Livro pdf

3.879 visualizações

Publicada em

Livro do Trabalho Final de Graduação Tecnológica em Design de Interiores FAAL 2012

Publicada em: Design
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.879
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
154
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Livro pdf

  1. 1. FAAL – FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO E ARTES DE LIMEIRA CURSO DE GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA EM DESIGN DE INTERIORES Ambientes Integrados ALUNO: Inayara Fernanda Fioramonte ORIENTADOR: Prof. MSc. Renata La Rocca LIMEIRA Dezembro de 2012
  2. 2. FAAL – FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO E ARTES DE LIMEIRA CURSO DE GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA EM DESIGN DE INTERIORES Ambientes Integrados ALUNO: Inayara Fernanda Fioramonte ORIENTADORA: Prof. MSc. Renata La Rocca Trabalho Final de Graduação apresentado à Banca Examinadora, como exigência para a obtenção de título de Graduação do Curso Tecnólogo em Design de Interiores, da Faculdade de Administração e Artes de Limeira, sob a orientação da Prof. MSc. Renata La Rocca LIMEIRA Dezembro de 2012 2
  3. 3. Dedico este trabalho a todas as pessoas queajudaram, contribuíram e acreditaram em mim para que este trabalho fosse desenvolvido. 3
  4. 4. AGRADECIMENTOSA Deus, que sempre esteve ao meu lado, me ajudando e me dando força.Ao meu namorado Pedro Leme, que sempre me apoiou e que contribuiu para a realização desteprojeto.Aos meus pais Elisângela e Marcio Fioramonte, por acreditarem em mim e fazer com que euchegasse até onde cheguei.Aos meus irmãos Lucas e Jamyle Fioramonte, por simplesmente fazerem parte da minha vida.Aos professores em geral da FAAL, que sempre me ajudaram muito. Vocês nunca sairão da minhamemória!Obrigada a todos vocês por fazerem parte da minha vida!Amo vocês! 4
  5. 5. RESUMO Um projeto residencial de uma cozinha integrada a uma sala de estar, juntamente com umjardim. Os clientes são pessoas tranquilas, que buscam o máximo de praticidade em seu dia a diasem perder a modernidade. A proposta é criar um ambiente integrado com o externo, que seja leve, com uma decoraçãotranquila sem perder a modernidade. Criar um ambiente aconchegante onde eles possam receber osamigos. Para isso foram utilizados materiais, específicos para que esses sentimentos fossemalcançados. Uma iluminação focada em pontos estratégicos cria cenários tanto no ambiente internoquanto no externo. 5
  6. 6. SUMÁRIO1. INTRODUÇÃO ........................................................................................................ 82. OBJETIVOS ............................................................................................................. 9 2.1. OBJETIVO GERAL ........................................................................................ 9 2.2 - OBJETIVOS ESPECÍFICOS ......................................................................... 93. ESTUDOS DE CASO ............................................................................................. 10 3.1. Estudo de Caso 1: Ambientes integrados ....................................................... 10 3.2. Estudo de Caso 2: Ambiente High Tech......................................................... 14 3.3. Estudo de Caso 3: Iluminação artificial e natural ........................................... 15 3.4. Estudo de Caso 4: Casa transparente em Tóquio ............................................ 20 3.5. Estudo de Caso 5: Sala de TV ........................................................................ 254. O CLIENTE ............................................................................................................ 29 4.1. Painel Semântico do Cliente .......................................................................... 30 4.2. Briefing ......................................................................................................... 305. CONCEITO ............................................................................................................ 34 5.1. Painel Semântico do Conceito ....................................................................... 356. PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DO PROJETO ...................................... 36 6.1. Levantamento ................................................................................................ 36 6.2. Estudos Preliminares ..................................................................................... 41 6.3. Anteprojeto ................................................................................................... 44 6.4. Projetos executivos ........................................................................................ 48 6.4.1. Localização da área de intervenção ........................................................ 48 6.4.2. Layout, cortes, vistas e fachada ............................................................. 49 6.4.3. Projeto Luminotécnico .......................................................................... 49 6.4.4. Projeto Instalações Prediais Elétricas e Hidráulicas ............................... 49 6.4.5. Paginação de Teto .................................................................................. 50 6
  7. 7. 6.4.6. Paginação de Piso .................................................................................. 50 6.4.7. Detalhes ................................................................................................. 50 6.4.8. Projeto de Mobiliário ............................................................................. 50 6.4.9. Estudos Cromáticos................................................................................ 50 6.4.10. Especificação de Materiais ................................................................... 52 6.4.11. Planilha de Planejamento de Execução e Orçamento da Obra ............... 58 6.4.12. Maquete eletrônica .............................................................................. 58 6.4.13. Maquete física ...................................................................................... 627. REFERÊNCIAS ...................................................................................................... 678. LISTA DE FIGURAS ............................................................................................. 689. A AUTORA ............................................................................................................ 72 7
