Relatório de resultados do 1º Mesas Quadradas: Juntos pela causa animal
31/03/2015, às 19h no Sapiens Parque, Florianópoli...
1º Mesas Quadradas: Juntos pela Causa Animal
2
O encontro foi dividido em cinco etapas:
1. Apresentações
2. Levantamento d...
1º Mesas Quadradas: Juntos pela Causa Animal
3
Quadro “levantamento do contexto”
Participantes apresentando o levantamento...
1º Mesas Quadradas: Juntos pela Causa Animal
4
Participantes apresentando o levantamento de contexto
2. Levantamento de pr...
1º Mesas Quadradas: Juntos pela Causa Animal
5
Os resultados do exercício com o uso da ferramenta foram quatro
árvores de ...
1º Mesas Quadradas: Juntos pela Causa Animal
6
Ações de fiscalização Foco em animais de estimação
Tutores irresponsáveis N...
1º Mesas Quadradas: Juntos pela Causa Animal
7
Crueldade Infinitas ninhadas
Industrialização da vida Abrigos super lotados...
1º Mesas Quadradas: Juntos pela Causa Animal
8
3. Cocriação de soluções e resultados
Levantados o contexto e os principais...
1º Mesas Quadradas: Juntos pela Causa Animal
9
 Não instalação do oceanário Florianópolis;
 Educação ambiental e animal ...
1º Mesas Quadradas: Juntos pela Causa Animal
10
ii. Usar novelas e mídia
iii. Organização do voluntariado
iv. Censo animal...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Mesas quadradas relatório primeira edição juntos pela causa animal

352 visualizações

Publicada em

Relatório da primeira edição do Mesas Quadradas, com o tema Juntos Pela Causa Animal. O evento foi o primeiro de uma série de debates sobre direitos humanos e justiça social, promovido pelo Instituto Comunitário Grande Florianópolis (ICom).

Publicada em: Governo e ONGs
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
352
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
54
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Mesas quadradas relatório primeira edição juntos pela causa animal

  1. 1. Relatório de resultados do 1º Mesas Quadradas: Juntos pela causa animal 31/03/2015, às 19h no Sapiens Parque, Florianópolis SC Organização facilitadora: ICom – Instituto Comunitário Grande Florianópolis Facilitadores: Anderson Giovani da Silva e Mariane Maier Nunes Assessora de comunicação e responsável pela organização: Carine Bergmann Resumo O Mesas Quadradas é um evento de debates sobre direitos humanos e desafios sociais onde o objetivo é o de discutir questões sociais, conhecer pessoas interessadas nas causas e cocriar soluções. Nessa primeira edição, o tema foi “Juntos pela causa animal: Identificando desafios e cocriando soluções”. Buscou-se reunir pessoas influentes e engajadas na causa animal, ativistas, profissionais, governo, ONGs e setor privado para enriquecer esse debate que foi realizado no dia 31 de março de 2015, terça-feira, das 19h às 22h. O evento incluiu debate e cocriação, em forma de debate interativo explorando o contexto e desafios atuais, seguido de cocriação de potenciais soluções. Foi identificado que a cidade de Florianópolis apresenta um grupo vibrante de voluntários, profissionais e organizações (públicas e privadas com ou sem fins lucrativos) que estão trabalhando incansavelmente pela causa e têm muita informação para compartilhar com a população em geral, tanto em relação aos desafios como das possíveis soluções. O evento foi uma oportunidade para criar alternativas que possam fazer a diferença na qualidade de vida dos animais e também das pessoas. O evento contou com a participação de 22 pessoas engajadas e interessadas na causa animal, incluindo diretores e funcionários de organizações da sociedade civil, representantes de Diretoria da Prefeitura Municipal de Florianópolis, voluntários (as) ativistas, protetores independentes, estudantes e outros interessados. Conscientização, mudança de cultura e controle de natalidade foram o grande foco dos trabalhos.
