Relatório Projeto DI Dezembro 2014

553 visualizações

Publicada em

O Projeto de Desenvolvimento Institucional (DI) tem o objetivo de fortalecer a gestão das organizações que atendem Crianças e Adolescentes. Com metodologia consolidada sendo aplicada e aprimorada desde 2007, o programa proposto aqui visa trabalhar com 15 Organizações da Sociedade Civil - OSCs registradas no CMDCA Florianópolis, para que se cadastrem no www.portaltransparencia.org.br e elaborem planos de desenvolvimento institucional que orientem suas ações para os próximos anos, fortalecendo seu posicionamento junto às comunidades locais e melhorando a qualidade de seu atendimento às crianças e adolescentes. Além disso, por meio de seminários temáticos será estimulado o diálogo e a troca entre as organizações participantes e outros diferentes atores que formam o Sistema de Garantias de Direitos das Crianças e dos Adolescentes de Florianópolis, tendo em vista fomentar a sua articulação e intercâmbio. contribuindo para o aprimoramento de políticas públicas.

Publicada em: Governo e ONGs
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
553
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
48
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Relatório Projeto DI Dezembro 2014

  1. 1. 1 Relatório de Investimento Social Dezembro de 2014
  2. 2. 2 PPrroojjeettoo:: Projeto de Desenvolvimento Institucional de Organizações da Sociedade Civil (OSCs) que atuam com Crianças e Adolescentes em Florianópolis RReessuummoo:: O Projeto de Desenvolvimento Institucional (DI) tem o objetivo de fortalecer a gestão das organizações que atendem Crianças e Adolescentes. Com metodologia consolidada sendo aplicada e aprimorada desde 2007, o programa proposto aqui visa trabalhar com 15 Organizações da Sociedade Civil –OSCs registradas no CMDCA Florianópolis, para que se cadastrem no www.portaltransparencia.org.br e elaborem planos de desenvolvimento institucional que orientem suas ações para os próximos anos, fortalecendo seu posicionamento junto às comunidades locais e melhorando a qualidade de seu atendimento às crianças e adolescentes. Além disso, por meio de seminários temáticos será estimulado o diálogo e a troca entre as organizações participantes e outros diferentes atores que formam o Sistema de Garantias de Direitos das Crianças e dos Adolescentes de Florianópolis, tendo em vista fomentar a sua articulação e intercâmbio contribuindo para o aprimoramento de políticas públicas. MMeettooddoollooggiiaa::  06 Encontros de formação com gestores (08h), nos temas de identidade, governança, ação social (projetos e serviços), mobilização de recursos e sustentabilidade, gestão de pessoas, comunicação, redes e alianças, avaliação de projetos e de impacto.  06 Oficinas de prática com gestores (04h), tratando de planejamento, elaboração de projetos, estratégias de mobilização de recursos, gerenciamento orçamentário, inovação no atendimento à crianças e adolescentes e mídias sociais.  (02 pessoas por OSC nesses encontros)  06 Seminários Temáticos (04h), sobre Sistema de Garantias de Direitos das Crianças e dos Adolescentes de Florianópolis.  03 visitas técnicas, sendo uma de autoavaliação diagnóstica guiada, uma de acompanhamento do processo de DI e uma última, ao final do projeto, de autoavaliação guiada de desempenho no programa e na qualidade do atendimento ao público alvo.  Assessoria individualizada no apoio ao processo de DI, que pode ser em reunião ou de forma remota de acordo com a demanda das OSCs.  Apoio individualizado às OSCs no uso do www.portaltransparencia.org.br, plataforma online e gratuita que proporciona autoconhecimento à OSC ao preencher os indicadores solicitados e permite comunicação com toda à sociedade. MMeettaa ddoo PPrroojjeettoo:: Espera-se ao final da ação que 15 OSCs cadastradas no CMDCA de Florianópolis estejam com seus dados cadastrados e/ou atualizados no www.portaltransparencia.org.br, elaborem e iniciem a realização de seus Planos de Desenvolvimento Institucional, que inclui – planejamento estratégico, - processo de gestão e avaliação de resultados e – mapeamento e gestão de parcerias.