  8. 8. 1. INTRODUÇÃO O projeto a ser desenvolvido é de uma cozinha americana integrada a uma sala de estar/TV,com vista para um jardim. Atualmente, as cozinhas americanas viraram padrão na escolha das famílias brasileiras.Além de ampliar o espaço, a cozinha americana permite que haja uma interação entre a pessoa queesta preparando algo na cozinha e as visitas na sala de estar. A sensação do aconchego é alcançadagraças à criação desses espaços de convivência familiar. Os clientes são pessoas modernas, que buscam por um ambiente tranquilo, onde tenha muitaventilação e iluminação natural durante o dia. São pessoas que buscam ao máximo a praticidadesem perder a elegância. Os ambientes são pequenos. No espaço há muitas janelas grandes de vidro. Um dos problemas encontrados é na sala de estar/TV que além de ser um espaço pequeno,da acesso ao corredor para os quartos, ou seja, tem uma porta no meio da parede onde fica atelevisão. Há certa dificuldade por parte dos clientes em definir onde irá ficar cada mobiliário. A proposta será criar um ambiente que pareça ser mais amplo, com uma decoração leve etranquila sem perder a modernidade, com uma iluminação acolhedora. Na parte do jardim, utilizarvários tipos diferentes de plantas, e o iluminar de forma a fazer um conjunto com a sala e a cozinha.Trazer um pouco da tranquilidade da natureza para dentro da residência. Unir o interno e o externo. 8
  9. 9. 2. OBJETIVOS2.1. Objetivo Geral O objetivo deste Trabalho Final de Graduação é desenvolver um projeto de uma cozinhaamericana, integrada a uma sala de estar/TV com vista para um jardim. Trazer tranquilidade,praticidade, leveza e modernidade ao ambiente. Para isso utilizar materiais específicos quecontribuam para as sensações esperadas.2.2. Objetivos Específicos-Propor um layout para a cozinha e sala de estar/TV-Realizar estudos de cores e texturas apropriadas-Valorizar o sistema de iluminação natural já presente na construção-Criar um sistema de iluminação especial para o jardim-Criar uma iluminação acolhedora para a sala de estar/TV-Resolver problemas de localização de mobiliário-Desenvolver projeto de paisagismo-Criar iluminação propícia à cozinha. 9
  10. 10. 3. ESTUDOS DE CASO3.1 Estudo de caso 1Ambientes integrados Hoje em dia, a busca pela praticidade e ganho de espaço para ambientes pequenos são itensprimordiais na escolha, e na elaboração de um projeto. Tornar a casa um espaço acolhedor eaconchegante para os moradores é um objetivo. A sensação de aconchego é alcançada pela criação de espaços de convivência interligadosdentro de qualquer residência. A tendência atual é que cada vez mais se aumente essa interaçãofamiliar, criando ambientes amplos, sem divisões, muitas vezes interligados a uma varanda, umhome theater, de acordo com o interesse e necessidade dos clientes. “Eu trabalho muito a decoraçãodesses ambientes integrados e eles já fazem parte do conceito de arquitetura. A integração deambientes não pode ser considerada apenas uma solução para se ganhar espaço, mas também paratornarmos espaços grandes mais aconchegantes, deixando assim, as pessoas mais próximas, semaquela divisão de ambientes. Já é muito grande a procura por móveis próprios para ambientesintegrados. O mobiliário é planejado para otimizar a área disponível”, explica o arquiteto MichaelSantiago. As cozinhas americanas viraram padrão de escolha em muitas casas brasileiras. Além deampliar o espaço, as cozinhas americanas são uma ótima opção para quem quer receber os amigos,preparar alguma coisa especial para comer e não ficar isolado, proporcionando uma excelenteconvivência familiar. O principal empecilho para quem adora este tipo de cozinha é o cheiro de gordura, que semistura ao ar rapidamente. Hoje em dia existem vários eletrodomésticos que bloqueiam o cheiro degordura e o impede de se misturar ao ar e tornar um ambiente desagradável. A integração dos ambientes não se dá apenas pelo fato de termos dois ambientes semdivisórias. Cores, materiais, e até mesmo mobiliários presentes na divisão entre os dois espaçospodem trazer a integração, como por exemplo, banquetas, uma bancada para refeições rápidas e atémesmo o mesmo estilo de decoração, pois os dois ambientes devem estar em harmonia. 10
  11. 11. Figura 1 – Cozinha integrada Essa cozinha é um bom exemplo da frase “menos é mais”. Presenciamos apenaseletrodomésticos essenciais como fogão, coifa e geladeira. Na separação dos ambientes notamos umvidro, que ainda torna os ambientes integrados pela transparência. Um ambiente integrado à sala deTV, com cores e texturas neutras, feita pela arquiteta Letícia Nobell Figura 2 – Cozinha e sala de estar 11
  12. 12. Esta é uma cozinha integrada a uma sala de estar, a divisão dos ambientes neste caso é feitapela bancada. Foram utilizados tons neutros, e a mesma madeira presente na cozinha esta tambémna sala, harmonizando os ambientes. Foi utilizada muita iluminação natural. Projeto dos arqutetosAlice Martins e Flávio Butti. Figura 3 – Integração total Esta é uma sala de TV, um ambiente que tem integração com vários cômodos desta casa.Notamos que atrás do sofá existe uma espécie de janela de correr que dá acesso ao escritório. Foramutilizados tons neutros e o couro. Projeto da arquiteta Alice Martins. Figura 4 – Sala de estar, jantar e escritório. 12
