O amor natural Uefs Drummond

869 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
869
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
14
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O amor natural Uefs Drummond

  1. 1. Universidade Estadual de Feira de Santana Departamento de Letras e Artes Técnicas e Recursos Audiovisuais Docente: Prof. Dr. Edson Dias Orientadora: Profª. Fátima Suely Barbosa Discentes: Deyse Edberg Silva Mariana Nobre Nayara Carneiro
  2. 3. Oh! Sejamos pornográfico (docemente pornográficos) Carlos Drummond de Andrade
  3. 4. “ O Amor Natural” de Carlos Drummond de Andrade Poemas eróticos
  4. 6. As mulheres gulosas   As mulheres gulosas que chupam picolé - diz um sábio que sabe - são mulheres carentes e o chupam lentamente qual se vara chupassem, e ao chupá-lo já sabem que presto se desfaz na falácia do gozo o picolé fuginte como se esfaz na mente o imaginário pênis.
  5. 7. As Mulheres Gulosas
  6. 8. A língua lambe   A língua lambe as pétalas vermelhas da rosa pluriaberta; a língua lavra certo oculto botão, e vai tecendo lépidas variações de leves ritmos. E lambe, lambilonga, lambilenta, a licorina gruta cabeluda, e, quanto mais lambente, mais ativa, atinge o céu do céu, entre gemidos, entre gritos, balidos e rugidos de leões na floresta, enfurecidos.
  7. 10. Mulher andando nua pela casa   Mulher andando nua pela casa Envolve a gente de tamanha paz. Não é nudez datada, provocante. É um andar vestida d nudez, Inocência de irmã e copo d'água. O corpo nem sequer é percebido pelo ritmo que o leva. Transmitam curvas em estado de pureza, dando este nome à vida: castidade. Pêlos que fascinavam não perturbam. Seios, nádegas (tácito armistício) Repousam de guerra. Também eu repouso

×