TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
Neurodyn Esthetic
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
Modalidades Terapêuticas
• Corrente Aussie (AUSS)
• Corrente Polarizada (POL)
• Micropolar...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
• Corrente Aussie – flacidez muscular, analgesia, drenagem linfática
• Corrente Polarizada...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
Prof. PHd Alex Ward, University of La Trobe,
Melbourne Australia
Senior Lecturer, Coordina...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
FORMA DE ONDA:
• Corrente Interferencial : forma
senoidal (4KHz)
• Corrente Russa: bursts ...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
 Flacidez
MUSCULAR
DERMICA
Déficit de substâncias dérmicas
• Atrofia tecidual
• Falta de ...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
ESTIMULAÇÃO MOTORA:
• Frequência portadora - 1kHz
• Duração dos Bursts - 2ms
• Frequência ...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
CORRENTE AUSSIE
ESTIMULAÇÃO SENSORIAL:
• Frequência portadora - 4kHz
• Duração dos Bursts ...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
Em 2004, PhD Alex Ward et al. (Austrália) mensuraram a produção de torque
bem como o desco...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
Em 2007, Ward et al. também encontraram após pesquisas que para
um desconforto mínimo, a f...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
Russa: 2,5 kHz, 10 ms
bursts
Aussie: 1 kHz, 4 ms
bursts
PC200: 200 µs pulsos
PC500: 500 µs...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
Aussie, PC200, PC500 – não
apresentaram diferença na
produção de torque (p = .22).
Russa –...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
Russia e Aussie (ambas corrente
de média frequência) menos
desconforto que as correntes PC...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
Conclusão:
Russa e Aussie produzem menos desconforto que correntes
PC, porém Russa produz ...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
PARÂMETROS:
• MODO DE ESTIMULAÇÃO (STIM. MODE) - CONT, REC, SINC, SEQ
• FREQUÊNCIA PORTADO...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
PARÂMETROS:
• RISE, DECAY, ON, OFF - Tempo OFF ≥ Tempo ON
• TEMPO DE APLICAÇÃO - Tempo tot...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
CORRENTE AUSSIE
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
CORRENTE AUSSIE
TÉCNICA DE APLICAÇÃO PARA FORTALECIMENTO:
• Mioenergética (2 eletrodos de ...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
CORRENTE AUSSIE
TÉCNICA DE APLICAÇÃO MIOENERGÉTICA:
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
CORRENTE AUSSIE
TÉCNICA DE APLICAÇÃO PONTO MOTOR:
• Conhecimento prévio
• Localizar adequa...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
• Duas canetas apropriadas com eletrodos de borracha
condutiva conectados na ponta.
• Técn...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
CORRENTE AUSSIE
PONTOS PARA ESTIMULAÇÃO FACIAL
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
CORRENTE AUSSIE
ELETROLIPÓLISE
• Aplicação de corrente elétrica alternada não específica, ...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
 Celulite
• Predisposição genética
• Sexo feminino
• Alterações no metabolismo do tecido ...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
 Tecido Adiposo- Gordura localizada
• Reservatório de energia
• Modelam a superfície corp...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
CORRENTE AUSSIE
ELETROLIPÓLISE – MECANISMO DE AÇÃO
• Produção de calor local (aumento da v...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
IONTOFORESE (IONIZAÇÃO)
• Corrente pulsada monofásica em miliampéres (mA)
• Por meio das p...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
TÉCNICA DE APLICAÇÃO (CORPORAL):
• 2 placas de alumínio com as esponjas vegetais azuis, am...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
TÉCNICA DE APLICAÇÃO (CORPORAL):
• Ambos os eletrodos devem ser posicionados na pele da pa...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
TÉCNICA DE APLICAÇÃO (FACIAL/CORPORAL):
• Ponteira rolinho (pólo ativo)/ placa de alumínio...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