  13. 13. Em continuação com a imagem anterior, notamos atrás do sofá o escritório, e logo ao ladoda sala de TV vem a sala de jantar. No fundo está a cozinha. Foi utilizado o mesmo tipo de pisopara a sala de TV e jantar. Projeto da arquiteta Alice Martins. Figura 5 – Escritório Esse é o escritório. No lado esquerdo notamos a janela que dá acesso à sala de TV. O pisodeste ambiente foi diferenciado dos demais, inclusive os tons utilizados na decoração. Projeto daarquiteta Alice Martins. Figura 6 – Cozinha moderna 13
  14. 14. No fundo da residência esta a cozinha. Possui uma iluminação bem diferenciada e pisodiferente dos demais ambientes, porém permite totalmente a interação familiar. Projeto da arquitetaAlice Martins.3.2 Estudo de Caso 2Ambiente High Tech O ambiente no estilo high tech une todos os elementos de pura tecnologia a favor dafuncionalidade. Itens de ultima geração deixam a casa muito mais sofisticada e prática. Na utilização de materiais, são características marcantes a utilização do inox e do vidro. Toda a parte de eletrodomésticos é embutida. Para deixar a cozinha com a cara da tecnologia, são utilizados cooktops, fornos de embutir,coifas de ilha ou de parede, geladeiras side bye side, lava louças, microondas e coifa em um sóproduto. Figura 7 – Cozinha high tech. Nesta cozinha podemos notar o uso do inox. Todos os eletrodomésticos são embutidos. 14
  15. 15. Figura 8 – Cozinha high tech. Podemos notar na superfície à esquerda, um grande espelho, que traz amplitude aoambiente. No estilo high tech, há um diferencial em relação à iluminação. Ela é feita toda de LED, esão utilizadas muitas cores. É possível fazer com que as luzes sejam ajustadas por um tablet, porexemplo, para cozinhar, as luzes são projetadas na bancada para a ajuda no preparo dos alimentos.Já na hora do jantar, as luzes são projetadas nos pratos da mesa. Tem ainda um modo para o dia,que reduz o uso de energia.3.3 Estudo de Caso 3Iluminação artificial e natural A iluminação é um fator fundamental em qualquer ambiente, pois valoriza cada espaço, criacenários e até mesmo sensações. Fazer o projeto de iluminação é como vestir a casa e auxiliar nasfunções que serão exercidas em cada ambiente, facilitando a vida do morador. Existem dois tipos de iluminação, a iluminação natural adquirida através de ambientes commuitas janelas, vidros que permitem a passagem da iluminação do sol durante o dia. Temos também 15
  16. 16. a iluminação artificial, que é adquirida através de vários tipos de lâmpadas com cores e intensidadesdiferentes. Um dos fatores de muita importância na hora de fazer o projeto de iluminação é em relaçãoao conforto visual, que pode ser entendido como um conjunto de qualidades que tornam o ambienteagradável aos olhos. As lâmpadas indicadas para o uso residencial são as incandescentes, halógenas efluorescentes. As lâmpadas incandescentes são lâmpadas de custo inicial baixo, porém antieconômicaquando acesa por muito tempo e por possuir um alto consumo de energia, reduzindo sua vida útil. As lâmpadas halógenas são na verdade lâmpadas incandescentes, porém mais econômicascom maior vida útil. Possuem dimensão menor e a luz mais branca. Normalmente são aplicadas nailuminação de quadros, paredes, destaques em objetos, e até mesmo na iluminação indireta. Aolongo do tempo, pode ocorrer a diminuição da intensidade da luz e uma variação de tonalidade quevai do branco ao amarelo alaranjado. As lâmpadas fluorescentes compactas são bastante utilizadas em ambientes comerciais, poistem menor índice de reprodução de cor, ou seja, pode haver certa modificação nas cores doambiente que chegam ate nossa visão, o que pode ser desconfortável principalmente em ambientesde estar. Em locais de trabalho como cozinha e lavanderias é aconselhável a utilização de lâmpadascom um excelente índice de reprodução de cor. Isso é importante para você identificar astonalidades exatas dos alimentos. 16
  17. 17. Figura 9 – Cozinha com luz focada Na parede do fundo, a sanca de gesso está iluminada com lâmpadas fluorescentes de 32W.Já na parte inferior dos armários, existem lâmpadas halógenas bipino de 32W. Os pendentesmarcam o balcão. “Todas as peças ficam ligadas em dimmers que permitem selecionar a cenadesejada” Projeto do arquiteto Álvaro Côrtes e projeto de iluminação do lighting designer RafaelLeão. Figura 10 – Cozinha com iluminação em LED 17
  18. 18. Na iluminação desta cozinha foi utilizada a luz de LED vermelha na ilha central, onde temágua, com a finalidade de despertar os sentidos de quem está no ambiente, explica o arquitetoGustavo Pinto. A luz de LED além de possuir um baixo consumo de energia, permite uma ótimavisualização dos alimentos. Os pendentes logo acima da ilha deixam a luz mais direcionada para asrefeições. A iluminação do jardim também é muito necessária. Ela pode formar um caminho para apessoa seguir, pode destacar as plantas e até mesmo se integrar de alguma forma com o ambienteinterno. Figura 11 – Jardim com iluminação colorida Nesta área foi utilizada lâmpadas halógenas para destaque nas plantas com coresdiferenciadas. Projeto da arquiteta Luciana Moreno. 18
  19. 19. Figura 12 – Jardim iluminação no chão Este tipo de iluminação presente no chão serve para marcar o caminho. Presenciamostambém o uso de iluminação focada nos caules das árvores. Figura 13 – Iluminação no jardim 19
  20. 20. Iluminação focada nos caules das palmeiras cria um efeito muito sofisticado. Figura 14 – Sala de TV com iluminação natural A iluminação natural é adquirida graças à grande janela que também proporciona muita ventilação ao ambiente. 3.4 Estudo de caso 4 Casa transparente em Tóquio Arquitetos: Sou Fujimoto Architects Ano Projeto: 2010 Área construída: 84,91 m² Área do terreno: 54,99 m² Localização: Tóquio, Japão Fotógrafo: Iwan Baan A CasaNA, como é chamada em Tóquio, é uma casa totalmente transparente que foi projetada pela empresa Sou Fujimoto Arquitetura. 20
