TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
Neurodyn
10 Canais
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
• Corrente Russa
• Corrente Aussie
• Eletrolipólise
Estimulação Elétrica Nervosa
Transcutâ...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
Indicações
• GANHO DE FORÇA MUSCULAR E
TONIFICAÇÃO
• ANALGESIA
• DRENAGEM DE EDEMA/LINFÁTI...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
Ganho de força muscular
FRAQUEZA , ATROFIA E HIPOTONIA MUSCULAR
Corrente elétrica
Exercíci...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
Componentes Anatômicos da
Musculatura Esquelética
• Ventre muscular
• Tendões
• Fáscia mus...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
Controle Motor
Fuso neuromuscular (FNM): feedback - receptores de comprimento muscular e
e...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
Unidades Motoras
Contém vesículas com
neurotransmissor acetilcolina,
o qual liga-se a um r...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
Contração Muscular
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
Sarcômero
Sarcolema (membrana excitável) que apresenta extensões
transversais para os sarc...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
Fibras I Fibras II a Fibras II b
Velocidade de contração lenta Velocidade de contração ráp...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
Fortalecimento Muscular
Contração Voluntária
• assíncrona (menor fadiga)
• fibras lentas, ...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
CONTRAÇÃO VOLUNTÁRIA
Recrutamento de UMs ocorre de
forma assincrônica
CONTRAÇÃO EENM
Recru...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
Analgesia
* Fibras mielínicas (A-beta): Grande calibre e Rápida condução – Via da Corrente...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
Analgesia
Liberação de beta endorfina (Mecanismo descendente)
CEREBRO
TRONCO
ENCEFALICO
ME...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
Drenagem de Edema/Linfática
• Desintoxicar
• Relaxar
• Nutrir a pele e músculos
• Evitar o...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
Líquido intersticial
EM EXCESSO TORNA-SE
EDEMA, COM FLUXO LIVRE
NO INTERSTÍCIO
LÍQUIDO
INT...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
Drenagem de Edema/Linfática
• Corrente elétrica promove drenagem
linfática por meio da est...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
Corrente Russa
Década de 70, Kots sugeriu pela primeira vez o uso de uma corrente alternad...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
PARÂMETROS:
• MODO DE ESTIMULAÇÃO (STIM. MODE) - CONT, REC, SINC, SEQ,
DES
• FREQUÊNCIA (F...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
Corrente Russa
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
TÉCNICA DE APLICAÇÃO :
• Mioenergética (2 eletrodos de silicone carbono no ventre muscular...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
TÉCNICA DE APLICAÇÃO:
• Mioenergética (2 eletrodos de mesmo tamanho em cada canal)
Corrent...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
TÉCNICA DE APLICAÇÃO:
• Ponto Motor (1 eletrodo de silicone carbono no ponto motor do músc...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
• Duas canetas apropriadas com eletrodos de borracha
condutiva conectados na ponta.
• Técn...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
PONTOS PARA ESTIMULAÇÃO FACIAL
Corrente Russa
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
Prof. PHd Alex Ward, University of La Trobe,
Melbourne Australia
Senior Lecturer, Coordina...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
FORMA DE ONDA:
• Corrente Interferencial : forma
senoidal (4KHz)
• Corrente Russa: bursts ...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
ESTIMULAÇÃO MOTORA:
• Frequência portadora - 1kHz
• Duração dos Bursts - 2ms
• Frequência ...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
ESTIMULAÇÃO SENSORIAL:
• Frequência portadora - 4kHz
• Duração dos Bursts - 4ms
• Frequênc...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
Em 2004, PhD Alex Ward et al. (Austrália) mensuraram a produção de torque
bem como o desco...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
Em 2007, Ward et al. também encontraram após pesquisas que para
um desconforto mínimo, a f...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
PARÂMETROS:
• MODO DE ESTIMULAÇÃO (STIM. MODE) - CONT, REC, SINC, SEQ,
DES
• FREQUÊNCIA PO...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
PARÂMETROS:
• RISE, DECAY, ON, OFF - Tempo OFF ≥ Tempo ON
• TEMPO DE APLICAÇÃO - Tempo tot...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
Corrente Aussie
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
TÉCNICA DE APLICAÇÃO PARA FORTALECIMENTO:
• Mioenergética (2 eletrodos de silicone carbono...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
Contra indicações
• Não aplicar em dores não diagnosticadas
• Dispositivo eletrônico impla...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
Aplicação de corrente elétrica alternada não específica, mas modulada em
baixa frequência ...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
 Celulite
• Predisposição genética
• Sexo feminino
• Alterações no metabolismo do tecido ...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
 Tecido Adiposo- Gordura localizada
• Reservatório de energia
• Modelam a superfície corp...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
MECANISMO DE AÇÃO
• Produção de calor local (aumento da vascularização)
• Drenagem
• Estim...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
TÉCNICA DE APLICAÇÃO:
• Assepsia do local
• Colocação das agulhas (invasiva): subdérmica
•...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
CUIDADOS:
• Para evitar acidentes como queimaduras ou desconforto, deve-se isolar a
pele d...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
CONTRA-INDICAÇÕES:
• Pacientes portadores de insuficiência cardíaca ou renal
• Marcapasso ...