  2. 2. 1º Mesas Quadradas: Juntos pela Causa Animal 2 O encontro foi dividido em cinco etapas: 1. Apresentações 2. Levantamento de contexto a. O que já funciona em Florianópolis para combater os problemas relacionados à causa animal? b. Porque acham que essas ações/iniciativas funcionam? 3. Levantamento de problemas 4. Cocriação de soluções e resultados 5. Reflexão & Fechamento 1. Levantamento de contexto De acordo com os participantes do encontro, a favor da causa animal atuam principalmente o ativismo de voluntários e defensores da causa, políticas públicas, conhecimento técnico de algumas instituições e pessoas físicas, e generosidade e amor que as pessoas têm pela causa. A atividade de levantamento de contexto contou com dois momentos de brainstorming e foi organizada a partir de quatro grupos de aproximadamente cinco pessoas. Em um primeiro momento, os grupos levantaram o que já funciona na cidade para combater os problemas enfrentados pela causa. Grupo O que já funciona? Por que funciona? ONGs Captação de recursos e união Voluntariados/protetores independentes Força de vontade – unidade – organização Diretoria do bem estar animal Insumos – recursos – organização pública Laboratórios, vets e profissionais Força de vontade e conhecimento Castração preço social Dedicação por quantidade Mídia > TV Sensibilidade/quantidade Redes sociais População atingida DIBEA/CCZ Mutirão minimiza os animais Mutirão de castração nos bairros (prefeitura) Atendimento da comunidade carente, castração de animais, porém insuficiente Microchipagem (prefeitura) Samuvet (prefeitura) ONGs e protetoras Protetoras atuam castrando, promovendo a adoção A B
  3. 3. 1º Mesas Quadradas: Juntos pela Causa Animal 3 Quadro “levantamento do contexto” Participantes apresentando o levantamento de contexto Segundo os participantes, a atuação de ONGs e ativistas, a castração social, as campanhas em redes sociais e os mutirões de castração são as ações que mais estão funcionando no momento. Em um segundo momento, foi realizada uma reflexão para entender como as ações anteriores contribuem para atacar os problemas existentes. Com esse momento, pode-se perceber que essas ações ajudam a controlar a natalidade e despertam respeito aos animais. Grupo O que já funciona? Por que funciona? A atuação das ONGs e ativistas Por ser não governamental Feiras de adoção e campanhas de castração social com custo reduzido Por ser voluntariado Campanhas de arrecadação (brechó, bazar, rifas, etc) Pela facilidade de acesso às redes Divulgação em redes sociais Porque tem apoio das ONGs DIBEA Por profissionalismo dos colaboradores e infraestrutura Ações isoladas de algumas ONGs com o apoio de protetoras Atitude, faz acontecer, amor aos animais Protetores independentes Pelo resgate; castração; cuidados; doação responsável; investimento de tempo e dinheiro; amor aos animais; Castração social Mais acesso a todos, controle de natalidade (base do problema) Atendimento e castração a animais de pessoas carentes (micro escala) Controle de natalidade OBA> Resgate de cães maltratados, levam centro de zoonoses para cão terapia Desperta um pouco do respeito e do bem que os animais podem fazer ao ser humano Resumo: C D Ativismo + Conhecimento técnico + Política pública + Generosidade + Amor
  4. 4. 1º Mesas Quadradas: Juntos pela Causa Animal 4 Participantes apresentando o levantamento de contexto 2. Levantamento de problemas Nessa etapa do encontro foi levantado os principais problemas de forma colaborativa trabalhando-se em grupos de cinco pessoas. Primeiramente, participantes tiveram o desafio de pensar e escrever vários problemas que a causa enfrenta em apenas cinco minutos. A instrução foi a de escrever um problema para cada post it: Houve troca de grupo para que participantes pudessem refletir em cima de problemas que outros colegas levantaram. Nesse novo grupo, os problemas foram reordenados para formar uma árvore de problemas. A árvore de problemas é uma ferramenta que auxilia na modelagem de projetos e a identificar os principais problemas, suas causas e consequências. Escolhido aquele que vai ser o problema central, parte se para as causas que são a raiz do problema. Por fim, definem-se as consequências que o problema central traz para a comunidade.