DESINCRUSTE:
• É uma técnica que facilita a retirada do excesso de secreção sebácea da
sup...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
DESINCRUSTE:
• A diferença entre ionização e desincruste é que este último atinge a
camada...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
CARACTERÍSTICAS:
• Corrente pulsada monofásica em microampéres (µA)
• Técnica de aplicação...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
MICROPOLARIZADA - ELETROLIFTING
MECANISMO DE AÇÃO:
• O estímulo físico da agulha e a micro...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
MICROPOLARIZADA - ELETROLIFTING
PROCESSO INFLAMATÓRIO:
• Fase inflamatória
(células de def...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
 Estrias
Estrias são lesões cutâneas adquiridas, lineares, atróficas, bem definidas e
sec...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
Classificação
• Fase inicial : lesões eritemato-purpúricas sem atrofia, pouca ou nenhuma
a...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
TÉCNICA DE APLICAÇÃO:
• Assepsia Local
• Eletrodo ativo (ponteira com agulha) e eletrodo d...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
TÉCNICA DE APLICAÇÃO:
• Intensidade 70 a 100 µa
• Tempo de aplicação depende da extensão e...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
ATENÇÃO:
• Tratamento unilateral para acompanhar evolução
• Número de sessões variável (ti...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
 Envelhecimento cutâneo
• Intrínseco
- Melanócitos
- Redução da espessura dérmica
- Colág...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
 Rugas
CLASSIFICAÇÃO DAS RUGAS:
• Rugas Profundas (não sofrem modificações quando a pele ...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
TÉCNICA DE APLICAÇÃO:
• Mecanismo de ação – processo inflamatório
• Assepsia da pele
• Ele...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
TÉCNICA DE APLICAÇÃO:
RUGAS PROFUNDAS: UTILIZAR PONTEIRA COM AGULHA
• Introduzir a agulha,...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
TÉCNICA DE APLICAÇÃO:
RUGAS SUPERFICIAIS: PODE-SE UTILIZAR PONTEIRA COM OU SEM AGULHA
• Es...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
ATENÇÃO:
• É indicado que se repita a técnica no mesmo local somente após 7 dias
devido ao...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
CARACTERÍSTICAS:
Corrente pulsada em microampéres (µA) com inversão automática de
polarida...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
EFEITOS FISIOLÓGICOS
• Restabelecimento da bioeletricidade tecidual
• Incremento à síntese...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
APLICABILIDADE EM SOLUÇÃO DE CONTINUIDADE
Acne, úlceras, pós operatório
TÉCNICAS:
• Normal...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
NORMALIZAÇÃO EM FERIDAS
• Normalizar o PH da pele e o potencial da membrana celular.
• Uti...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
BIOESTIMULAÇÃO EM FERIDAS
• Estimula a mitocôndria a produzir ATP, aumenta energia celular...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
APLICABILIDADE EM REJUVENESCIMENTO
TÉCNICAS:
• Normalização
• Nutrição
• Bioestimulação
MI...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
1) NORMALIZAÇÃO PARA REJUVENESCIMENTO FACIAL
• Utilizar 100 Hz e 500 µA
• 5 minutos cada h...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
2) NUTRIÇÃO PARA REJUVENESCIMENTO FACIAL
• Promove elasticidade a pele. Atua nas papilas d...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
3) BIOESTIMULAÇÃO PARA REJUVENESCIMENTO FACIAL
• Estimula a mitocôndria a produzir ATP, au...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
CARACTERÍSTICAS:
• O equipamento gera uma tensão alternada de alguns milhares de volts
(ba...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
INDICAÇÕES:
• Tratamentos faciais, capilares e podologia
• Tratamentos para desinfecção da...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
TIPOS DE ELETRODOS:
• Eletrodo aplicador de vidro tipo esférico maior e menor – empregado
...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
TIPOS DE ELETRODOS:
ALTA FREQUÊNCIA
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
