Domingo, 19/10/2014 IBCJ 
Sermão: Com Deus na frente! 
Texto bíblico: 2 Reis 6:24 e 7:2 
Ben-Hadade era o título dado àque...
Domingo, 19/10/2014 IBCJ 
perderam! Perderam porque o Senhor se levantou e se 
levantará, e contra sua Palavra ninguém pod...
Domingo, 19/10/2014 IBCJ 
O rei de Israel tem a Eliseu como responsável sobre tudo o 
que estava acontecendo, mas ele não ...
Domingo, 19/10/2014 IBCJ 
Sabendo que morreria, Ben-Hadade diz: eu te devolverei 
todas as cidades que meu pai tomou e, al...
Domingo, 19/10/2014 IBCJ 
E Deus não espera outra coisa de você e de mim, e sim 
que façamos o mesmo! Pois haverá um dia e...
Domingo, 19/10/2014 IBCJ 
E Deus não espera outra coisa de você e de mim, e sim 
que façamos o mesmo! Pois haverá um dia e...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Sermão: Com Deus na frente!

432 visualizações

Publicada em

Sermão: Com Deus na frente!
Texto bíblico: 2 Reis 6:24 e 7:2
Domingo, 19/10/2014
Igreja Batista Central de Jacarepaguá
Pr. Julio Cesar

Visite nosso site: www.ibcjrj.com.br

Publicada em: Espiritual
  • Seja o primeiro a comentar

Sermão: Com Deus na frente!

