io q u a s e ma r é u m c o n v it e .
    22. 22. P a r a d a o b r ig a t ó r ia p a r a o s a d mir a d o r e s d a s b e l e z a s n a t u r a is .A s a n d o r in h a s c o n s t it u e m u m
    23. 23. B r is a a c a l e n t a d o r a e u m p o r d o s o l ma j e s t o s o .
    24. 24. Um v e r d a d e ir o e n c o n t r o c o m o De u s .
    25. 25. ÓT I M A S E M A NA P R A V OC Ê ! FI M

    ×