  5. 5. 1º Mesas Quadradas: Juntos pela Causa Animal 5 Os resultados do exercício com o uso da ferramenta foram quatro árvores de problemas com os seguintes problemas centrais: “cultura do descaso”, “falta de conscientização e informações”, “natalidade”, “super população de animais e impunidade”. (Ver página 05 com os principais resultados da atividade)
  6. 6. 1º Mesas Quadradas: Juntos pela Causa Animal 6 Ações de fiscalização Foco em animais de estimação Tutores irresponsáveis Natalidade Falta de castração Doenças contagiosas Farra do boi Desagregação Barreiras aos mutirões de castração Viés econômico no trato com animais Falta de campanhas sanitárias de castração Problema Central Cultura do descaso Falta de conscientização e informações Falta de apoio do poder público Acumulador Falta de informação Falta de empatia Ignorância das pessoas Legislação muito fraca Falta de ações objetivas Não debate outras formas de exploração Falta de atenção do poder público Falta de fiscalização Falta de investimento Falta de estrutura e interesse público Falta de divulgação do que existe Política usada de maneira errada ConsequênciasCausas
  7. 7. 1º Mesas Quadradas: Juntos pela Causa Animal 7 Crueldade Infinitas ninhadas Industrialização da vida Abrigos super lotados Comércio de animais Doenças Abandono Fome Procriação descontrolada fruto da domesticação não planejada Protetores abandonando a causa por falta de recursos e fator emocional Maus tratos Abandono Mais animais do que adotantes Problema Central Natalidade Super população de animais e impunidade Pouca atenção do poder público Falta de recursos públicos Falta de amor Respeito Falta de responsabilidade Recurso público Animais não castrados Recursos privados Falta de consciência quanto a ciência dos animais Políticas públicas reais Falta de informação Não há campanhas que conscientizem sobre a castração Interesse e ação governamental Espaço na mídia Falta união entre ONGs e governos Falta de união entre ONGs, protetores e voluntários Abandono Educação Comércio ilegal ou legal irresponsável Falta de parceria oficial Falta de punição para crimes Falta responsabilidade na adoção Falta de conscientização das pessoas Conhecimento da população (censo) Antropocentrismo Projetos educacionais Cultura Confluência das ideias Controle de natalidade Respeito Apoio Projetos educacionais ConsequênciasCausas
  8. 8. 1º Mesas Quadradas: Juntos pela Causa Animal 8 3. Cocriação de soluções e resultados Levantados o contexto e os principais problemas que a causa animal traz, a cocriação de soluções foi a última etapa realizada onde todos deixaram suas contribuições. O primeiro exercício foi ao mesmo tempo individual e coletivo. Foi perguntado qual seria o mundo ideal para os presentes: “vamos imaginar o mundo ideal para você que se preocupa com a causa animal”, “Como é essa cidade?”, “Como são as políticas públicas?”. As respostas foram colocadas em um “Paredão de Sonhos”: Participantes contribuindo para descrever o mundo ideal para a causa As respostas para essa atividade foram:  União entre ONGs, protetores e voluntários;  Florianópolis ter um centro municipal de castração e castramóvel como o inaugurado em Biguaçu;  Fim dos acumuladores;  Acabar com a concorrência e rivalidade entre ONGs e protetores;  Prefeitura engajada na causa animal;  Fim da farra do boi, dos sacrifícios em rituais religiosos, dos maus tratos, fim da impunidade para crimes contra animais;  Que pudéssemos castrar todos os animais do nosso alcance sem se preocupar com os recursos financeiros;  Que fosse preciso procurar um filhote para adoção (maior procura que oferta)  Que ninguém abandonasse;  Mudança nos hábitos alimentares, fazendo escolhas em prol de todos do planeta;  Fim da venda de animais;  Que a sociedade deixe de enxergar os protetores/ONGs como os “loucos dos animais” ou como “desocupados”;  Seres humanos se reconhecendo como animais;  Lar para todos;  Delegacia de proteção dos direitos dos animais;