  21. 21. Esta casa foi projetada para um casal jovem, com o conceito de viver em uma árvore. A casaé muito espaçosa, composta por 21 placas de piso individuais em alturas diversificadas, parasatisfazer o desejo dos clientes que era de viver como nômades dentro de sua própria casa. Esse projeto é um belo exemplo de integração total. Apesar de ser totalmente de vidro,oferece um espaço de intimidade para duas pessoas e ao mesmo receber amigos. Por um lado, a casa transparente permite que você veja a paisagem que esta em seu redor,porém da mesma forma as pessoas que estão ao redor da casa também podem ver o que você estafazendo. Para quem gosta de total privacidade, este tipo de moradia não é o mais adequado. Sobre o conceito utilizado Sou Fujimoto afirma: “O ponto intrigante de uma árvore é queesses lugares não são hermeticamente isolados, mas são conectados uns aos outros em suarelatividade única. Para ouvir a voz de alguém do outro lado e acima, pulando para outro ramo, umadiscussão acontece pelos galhos por membros de diferentes galhos. Estes são alguns dos momentosde riqueza encontrados através de uma vida tão espacialmente densa.”. Figura15- Fachada casa transparente. Projeto da empresa Sou Fujimoto Arquitetura 21
  22. 22. Figura16- Interior casa transparente. Projeto da empresa Sou Fujimoto Arquitetura Figura 17 – Interior casa transparente. Projeto da empresa 22
  23. 23. Figura 18 – Interior casa transparente. Projeto da empresa Sou Fujimoto ArquiteturaPara entender melhor o projeto, abaixo temos alguns cortes. 23
  24. 24. Figura 19 – Desenhos técnicos casa transparente 24
  25. 25. 3.5 Estudo de Caso 5Sala de TV A sala de TV é o ambiente mais utilizado no dia a dia das pessoas. É ali que curtimos afamília, recebemos os amigos, e aproveitamos os momentos de lazer. A sala de TV merece muitoscuidados para que fique com um aspecto visual tranquilo e acolhedor. Figura 20- Sala de TV Esta sala de TV é muito elegante. Os tons neutros como bege, marrom e branco criam umagrande harmonia no ambiente. O painel da TV em madeira traz o aconchego na medida certa. Asduas Chaises brancas fornecem um momento de tranquilidade ao morador. Projeto de DanielViesser Valente 25
  26. 26. Figura 21- Sala de TV aconchegante Esta sala de TV é bem clean. O sofá em branco contrasta com o painel de madeira. Umambiente bem leve e tranquilo. Projeto de Fátima Lima para a Casa Cor de Goiás Figura 22- Para receber os amigos 26
  27. 27. Nesta sala de TV o que mais chama a atenção é o enorme sofá em “L” que aproveita muitobem o espaço e traz muito conforto. Este tipo de sofá pode abrigar muita gente, ideal para quemadora receber os amigos em casa. Projeto de Gisele Busmayer Figura 23- Sala de TV moderna Sala de TV toda branca é muito moderna. O contraste entre a parede e os móveis brancos e aestante em um material preto brilhante fica muito interessante. Uma sala muito aconchegante etranquila. Projeto de Ivan Wodzinsky para a Casa Cor Paraná em 2011 27
  28. 28. Figura 24- Sala de TV em tons neutros Esta sala de TV tem um aspecto visual muito leve. O móvel da TV fica quase que únicodevido a laca branca. A mesinha de centro em vidro deixou o ambiente em harmonia e limpo.Projeto de Mariana Stockler e Fernanda Bório 28
  29. 29. 4. O CLIENTE Mariane Rodrigues Leme tem 28 anos, é formada em Letras, é também técnica emComunicação Visual e trabalha atualmente como auxiliar administrativa na empresa de seu marido. Uma pessoa tranquila, que adora fotografar diferentes tipos de situações. Acessa a internet,lê a revista Nova da Editora Abril. Gosta de música sertaneja como Victor e Léo. Aos fins desemana, gosta de sair para barzinhos, ir ao cinema, ou assistir filmes em casa mesmo. Seu filmepreferido é comédia romântica, com o filme Antes que termine o dia. É uma pessoa moderna, que sempre acompanha as tendências da moda. Adora brincos,colares e pulseiras. Tem preferências por cores claras.Juliano Alves tem 30 anos, é biólogo, professor e ambientalista. Atualmente trabalha em sua própriaempresa, a Ecoflora localizada na cidade de Leme-SP, que trabalha com reflorestamento. Uma pessoa que tem como hoby ir para o sítio, e curtir a tranquilidade da natureza. Gosta de musicas raízes como Tião Carreiro e Pardinho. Aos finais de semana também costuma ir a barzinhos, no cinema com sua mulher.Gosta de filmes épicos como O Gladiador. Se considera uma pessoa básica, porém moderna. Tempreferência por cores claras. São pessoas que gostam das mesmas coisas, que vão para os mesmos lugares. Um casal quetransmite muita confiança em cada palavra. 29
  30. 30. 4.1. Painel Semântico do Cliente Figura 25 – Painel semântico do cliente Os clientes são pessoas tranquilas, que buscam pela praticidade no dia a dia sem perder amodernidade.4.2. BriefingQuestões individuaisNome: Juliano AlvesIdade: 30Profissão: Empresário, biólogo, professor, ambientalista.O que gosta de fazer nas horas de lazer?Ir para o sítio.Que tipo de música você gosta?Gosto de musicas sertanejas raiz, como Tião Carreiro e Pardinho 30
  31. 31. Que tipo de filme você gosta?Filmes épicos, como O GladiadorNa sua cozinha, o que não pode ter?Não pode ter tapete.Na sua cozinha, o que não pode faltar?TelevisãoNa sua sala, o que não pode ter?Mesinha de centroNa sua sala o que não pode faltar de jeito nenhum?Muita ventilaçãoOnde você costuma fazer suas refeições?Antes eu tinha o costume de comer no quarto. Agora faço minhas refeições na mesa.Você se considera uma pessoa básica, moderna, ou extravagante?Sou básicoVocê tem a preferência por cores escuras ou claras?ClarasQual é sua expectativa em relação ao projeto?Espero que os problemas com o espaço sejam resolvidos.Nome: Mariane LemeIdade: 28Profissão: Auxiliar Administrativa, Professora.O que gosta de fazer nas horas de lazer? 31