TIPOS DE ELETRODOS:
• Eletrodo aplicador de vidro tipo forquilha – pode ser utilizado em
m...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
• Uso de toxína botulínica
• Cardiopatia, presença de marcapasso
• Tumor local
• Gravidez
...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
www.conexaocefai.com.br
www.ibramed.com.br
Treinamentos CEFAI-IBRAMED
• Erika Zemuner
erik...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Neurodyn esthetic 2013

9.865 visualizações

Publicada em

0 comentários
16 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
9.865
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
35
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
328
Comentários
0
Gostaram
16
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Neurodyn esthetic 2013

  1. 1. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed Neurodyn Esthetic
  2. 2. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed Modalidades Terapêuticas • Corrente Aussie (AUSS) • Corrente Polarizada (POL) • Micropolarizada (PMES) • Microcorrente (MENS) • Alta Frequência (HF)
  3. 3. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed • Corrente Aussie – flacidez muscular, analgesia, drenagem linfática • Corrente Polarizada – ionização (celulite, gordura localizada, estrias, rejuvenescimento...) • Micropolarizada – estrias e rugas (eletrolifting) • Microcorrente – flacidez dérmica, cicatrização • Alta Frequência – limpeza de pele, tratamento capilar, podologia Indicações – Tratamento corporal e facial
  4. 4. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed Prof. PHd Alex Ward, University of La Trobe, Melbourne Australia Senior Lecturer, Coordinator of Biophysical Sciences CORRENTE AUSSIE
  5. 5. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed FORMA DE ONDA: • Corrente Interferencial : forma senoidal (4KHz) • Corrente Russa: bursts de longa duração (2,5 KHz – 10ms) • Corrente Aussie - bursts de curta duração (1kHz -2ms e 4kHz - 4ms) CORRENTE AUSSIE
  6. 6. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed  Flacidez MUSCULAR DERMICA Déficit de substâncias dérmicas • Atrofia tecidual • Falta de atividade física • Envelhecimento Analgesia e drenagem
  7. 7. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed ESTIMULAÇÃO MOTORA: • Frequência portadora - 1kHz • Duração dos Bursts - 2ms • Frequência de modulação dos Bursts - 50Hz CORRENTE AUSSIE FORTALECIMENTO E TONIFICAÇÃO MUSCULAR
  8. 8. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed CORRENTE AUSSIE ESTIMULAÇÃO SENSORIAL: • Frequência portadora - 4kHz • Duração dos Bursts - 4ms • Frequência de modulação dos Bursts - 10Hz (drenagem) e 100 a 120Hz (analgesia) DRENAGEM LINFÁTICA E ANALGESIA
  9. 9. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed Em 2004, PhD Alex Ward et al. (Austrália) mensuraram a produção de torque bem como o desconforto produzido por correntes alternadas de freqüência de (500Hz a 20kHz). Os autores encontraram que para a produção de torque máximo, a freqüência de pulso de 1KHz e a duração de Bursts de 2.0-2.5ms foram as melhores. CORRENTE AUSSIE
  10. 10. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed Em 2007, Ward et al. também encontraram após pesquisas que para um desconforto mínimo, a freqüência de 4KHz com duração de Bursts de 4- 5ms são os melhores parâmetros. CORRENTE AUSSIE
  11. 11. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed Russa: 2,5 kHz, 10 ms bursts Aussie: 1 kHz, 4 ms bursts PC200: 200 µs pulsos PC500: 500 µs pulsos 50 Hz de modulação
  12. 12. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed Aussie, PC200, PC500 – não apresentaram diferença na produção de torque (p = .22). Russa – produziu significantemente menos torque que as 3 (p= .000). TORQUE
  13. 13. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed Russia e Aussie (ambas corrente de média frequência) menos desconforto que as correntes PC (p = 005). DESCONFORTO
  14. 14. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed Conclusão: Russa e Aussie produzem menos desconforto que correntes PC, porém Russa produz menos torque muscular. Portanto, a Aussie é a melhor corrente para estimulação motora, mais confortável.