TREINAMENTOAVANÇADO
P&D Ibramed
Treinamentos CEFAI-IBRAMED
www.conexaocefai.com.br
www.ibramed.com.br
• Erika Zemuner
erik...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Neurodyn 10 canais 2013

6.571 visualizações

Publicada em

0 comentários
8 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.571
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
202
Comentários
0
Gostaram
8
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Neurodyn 10 canais 2013

  1. 1. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed Neurodyn 10 Canais
  2. 2. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed • Corrente Russa • Corrente Aussie • Eletrolipólise Estimulação Elétrica Nervosa Transcutânea
  3. 3. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed Indicações • GANHO DE FORÇA MUSCULAR E TONIFICAÇÃO • ANALGESIA • DRENAGEM DE EDEMA/LINFÁTICA • LIPÓLISE Reabilitação física e estética
  4. 4. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed Ganho de força muscular FRAQUEZA , ATROFIA E HIPOTONIA MUSCULAR Corrente elétrica Exercícios Ingestão Proteica FLACIDEZ
  5. 5. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed Componentes Anatômicos da Musculatura Esquelética • Ventre muscular • Tendões • Fáscia muscular • Placa motora (unidades motoras) • OTG • Fusos neuromusculares
  6. 6. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed Controle Motor Fuso neuromuscular (FNM): feedback - receptores de comprimento muscular e estiramento estático, localizados paralelos às fibras musculares no ventre muscular. Motoneurônio gama Corno posterior da Medula espinhal CÓRTEX MOTOR, tronco encefálico, tratos piramidais Corno Anterior da Medula Espinhal (2º Neurônio Motor) 1º Neurônio Motor Motoneurônio alfa Placa Motora Terminal – Contração ou Relaxamento
  7. 7. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed Unidades Motoras Contém vesículas com neurotransmissor acetilcolina, o qual liga-se a um receptor no músculo para iniciar a despolarização do sarcolema. Agrupamento funcional e anatômico de todas as fibras musculares conectadas a um único axônio motor. 3 a 200 fibras – dependendo da função – em músculos que requerem mais potência o número de fibras por unidade motora é alto.