  32. 32. Adoro fotografar, usar internet, ler a revista Nova da Editora Abril e passear.Que tipo de música você gosta?Gosto de sertanejo. Minha dupla preferida é Victor e Léo.Que tipo de filme você gosta?Assisto muito comédia romântica. O que mais gosto é o filme antes que termine o dia.Na sua cozinha, o que não pode ter de jeito nenhum?Freezer, azulejo preto, coisas cheias de desenhos, nada plástico.Na sua cozinha, o que não pode faltar de jeito nenhum?Geladeira Side bye Side, microondas, mixer, geladeira, fogão, TV.Na sua sala, o que não pode ter de jeito nenhum?Muito enfeite, cortina grande, tapete muito peludo.Na sua sala o que não pode faltar de jeito nenhum?Televisão, home, videogame.Onde você costuma fazer suas refeições?Cozinha, quarto.Você se considera uma pessoa básica, moderna, ou extravagante?ModernaVocê tem a preferência por cores escuras ou claras?ClarasQual é sua expectativa em relação ao projeto?Espero ser surpreendida com novidades.Questões para todos os moradores da residênciaNa sua casa, cozinhar será uma atividade:( x) Diária 32
  33. 33. ( ) De vez em quando( ) É raríssimo alguém cozinharQuais eletrodomésticos terão na sua cozinha?( x ) Geladeira( ) Fogão( x ) Cooktop. De quantas bocas? 5 inox( x ) Microondas( x ) Forno de embutir( ) Outros. Quais? Coifa.Tem algo mais que será feito na cozinha além de cozinhar?Comer.Quais móveis que deverão estar presentes no projeto da sala?( x) Sofa( ) Poltrona( ) Outros. Quais? Mesa c/ abajur, iluminação.Quais eletrônicos serão utilizados na sala?( x ) Dvd( x ) Home Teacher( x ) Tv. LCD ou convencional? De quantas polegadas? “LED 42”( ) Rádio( ) Outros. Quais? Blue RayAlém de assistir a TV, tem algo mais que será feito na sala?Dormir, assistir filmes, comer, receber os amigos.Vocês tem alguma cor de tinta em mente para ser utilizada no projeto?Não. Apenas o branco.Vocês já escolheram algum tipo de revestimento para a obra?Piso Porcelanato. 33
  34. 34. Vocês tem alguma ideia em mente que gostariam de adicionar ao projeto?Cooktop perto da porta. Geladeira de frente para o cooktop. Bancada.Vocês tem algum limite de custo?( ) Sim ( x) NãoSe sim, qual seria esse valor?Informações adicionais:Tem preferência por vidro e inox.Querem um bom projeto de iluminação.5. CONCEITO O conceito adotado no projeto é o de “integração”. O principal objetivo a ser alcançado comesse conceito é de unir o ambiente interno e o externo da residência, trazendo continuidade, com aintenção de harmonizar e integrar diferentes espaços. Para que essa integração seja alcançada, umdos caminhos é a utilização de transparências de materiais, trazendo a tranquilidade do meioambiente para dentro da residência durante o dia, e a modernidade e sofisticação desse jardimiluminado durante a noite. 34
  35. 35. 5.1 Painel Semântico do Conceito Figura 26 – Painel semântico do conceito O conceito utilizado será a integração. A união do ambiente interno com o externo. Utilizaro máximo de materiais possíveis que transmita modernidade, liberdade, leveza e continuidade. A transparência ajuda no projeto de forma a traduzir a questão da natureza, da tranquilidade,da boa ventilação e do lado moderno. 35
  36. 36. 6. PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DO PROJETO A partir da ideia de criar um ambiente moderno, leve e principalmente prático, foi adotado oconceito integração. Foi criado um ambiente aconchegante, onde os clientes podem diariamentereceber os amigos, e apreciar o simples, porém útil jardim feito ao lado da sala. Para ajudar na criação do sentimento de aconchego, foi utilizada uma iluminação focada,porém que não ofusca os olhos e permite um ótimo conforto visual. Na área do jardim, a iluminaçãoé bem focada, criando assim vários efeitos.6.1. Levantamento Figura 27 – Foto externa dos ambientes Esta foto mostra a parte externa da cozinha e sala de TV. Notamos várias aberturas nessafachada para que haja muita iluminação e ventilação na residência. Logo abaixo dessa aberturamaior, no chão há um buraco. Nesse local será feito uma espécie de lago, com vários peixes e muitobem iluminado. O casal ainda não decidiu se vão fazer uma escada ou uma rampa para o acesso àsala. 36
  37. 37. Figura 28 – Foto interna sala Esta é uma foto da sala de TV. Ao lado fica a cozinha. Esta abertura será onde ficará ojardim. Aquela porta que aparece ao fundo após a janela é uma lavanderia. A área do jardim só teráacesso pela lavanderia. Figura 29 – Cozinha A cozinha é separada da sala apenas por essa parede. Ao fundo vemos a janela e a porta queda vista e acesso á área de lazer. Nessa parede, o casal gostaria que fosse feita uma bancada pararefeições rápidas. 37
  38. 38. Figura 30 – Sala de TV O problema a ser resolvido esta na sala de TV. Existe essa porta que dá acesso aos quartosno meio da parede, dificultando a posição que ficará a TV, e consequentemente os móveis. Figura 31 – Foto interna sala. Esta foto mostra a parte interna da sala de TV, onde esta localizada a porta de entrada e asaberturas onde serão janelas. Como podemos notar o terreno é bem grande, onde há umajabuticabeira e a piscina. 38
  39. 39. Figura 32 – Foto cozinha/sala TV. Figura 33 – Jardim Esta é a parte onde será feito o jardim. No lado direito localizamos a sala de TV. O espaçodo jardim é bem grande. No fundo deste jardim esta a janela do banheiro e do closet do casal. 39
  40. 40. Figura 34 – Foto da casa inteira Figura 35 – Lote inteiro. O lote da casa é muito extenso. No lado direito esta a piscina e a Jabuticabeira. Logo atrásda árvore será a garagem. Do lado esquerdo será uma academia e um SPA. 40
  41. 41. 6.2. Estudos Preliminares Figura 36 – Vista da fachada Figura 37 – Interior sala/cozinha Logo entrando na sala, notamos o sofá em forma de “L” em couro na cor preta. Uma ilha emmadeira onde fica o cooktop e o forno de embutir. Saindo dessa ilha uma mesa para três pessoas. 41
  42. 42. Figura 38 – Interior sala/cozinha Na janela ao lado da porta de entrada principal, esta um aparador. Um modelo simples ondeos moradores podem colocar porta retratos e objetos decorativos. Em cima da bancada de refeiçõesexistem 3 spots de luz bem focada. Nesta sala a proposta é de não ter um local fixo para a televisão. No teto ficará um trilhoonde a TV correrá pelo dois cômodos, criando uma integração total. Figura 39 - Cozinha Logo após a ilha fica a cozinha.Toda a parte de eletrodomésticos em inox escovado. 42