  3. 3. 3 RReessuullttaaddooss aallccaannççaaddooss aattéé nnoovveemmbbrroo ddee 22001144::  30 gestores de 15 OSCs  Beneficiando indiretamente 3.000 Crianças e Adolescentes  Participação de 4 alunos bolsistas da ESAG/UDESC  4 Seminários Sistema Garantia dos Direitos da Criança e Adolescente (60 participantes)  3 Encontros de formação com temas: Identidade, Governança, Projetos (28 participantes)  3 Oficinas práticas com temas: Identidade, Governança, Projetos (28 participantes)  15 Visitas de Diagnósticos  3 livros doados para cada OSC  15 diários de bordo entregues  5 Atendimentos Individuais  12 OSCs atualizando seus dados no www.portaltransparencia.org.br AAççõõeess:: Objetivos Específicos Realizado? Mudanças e justificativa 1 - Aprimorar a comunicação das OSCs com a sociedade por meio da inserção de suas informações no www.portaltranspare ncia.org.br. Período: Julho 2014 a Junho de 2015 Parcial Realização: Inscrição de 23 OSCs ao projeto (de 78 OSCs); Selecionadas 15 OSCs e 30 gestores participantes; Assessoria para inserção dos dados no Portal Transparência; 8 organizações com cadastro no www.portaltransparência.org.br faltando atualizar, 4 organizações com login e senha para inserir dados na plataforma e 3 organizações que não estão registradas; Divulgação das atividades do Projeto nas redes sociais e meios de comunicação institucionais do ICom e parceiros; 2 (duas) entrevistas sobre projeto DI, rádio UDESC e no programa Conexão Pública, da TVAL. 2 - Proporcionar a gestores de OSCs o conhecimento e a vivência de princípios, práticas e instrumentos de gestão, e apoiá-los para que possam conduzir processos de DI nas OSCs em que atuam, fortalecendo processos de governança para Parcial • A inovação foi realizar a parceria com o programa ESAG/Comunidade da Universidade do Estado de SC para realização dos encontros, oficinas e os Seminário Temáticos sobre o Sistema de Garantia dos Direito da Criança e Adolescente. • Com esta parceria foi possível ter a participação de 4 (quatro) alunos bolsistas para dar apoio às OSCs em todo processo do projeto DI e a realização dos seminários temáticos. Realização:  03 Encontros de formação de 8h cada, totalizando 24h de formação, abrangendo temas: identidade, governança e projetos;
  4. 4. 4 sustentabilidade. Período: Julho 2014 a Junho de 2015  03 oficinas de Práticas de 4h, cada, abrangendo os temas identidade, governança e projeto; Encontro de Integração de 4h com as OSCs selecionadas; Seminário de Lançamento do Edital do Projeto DI (100 participantes); 03 Seminários Temáticos de 4h cada, totalizando 12h, com seguintes temas abordados: sobre o sistema de garantia dos direitos da Criança e Adolescente, Governança dos Conselhos de Direitos e Projetos realizados para Criança e Adolescentes no âmbito das secretarias municipais (cerca de 60 participantes por seminário); 01 voluntária de publicidade para apoio as OSCs do Projeto DI;  Apoio ao uso do www.portaltransparencia.org.br e apoio na construção dos PDIs; Visita inicial na OSC: diagnóstico realizado com todas as 15 OSCs; Doação de 03 livros para cada OSC com temas relacionados ao DI; Realização da pesquisa sobre a situação da Criança e Adolescente em Florianópolis. 3 - Apoiar as OSCs na elaboração de seus Planos de Desenvolvimento Institucional (PDI), com atenção a inovação e na qualidade de sua ação junto à crianças e adolescentes Período: Julho 2014 a Junho de 2015 Parcial Apesar de pertencerem a mesma rede, as OSCs possuem pouca articulação entre si, devido a isso a importância de atuar com essa rede. Realização: Apoio na elaboração dos PDIs; Utilização dos Serviços de Assessoria do CAIS pelas OSCs do projeto DI. DDeessccrriiççããoo ddaass aaççõõeess:: Faz-se aqui o relato das atividades, até o período do dia 13 de novembro de 2014, organizadas de acordo com os objetivos específicos propostos no projeto:
  5. 5. 5 1. Aprimorar a comunicação das OSCs com a sociedade por meio da inserção de suas informações no www.portaltransparencia.org.br. 2. Proporcionar a gestores de OSCs o conhecimento e a vivência de princípios, práticas e instrumentos de gestão, e apoiá-los para que possam conduzir processos de DI nas OSCs em que atuam, fortalecendo processos de governança para sustentabilidade. 3. Apoiar as OSCs na elaboração de seus Planos de Desenvolvimento Institucional (PDI), com atenção a inovação e na qualidade de sua ação junto à crianças e adolescentes. Objetivo Específico 1: Aprimorar a comunicação das OSCs No dia 30 de junho de 2014 publicou o edital de Seleção de Organizações da Sociedade Civil (OSCs) que atuam com Crianças e Adolescentes em Florianópolis, por meio de envio de e-mails as organizações registradas no Conselho Municipal dos Direitos das Crianças e Adolescentes (CMDCA) de Florianópolis e divulgação nas mídias sociais do ICom. Em 10 de julho de 2014, o ICom lançou o edital do Projeto de Desenvolvimento Institucional (DI) de Organizações da Sociedade Civil (OSCs) que atuam com Crianças e Adolescentes em Florianópolis no Seminário Garantia de Direitos Das Crianças e Adolescentes com Ciça Lessa, Mestre em jornalismo pela Escola de Comunicações e Artes (ECA) da Universidade de São Paulo, com especialização em Gestão de Pessoas e Projetos pela Universidade Federal de Itajubá/MG. Atuou por 7 anos como secretária executiva da Rede ANDI Brasil; onde foi apresentado o projeto, objetivo, suas etapas e cronograma. Durante a apresentação conceituamos “Desenvolvimento Institucional” e como ele pode ser alcançado. Ainda foram dadas informações sobre as inscrições e os requisitos para participar do Projeto. Para participar do Projeto as OSCs devem:  Ter registro no CMDCA de Florianópolis;  Ter mais de 1 ano de atuação e estar regularmente constituída;  Ter cunho e atuação social comprovado;  Estar disposta a compartilhar aberta e publicamente informações sobre a sua realidade, com disposição a receber críticas e sugestões;  Designar 2 participantes para o projeto, idealmente um gestor e alguém que atue diretamente no atendimento a crianças e adolescentes (Participantes com, pelo menos, ensino médio completo);  Disponibilidade de ser multiplicador da metodologia do projeto. As inscrições ocorreram até dia 31/07/2014, e tivemos 23 OSCs inscritas das 78 OSCs que fazem parte do CMDCA de Florianópolis. No dia 04 de agosto de 2014 a equipe do projeto DI do ICom reuniu-se com a coordenação do programa ESAG/Comunidade e com os alunos bolsista para a seleção das organizações. Segue a lista das 15 OSCs selecionadas, a saber:  AEBAS - Associação Evangélica Beneficente De Assistência Social  Assistência Social São Luiz  Associação Catarinense Para Integração Do Cego  Ações Sociais Amigos Solidários - ASAS
  6. 6. 6  Associação De Pais E Amigos Dos Excepcionais - APAE Florianópolis  Associação Gente Amiga  Associação Saúde Criança Florianópolis  Associação Novo Alvorecer  Casa Lar Luz Do Caminho  Centro Cultural Escrava Anastácia  Conselho Comunitário Do Pantanal  Grupo De Trabalho Comunitário Catarinense  Instituto Engevix  Instituto Guga Kuerten  Sociedade Amantes Da Leitura Segue a localização no mapa do município de Florianópolis/SC as OSCs participantes Perfil das OSCs participantes:  67% já existem mais de 11 anos;  26% realizam tem como objetivo da organização educação;  17% realizam tem como objetivo da organização assistência social;  14% realizam tem como objetivo da organização cultura/arte;  Juntas atendem quase 3 mil crianças e adolescentes. No inicio do projeto as organizações selecionadas Sociedade Espírita de Recuperação Trabalho e Educação e Associação de Amigos da Casa da Criança e do Adolescente do Morro do Mocotó – ACAM desistiram, devido a falta de pessoal para acompanhar o projeto, dessa forma substituímos pelas organizações Ações Sociais Amigos Solidários – ASAS e Associação Novo Alvorecer.
