22 a 25 de março, 2010 Iranduba-AMAGENTES E CAUSAS DODESMATAMENTO NA AMAZÔNIAG b i l C d CGabriel Cardoso Carrerogabriel.c...
Conteúdo da apresentação Dinâmica das fronteiras de expansão do desmatamentop Agentes do desmatamento Causas do desmata...
Fronteiras de expansão desmatamentoProcesso LegalLicitaçõesgvenda de terras Criação deAssentamentosAcesso porestradasOcupa...
Fronteiras de expansão desmatamento Migração inter x intra-regional Complexidade de atores Possibilidades e limitações ...
Fatores envolvidosProximaisSubjacentesComplexidade e heterogenenidade de atores, padrões eprocessosprocessosVariedade de...
Agentes do DesmatamentoFearnside, 2008
Quem desmata a Amazônia?Médios e MédiosMédios egrandes(17%)Médiosegrandes(70%)<100ha>101haPequenos(83%)Pequenos (30%)Númer...
Tamanho das propriedadesTamanho das clareiras 2000‐01Tamanho das clareiras 2000 01Chomitz & Thomas, 2001Fearnside
O papel da especulação fundiáriaMédia do preço da terra em Rondônia entre 1978-1986Mahar, 1989
Causas do DesmatamentoCausas do DesmatamentoRespostas da população à oportunidadesRespostas da população à oportunidadesec...
Resposta da população e escalas de análiseResposta da população e escalas de análiseSocioeconômicos BiofísicosPRECIPITAÇÃO...
Exploração MadeireiraSchneider et al, 2000
PecuáriaArima et al 2007
PecuáriaMAPA, 2006Celantano & Veríssimo, 2007
Agricultura‐ SojaEwers et al, 2009
Mega‐projetos de infra‐estruturaPrograma Avança BrasilMega-projetos de infra-estrutura propostos naAmérica do Sul, sobrepo...
Investimentos e políticas
Investimentos e políticas
Investimentos e políticas2. Plano Nacional sobre Mudança do Clima – PNMC(cont.)2006-2009, redução de 40% da taxa, baseado ...
Causas Críticas do Desmatamento1 - Práticas de grilagem de terras públicas2 - Impunidade dos ilícitos ambientais3 - Fragil...
Políticas de controle e combate ao desmatamento PPCDAM…desmatamento Programa Amazônia Sustentável - PAS Operação Arco V...
Orçamento Geral do PPCDAMEixos do Plano Recursos Previstos Demanda porrecursos extraTotais1. OrdenamentoTerritorial e Fund...
Custo de oportunidadeO custo de oportunidade de evitar o desmatamento é o retorno líquido perdido do uso q pmais rentável...
Borner & Wunder, 2009
CSR, UFMG, 2008
30
Obrigado!!!www.idesam.org.br
Agentes e causas do Desmatamento - Gabriel Carrero
Agentes e causas do Desmatamento - Gabriel Carrero
Agentes e causas do Desmatamento - Gabriel Carrero
Agentes e causas do Desmatamento - Gabriel Carrero
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Agentes e causas do Desmatamento - Gabriel Carrero

757 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
757
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
76
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Agentes e causas do Desmatamento - Gabriel Carrero

