O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.
LIGAMENTO CRUZADO POSTERIOR-COMO EU TRATO?CLUBE DO JOELHO 04/02/2013                                             DIEGO MOU...
 Métodos por imagem- RX e RM Aspectos das lesões- Aguda x crônica Lesões associadas- Canto posterolateral Pós-operatório
   Estabilizador estático do joelho   Maior conhecimento sobre o LCP   Avaliação clínica   Efeitos a longo prazo do le...
 Bobinas específicas Joelho em extensão ou leve flexão Rápido (+/- 15 min) Protocolo (3 e 4 mm)- Sagital DP e T2- Coro...
   LCP NORMAL:-   Baixo sinal em todas as sequências-   Forma arqueada com joelho em extensão ou    levemente fletido-   ...
DICA IMPORTANTE!!!!SEMPRE QUE AVALIAR UM PLANO EM UMA DETERMINADA PONDERAÇÃOCOMPARAR COM O MESMO PLANO EM OUTRA PONDERAÇÃO...
CORONAL T1   AXIAL T2 COM FS
   Ligamentos meniscofemorais (Humprey    e Wrisberg)   Efeito do “ângulo mágico” nas    sequências T1 – áreas de alto s...
LIGAMENTOS MENISCOFEMORAIS
ÂNGULO MÁGICO
   Cerca de 23 % das lesões traumáticas    agudas do joelho   Lesões isoladas são menos frequentes-   ATENÇÃO COM O CANT...
 Localização- Intrassubstacial- Avulsão femoral- Avulsão tibial   Fase aguda x crônica-   Aguda – sensibilidade e especi...
   Lesão parcial / intersticial                   SAGITAL T2 FAT SAT
SAGITAL T1   SAGITAL T2 FAT SAT
   Lesão completa                SAGITAL T2 FAT SAT
SAGITAL T2 FAT SAT   SAGITAL T1
AJR:191, October 2008
 Ósseas (contusões) Ligamentares    (LCA,   colaterais   e  meniscofemorais) Meniscais Condrais Canto posterolateral
ANATOMIA COMPLEXA – ESTUDO MULTIPLANARIMPORTANTE IDENTIFICAÇÃO
LIGAMENTO COLATERAL LATERAL
TENDÃO BÍCEPS FEMORAL
MÚSCULO E TENDÃOPOPLÍTEO
MÚSCULO POPLÍTEO
LIG. ARQUEADO
DIREITOESQUERDO
SAGITAL T1
 RM apresenta um papel fundamental Necessidade      de   uma  avaliação  multidisciplanar “Checklist” Rotura (aguda x ...
OBRIGADO!!!
LIGAMENTO CRUZADO POSTERIOR ASPECTOS POR IMAGEM
LIGAMENTO CRUZADO POSTERIOR ASPECTOS POR IMAGEM
LIGAMENTO CRUZADO POSTERIOR ASPECTOS POR IMAGEM
LIGAMENTO CRUZADO POSTERIOR ASPECTOS POR IMAGEM
LIGAMENTO CRUZADO POSTERIOR ASPECTOS POR IMAGEM
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

LIGAMENTO CRUZADO POSTERIOR ASPECTOS POR IMAGEM

3.779 visualizações

Publicada em

LIGAMENTO CRUZADO POSTERIOR - COMO EU TRATO?
CLUBE DO JOELHO 04/03/2013

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

LIGAMENTO CRUZADO POSTERIOR ASPECTOS POR IMAGEM

  1. 1. LIGAMENTO CRUZADO POSTERIOR-COMO EU TRATO?CLUBE DO JOELHO 04/02/2013 DIEGO MOURA MÉDICO RADIOLOGISTA mouradiego@hotmail.com
  2. 2.  Métodos por imagem- RX e RM Aspectos das lesões- Aguda x crônica Lesões associadas- Canto posterolateral Pós-operatório
  3. 3.  Estabilizador estático do joelho Maior conhecimento sobre o LCP Avaliação clínica Efeitos a longo prazo do lesão crônica
  4. 4.  Bobinas específicas Joelho em extensão ou leve flexão Rápido (+/- 15 min) Protocolo (3 e 4 mm)- Sagital DP e T2- Coronal T1 e T2- Axial T2
  5. 5.  LCP NORMAL:- Baixo sinal em todas as sequências- Forma arqueada com joelho em extensão ou levemente fletido- Planos sagital e coronal: identificar o ligamento em no máximo duas imagens sequenciais
  6. 6. DICA IMPORTANTE!!!!SEMPRE QUE AVALIAR UM PLANO EM UMA DETERMINADA PONDERAÇÃOCOMPARAR COM O MESMO PLANO EM OUTRA PONDERAÇÃO SAGITAL DP SAGITAL T2 COM FS
  7. 7. CORONAL T1 AXIAL T2 COM FS
  8. 8.  Ligamentos meniscofemorais (Humprey e Wrisberg) Efeito do “ângulo mágico” nas sequências T1 – áreas de alto sinal Degeneração em pacientes mais velhos (degeneração mucóide)
  9. 9. LIGAMENTOS MENISCOFEMORAIS
  10. 10. ÂNGULO MÁGICO
  11. 11.  Cerca de 23 % das lesões traumáticas agudas do joelho Lesões isoladas são menos frequentes- ATENÇÃO COM O CANTO POSTEROLATERAL Lesões combinadas – incidência e probabilidade de tto cirúrgico maior
  12. 12.  Localização- Intrassubstacial- Avulsão femoral- Avulsão tibial Fase aguda x crônica- Aguda – sensibilidade e especificidade- Crônica – clínica
  13. 13.  Lesão parcial / intersticial SAGITAL T2 FAT SAT
  14. 14. SAGITAL T1 SAGITAL T2 FAT SAT
  15. 15.  Lesão completa SAGITAL T2 FAT SAT
  16. 16. SAGITAL T2 FAT SAT SAGITAL T1
  17. 17. AJR:191, October 2008
  18. 18.  Ósseas (contusões) Ligamentares (LCA, colaterais e meniscofemorais) Meniscais Condrais Canto posterolateral
  19. 19. ANATOMIA COMPLEXA – ESTUDO MULTIPLANARIMPORTANTE IDENTIFICAÇÃO
  20. 20. LIGAMENTO COLATERAL LATERAL
  21. 21. TENDÃO BÍCEPS FEMORAL
  22. 22. MÚSCULO E TENDÃOPOPLÍTEO
  23. 23. MÚSCULO POPLÍTEO
  24. 24. LIG. ARQUEADO
  25. 25. DIREITOESQUERDO
  26. 26. SAGITAL T1
  27. 27.  RM apresenta um papel fundamental Necessidade de uma avaliação multidisciplanar “Checklist” Rotura (aguda x crônica) Lesões associadas
  28. 28. OBRIGADO!!!

×