  43. 43. Figura 40 – Vista da cozinha Figura 41 – Vista da cozinha 43
  44. 44. Figura 42- Vista cozinha/sala TV6.3. Anteprojeto Figura 43 – Foto interior sala antes 44
  45. 45. Figura 44 – Interior sala depois Ao entrar na sala, presenciamos o sofá em “L”, que aproveita muito bem o espaço. Abancada de refeição feita de Fórmica vermelha cria um contraste moderno ao ambiente. Figura 45 – Foto cozinha antes 45
  46. 46. Figura 46 – Foto cozinha depois Para dar modernidade ao ambiente foram utilizadas cadeiras transparentes. A pastilha laranjaao lado da janela quebra os tons neutros. Foi utilizada uma iluminação focada em cima da bancadade refeições. Figura 47 – Foto sala antes 46
  47. 47. Figura 48 – Foto sala depois Logo na janela de entrada existe este aparador. Um modelo simples, que não tampatotalmente a visão de fora para dentro e vice – versa. Foi utilizada uma iluminação bem focada emcima desse aparador. Figura 49 – Foto interior antes 47
  48. 48. Figura 50 – Foto interior depois Neste projeto a TV deverá ficar em um trilho no teto, criando assim uma integração maior entre osambientes Os armários da cozinha são planejados, marca Italínea com todos os puxadores acoplados,garantindo assim um visual mais limpo e agradável. O granito utilizado foi o Café Imperial6.4. Projetos executivosPlantas baixas e todo tipo de detalhamentos vide final deste livro.6.4.1. Localização da área de intervençãoPlanta baixa de área de intervenção na residência vide final deste livro.A obra está localizada na Rua Giácomo Fior, 448 Jardim Amália em Leme/SP 48
  49. 49. Figura 51 – Área de intervenção – Google Maps6.4.2. Layout, cortes, vistas e fachada.Plantas baixas, layouts, cortes e vistas vide final deste livro.6.4.3. Projeto Luminotécnico Planta do projeto luminotécnico vide final deste livro. Para a elaboração deste projeto e criação de um ambiente com iluminação calma eaconchegante, foram utilizadas lâmpadas halógenas, que possuem um ótimo indice de reproduçãode cor, iluminação propícia à cozinha que necessita de maior visibilidade na hora do preparo dosalimentos. Também, a lâmpada com iluminação mais amarelada é a ideal para ambientes dedescanso, e tranquilos, como no caso a sala de TV. Para a área do jardim foram utilizados spots de luz em pontos específicos com luz de LED,na cor verde.6.4.4 Projeto Instalações Prediais Elétricas e HidráulicasPlanta elétrica e hidráulica vide final deste livro 49
  50. 50. 6.4.5. Paginação de TetoPaginação de teto vide final deste livro.6.4.6. Paginação de PisoPaginação de piso vide final deste livro.6.4.7. DetalhesDetalhamentos vide final deste livro.6.4.8. Projeto de MobiliárioProjeto de mobiliário vide final deste livro6.4.9. Estudos CromáticosEstudo cromático nº1As cores utilizadas para o estudo cromático 1 foram: Figura 52 – Cores para estudo 1. - Cinza – Azul – Preto - Branco 50
  51. 51. Figura 53 – Composição estudo 1. Apesar da utilização de cores tranquilas como o azul o e cinza, que se encaixam, este estudocromático, não garante muita modernidade e um diferencial ao projeto. Fica tudo em cores neutras,causa uma sensação enjoativa, de mesmice.Estudo cromático nº2Para a realização deste projeto foram utilizadas as seguintes cores: Figura 54 – Cores para projeto - Marrom - Bege - Vermelho -Preto -Branco. Figura 55– composição de estudo cromático 51
  52. 52. A utilização das cores marrom e bege nos remete ao aconchego, a tranquilidade, sentimentosesperados para este projeto. Já o vermelho entra como uma cor de destaque e modernidade, esegurança. O branco e o preto foram utilizados apenas em detalhes. Uma composição muitoharmônica, tranquila e moderna.6.5.0. Especificação de MateriaisMaterial Descrição Empresa Quantidade Valor Valor unitário total Tinta acrílica C&C Casa 1 R$ R$ fosca Marfim e 217,90 217,90 da Suvinil. Construção Lata com 18 litros Tinta acrílica C&C Casa 1 217,90 217,90 fosca Branca e Suvinil. Lata Cosntrução com 18 litros Tinta acrílica C&C Casa 1 R$ R$ fosca Tomate e 217,90 217,90 Seco da Construção Suvinil. Lata com 18 litros Cadeira Mercado 3 R$ R$ transparente Livre 330,00 990,00 Philippe Starck 52
  53. 53. Granito Café Souza 6,63 m² R$ R$Imperial Mármores 430,00 2.850,90 m²Misturador Hidronox 1 R$ R$para cozinha 348,80 348,80de mesa –Bica móvelLorenzettiPastilha de C&C Casa 1,89 m² R$ 31,15 R$vidro Iris e m² 58,90Laranja Construção30x30 pçFórmica Casa do 2 R$ 92,87 R$vermelho marceneiro 185,74CardealBrilhanteMadeyra Casa Abril 30,08 m² R$ R$Vechia 207,00 6.226,56Portobello. m²37,5x150Pufe Jet Tok&Stok 3 R$ R$Setter. Cor 120,00 360,00Tipo cobreKim módulo Tok&Stok 2 R$ R$sofá 1 lugar. 1.570,00 3.140,00Cor PlainHigh Bege 53
  54. 54. Kim módulo Tok&Stok 1 R$ R$sofá canto. 1.570,00 1.570,00Cor PlainHigh BegeSpot Star de E-Lustre 8 R$ R$Sobrepor 148,46 1.187,68Pendente E-Lustre 6 R$ R$copo mix 149,90 899,40metal. CorprataArmários Duarte 1 R$ R$cozinha Móveis 4.514,26 4.514,26Italínea. Planejados – Leme/SPMDP e MDPna cor brancaAparador Duarte 1 R$ R$Italínea. Móveis 995,66 995,66MDP e MFD Planejadosna cor branca – Leme/SPCooktop a Extra 1 R$ R$gás 5 629,00 629,00queimadoresBrastemp. 54
  55. 55. Geladeira Extra 1 R$ R$Brastemp 2.699,90 2.699,90Frost FreeDuplexForno de Casas Bahia 1 R$ R$embutir 2.402,55 2.402,55elétricoBrastemp. Vidro Mercado 15,81 m² R$ R$ temperado Livre 130,00 2.055,30 8mm Planta Floricultura 9 hastes R$ 12,00 R$ Raphis do Alemão 108,00 Piracicaba - SPBambuzinho Floricultura 150 R$ R$ do Alemão 500,00 500,00 Piracicaba - SP 55
