Brasil 
De 29 a 05 de julho de 2010
Good old days



                                         
   Nem vitrines interativas, nem
                              ...
Luxo na pele



                                        
     Desde que a Chanel lançou
                                  ...
My phone is off for you



                                              
    Quantas vezes durante um
                   ...
Madeira



                                   
   Em 2009, cientistas alemães da
                                   
   Fr...
Olho no lance!



                                          
     Inglaterra X Alemanha, 38
                              ...
O Weekly Report +5 é distribuído gratuitamente pela Inspiral Consultoria e Gestão de Marcas. Para saber mais, acesse www.i...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Weekly Report 5+ Inspiral - 29 jun a 05 jul

346 visualizações

Publicada em

Publicada em: Turismo, Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
346
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
21
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Weekly Report 5+ Inspiral - 29 jun a 05 jul

  1. 1. Brasil De 29 a 05 de julho de 2010
  2. 2. Good old days Nem vitrines interativas, nem tótens de realidade aumentada. Na contramão da maioria das lojas, alguns estabelecimentos buscam inspiração na simplicidade do passado para abrirem novos pontos de venda, em uma tentativa de resgatar a estética de lojas antigas, que existiam antes da chegada das grande redes. A Louis Vuitton quis recriar o mood de uma vila em sua nova loja em St. Tropez, na França, com um interior simples e valorizando o que mais importa: o produto. A Urban Outfitters foi mais longe e abriu quatro pontos de venda em Nova York, que remetem ao visual antigo da cidade. A nova loja da marca Freemans Sporting Club e da Crocs também apostam nesse visual em Nova York. Até a Imagens ilustrativas Miu Miu na Toscana está clean. É o antigo virando novo. De novo.
  3. 3. Luxo na pele Desde que a Chanel lançou tatuagens temporárias durante o desfile de primavera verão 2010 na Paris Fashion Week, um novo movimento surgiu: as tatoos saíram do underground para o mercado de luxo. Elas vêm inspirando marcas como o coletivo francês Tink-it - que reúne artistas criadores de obras de arte para serem usadas na pele – e o artista francês Jacques Blanc, que enfeita a pele com tatuagens feitas de ouro 24 quilates, e que duram apenas 24 horas. E para quem pode, a marca sul africana Shimansky tem uma versão de tatuagem temporária em diamantes que custa apena 924 mil dólares. Para poucos. Imagens ilustrativas
  4. 4. My phone is off for you Quantas vezes durante um jantar, ou reunião entre amigos você checa o celular? Vale a pena começar a reparar, pois muitas vezes isso incomoda quem está com você. Com esse tema a campanha “My phone is off for you” (meu telefone está desligado por você) vem sendo bem recebida pelo público. Com um lenço de pano que cobre o celular inteiro e bloqueia sinais luminosos, carimbo, adesivos e bottons, essa intervenção social pretende ser uma revolução com ferramentas para ajudar as pessoas a se engajarem no momento presente e real além de espalharem essa ideia para outros. A frase principal de divulgação é : “Estamos na mesma mesa mas, não estamos juntos” e promete ser a Imagens ilustrativas declaração de amor moderna.
  5. 5. Madeira Em 2009, cientistas alemães da Fraunhofer Institute for Chemical Technology (ICT), em Pfinztal, apontaram uma inovação que pode diminuir (e muito) o uso do plástico em nosso dia-a-dia: um composto químico que cria a madeira líquida. Se a descoberta será usada em larga escala substituindo o plástico, ainda não sabemos. O fato é que o uso da madeira no design, reaproveitada de outros objetos, ganha cada dia mais espaço entre os mais antenados, trazendo um pouco de natureza até aos ambientes mais artificiais. De cases para iPhone a sapatos by Maison Martin Margiela, a madeira é a protagonista. Imagens ilustrativas
  6. 6. Olho no lance! Inglaterra X Alemanha, 38 minutos de jogo nas oitavas de final da Copa do Mundo 2010, e o juiz uruguaio Jorge Larrionda não marca um gol legal da Inglaterra. O fato aqueceu uma campanha global pelo uso da tecnologia no futebol. Minutos após o lance polêmico, o Twitter ficou indisponível, e as palavras mais citadas passaram a ser Sepp Blatter (presidente da Fifa), Goal line technology e Jorge Larrionda. A repercussão fez a FIFA reconsiderar a implementaçao de dispositivos para auxiliar a arbitragem, e as novidades tecnológicas já começaram a aparecer: o Third Eye é um relógio criado pelo designer Andy Kurovets que mostra ao juiz os detalhes de cada lance. E em tempos de celulares com câmeras, nada mais Imagens ilustrativas passa despercebido.
  7. 7. O Weekly Report +5 é distribuído gratuitamente pela Inspiral Consultoria e Gestão de Marcas. Para saber mais, acesse www.inspiral.com.br

×