  1. 1. 22 a 25 de março, 2010 Iranduba-AMAGENTES E CAUSAS DODESMATAMENTO NA AMAZÔNIAG b i l C d CGabriel Cardoso Carrerogabriel.carrero@idesam.org.br
  2. 2. Conteúdo da apresentação Dinâmica das fronteiras de expansão do desmatamentop Agentes do desmatamento Causas do desmatamento Investimentos e Políticas Custos de oportunidade do desmatamento Custos de oportunidade do desmatamento
  3. 3. Fronteiras de expansão desmatamentoProcesso LegalLicitaçõesgvenda de terras Criação deAssentamentosAcesso porestradasOcupação ederrubadaRegularizaçãoa posterioriOcupam lotes ed i i ãAssentamentospedem a inscriçãoCompram lotes5Compram lotes
  4. 4. Fronteiras de expansão desmatamento Migração inter x intra-regional Complexidade de atores Possibilidades e limitações regionais Possibilidades e limitações regionais Descontinuidades temporais e espaciais Dificuldades metodológicas e de análiseOZORIO DE ALMEIDA e CAMPARI 1996, PERZ 2001, FEARNSIDE 2008, LAMBIN et al 2001,ALLEN e STARR 1982, RINDFUSS et al 2004. 6
  5. 5. Fatores envolvidosProximaisSubjacentesComplexidade e heterogenenidade de atores, padrões eprocessosprocessosVariedade de trajetórias de desmatamento
  6. 6. Agentes do DesmatamentoFearnside, 2008
  7. 7. Quem desmata a Amazônia?Médios e MédiosMédios egrandes(17%)Médiosegrandes(70%)<100ha>101haPequenos(83%)Pequenos (30%)Número de proprietários Área desmatada por classe de proprietáriosNão existem estudos sobre como pequenos proprietários(≤100ha) evoluem para médios (101-1000ha) a grandes(≥1001ha)(≥1001ha)10(1) FEARNSIDE, 1993.Fearnside,1993
  8. 8. Tamanho das propriedadesTamanho das clareiras 2000‐01Tamanho das clareiras 2000 01Chomitz & Thomas, 2001Fearnside
  9. 9. O papel da especulação fundiáriaMédia do preço da terra em Rondônia entre 1978-1986Mahar, 1989
  10. 10. Causas do DesmatamentoCausas do DesmatamentoRespostas da população à oportunidadesRespostas da população à oportunidadeseconômicas em constante mudançaPolíticas Infra-estrutura Dinâmica populacionalSociais13HECHT, 1985; BARBIER et al, 1997; GEIST & LAMBIN, 2002.
  11. 11. Resposta da população e escalas de análiseResposta da população e escalas de análiseSocioeconômicos BiofísicosPRECIPITAÇÃO ANUAL MÉDIA (1977-1996)Socioeconômicos•Distância de rodovias ecentros urbanosBiofísicos•Índices pluviométricoscentros urbanos•Planos econômicosT d â bi•Período de meses semchuvaR ã dá i•Taxas de câmbio•Mercados de commodities•Regeneração secundária•Fertilidade dos solos•Declividade14Nepstad et al 2006
  12. 12. Exploração MadeireiraSchneider et al, 2000
  13. 13. PecuáriaArima et al 2007
  14. 14. PecuáriaMAPA, 2006Celantano & Veríssimo, 2007
  15. 15. Agricultura‐ SojaEwers et al, 2009
  16. 16. Mega‐projetos de infra‐estruturaPrograma Avança BrasilMega-projetos de infra-estrutura propostos naAmérica do Sul, sobrepondo áreas de florestas noBrasil: a= eixo de Capricórnio b = eixo interBrasil: a= eixo de Capricórnio, b = eixo inter-oceânico central, c = eixo Peru-Brasil-Bolívia, d =eixo amazônico, e = eixo das Guianas, f = eixoMERCOSUL-Chile. Fonte: Mitchell (2006), IIRSA(2007).•Hidro-elétricas•Mineração
  17. 17. Investimentos e políticas
  18. 18. Investimentos e políticas
  19. 19. Investimentos e políticas2. Plano Nacional sobre Mudança do Clima – PNMC(cont.)2006-2009, redução de 40% da taxa, baseado na média dos 10, ç ,anos anteriores (1996-2005)8 mil Km220 0 20 3 20 20 7 d 30% l d2010-2013 e 2014-2017, redução 30%, em relação aos dezanos anteriores2003 252472004 274232005 18846Desmatamento (em Km2)2006 141092007 115322008 119682009 92702000025000300002010 82032011 82032012 82032013 8203500010000150002014 57422015 57422016 57422017 574201996 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017
  20. 20. Causas Críticas do Desmatamento1 - Práticas de grilagem de terras públicas2 - Impunidade dos ilícitos ambientais3 - Fragilidades dos órgãos do SISNAMA4 - Terras públicas não-destinadas5 - Fragilidade nos processos de averiguação da legitimidade deg p g ç gtítulos6 - Expansão da pecuária extensiva pela implantação det d édi i tpastagens por grandes e médios pecuaristas7 - Atividades econômicas sustentáveis incipientes
  21. 21. Políticas de controle e combate ao desmatamento PPCDAM…desmatamento Programa Amazônia Sustentável - PAS Operação Arco Verde (43 municípios; 55% dodesmatamento) Planos de controle estaduais (AC, AM, AP, MT, PA RO, TO) Terra Legal Terra Legal Fundo Amazônia
  22. 22. Orçamento Geral do PPCDAMEixos do Plano Recursos Previstos Demanda porrecursos extraTotais1. OrdenamentoTerritorial e Fundiário R$ 276.635.109 R$ 12.500.000,00 R$ 278.371.006MACROAÇÕESTRATÉGIC2. Monitoramento eControle R$ 214.271.006 R$ 64.100.000R$289.419.420,003. Fomento àsti id d t tá i R$ 271.578.622 R$ 160.037.287 R$ 431.615.909ÕESCASatividades sustentáveis R$ 271.578.622 R$ 160.037.287 R$ 431.615.909TOTALR$ 762.484.737 R$ 236.637.287,00 R$ 999.406.3351. OrdenamentoR$ 28 710 071 R$ 18 670 000 R$ 47 380 071AÇÕECOMPLEMETerritorial e Fundiário R$ 28.710.071 R$ 18.670.000 R$ 47.380.0712. Monitoramento eControle R$ 113.444.000 R$ 62.364.000 R$ 175.808.0003 F t àESENTARES3. Fomento àsatividades sustentáveis R$ 32.160.000 R$ 4.954.000 R$ 37.114.000TOTALR$ 174.314.071 R$ 85.988.000 R$ 260.302.071TOTAL GERALR$ 936.798.808 R$ 322.625.287,00 R$ 1.259.424.095
  23. 23. Custo de oportunidadeO custo de oportunidade de evitar o desmatamento é o retorno líquido perdido do uso q pmais rentável O componente principal do “custo” de uma avaliação custo/benefício do mecanismo de REDD Financeira X Econômica O valor mínimo a ser pago pelo carbono de REDD p g p
  24. 24. Borner & Wunder, 2009
  25. 25. CSR, UFMG, 2008
  26. 26. 30
  27. 27. Obrigado!!!www.idesam.org.br

×