  56. 56. Cebolinha Floricultura 10 R$ 1,00 R$ do Alemão 10,00 Piracicaba - SPCheiro verde Floricultura 10 R$ 1,00 R$ do Alemão 10,00 Piracicaba - SPPlanta Hera Floricultura 4 R$ 5,00 20,00 do Alemão Piracicaba - SPLança de São Floricultura 7 R$ 5,00 R$ Jorge do Alemão 35,00 Piracicaba - SPLírio da Paz Floricultura 24 R$ 12,00 R$ do Alemão cx c/12 24,00 Piracicaba - SP Pimentas Floricultura 10 R$ 1,00 R$ do Alemão 10,00 Piracicaba - SP 56
  57. 57. Treliça de Floricultura 3 R$ R$ ferro do Alemão 200,00 600,00 Piracicaba - SP Vaso Floricultura 3 R$ R$ do Alemão 150,00 450,00 Piracicaba - SPGrelha (ralo) Floricultura 5 R$ 35,00 R$ do Alemão 175,00 Piracicaba - SP Pedrinhas Floricultura 8 R$ 25,00 R$ do Alemão 200,00 Piracicaba - SPSuporte para Suportal 1 R$ R$ tv sob medida 950,00 950,00 57
  58. 58. Trilho para Suportal 5,98 m R$ R$ tv sob medida 2425,00 a 4850,00 cada 2,5m6.4.11. Planilha de Planejamento de Execução e Orçamento da Obra 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21Gesso x xPiso porcelanato emadeyra x x x xPintura x xPortas e janelas x x xInst. elétricas x xTrilho para TV c/ suporte xMontagem móveisplanejados xGranito x xMóveis em geral x xPlantas x x x6.4.12. Perspectiva eletrônica final Figura 56 – Render interior sala 58
  59. 59. Nesta imagem podemos notar a ilha com cooktop e forno de embutir, juntamente com abancada para refeições rápidas. No fundo está o jardim, que quando iluminado a noite, cria umefeito diferenciado para a sala. Figura 57 – Render interior sala Nesta imagem notamos o aparador, que abriga elementos decorativos de todos os tipos. Abaixo do aparador estão três pufes, para que quando os clientes forem receber amigos, fazer uso. Ailuminação está bem focada em cima do aparador, graças aos pendentes. Figura 58 – Render interior cozinha 59
  60. 60. Nesta imagem notamos com facilidade a bancada para refeições que acomoda três pessoas.A iluminação é bem focada em cima da bancada, criando um ambiente moderno. Ao fundo, aspastilhas em tom de laranja, quebram os tons neutros. Figura 59 – Render da cozinha Toda a parte de armários foi feita planejados da marca Italínea. Figura 60 – Render da sala O revestimento mais utilizado que aparece tanto na parede da sala, quando no chão dojardim é a Madeyra Vechia da Castelatto. Um revestimento, muito fácil de limpar e que deixaqualquer ambiente muito sofisticado. 60
  61. 61. Figura 61 – Render jardim Tanto da sala para o jardim, quanto do jardim para a sala, há uma visibilidade do todo muitoleve. A presença desta vista para o jardim deixa o ambiente tranquilo e muito moderno quandoiluminado. Figura 62 - Jardim 61
  62. 62. 6.4.13. Fotos da maquete física Figura 63 – Vista maquete em planta Figura 64 – Vista cozinha em planta 62
  63. 63. Figura 65 – Vista sala/jardim em planta Figura 66 – Vista sala de TV/Jardim A parede atrás do sofá revestida com a Madeyra Vechia da Castelatto da sofisticação aoambiente. No centro, está a ilha com cooktop e bancada para refeições em fórmica vermelha, destaquena decoração. 63
  64. 64. Figura 67 – Vista cozinhaNesta foto notamos a pastilha laranja contínua ao lado da janela. A ilha com cooktop e forno deembutir. Todos os armários são planejados, feitos de MDP e MDF da marca Italínea. Figura 68 – Vista cozinha /sala A utilização de transparências no projeto, como muitas janelas de vidro e as cadeirastransparentes, dão muita amplitude ao ambiente e uma integração com o todo. 64
  65. 65. Figura 69 – Vista jardimNo jardim foram utilizadas pedrinhas nas cores branca e cinza. O chão é feito da Madeyra Vechiada Castelatto, dando muita sofisticação ao ambiente. Foram utilizadas plantas como, Lança de SãoJorge, Lírio da Paz, tipos de temperos para uma mini-horta, e Raphis. Figura 70 – Vista jardim Na parede ao fundo foi utilizado bambuzinho amarelo, dando assim destaque na paredetomate seco da Suvinil. 65
  66. 66. Figura 71 – Vista jardimCom a utilização do vidro no projeto, há uma integração maior do exterior com o interior,fornecendo leveza ao projeto. 66
  67. 67. 7. REFERÊNCIASARCHDAILY. Casa NA/ Sou Fujimoto Architects, Arch Daily Brasil. Disponível em:<http://www.archdaily.com.br/47015/casa-na-sou-fujimoto-architects/> Acesso em: 27 ago. 2012.ARQUITETADEISESOARES. Com o pé na cozinha, Deise Soares. Disponível em:<http://arquitetadeisesoares.blogspot.com.br/2012/07/com-o-pe-na-cozinha.htm > Acesso em: 23ago. 2012.AMFB. Arquitetura e design de interiores, Alice Martins. Disponível em:<http://www.amfb.com.br/>. Acesso em: 23 ago. 2012.ASSIMMEUGOSTO. Sala de TV, Cristina Campos. Disponível em:<http://assimeugosto.com/tag/aconchegante> em: 27 ago. 2012.CASA.ABRIL. Oito exemplos de boa iluminação na cozinha, Danilo Costa. Disponível em:<http://casa.abril.com.br/materia/areas-claras-e-funcionais> Acesso em: 26 ago. 2012.LOJASKDBLOG. Cozinhas americanas para apartamentos pequenos, Lukas. Disponível em:<http://www.lojaskdblog.com.br/blog/2012/06/08/cozinha-americana-para-apartamentos-pequenos/#.UDonWMGPVIE> Acesso em: 22 ago. 2012.MDEMULHER.ABRIL. Iluminação: 29 projetos com os diferentes tipos de lâmpadas para você seinspirar, Helena Dias. Disponível em:<http://mdemulher.abril.com.br/casa/fotos/decoracao/iluminacao-25-projetos-diferentes-tipos-lampadas-voce-se-inspirar-677052.shtml#13> Acesso em: 25 ago. 2012.MUNDOWALMART. Ambientes integrados, Revista Decorar. Disponível em:<http://www.mundowalmart.com.br/sua-casa-sua-cara-ambientes-integrados/>. Acesso em: 22 ago.2012.PAPODEDESIGN. Cozinhas integradas, Cris Quintas. Disponível em:<http://www.papodedesign.com/2011/08/cozinhas-integradas.html#axzz24ezCBaM3> Acesso em:24 ago. 2012. 67