  9. 9. 1º Mesas Quadradas: Juntos pela Causa Animal 9  Não instalação do oceanário Florianópolis;  Educação ambiental e animal no ensino fundamental;  DIBEA castrando atendendo 100 milhões por dia;  Total controle de natalidade;  Fim da barra do boi;  Respeito ao direito de todos os animais, inclusive os de criação;  Clínicas veterinárias sociais nos bairros;  Tutela consciente;  Mais ternura humana;  Sociedade, família e educação + rede privada de apoio e parcerias + órgãos públicos + organização + legislação + execução de políticas públicas  Proibição de comércio de animais, ou no mínimo uma lei que obrigue a venda de animais;  Punição dos crimes cometidos;  Proibição de comércio de animais;  Extinção da comercialização e incentivo a adoção;  Animais 100% castrados;  Respeito aos animais;  Reconhecimento dos animais como seres vivos merecedores de respeito;  Fim do sofrimento;  Fim da exploração de todos os animais;  Cães e suas famílias passeando com segurança;  Leis que funcionem e que coloquem a vida dos animais não humanos no mesmo patamar que os animais humanos;  Fim dos animais nas ruas;  Todos respeitam os animais  UTI móvel;  ONG bancada pela prefeitura;  Campanhas educacionais nas escolas;  Sem animais abandonados nas ruas;  Prisão para maus tratos;  Clínica veterinária a preços sociais  Castra móvel  Castração móvel nos bairros por ordem de chegada Com uma descrição da situação ideal, foi solicitado que dois grupos (A e B) trabalhassem juntos para definir soluções possíveis no triângulo (problemas – contexto – mundo ideal). Como resolver os problemas para que possamos chegar cada vez mais perto do ideal? Para tal, as quatro árvores de problemas criadas pelos participantes foi resumida em duas: uma para o problema da natalidade e outra para o problema cultural. Resultados: Momento cocriação de soluções e possível projeto Grupo A: a. Problema central (Grupo A): Aspectos factuais “natalidade” b. Causas: a. “falta de informação” i. Educação no ensino fundamental
  10. 10. 1º Mesas Quadradas: Juntos pela Causa Animal 10 ii. Usar novelas e mídia iii. Organização do voluntariado iv. Censo animal v. Campanhas vi. Esclarecer sobre questões animais (criação, silvestres, exóticos, domésticos) vii. Projetos que propiciem convívio entre seres humanos e animais como tratamento e resgate social b. “falta responsabilidade” i. Lei que obrigue tutela consciente ii. Monitoração através de chip; iii. Aplicação das leis; iv. Delegacia específica para animais; v. Lei que obrigue castração social todas clínicas c. “falta de recursos” i. Parceria iniciativa privada; ii. Crowdfunding (vaquinha virtual); iii. Lei de recurso público para animais. c. Efeitos esperados a. “Controle populacional de cães e gatos” b. “Zero abandono, zero maus tratos, zero exploração e zero animais nas ruas” c. “Melhor condição de recursos para realizar projetos e ações” d. “Infraestrutura eficiente e suficiente nas clínicas, samuvet e castramóvel” Grupo B: a. Problema Central (Grupo B): Aspectos culturais “descaso” b. Causas: a. Indiferença das pessoas i. Maus tratos ii. Consumo iii. Farra do boi iv. Sacrifícios em rituais religiosos b. Impunidade c. Falta de educação 4. Reflexão & Fechamento O Mesas Quadradas, Juntos pela causa animal, uniu forças de várias esferas para as pessoas pensarem juntas os problemas e soluções ligadas a causa animal. Espera-se que esse relatório sirva de insumo e inspiração para projetos transformadores para chegarmos mais próximos de atingir o mundo ideal que foi cocriado. O ICom fica à disposição para auxiliar e apoiar iniciativas sociais ligadas a causa. ICom – Instituto Comunitário Grande Florianópolis Rua Lacerda Coutinho, 100 Centro Florianópolis (48) 3222-5127 icomfloripa@icomfloripa.org.br www.icomfloripa.org.br Post do evento no facebook: http://goo.gl/s6L7HH

×