  15. 15. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed PARÂMETROS: • MODO DE ESTIMULAÇÃO (STIM. MODE) - CONT, REC, SINC, SEQ • FREQUÊNCIA PORTADORA (CARRIER) - 1kHz (estímulo motor), 4kHz (estímulo sensorial – drenagem e analgesia) • DURAÇÃO DE BURST (DURATION ms) - 2ms (estímulo motor), 4ms (estímulo sensorial – drenagem e analgesia) • FREQUÊNCIA (FREQUENCY Hz) - 1 a 100Hz (50Hz estimulação motora, 10Hz drenagem linfática, 100Hz analgesia) CORRENTE AUSSIE
  16. 16. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed PARÂMETROS: • RISE, DECAY, ON, OFF - Tempo OFF ≥ Tempo ON • TEMPO DE APLICAÇÃO - Tempo total de aplicação até 30 minutos (Depende da condição metabólica de cada paciente, não deve gerar fadiga). • INTENSIDADE - Intensidade de acordo com a sensibilidade e tolerância de cada paciente. OBS: - Estímulo motor - visualizar a contração. Não deve gerar dor intensa. - Estímulo sensorial – sensação de formigamento. CORRENTE AUSSIE
  17. 17. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed CORRENTE AUSSIE
  18. 18. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed CORRENTE AUSSIE TÉCNICA DE APLICAÇÃO PARA FORTALECIMENTO: • Mioenergética (2 eletrodos de silicone carbono no ventre muscular) • Ponto Motor (1 eletrodo de silicone carbono no ponto motor do músculo e outro próxima a região) Utilizar gel condutor neutro TÉCNICA DE APLICAÇÃO PARA ANALGESIA E DRENAGEM: • Analgesia: a área a ser tratada deve estar posicionada entre os eletrodos • Drenagem: posicionar os eletrodos no sentido da linfa em todo o membro no modo sequencial de distal para proximal
  19. 19. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed CORRENTE AUSSIE TÉCNICA DE APLICAÇÃO MIOENERGÉTICA:
  20. 20. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed CORRENTE AUSSIE TÉCNICA DE APLICAÇÃO PONTO MOTOR: • Conhecimento prévio • Localizar adequadamente os pontos
  21. 21. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed • Duas canetas apropriadas com eletrodos de borracha condutiva conectados na ponta. • Técnica mioenergética (ventre muscular) • Técnica ponto motor (conhecimento da localização correta dos pontos) • Deve ser utilizado somente no canal 1 do equipamento. CORRENTE AUSSIE
  22. 22. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed CORRENTE AUSSIE PONTOS PARA ESTIMULAÇÃO FACIAL
  23. 23. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed CORRENTE AUSSIE ELETROLIPÓLISE • Aplicação de corrente elétrica alternada não específica, mas modulada em baixa frequência (5-30Hz) a qual atuará diretamente nos adipócitos.
  24. 24. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed  Celulite • Predisposição genética • Sexo feminino • Alterações no metabolismo do tecido conjuntivo, sistema vascular sanguíneo e linfático, tecido adiposo - polimerização da SFA - maior deposição de gordurosa - retenção de líquidos (edema) - deficiência no fluxo sanguíneo - fibroses
  25. 25. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed  Tecido Adiposo- Gordura localizada • Reservatório de energia • Modelam a superfície corporal (Dimorfismo sexual) • Coxins absorventes • Isolamento térmico • Síntese de moléculas como a leptina e adiponectina Gordura Localizada! • Aumento do número de adipócitos • Aumento do volume dos adipócitos • Acúmulo de líquido intercelular • Fibrose dos septos intercelulares
  26. 26. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed CORRENTE AUSSIE ELETROLIPÓLISE – MECANISMO DE AÇÃO • Produção de calor local (aumento da vascularização) • Drenagem • Estimulação do sistema nervoso autônomo simpático Catecolaminas B adrenérgicos (membrana celular) ATP AMPc PKA LHS (hidrólise do triglicerídeo) AGL e glicerol