  68. 68. 8. LISTA DE FIGURASFigura 1 – Cozinha integrada. Projeto retirado de: http://leticianobell.com.br. Acesso em 23 deagosto de 2012Figura 2 – Cozinha e sala de estar. Projeto retirado de www.amfb.com.br/. Acesso em 23 de agostode 2012Figura 3 – Integração total. Projeto retirado de: http://www.amfb.com.br/. Acesso em 23 de Agostode 2012.Figura 4 – Sala de estar, jantar e escritório. Projeto retirado de: http://www.amfb.com.br/. Acessoem 23 de Agosto de 2012.Figura 5 – Escritório. Projeto retirado de: http://www.amfb.com.br/. Acesso em 23 de Agosto de2012.Figura 6 – Cozinha moderna. Projeto retirado de: http://www.amfb.com.br/. Acesso em 23 deAgosto de 2012.Figura 7 – Cozinha High Tech . Projeto retirado de:http://arquitetadeisesoares.blogspot.com.br/2012/07/com-o-pe-na-cozinha.html. Acesso em 25 deAgosto de 2012.Figura 8 – Cozinha High Tech . Projeto retirado de:http://arquitetadeisesoares.blogspot.com.br/2012/07/com-o-pe-na-cozinha.html. Acesso em 25 deAgosto de 2012.Figura 9 – Cozinha com luz focada. Projeto retirado de: http://casa.abril.com.br/materia/areas-claras-e-funcionais#9. Acesso em 26 de Agosto de 2012Figura 10 – Cozinha com iluminação em LED. Projeto retirado de:http://mdemulher.abril.com.br/casa/fotos/decoracao/iluminacao-25-projetos-diferentes-tipos-lampadas-voce-se-inspirar-677052.shtml#24. Acesso em 26 de Agosto de 2012Figura 11 – Jardim com iluminação colorida. Projeto retirado de:http://mdemulher.abril.com.br/casa/fotos/decoracao/iluminacao-25-projetos-diferentes-tipos-lampadas-voce-se-inspirar-677052.shtml#13. Acesso em 26 de Agosto de 2012 68
  69. 69. Figura 12 – Jardim iluminação no chão. Projeto retirado do site casa.abril.com.br/arquitetura-construcao. Acesso em 26 de agosto de 2012Figura 13 – Iluminação no jardim. Projeto retirado de casa.abril.com.br/arquitetura-construcao.Acesso em 26 de agosto de 2012Figura 14 – Sala de TV com iluminação natural. Projeto retirado de casa.abril.com.br/arquitetura-construcao. Acesso em 26 de agosto de 2012Figura 15 – Fachada casa transparente. Projeto da empresa Sou Fujimoto Arquitetura. Projetoretirado de: http://www.archdaily.com.br/47015/casa-na-sou-fujimoto-architects/. Acesso em 27 deAgosto de 2012Figura 16 – Interior casa transparente. Projeto da empresa Sou Fujimoto Arquitetura. Projetoretirado de: http://www.archdaily.com.br/47015/casa-na-sou-fujimoto-architects/. Acesso em 27 deAgosto de 2012Figura 17 – Interior casa transparente. Projeto da empresa Sou Fujimoto Arquitetura. Projetoretirado de: http://www.archdaily.com.br/47015/casa-na-sou-fujimoto-architects/. Acesso em 27 deAgosto de 2012Figura 18 – Interior casa transparente. Projeto da empresa Sou Fujimoto Arquitetura.Projetoretirado de: http://www.archdaily.com.br/47015/casa-na-sou-fujimoto-architects/. Acesso em 27 deAgosto de 2012Figura 19 – Desenhos técnicos casa transparente. Projeto retirado de:http://www.archdaily.com.br/47015/casa-na-sou-fujimoto-architects/. Acesso em 27 de Agosto de2012Figura 20 – Sala de TV. Projeto retirado de: http://assimeugosto.com/tag/aconchegante/. Acesso em28 de Agosto de 2012.Figura 21 – Sala de TV aconchegante. Projeto retirado de:http://assimeugosto.com/tag/aconchegante/. Acesso em 28 de Agosto de 2012.Figura 22 – Para receber os amigos. Projeto retirado de: http://assimeugosto.com/tag/aconchegante/.Acesso em 28 de Agosto de 2012Figura 23 – Sala de TV moderna. Projeto retirado de: http://assimeugosto.com/tag/aconchegante/.Acesso em 28 de Agosto de 2012 69
  70. 70. Figura 24 – Sala de TV em tons neutros. Projeto retirado de:http://assimeugosto.com/tag/aconchegante/. Acesso em 28 de Agosto de 2012Figura 25 – Painel semântico do cliente. Imagem do autorFigura 26 – Painel semântico do conceito. Imagem do autorFigura 27 – Foto externa dos ambientes. Fotografia do autorFigura 28 – Foto interna sala. Fotografia do autorFigura 29 – Cozinha. Fotografia do autorFigura 30 – Sala de TV. Fotografia do autorFigura 31 – Foto interna sala. Fotografia do autorFigura 32 – Foto cozinha/sala de TV. Fotografia do autorFigura 33 – Jardim. Fotografia do autorFigura 34 – Foto da casa inteira. Fotografia do autorFigura 35 – Lote inteiro. Fotografia do autorFigura 36 – Vista da fachada. Perspectiva do autorFigura 37 – Interior sala/cozinha. Perspectiva do autorFigura 38 – Interior sala/cozinha. Perspectiva do autorFigura 39 – Cozinha. Perspectiva do autorFigura 40 – Vista da cozinha. Perspectiva do autorFigura 41 – Vista da cozinha. Perspectiva do autorFigura 43 – Foto interior sala antes. Foto do autorFigura 44 – Interior sala depois. Perspectiva do autorFigura 45 – Foto cozinha antes. Foto do autorFigura 46 - Foto cozinha depois. Perspectiva do autorFigura 47 – Foto sala antes. Foto do autor 70
  71. 71. Figura 48 – Foto sala depois. Perspectiva do autor.Figura 49 – Foto interior antes. Foto do autor.Figura 50 – Foto interior depois. Perspectiva do autor.Figura 51 – Área de intervenção – Retirada do Google MapsFigura 52 – Cores para estudo 1Figura 53 – Composição estudo 1Figura 54 – Cores para projeto. Imagem do autorFigura 55 – Composição de estudo cromática. Imagem do autor.Figura 56 – Render interior sala. Perspectiva do autorFigura 57 – Render interior sala. Perspectiva do autor.Figura 58 – Render interior cozinha. Perspectiva do autor.Figura 59 – Render da cozinha. Perspectiva do autorFigura 60 – Render da sala. Perspectiva do autor.Figura 61 – Render jardim. Perspectiva do autorFigura 62 – Vista maquete em planta. Perspectiva do autorFigura 63 – Vista cozinha em planta. Perspectiva do autorFigura 64 – Vista sala/jardim em planta. Perspectiva do autorFigura 65 – Vista sala de TV/ Jardim. Perspectiva do autorFigura 66 – Vista cozinha. Perspectiva do autorFigura 67 – Vista cozinha/sala. Perspectiva do autorFigura 68 – Vista Jardim. Perspectiva do autorFigura 69 – Vista jardim. Perspectiva do autorFigura 70 – Vista jardim. Perspectiva do autorFigura 71 – Vista jardim. Perspectiva do autor 71
  72. 72. 9. A AUTORA Inayara Fernanda Fioramonte Tenho 19 anos e moro na cidade de Leme/SP. Foi muito bom estudar na FAAL. Aprendi muitas coisas... Um mundo inteiro de possibilidades que agora quero praticar no meu dia a dia. Fazer realmente um bom trabalho a meus clientes, e ser reconhecida como Designer de Interiores. Deixo aqui meus agradecimentos aos meus professores, familiares e amigos por todo o apoio! E vamos lá! A vida esta apenas começando...E-mail: inayara.interiores@gmail.com 72

×