  8. 8. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed Contração Muscular
  9. 9. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed Sarcômero Sarcolema (membrana excitável) que apresenta extensões transversais para os sarcômeros (Túbulos T) Despolarização elétrica da membrana sarcolema (ATP) Potencial de ação se propaga para o sarcolema e ativação do retículo sarcoplasmático Liberação de Cálcio dentro do sarcômero, Alteração da concentração Interação ACTINA-MIOSINA (Contração) Cálcio retorna para o retículo sarcoplasmático - cessa contração Contração Muscular
  10. 10. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed Fibras I Fibras II a Fibras II b Velocidade de contração lenta Velocidade de contração rápida Velocidade de contração rápida Tempo de contração longo Tempo de contração curto Tempo de contração curto Resistência a fadiga muito alta Resistência a fadiga alta Resistência a fadiga baixa Número de fibras pequeno Número de fibras intermediário Número de fibras grande Ordem de recrutamento primeiro Ordem de recrutamento intermediária Ordem de recrutamento última Tensão tetânica baixa Tensão tetânica intermediária Tensão tetânica alta Diâmetro pequeno Diâmetro médio Diâmetro grande Muitos capilares Muitos capilares Pouco capilares Atividade oxidativa alta Atividade oxidativa meio alta Atividade oxidativa baixa Atividade glicolítica baixa Atividade glicolítica alta Atividade glicolítica alta Propriedades fisiológicas da fibras
  11. 11. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed Fortalecimento Muscular Contração Voluntária • assíncrona (menor fadiga) • fibras lentas, menor limiar, são ativadas primeiro (segue o sistema do tamanho de Heneman. São primeiro ativadas fibras menores e depois as maiores). • motoneurônios alfa através do SNC Contração Mecânica • síncrona (maior fadiga), mais abrupta (sobrecarga) • fibras rápidas, maior limiar, são ativadas primeiro (são mais superficiais) • ativa-se motoneurônios alfa através da corrente elétrica • Inevitavelmente estimulam-se fibras sensoriais • Efeito imediato
  12. 12. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed CONTRAÇÃO VOLUNTÁRIA Recrutamento de UMs ocorre de forma assincrônica CONTRAÇÃO EENM Recrutamento de UMs ocorre de forma sincrônica 30%CIVM 60%CIVM 90%CIVM Delitto, A ; Snyder-Mackler,L.,. Two Theories of Muscle Strength augmentation using percutaneous electrical stimulation. Physical Therapy. 70(3):158-164, 1990. CONTRAÇÃO MUSCULAR COM CORRENTE ELÉTRICA
  13. 13. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed Analgesia * Fibras mielínicas (A-beta): Grande calibre e Rápida condução – Via da Corrente elétrica * Fibras amielínicas (A-delta e C): Pequeno calibre e Lenta condução – Via da dor CÉLULA T (Medula) Excitatório (+) Inibitório (-) *Fibras A-delta e C nociceptivas (dor) *Fibras A-beta Não nociceptoras (impulso elétrico) Teoria da Comporta (Mecanismo ascendente) SG CÓRTEX CEREBRAL Fechamento da comporta (dor não atinge ao córtex) DOR
  14. 14. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed Analgesia Liberação de beta endorfina (Mecanismo descendente) CEREBRO TRONCO ENCEFALICO MEDULA Inibição do neurônio de 2a ordem ANALGESIA Liberação de opióides endógenos
  15. 15. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed Drenagem de Edema/Linfática • Desintoxicar • Relaxar • Nutrir a pele e músculos • Evitar ou diminuir o edema • Melhorar o sistema imunológico • Devolver a homeostasia ao organismo
  16. 16. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed Líquido intersticial EM EXCESSO TORNA-SE EDEMA, COM FLUXO LIVRE NO INTERSTÍCIO LÍQUIDO INTERSTICIAL PLASMA
  17. 17. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed Drenagem de Edema/Linfática • Corrente elétrica promove drenagem linfática por meio da estimulação dos músculos lisos ao redor dos vasos linfáticos (linfangios). • Drenagem ocorre também por meio da contração dos músculos esqueléticos com estimulação do membro de distal para proximal.
  18. 18. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed Corrente Russa Década de 70, Kots sugeriu pela primeira vez o uso de uma corrente alternada com freqüência na faixa de 2,5 kHz aplicada em Bursts retangulares de 10ms com freqüência de 50Hz. Kots reportou com o uso da corrente elétrica, ganho de força superior a 40% em atletas de elite Russos. • Corrente despolarizada de média frequência. • Promove ganho de força muscular, aumento do volume e tônus muscular.
