PAISAGEM COMO PATRIMÔNIO –
TERRA COMO RECURSO
RITA DE CÁSSIA MARTINS MONTEZUMA
NÚCLEO INTERDISCIPLINAR DE PESQUISA DE PAIS...
1 – A construção da paisagem:
formação da Baía de Guanabara
http://www.maps-for-free.com/
1.6.1 - Depressão Interplanáltica do Médio
Vale do Rio Paraíba do Sul Construção da Paisagem
1.4.3 - Escarpa das Serras
da...
BARTHOLOMEU et alii, 2013.
Fonte: Abreu, 2010
Terras da fazenda do Curral dos Padres (século XVII)
2 – Paisagem como recurso: a
herança dos povos nativos
 Território de paleoíndios – caçadores-coletores, sambaquieiros
 ...
Exploração de 1200 a 12000
toneladas/ano de pau brasil!
E quando o mar se agita surgem esses golfinhos
repentinamente à to...
Os ecossistemas existentes e usos associados
Percy Lau, Revista Brasileira de Geografia, vários anos
2 – Paisagem como rec...
3 – Paisagem subordinada: a
herança da colonização
 Das hidrovias às ferrovias
 Os engenhos
 Os descimentos e reduções ...
Os usos e tipos associados
Percy Lau, Revista Brasileira de Geografia, vários anos
O legado: recursos atuais
Patrimônio
histórico, cultural
e ambiental
Fotos: Rita Montezuma
O legado: recursos atuais
Foto: Rita Montezuma
Foto: Rita Montezuma
Foto: Rita Montezuma, adaptado do Mural de Divulgação ...
Ano Escravos Bovinos Equinos
1701 950 20.000 1.800
1707 900 17.780 2.864
1725 1.000 25.133 -------
1732 1.200 15.000 5.500...
Fontedosmapas:AMADOR,2013
Pr. Sacopenapã =
Copacabana
M. da Viúva
M. do Pão de
Açúcar
P. da Glória
P. do Calabouço
M. da ´Saúde
P. do Caju
Cidade Un...
4 – Paisagem em reinvenção – a
herança “desenvolvimentista” dos
séculos XX e XXI
 Das ferrovias às rodovias
 Retomada da...
4 – Paisagem em reinvenção – a herança “desenvolvimentista” dos séculos XX e XXI
4 – Paisagem em reinvenção – a herança “desenvolvimentista” dos séculos XX e XXI
4 – Paisagem em reinvenção – a herança “desenvolvimentista” dos séculos XX e XXI
4 – Paisagem em reinvenção – a herança “desenvolvimentista” dos séculos XX e XXI
Terminal Pesqueiro Público
= 50.000 m2
Complexo Industrial =
600.000 m2
Mapa de Saneamento
Mapa de Saneamento gerado para o Sistema de
Informações Geográficas do Comitê de Bacia da
Baía de Guana...
REFLEXÕES
 O que há para ser preservado?
 O que fazer para preservar?
 Há necessidade de se estabelecer território(s)
d...
Obrigada!
Foto: Rita Montezuma
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Paisagem como patrimônio – terra como recurso

510 visualizações

Publicada em

Apresentação da bióloga e professora do curso de Geografia da Universidade Federal Fluminense (UFF) Rita Montezuma feita no Seminário "Baía de Guanabara: patrimônio metropolitano".

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
510
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
55
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Paisagem como patrimônio – terra como recurso