  27. 27. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed IONTOFORESE (IONIZAÇÃO) • Corrente pulsada monofásica em miliampéres (mA) • Por meio das propriedades da corrente ocorre a migração iônica do medicamento para o interior dos tecidos. • Ação através da eletrorepulsão • Ação local do medicamento CORRENTE POLARIZADA
  28. 28. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed TÉCNICA DE APLICAÇÃO (CORPORAL): • 2 placas de alumínio com as esponjas vegetais azuis, ambas as esponjas deverão ser umidificadas em água. • O jacaré vermelho é sempre o pólo ATIVO e o preto é o pólo DISPERSIVO. (Consenso literário). • O princípio ativo deverá ficar no pólo ativo (jacaré vermelho). O equipamento deve ser ajustado na mesma polaridade do ativo. CORRENTE POLARIZADA
  29. 29. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed TÉCNICA DE APLICAÇÃO (CORPORAL): • Ambos os eletrodos devem ser posicionados na pele da paciente sobre o local a ser tratado com uma distância de ± 3 ou 4 dedos entre eles. • Deve-se ajustar a intensidade no equipamento segundo a sensibilidade e tolerância da paciente. • O tempo não deve ultrapassar 5 a 10 minutos de aplicação. INDICAÇÕES : tratamentos de celulite, estrias, tratamentos de cicatrização, pós operatório, edemas. CORRENTE POLARIZADA
  30. 30. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed TÉCNICA DE APLICAÇÃO (FACIAL/CORPORAL): • Ponteira rolinho (pólo ativo)/ placa de alumínio e esponja vegetal (pólo dispersivo) • Ajustar no equipamento a mesma polaridade do princípio ativo. • Deve-se ajustar a intensidade no equipamento segundo a sensibilidade e tolerância da paciente. • O tempo não deve ultrapassar 5 a 10 minutos de aplicação. INDICAÇÕES : protocolos de hidratação e revitalização. CORRENTE POLARIZADA
  31. 31. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed DESINCRUSTE: • É uma técnica que facilita a retirada do excesso de secreção sebácea da superfície da pele. Geralmente são usados produtos com ativos a base de carbonato de sódio. • Estes produtos possuem características alcalinas e realizam saponificação ou efeito detergente com os ácidos graxos presentes na secreção sebácea, transformando-o em sabão, o qual é facilmente removível com água. • Eletrodo ativo deve ter a mesma polaridade do produto (princípio da iontoforese) CORRENTE POLARIZADA
  32. 32. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed DESINCRUSTE: • A diferença entre ionização e desincruste é que este último atinge a camada mais superficial da pele. A aplicação do desincruste deve ser feita principalmente na zona T, ou seja, testa, nariz e queixo. • Ponteira gancho com algodão embebido na solução (eletrodo ativo) • Placa de alumínio e esponja vegetal (eletrodo dispersivo) – posicionado abaixo da região do ombro CORRENTE POLARIZADA
  33. 33. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed CARACTERÍSTICAS: • Corrente pulsada monofásica em microampéres (µA) • Técnica de aplicação: caneta com ou sem agulha (polo ativo) e polo dispersivo (placa de alumínio e esponja vegetal) • Indicada para tratamentos de estrias, rugas e linhas de expressão MICROPOLARIZADA - ELETROLIFTING
  34. 34. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed MICROPOLARIZADA - ELETROLIFTING MECANISMO DE AÇÃO: • O estímulo físico da agulha e a micro corrente polarizada desencadeiam um processo inflamatório (P.I) local. • Após a aplicação ocorre hiperemia e edema devido a vasodilatação e aumento da permeabilidade dos vasos (P.I – 2 a 7 dias)