  1. 1. Domingo, 19/10/2014 IBCJ Sermão: Com Deus na frente! Texto bíblico: 2 Reis 6:24 e 7:2 Ben-Hadade era o título dado àqueles que governaram Damasco. A bíblia fala de pelo menos três “Ben-Hadade” (I, II e III). Foram homens que tinham o dom de provocar algum tipo de sofrimento ou de perturbação ao povo de Israel. Esse texto que lemos se refere ao Ben-Hadade II, assim como também, a um dos períodos mais difíceis experimentados por Israel nesta relação com estes homens. Ben-Hadade havia se prontificado a guerrear contra Samária, fato que já havia operado antes e havia se frustrado, por isso, como nos relata 1 Reis 20. Antes, Ben-Hadade II que gostava de beber todas, tinha estabelecido a estratégia do confronto direto... Perdeu! Não só pelo alcoolismo, mas também por sua arrogância que a bíblia não faz questão nenhuma de esconder. “Trazei-os vivos...” (como que se houvesse alguma garantia de vitória, não havia nenhuma senão sua prepotência). "e ele disse: ainda que para paz saíssem, tomai-os vivos; e ainda que à peleja saíssem, tomai-os vivos." (1 Reis 20 : 18). Essa havia sido sua primeira tentativa... A partir de então, se levantaram seus conselheiros para que, enfim, pudessem descobrir o que havia acontecido. A bíblia diz que com Ben-Hadade havia outros 32 reis lutando ao seu favor. Como perder? Não há como perder, mas
  2. 2. Domingo, 19/10/2014 IBCJ perderam! Perderam porque o Senhor se levantou e se levantará, e contra sua Palavra ninguém pode sobrepor. E assim será com todo aquele que intentar mal contra você, meu querido! Ele será derrotado porque quem peleja por nós é o Senhor dos exércitos e contra Ele não há quem possa resistir! Mas enfim, descobriram o motivo... O Deus deles é Deus dos montes! Se nós lutarmos contra eles nos montes, iremos perder. Temos que trazê-los para as planícies. Assim o fizeram. Sete dias em posição de batalha, um defronte do outro até que, finalmente, a peleja começou e mais uma vez o exército Sírio saiu envergonhado. Por quê? Porque quem peleja por nós é Deus, o Senhor das batalhas! Não é braço humano! É aquele que é rico em misericórdia, e por causa de sua misericórdia, entrega a vitória em sua mão. Ben-Hadade saiu humilhado, envergonhado, corrido do exército Israelense, para não morrer. Mas, Ben-Hadade era um homem persistente, e mais uma vez, ele se levanta contra Israel, já com outra estratégia: vamos cercar a cidade. Ben- Hadade cercou de tal forma Samária, que o transito foi impedido. A comida era tão escassa que provocou uma hiper inflação, tão grande que uma cabeça de jumento chegou a valer quilos de prata. Já não se compreendia o porquê daquilo tudo. Os questionamentos eram comuns. E como em todo lugar, aqui também tinha que ter um culpado para todo este mal, e de quem era a culpa? Do profeta. De Eliseu!
  3. 3. Domingo, 19/10/2014 IBCJ O rei de Israel tem a Eliseu como responsável sobre tudo o que estava acontecendo, mas ele não era o culpado, pelo contrário, ele era a solução. O culpado, na verdade, era o próprio rei. É o que relata 2 Reis 20:30. Por quê? Porque não se importou com o que Deus pensava daquela situação. Esse permanece como um erro muito comum entre nós cristãos. Primeiro fazemos! Primeiro escolhemos! Primeiro decidimos! Depois como que para cumprir uma formalidade perguntamos o que Deus pensa. No fundo, queremos que Deus valide nossas escolhas, ainda que equivocadas. Afinal de contas, vai que Ele transforme em bênção?! Acabe agiu assim porque não aprendeu com seu antecessor, o grande Davi. Leiamos 1 Crônicas 14: 1 – 14. Atenção para o versículo: 10 e 14. Quando Ben-Hadade foi derrotado pela segunda vez, o que se esperava era que ele fosse morto. Mas, o rei de Israel lhe poupou a vida em nome da ambição, em nome da ganância, em nome de promessas que ele nem deveria ouvir para que não colocasse sua vida e nem a do seu povo em risco. Ben-Hadade está vivo? Está! Tragam-no em minha presença. Quando Ben- Hadade subiu no carro do rei de Israel, já apresentou imediatamente sua proposta. Como o que o encardido faz com cada um de nós: coisas indecorosas, coisas indignas, coisas vergonhosas. Agimos assim porque muitas vezes repetimos as ações de Acabe, quando deveríamos repetir as atitudes de Davi.
  4. 4. Domingo, 19/10/2014 IBCJ Sabendo que morreria, Ben-Hadade diz: eu te devolverei todas as cidades que meu pai tomou e, além disso... Permitirei que você construa em Damasco um centro comercial... Fechado! Por causa deste acordo, que nunca deveria ter existido, Acabe condenou a si mesmo a morte, assim como também o seu povo, por causa de uma circunstância que nunca deveria ter acontecido. E nós, não somos assim também? Quantas dores são provocadas por circunstâncias que nunca deveria ter acontecido... Só que, na cabeça de Acabe, a culpa era de Eliseu. É sempre dos outros! O casamento está uma tragédia? A culpa é do marido ou da esposa. O trabalho está aquém? A culpa é da equipe ou do chefe ou do sistema. Os filhos dão trabalho? É culpa da mãe... Mas aí vem a bíblia e nos mostra que é possível, que sobre aquele ou aquilo em que eu projete a culpa, esteja à solução. “Amanhã, comprar-se-á em Samaria, a estas horas, mais ou menos, dar-se-á um alqueire de farinha por um siclo, e dois de cevada por um siclo, à porta de Samária”. Nem o discípulo de Eliseu creu em suas palavras, como muitos não crêem naquilo que está profetizado ao seu respeito. Mas se Deus disse, acontecerá! Assim como aconteceu na vida de toda aquela população, foram três vezes, três vezes Ben-Hadade se levantou contra Israel, e por três vezes, ele caiu. Mas quanto a Israel, o que lhe coube fazer? Resistir, persistir, sobreviver, perseverar, não sucumbir, não se entregar.
  5. 5. Domingo, 19/10/2014 IBCJ E Deus não espera outra coisa de você e de mim, e sim que façamos o mesmo! Pois haverá um dia em que, segundo a sua Palavra, toda tempestade se acalmará, todo gafanhoto será aniquilado, toda dor será extirpada, toda perseguição será desfeita. Até que não aconteça, digo duas coisas: 1º mantenha-se de pé! 2° creia! Não duvide, pois o Senhor é fiel! Em Cristo, Pr. Julio Cesar.
  6. 6. Domingo, 19/10/2014 IBCJ E Deus não espera outra coisa de você e de mim, e sim que façamos o mesmo! Pois haverá um dia em que, segundo a sua Palavra, toda tempestade se acalmará, todo gafanhoto será aniquilado, toda dor será extirpada, toda perseguição será desfeita. Até que não aconteça, digo duas coisas: 1º mantenha-se de pé! 2° creia! Não duvide, pois o Senhor é fiel! Em Cristo, Pr. Julio Cesar.

×