O slideshow foi denunciado.
Seu SlideShare está sendo baixado. ×

Construção Rural.pptx

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Carregando em…3
×

Confira estes a seguir

1 de 14 Anúncio
Anúncio

Mais Conteúdo rRelacionado

Mais recentes (20)

Anúncio

Construção Rural.pptx

  1. 1. INSTALAÇÕES PARA GADO DE CORTE Professo: Bruno Aguiar Disciplina: Construções e Instalações Rurais
  2. 2. Acadêmicos • Danilo Silva • Jhonsen Paula • Matheus Carvalho
  3. 3. Introdução • Índia, China, Estados Unidos, União Soviética, Brasil, Austrália, Argentina. • Mato grosso, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Gois, Tocantins, Paraná e São Paulo.
  4. 4. Fase de Recria e Engorda • Bezerras e Bezerros 0 a 1 ano • 25 a 35% do peso de abate Media de 150 a 180 kg • Fase terminal desses animal tem três métodos • Abate com 400kg a 500kg peso vivo idade de 2,5 a 3 ano
  5. 5. Tipos de Confinamentos • Céu aberto: Curratelas para 50-100 animais; • Área: 8-20 m²/ animal; • Brasil: 9-12 m²/ cabeça; • Comedouro de volumoso: 0,5 a 0,7 metros linear por animal; • Cochos de sal: 0,03 metros linear por cabeça; • Bebedouro: 20-40L/animal/dia;
  6. 6. Tipos de Confinamentos • Comedouros longe de cercas; • Cobertos; • Leste-Oeste; • Pavimentação: 1,8-2,0m de concreto ou pedra graníticas; Divisão: • altura: 1,8-2,0m/ madeira; • Distância: 1,5-2,0m; • Deve ser estendido para acesso ao curral de manobras.
  7. 7. Tipos de Confinamentos • Exemplo: 100 cabeças • 7 curraletas com 100 animais; • 100 animais x 0,7m/cabeça + 3,5(porteira)= 73,5m; • 100 animais x 10 m²/ animal= 1000 m²; • 1000 m²: 73,5m= 14m
  8. 8. Tipos de Confinamentos
  9. 9. Tipos de Confinamentos • Galpão fechado: • Área: 3-5 m² = 1,8 m² /cabeça; • Comedouro: 0,7- 1,0m/ cabeça; • confinar;: 50-60 animais; • porteira: 3,5; • ficiente no que diz respeito ao controle de doenças a do ambiente (temperatura, umidade relativa, ventilação, manejo de dejetos, etc)
  10. 10. Tipos de Confinamentos
  11. 11. Currais de Manobras • São utilizados para vacinar e marcar os animais que vão iniciar a fase de confinamento para pesar e embarcar na saída do confinamento.
  12. 12. Unidades de Apoio no Confinamento de Bovino de Corte • Setor de produção a deposito de alimentos; • Silos (trincheira); • Escritório, depósito de medicamentos, sanitários, etc. • Cochos para minerais: • Cochos para melaço-uréia ;
  13. 13. Unidades de Apoio no Confinamento de Bovino de Corte
  14. 14. Refêrencias • MANCIO, A. B. Tecnologia básica de manejo (TBM) – Aumento da eficiência bioeconômica na bovinocultura de corte. Revista ABCZ ano 1 – no. 4, set-out 2001. • MARQUES, D.C.; MARQUES, J.; FERREIRA, P.M. Criação de Bovinos. Belo Horizonte, UFMG, 4 ed. 1981, 479 p. • SANTIAGO, A.A. O Nelore. São Paulo, Editora dos Criadores, 1983. 583 p. • INFORME AGROPECUÁRIO, Alimentação Balanceada: Maior Produtividade de Carne a Leite Belo Horizonte, 9(108). Dezembro/1983. • INFORME AGROPECUÁRIO, Zebu no Brash. Belo Horizonte, 10 (112). Abril/1984. • INFORME AGROPECUÁRIO, Produção Intensiva da Carne Bovina. Belo Horizonte, 6(69). Setembro/1980.

×