  35. 35. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed MICROPOLARIZADA - ELETROLIFTING PROCESSO INFLAMATÓRIO: • Fase inflamatória (células de defesa) • Fase Proliferativa (angiogênese e fibroplasia) • Fase de remodelagem (reorganização do colágeno)
  36. 36. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed  Estrias Estrias são lesões cutâneas adquiridas, lineares, atróficas, bem definidas e secundárias a alterações do tecido conjuntivo. Estrias sugerem correlação entre perda da capacidade de síntese dos fibroblastos, do colágeno, da elastina levando a alterações estruturais do tecido conjuntivo, comparada com a pele normal. (Maia, 2009)
  37. 37. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed Classificação • Fase inicial : lesões eritemato-purpúricas sem atrofia, pouca ou nenhuma alteração dérmica. Estrias rubras pela resposta inflamatória inicial. • Fase avançada: atróficas, esbranquiçadas e nacaradas (abrilhantadas) estrias albas. (Mendonça, 2011)
  38. 38. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed TÉCNICA DE APLICAÇÃO: • Assepsia Local • Eletrodo ativo (ponteira com agulha) e eletrodo dispersivo (eletrodo de alumínio com esponja vegetal azul umidificada com água) próximo a região ser tratada. • Técnica invasiva com perfuração da agulha a cada 2 mm em todo o trajeto da estria MICROPOLARIZADA - ESTRIAS
  39. 39. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed TÉCNICA DE APLICAÇÃO: • Intensidade 70 a 100 µa • Tempo de aplicação depende da extensão e da quantidade de estrias a tratar na sessão • Orientar uso de filtro solar após a aplicação (evitar ativos calmantes) • Repetir a sessão após 7 dias (resolução do processo inflamatório) MICROPOLARIZADA - ESTRIAS
  40. 40. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed ATENÇÃO: • Tratamento unilateral para acompanhar evolução • Número de sessões variável (tipo de estria, tamanho...) Resposta reacional individual. • A intensidade e duração da reação dependem da reação tecidual do paciente. • Estrias avermelhadas podem responder melhor ao tratamento. • Durante o tratamento o processo inflamatório não deverá sofrer ação de nenhum antiinflamatório. • Pacientes com dificuldade de cicatrização podem não obter o resultado esperado. Questionar o paciente quanto a predisposição a quelóides MICROPOLARIZADA - ESTRIAS
  41. 41. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed  Envelhecimento cutâneo • Intrínseco - Melanócitos - Redução da espessura dérmica - Colágeno mais rígido, fibras elásticas perdem sua elasticidade - Síntese de fibroblastos - Fadiga das estruturas musculares (Ex: musc. mímica facial) - Redução dos coxins gordurosos • Extrínseco - Atividade das metaloproteinases - Acelera envelhecimento cronológico - Hipercromias/manchas
  42. 42. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed  Rugas CLASSIFICAÇÃO DAS RUGAS: • Rugas Profundas (não sofrem modificações quando a pele é esticada, rugas decorrentes da exposição solar) • Rugas Superficiais (pele não exposta, envelhecimento cronológico): rugas gravitacionais, finas e de expressão (chamadas rugas dinâmicas) • Rugas Gravitacionais: decorrente da flacidez do envelhecimento facial • Rugas finas (estáticas): aparecem mesmo na ausência de movimento e são devido a fadiga das estruturas que constituem a pele devido a repetição de movimentos • Rugas de expressão: decorrente dos movimentos repetidos dos músculos faciais e aparece com o movimento.