  19. 19. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed PARÂMETROS: • MODO DE ESTIMULAÇÃO (STIM. MODE) - CONT, REC, SINC, SEQ, DES • FREQUÊNCIA (FREQUENCY Hz) - 50Hz (fortalecimento muscular) • RISE, DECAY, ON, OFF - Tempo OFF ≥ Tempo ON • TEMPO DE APLICAÇÃO - Tempo total de aplicação até 30 minutos (Depende da condição metabólica de cada paciente, não deve gerar fadiga). • INTENSIDADE - Intensidade de acordo com a sensibilidade e tolerância de cada paciente. Visualizar a contração. Não deve gerar dor intensa. Corrente Russa
  20. 20. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed Corrente Russa
  21. 21. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed TÉCNICA DE APLICAÇÃO : • Mioenergética (2 eletrodos de silicone carbono no ventre muscular) • Ponto Motor (1 eletrodo de silicone carbono no ponto motor do músculo e outro próxima a região) • Para modo sequencial (drenagem) posicionar os eletrodos no membro de distal para proximal • Para modo desobstrução posicionar os eletrodos no membro de proximal para distal • Utilizar gel condutor neutro. Corrente Russa
  22. 22. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed TÉCNICA DE APLICAÇÃO: • Mioenergética (2 eletrodos de mesmo tamanho em cada canal) Corrente Russa
  23. 23. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed TÉCNICA DE APLICAÇÃO: • Ponto Motor (1 eletrodo de silicone carbono no ponto motor do músculo e outro proximal a região) Corrente Russa
  24. 24. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed • Duas canetas apropriadas com eletrodos de borracha condutiva conectados na ponta. • Técnica mioenergética (ventre muscular) • Técnica ponto motor (conhecimento da localização correta dos pontos) • Deve ser utilizado somente no canal 1 do equipamento. Corrente Russa
  25. 25. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed PONTOS PARA ESTIMULAÇÃO FACIAL Corrente Russa
  26. 26. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed Prof. PHd Alex Ward, University of La Trobe, Melbourne Australia Senior Lecturer, Coordinator of Biophysical Sciences CORRENTE AUSSIE
  27. 27. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed FORMA DE ONDA: • Corrente Interferencial : forma senoidal (4KHz) • Corrente Russa: bursts de longa duração (2,5 KHz – 10ms) • Corrente Aussie - bursts de curta duração (1kHz -2ms e 4kHz - 4ms) CORRENTE AUSSIE
  28. 28. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed ESTIMULAÇÃO MOTORA: • Frequência portadora - 1kHz • Duração dos Bursts - 2ms • Frequência de modulação dos Bursts - 50Hz FORTALECIMENTO E TONIFICAÇÃO MUSCULAR CORRENTE AUSSIE
  29. 29. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed ESTIMULAÇÃO SENSORIAL: • Frequência portadora - 4kHz • Duração dos Bursts - 4ms • Frequência de modulação dos Bursts - 10Hz (drenagem) e 100 a 120Hz (analgesia) DRENAGEM LINFÁTICA E ANALGESIA CORRENTE AUSSIE
  30. 30. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed Em 2004, PhD Alex Ward et al. (Austrália) mensuraram a produção de torque bem como o desconforto produzido por correntes alternadas de freqüência de (500Hz a 20kHz). Os autores encontraram que para a produção de torque máximo, a freqüência de pulso de 1KHz e a duração de Bursts de 2.0-2.5ms foram as melhores. CORRENTE AUSSIE
  31. 31. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed Em 2007, Ward et al. também encontraram após pesquisas que para um desconforto mínimo, a freqüência de 4KHz com duração de Bursts de 4- 5ms são os melhores parâmetros. CORRENTE AUSSIE
  32. 32. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed PARÂMETROS: • MODO DE ESTIMULAÇÃO (STIM. MODE) - CONT, REC, SINC, SEQ, DES • FREQUÊNCIA PORTADORA (CARRIER) - 1kHz (estímulo motor), 4kHz (estímulo sensorial – drenagem e analgesia) • DURAÇÃO DE BURST (DURATION ms) - 2ms (estímulo motor), 4ms (estímulo sensorial – drenagem e analgesia) • FREQUÊNCIA (FREQUENCY Hz) - 1 a 100Hz (50Hz estimulação motora, 10Hz drenagem linfática, 100Hz analgesia) Corrente Aussie