  1. 1. PAISAGEM COMO PATRIMÔNIO – TERRA COMO RECURSO RITA DE CÁSSIA MARTINS MONTEZUMA NÚCLEO INTERDISCIPLINAR DE PESQUISA DE PAISAGENS – NIPP CNPQ POSGEO-DEPTO DE GEOGRAFIA-UFF RITAMONTEZUMA@ID.UFF.BR
  2. 2. 1 – A construção da paisagem: formação da Baía de Guanabara http://www.maps-for-free.com/
  3. 3. 1.6.1 - Depressão Interplanáltica do Médio Vale do Rio Paraíba do Sul Construção da Paisagem 1.4.3 - Escarpa das Serras das Araras e Paracambi 1.4.4. – do Couto e dos Órgãos 1.4.5 – de Santana e Botija 2.2.2 - Bacia Sedimentar Cenozóica, Flúvio-Marinha de Guanabara, Sepetiba e Restinga da Marambaia 2.2.3 – Baixada de Jacarepaguá 2.2.4 – Baixada da Região dos Lagos 1.2.3 - Maciços Alcalinos Intrusivos do Tinguá 1.2.4 – Mendanha 1.2.5 – de Itaúna 1.2.6 – Tanguá e Rio Bonito 1.1.3 – Maciços Costeiros e Interiores da Ilha da Madeira, Jaguanum e Itacuruçá 1.1.4 – da Pedra Branca 1.1.5 – da Tijuca 1.1.6 – da Região dos Lagos
  4. 4. BARTHOLOMEU et alii, 2013.
  5. 5. Fonte: Abreu, 2010 Terras da fazenda do Curral dos Padres (século XVII)
  6. 6. 2 – Paisagem como recurso: a herança dos povos nativos  Território de paleoíndios – caçadores-coletores, sambaquieiros  Territórios indígenas  Indios, europeus  Economia extrativista Foto: Rita Montezuma Foto: Rita Montezuma, adaptado do Mural de Divulgação do São Bento – campus da PUC/RIO
  7. 7. Exploração de 1200 a 12000 toneladas/ano de pau brasil! E quando o mar se agita surgem esses golfinhos repentinamente à tona d’água, mesmo à noite e tornam o Oceano quase verde. É um prazer ouvi-los roncar e fungar como porcos; mas quando os marinheiros os veem assim nadar e atormentar-se pressagiam próxima tempestade o que de fato muitas vezes vi acontecer. Por mar calmo reuniam-se não raro em tão grande número em torno de nós e até onde alcançava a vista parecia o mar coalhado de golfinhos; e como não se deixavam apanhar tão facilmente quanto os outros, não os tínhamos quando queríamos. “... Não me seria possível especificar minuciosamente todas as aves existentes no Brasil, tão diversas de nossas nas cores que lhes são peculiares, isto é, encarnado, branco, roxo, cinzento, púrpura, etc.” JEAN DE LERY, VIAGEM A TERRA DO BRASIL (1557-1558) 2 – Paisagem como recurso: a herança dos povos nativos
  8. 8. Os ecossistemas existentes e usos associados Percy Lau, Revista Brasileira de Geografia, vários anos 2 – Paisagem como recurso: a herança dos povos nativos
  9. 9. 3 – Paisagem subordinada: a herança da colonização  Das hidrovias às ferrovias  Os engenhos  Os descimentos e reduções indígenas  A economia jesuítica e os aldeamentos Fotos: Rita Montezuma
  10. 10. Os usos e tipos associados Percy Lau, Revista Brasileira de Geografia, vários anos
  11. 11. O legado: recursos atuais Patrimônio histórico, cultural e ambiental Fotos: Rita Montezuma
  12. 12. O legado: recursos atuais Foto: Rita Montezuma Foto: Rita Montezuma Foto: Rita Montezuma, adaptado do Mural de Divulgação do São Bento – campus da PUC/RIO
  13. 13. Ano Escravos Bovinos Equinos 1701 950 20.000 1.800 1707 900 17.780 2.864 1725 1.000 25.133 ------- 1732 1.200 15.000 5.500 1736 1.500 15.500 5.000 1738 2.586 23.836 4.443 1743 2.337 35.378 5.158 1757 2.651 29.141 5.780 1759 1.016 8.000 1768 1.237 1779 1.206 3.457 1791 1.342 7.159* Presença de escravos e de gado – Colégio do Rio de Janeiro. (Fonte: AMANTINO; COUTO, 2013, adaptado) * 1800/1801
  14. 14. Fontedosmapas:AMADOR,2013
  15. 15. Pr. Sacopenapã = Copacabana M. da Viúva M. do Pão de Açúcar P. da Glória P. do Calabouço M. da ´Saúde P. do Caju Cidade Universitária Fontedosmapas:AMADOR,2013
  16. 16. 4 – Paisagem em reinvenção – a herança “desenvolvimentista” dos séculos XX e XXI  Das ferrovias às rodovias  Retomada da economia fluminense  A reestruturação metropolitana – COMPERJ, ARCO METROPOLITANO, PORTO DE ITAGUAÍ, PORTO DO RIO, RIO CIDADE OLÍMPICA ...  Rearranjo sócio espacial
  17. 17. 4 – Paisagem em reinvenção – a herança “desenvolvimentista” dos séculos XX e XXI
  18. 18. 4 – Paisagem em reinvenção – a herança “desenvolvimentista” dos séculos XX e XXI
  19. 19. 4 – Paisagem em reinvenção – a herança “desenvolvimentista” dos séculos XX e XXI
  20. 20. 4 – Paisagem em reinvenção – a herança “desenvolvimentista” dos séculos XX e XXI
  21. 21. Terminal Pesqueiro Público = 50.000 m2 Complexo Industrial = 600.000 m2
  22. 22. Mapa de Saneamento Mapa de Saneamento gerado para o Sistema de Informações Geográficas do Comitê de Bacia da Baía de Guanabara 4 – Paisagem em reinvenção – a herança “desenvolvimentista” dos séculos XX e XXI Fonte: Comitê da Bacia da Baia de Guanabara Fotos:RitaMontezuma
  23. 23. REFLEXÕES  O que há para ser preservado?  O que fazer para preservar?  Há necessidade de se estabelecer território(s) de proteção do que existe?  Havendo, qual deve ser a natureza da proteção?  Quais atores devem exercer essa função?
  24. 24. Obrigada! Foto: Rita Montezuma

×