  43. 43. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed TÉCNICA DE APLICAÇÃO: • Mecanismo de ação – processo inflamatório • Assepsia da pele • Eletrodo ativo (ponteira sem ou com agulha) e eletrodo dispersivo (eletrodo de alumínio com esponja vegetal azul umidificada com água para ser colocado abaixo do ombro quando for tratar rugas faciais) MICROPOLARIZADA - RUGAS
  44. 44. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed TÉCNICA DE APLICAÇÃO: RUGAS PROFUNDAS: UTILIZAR PONTEIRA COM AGULHA • Introduzir a agulha, elevar o tecido para oxigenação, abaixar e tirar a agulha. Esta técnica é realizada no centro da ruga em todo o seu trajeto sendo repetida a cada 2 a 3 mm. • O tempo de aplicação depende da extensão e quantidade das rugas que irá tratar. • Intensidade de 100 a 300 µA. MICROPOLARIZADA - RUGAS
  45. 45. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed TÉCNICA DE APLICAÇÃO: RUGAS SUPERFICIAIS: PODE-SE UTILIZAR PONTEIRA COM OU SEM AGULHA • Escarificação: Técnica não invasiva na qual realiza-se arranhões sobre todo o trajeto da ruga utilizando a intensidade de 50 µA. Com esta técnica vai haver a formação de crosta e o paciente deve ser orientado a não removê-la. • Técnica de contato (rugas superficiais e pequenas): Técnica não invasiva na qual realiza-se uma pressão contínua por 15 segundos sobre a ruga. Deve-se utilizar a intensidade de 300 µA. MICROPOLARIZADA - RUGAS
  46. 46. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed ATENÇÃO: • É indicado que se repita a técnica no mesmo local somente após 7 dias devido ao processo inflamatório que foi gerado. Exceto para a técnica de contato. • Não utilizar produtos que acalme a pele após o eletrolifting, pois apresentam fator antiinflamatório, levando a resultados nulos com a técnica. • O tempo de reação inflamatória depende da capacidade reacional de cada paciente. MICROPOLARIZADA - RUGAS
  47. 47. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed CARACTERÍSTICAS: Corrente pulsada em microampéres (µA) com inversão automática de polaridade positiva e negativa a cada 3 segundos. INDICAÇÕES: • processo inflamatório • pós cirurgias plásticas em feridas cirúrgicas • úlceras de decúbito • pós peeling na busca de uma normalização da pele • rejuvenescimento facial MICROCORRENTE
  48. 48. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed EFEITOS FISIOLÓGICOS • Restabelecimento da bioeletricidade tecidual • Incremento à síntese de ATP • Aumento da oxigenação tecidual • Aumenta o transporte ativo de aminoácidos • Aumenta a síntese de proteínas • Ação no sistema linfático (ativa drenagem) MICROCORRENTE
  49. 49. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed APLICABILIDADE EM SOLUÇÃO DE CONTINUIDADE Acne, úlceras, pós operatório TÉCNICAS: • Normalização • Bioestimulação MICROCORRENTE
  50. 50. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed NORMALIZAÇÃO EM FERIDAS • Normalizar o PH da pele e o potencial da membrana celular. • Utilizada em PO imediato, edema, cicatrização. • Utilizar eletrodos placas de borracha condutiva para aplicação. • 1 vez por semana cada sessão ou segundo a evolução de cada paciente. (enquanto tiver secreção purulenta) • Utilizar 100 Hz e 500 µA • Tempo de aplicação total na ferida por até 30 minutos. MICROCORRENTE
  51. 51. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed BIOESTIMULAÇÃO EM FERIDAS • Estimula a mitocôndria a produzir ATP, aumenta energia celular para sintetizar colágeno. • Utilizar 1 Hz e 50 µA • Tempo total de aplicação na ferida por até 30 minutos • Utilizar eletrodos placas de borracha condutiva para aplicação. • Pacientes com predisposição a quelóides utilizar somente normalização. • Acnes graves – somente normalização MICROCORRENTE
  52. 52. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed APLICABILIDADE EM REJUVENESCIMENTO TÉCNICAS: • Normalização • Nutrição • Bioestimulação MICROCORRENTE
  53. 53. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed 1) NORMALIZAÇÃO PARA REJUVENESCIMENTO FACIAL • Utilizar 100 Hz e 500 µA • 5 minutos cada hemiface • 1 vez por semana • Aplicação com eletrodos ponteiras esféricas (canetas) e gel condutor neutro • Aplicar as canetas realizando microalongamentos obedecendo as linhas da pele e direção das fibras musculares MANOBRAS: 3 a 5 movimentos no mesmo traço MICROCORRENTE
