Patrimônio Cultural e Artístico

317 visualizações

Publicada em

Publicada em: Notícias e política
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
317
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Patrimônio Cultural e Artístico

  1. 1. Patrimônio Cultural e Artístico
  2. 2.  Patrimônio  cultural é o conjunto de todos os bens,  materiais ou imateriais, que, pelo seu valor próprio,  devam ser considerados de interesse relevante para a  permanência e a identidade da cultura de um povo. O património é a nossa herança do passado, com que  vivemos hoje, e que passamos às gerações  vindouras.  Do património cultural fazem parte bens imóveis tais  como castelos, igrejas, casas, praças, conjuntos  urbanos, e ainda locais dotados de expressivo valor  para a história, a arqueologia, a paleontologia e a  ciência em geral. Nos bens móveis incluem-se, por  exemplo, pinturas, esculturas e artesanato. Nos bens  imateriais considera-se a literatura, a música, o  folclore, a linguagem e os costumes. [4]  
  3. 3.         A proteção do patrimônio cultural As entidades que procedem à identificação e  classificação de certos bens como relevantes para a  cultura de um povo, de uma região ou mesmo de  toda a humanidade, visam também a salvaguarda e  a protecção desses bens, de forma a que cheguem  devidamente preservados às gerações vindouras, e  que possam ser objecto de estudo e fonte de  experiências emocionais para todos aqueles que os  visitem ou deles usufruam.  
  4. 4.                                Patrimônio artístico Define-se patrimônio artístico como uma coleção de obras  consideradas de elevado valor artístico. Como por exemplo  renomadas obras de pintura, arquitetura ou escultura. Obras  de reconhecido valor artístico costumam ser usadas como  reserva de valor, isto é, como forma de proteger o patrimônio  pessoal contra as incertezas da economia, podendo inclusive  constar em balanço patrimonial. Obras de autores  desconhecidos também podem ser usados como especulação,  no caso de futuro aumento de cotação das suas obras.  

×