  33. 33. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed PARÂMETROS: • RISE, DECAY, ON, OFF - Tempo OFF ≥ Tempo ON • TEMPO DE APLICAÇÃO - Tempo total de aplicação até 30 minutos (Depende da condição metabólica de cada paciente, não deve gerar fadiga). • INTENSIDADE - Intensidade de acordo com a sensibilidade e tolerância de cada paciente. OBS: - Estímulo motor - visualizar a contração. Não deve gerar dor intensa. - Estímulo sensorial – sensação de formigamento. Corrente Aussie
  34. 34. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed Corrente Aussie
  35. 35. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed TÉCNICA DE APLICAÇÃO PARA FORTALECIMENTO: • Mioenergética (2 eletrodos de silicone carbono no ventre muscular) • Ponto Motor (1 eletrodo de silicone carbono no ponto motor do músculo e outro próxima a região) Utilizar gel condutor neutro TÉCNICA DE APLICAÇÃO PARA ANALGESIA E DRENAGEM: • Analgesia: a área a ser tratada deve estar posicionada entre os eletrodos • Drenagem: posicionar os eletrodos no sentido da linfa em todo o membro no modo sequencial de distal para proximal Corrente Aussie
  36. 36. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed Contra indicações • Não aplicar em dores não diagnosticadas • Dispositivo eletrônico implantado (marca passo) • Pacientes cardíacos • Tumores no local • Gravidez • Não estimular sobre os seios carotídeos • Estimular com intensidades reduzidas as regiões do pescoço e da boca • Aversão ao uso de eletro estimulação
  37. 37. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed Aplicação de corrente elétrica alternada não específica, mas modulada em baixa frequência (5Hz) a qual atuará diretamente nos adipócitos. Eletrolipólise
  38. 38. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed  Celulite • Predisposição genética • Sexo feminino • Alterações no metabolismo do tecido conjuntivo, sistema vascular sanguíneo e linfático, tecido adiposo - polimerização da SFA - maior deposição de gordurosa - retenção de líquidos (edema) - deficiência no fluxo sanguíneo - fibroses Eletrolipólise
  39. 39. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed  Tecido Adiposo- Gordura localizada • Reservatório de energia • Modelam a superfície corporal (Dimorfismo sexual) • Coxins absorventes • Isolamento térmico • Síntese de moléculas como a leptina e adiponectina Gordura Localizada! • Aumento do número de adipócitos • Aumento do volume dos adipócitos • Acúmulo de líquido intercelular • Fibrose dos septos intercelulares Eletrolipólise
  40. 40. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed MECANISMO DE AÇÃO • Produção de calor local (aumento da vascularização) • Drenagem • Estimulação do sistema nervoso autônomo simpático Catecolaminas B adrenérgicos (membrana celular) ATP AMPc PKA LHS (hidrólise do triglicerídeo) AGL e glicerol Eletrolipólise
  41. 41. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed TÉCNICA DE APLICAÇÃO: • Assepsia do local • Colocação das agulhas (invasiva): subdérmica • No mesmo canal as agulhas devem estar com 5 cm de distância entre elas e a região a ser tratada deve estar posicionada entre as agulhas. Eletrolipólise
  42. 42. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed CUIDADOS: • Para evitar acidentes como queimaduras ou desconforto, deve-se isolar a pele da agulha e também do jacaré por meio da colocação de gaze absolutamente seca. • O cabo pode ser fixo a pele por meio de esparadrapo ou micropore no local da fixação da agulha por questões de segurança durante o tratamento. Eletrolipólise
  43. 43. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed CONTRA-INDICAÇÕES: • Pacientes portadores de insuficiência cardíaca ou renal • Marcapasso cardíaco • Pacientes com diagnóstico de trombose venosa profunda • Epilepsia • Gestantes • Usuários de medicação anticoagulante Eletrolipólise
  44. 44. TREINAMENTOAVANÇADO P&D Ibramed Treinamentos CEFAI-IBRAMED www.conexaocefai.com.br www.ibramed.com.br • Erika Zemuner erika@ibramed.com.br • Estela Sant’Ana estela@ibramed.com.br • Renata Guidi renata@ibramed.com.br • Thamiris Bueno thamiris.bueno@ibramed.com.br • Fernanda Cavalheiro f.silva@ibramed.com.br

×