  54. 54. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed 2) NUTRIÇÃO PARA REJUVENESCIMENTO FACIAL • Promove elasticidade a pele. Atua nas papilas dérmicas , faz dilatação dos capilares visando melhora da oxigenação tecidual. • Aplicar após a normalização • Utilizar 100 Hz e 100 µA • 5 minutos cada hemiface • 1 vez por semana • Aplicação com eletrodos ponteiras esféricas (canetas) e gel condutor neutro • Aplicar as canetas realizando “cobrinhas” por toda a face MICROCORRENTE
  55. 55. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed 3) BIOESTIMULAÇÃO PARA REJUVENESCIMENTO FACIAL • Estimula a mitocôndria a produzir ATP, aumenta energia celular para sintetizar colágeno • Aplicar após a nutrição • Utilizar 1 Hz e 50 µA • 5 minutos cada hemiface • 1 vez por semana • Aplicação com eletrodos ponteiras esféricas (canetas) e gel condutor neutro • Manobra: aplicar as canetas com uma fixa e a outra desliza, obedecendo as linhas da pele e direção das fibras musculares com 3 a 5 movimentos em cada traço. MICROCORRENTE
  56. 56. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed CARACTERÍSTICAS: • O equipamento gera uma tensão alternada de alguns milhares de volts (baixa corrente) que é aplicada a eletrodos de vidro. • O gás dentro do vidro será então excitado produzindo pequenas “faíscas elétricas” na face externa do eletrodo de vidro. Durante este processo de faíscas elétricas é gerado ozônio. • Propriedades do ozônio: oxigenante, fungicida e bactericidas. ALTA FREQUÊNCIA
  57. 57. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed INDICAÇÕES: • Tratamentos faciais, capilares e podologia • Tratamentos para desinfecção da pele acneica e lesões podais • Cauterização da pele pós-extração de pústulas • Em protocolos de revitalização e hidratação da pele • Desinfecção do couro cabeludo no caso de seborréias • Estimulação da circulação sanguínea facial e capilar • Pós-depilação • Feridas inflamadas pós-extração de cutículas ungueais ALTA FREQUÊNCIA
  58. 58. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed TIPOS DE ELETRODOS: • Eletrodo aplicador de vidro tipo esférico maior e menor – empregado no modo faiscamento direto e fluxação. Pode ser empregado nos tratamentos de limpeza de pele e tratamentos podais. • Eletrodo aplicador de vidro tipo pente – empregado em tratamentos capilares como alopecia e seborréia utilizando o modo fluxação. ALTA FREQUÊNCIA
  59. 59. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed TIPOS DE ELETRODOS: ALTA FREQUÊNCIA
  60. 60. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed TIPOS DE ELETRODOS: • Eletrodo aplicador de vidro tipo forquilha – pode ser utilizado em mamas e pescoço no modo faiscamento direto e fluxação. • Eletrodo aplicador de vidro tipo saturador – utilizado com o modo faiscamento indireto. Melhora a vascularização e nutrição tecidual em peles desvitalizadas (estímulos manuais). • Eletrodo aplicador de vidro tipo cauterizador – empregado no modo faiscamento direto para homeostasia da pele pós extração (limpeza que pele, acnes). ALTA FREQUÊNCIA
  61. 61. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed • Uso de toxína botulínica • Cardiopatia, presença de marcapasso • Tumor local • Gravidez • HA e diabetes descompensados • Psoríase • Alergia à corrente • Somente para polarizada e micropolarizada: presença de metais internos e externos • Somente para micropolarizada: hemofilia, vitiligo, quelóides ou propensão a quelóides, lesões abertas, processo inflamatório sistêmico ou paciente que está fazendo uso de antiinflamatórios ou corticóides CONTRA-INDICAÇÕES
  62. 62. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed www.conexaocefai.com.br www.ibramed.com.br Treinamentos CEFAI-IBRAMED • Erika Zemuner erika@ibramed.com.br • Estela Sant’Ana estela@ibramed.com.br • Renata Guidi renata@ibramed.com.br • Thamiris Bueno thamiris.bueno@ibramed.com.br • Fernanda Cavalheiro f.silva@ibramed.com.br

×