  7. 7. 7 No dia 11/09 na 1ª oficina de prática sobre Identidade falamos sobre a atualização e/ou cadastro dos dados no www.portaltransparencia.org.br. 8 (oito) organizações já estão com seus dados no www.portaltransparência.org.br faltando atualizar, 4 (quatro) organizações possuem login e senha faltando inserir os dados na plataforma e 3 (três) organizações faltam fazer o cadastro. Com os dados atualizados no Portal Transparência as organizações receberão o selo Compromisso com a Transparência e poderão imprimir seu Relatório Anual diretamente do sistema. Realização de divulgação das atividades do Projeto nas redes sociais e meios de comunicação institucionais do ICom e parceiros; e 2 (duas) entrevista sobre o projeto, radio UDESC e no programa Conexão Pública, da TVAL. Objetivo Específico 2: Vivência de princípios, práticas e instrumentos de gestão, Desde março de 2014 o ICom vem conversando com a UDESC, por meio do programa ESAG/Comunidade, para fechar uma parceria com a universidade, a fim de proporcionar as Organizações da Sociedade Civil- OSCs participantes qualificação no processo de DI e aos gestores das OSCs certificado emitido pela universidade em formação de Gestão de Organizações da Sociedade Civil. Com esta parceria foi possível ter a participação de 4 (quatro) alunos bolsista para dar apoio as OSCs em todo processo do Projeto DI e a realização dos seminários temáticos. Logo, o Projeto DI para tais OSCs é estratégico, pois visa proporcionar aos seus gestores o conhecimento e a vivência de princípios, práticas e instrumentos de gestão, e apoiá-los para que possam conduzir processos de DI nas OSCs em que atuam, fortalecendo processos de governança para sustentabilidade. Além disso, por meio de seminários temáticos serão estimulados o diálogo e a troca entre as OSCs participantes e outros diferentes atores que formam o Sistema de Garantias de Direitos das Crianças e dos Adolescentes de Florianópolis, tendo em vista fomentar a sua articulação e intercâmbio. Realização do Seminário Garantia de Direitos Das Crianças e Adolescentes – lançamento do edital do Projeto DI, de 4h no dia 10
  8. 8. 8 de julho de 2014 no Auditório ESAG/UDESC com Ciça Lessa. Apresentou sobre o sistema de Garantia de Direitos Das Crianças e Adolescentes, e o projeto com seus objetivos, etapas e cronograma. Ainda conceituamos Desenvolvimento Institucional e como ele pode ser alcançado. Estavam presentes 100 pessoas. Realização do Encontro de Integração que teve como objetivo fazer a abertura e dar as boas vindas oficiais ao projeto, além da integração e interação dos participantes e equipe de execução, permitindo que todos se conheçam e deem início ao fortalecimento das relações, de 4h no dia 19 de agosto de 2014 no CAIS com a coordenadora do ICom, Aline Venturi. Nesse dia foi elaborado o contrato de convivência que nortearia todos os encontros do projeto. Estavam presentes 15 OSCs e 26 pessoas. 1º Seminário: Sistema de Garantia de Direitos e o Conselho Municipal dos Direitos das Crianças e Adolescentes que teve como objetivo debater sobre a rede/sistema de garantias de direitos, seu marco regulatório e sua composição em Florianópolis (diferentes atores e suas relações) reforçando a identidade do CMDCA nesse espaço, de 4h no dia 21 de agosto de 2014 no plenarinho da ESAG com Danielle Spezim. Estavam presentes 60 pessoas. 1º Encontro de Formação – tema Fortalecendo a Identidade da organização no contexto do campo da criança e do adolescente, de 8h no dia 04 de setembro de 2014 no CAIS com Domingos Armani. Apresentou o contexto do Terceiro Setor e aprofundou a reflexão sobre a importância dos fatores relacionados à “identidade institucional” para o desenvolvimento institucional de uma OSC, bem como para sua sustentabilidade. Estavam presentes 14 OSCs e 23 pessoas. 1º Oficina de Prática – sobre Identidade, de 4h no dia 11 de setembro de 2014 no CAIS com a Coordenadora de Programa do ICom Renata Pereira. Tendo como tema trabalhado a identidade da Organização: Missão, Valores, Visão, Programas, Projetos, Serviços da Organização e a construção do Eco-Mapa. Estavam presentes 14 OSCs e 21 pessoas. 2º Seminário: Governança e Legislação do Conselho Municipal dos Direitos das Crianças e Adolescentes que teve como objetivo discutir sobre a governança dos Conselhos de Direitos dos municípios de Florianópolis e Itajaí, de 4h no dia 25 de setembro de 2014 no Auditório ESAG/UDESC. Estavam presentes 60 pessoas.
  9. 9. 9 2º Encontro de Formação – tema Pensando a Governança das OSCs, de 8h no dia 02 de outubro de 2014 no CAIS com Antonio Luiz de Paula e Silva. Teve como objetivo refletir sobre o significado, tipos e estrutura de Governança, bem como, proporcionar subsídios para o aperfeiçoamento da governança na OSCs. Estavam presentes 15 OSCs e 24 pessoas. 2º Oficina de Prática – sobre Governança, de 4h no dia 16 de outubro de 2014 no CAIS com a Coordenadora de Programa do ICom Renata Pereira. Tendo como tema trabalhado as competências da governança, criação do organograma formal e organograma real. Estavam presentes 14 OSCs e 22 pessoas. 3º Seminário: Situação da Criança e do Adolescente no Município de Florianópolis teve como objetivo apresentar um diagnóstico do atendimento realizado pelas Organizações da Sociedade Civil e Poder Público de Florianópolis; e debater a situação da criança e do adolescente no município, levantando os principais pontos chave para intervenção em termos de políticas públicas. Aconteceu uma mesa redonda entre as Secretarias Municipal de Assistência Social, Secretaria Municipal de Educação, Secretaria Municipal de Saúde, Fundação Municipal de Esportes e Fundação Franklin Cascaes, de 4h no dia 23 de outubro de 2014 no Auditório ESAG/UDESC. Estavam presentes 60 pessoas. 3º Encontro de Formação – tema Configurando, gerindo e avaliando projetos sociais, de 4h no dia 27 de novembro de 2014 no CAIS com Morgana Krieger. Iniciou a elaboração de um projeto em cooperação, usando as ferramentas apresentadas no encontro de formação. Estavam presentes 13 OSCs e 21 pessoas. 3º Oficina de Prática – sobre Elaboração de Projetos, de 8h no dia 13 de novembro de 2014 no CAIS com Morgana Krieger. Apresentou as particularidades de um projeto social e elementos chave de sua formulação, implementação e avaliação: relação com interessados, marco lógico, gestão e sistematização. Estavam presentes 13 OSCs e 21 pessoas. Visita inicial na OSC: diagnóstico realizado com todas as 15 OSCs durante os meses de agosto a setembro de 2014. Essa visita visa oportunizar um autoexame da capacidade institucional da organização, buscando um exame mais realista possível do momento que atravessa a organização. A partir da visita foi possível identificar algumas questões, a saber: • Problemas na identidade, pouca clareza
  10. 10. 10 • Inexistência de planejamento da organização • Gestão centralizada nos fundadores • Necessidade de diversificar as fontes de recursos • Acúmulo de funções • Fragilidade financeira • Fragilidade na governança • Fragilidade na comunicação Doação de 03 livros para cada OSC com temas relacionados ao DI: 1. Mobilizar para transformar: a mobilização de recursos nas OSCs de Domingos Armani 2. Utilizando o planejamento como ferramenta de aprendizagem (Coleção gestão e sustentabilidade do Instituto Fonte) 3. Elaboração de Projetos Sociais de Domingos Armani As OSCs selecionadas foram contempladas ainda com apoio de 01 voluntária de publicidade que está dando suporte às instituições que solicitam. Em virtude do 3º Seminário temático: Situação da Criança e do Adolescente no Município de Florianópolis foi desenvolvida uma pesquisa para identificar a situação da Criança e Adolescente em Florianópolis, na perspectiva das Organizações da Sociedade Civil –OSCs. A pesquisa teve os seguintes resultados:  55% trabalham pelo Direito à Convivência Familiar e Comunitária; Direito à Cultura; Direito à Educação e o Direito à Liberdade, ao Respeito e à Dignidade;  66% atendem público de 0 a 19 anos;  28% das organizações têm ações na região central.
  11. 11. 11 Objetivo Específico 3: Elaboração dos Planos de Desenvolvimento Institucional (PDI) Ao final do projeto cada organização terá elaborado seu Plano de Desenvolvimento Institucional. As ações desse objetivo se limitaram em realizar as oficinas de pratica com a finalidade das organizações irem construindo seus planos. IInnvveessttiimmeennttoo ffiinnaanncceeiirroo:: Despesas realizadas até 31 de outubro de 2014 Total do convenio R$160.295,60 Total aplicado no período R$ 42.301,58 Investimento Despesas Administrativas R$ 269,70 Material pedagógico R$ 2.569,15 Recursos Humanos R$ 15.970,01 Equipamentos R$ 4.228,00 Treinamento R$ 18.693,52 Outros R$ 571,20 Total custo por período R$ 42.301,58

×