apresenta                             ....                       . Rio de janeiro .            . 17 de julho a 2 de setemb...
|||||Presidenta da República                         Assistente de ProduçãoDilma Rousseff                                 ...
“DalÍ: A Divina Comédia”                                                                                                  ...
||||| Dante Alighieri e A Comédia |||||Poeta, filósofo, político e “pai da língua italiana”, Dante Alighieri nasceu sob o ...
||||| O Inferno em Dante e em Dalí |||||Dante tinha pouco mais de 30 anos quando, perdido na “floresta escura” davida e em...
¨¨           CANTO I: DE PARTIDA PARA A GRANDE VIAGEM                     ¨¨                                              ...
¨¨                    CANTO X: OS HERÉTICOS                                   ¨¨                                          ...
¨¨              CANTO XXI: O DIABO NEGRO                              ¨¨                                                  ...
||||| O Purgatório |||||O segundo espaço com trinta e três cantos da “Divina Comédia” é o Purgatório,que sucede o inferno ...
¨¨           CANTO II: O BARQUEIRO CELESTIAL                           ¨¨                                                 ...
¨¨                   CANTO IX: O SONHO                                ¨¨                                                  ...
¨¨           CANTO XX: AVARÍCIA E PRODIGALIDADE                   ¨¨                                                CANTO ...
Os cantos do terceiro livro narram o mundo imaterial do Paraíso, dividido em                             ||||| O Paraíso |...
¨¨                    CANTO II: O ANJO                                   ¨¨                                               ...
¨¨           CANTO XVII: A PRESENÇA DIVINA                          ¨¨                                                 CAN...
¨¨                 CANTO X: O ANJO DO SOL                               ¨¨                                                ...
CAI XA C u lt u r a l RJ - G a l er ia 3A v . A l m i r a n t e B a r ro s o 25, C en t ro , R io de J a n e i ro , RJao l...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Catalogo dali a_divina_comedia

1.965 visualizações

Publicada em

1 comentário
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.965
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
64
Comentários
1
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Catalogo dali a_divina_comedia

  1. 1. apresenta .... . Rio de janeiro . . 17 de julho a 2 de setembro de 2012 . ....
  2. 2. |||||Presidenta da República Assistente de ProduçãoDilma Rousseff Daniele OliveiraMinistro da Fazenda Coordenação de MontagemGuido Mantega Rita VeigaPresidente da Caixa Econômica Federal CenotécnicoJorge Fontes Hereda Félix CimadevillaColeção Assistente de Montagem Montagem das obrasJulio Coscolla Miguel CostaMaribel ArévaloADRIANA PITA GarcíaProdução Helcio Pugliese Textos Salvador Dali ilustrou A DIVINAArte A ProduçõesDireção Geral Patricia Jiménez COMÉDIA de Dante Alighieri com 100 Tradução de legendas composições originais que foram gravadas sobreRodolfo de Athayde madeira por Raymond Jacquet e Jean Taricco. Adriana Pita Agradecimentos:Ania RodriguezGerenciamento do Projeto Essa exposição foi realizada com o exemplar 283 desse conjunto de ilustrações.Jennifer McLaughlin Antonio Pérez CabelloDesign Gráfico Isabel Fernandez Cabello Nayat Sánchez PiComplexo D Mariana GarciaBete Esteves Daniela Camargo ||||| .... deixai toda esperança, ó vós que entrais Inferno III, 7 ....
  3. 3. “DalÍ: A Divina Comédia” Patrícia Jimenez “Dalí: A Divina Comédia convida a um passeio pelo espaço das almas, através de uma coleção de cem aquarelas do pintor catalão Salvador Dalí ” (1904-1989), inspirado no clássico “A Divina Comédia” do poeta italiano Dante Alighieri (1265-1321). Em meados do século XX e como parte de uma homenagem que o governo italiano preparou para comemorar o aniversário de 700 .... anos do nascimento de Dante, foi encomendado a Dalí que fizesse a ilustração desta obra-prima da literatura italiana e universal, queÉ com prazer que a Caixa Cultural apresenta para o público a exposição narra a jornada simbólica de seu autor, através dos três reinos do além.“Dalí e a Divina Comédia”, composta por uma coleção de cem xilogravuras, Outros artistas também ilustraram “A Divina Comédia”: entre os mais nomeadosfeitas a partir de aquarelas do pintor catalão Salvador Dalí, inspirado no estão Botticelli, Doré, Bouguereau e Barceló. Mas se há um recurso de destaqueclássico “ Divina Comédia do poeta italiano Dante Alighieri. Ao longo na obra de Dalí, este é a ruptura dos padrões e a combinação harmoniosa de estilos que vão do classicismo greco-romano, ao escorço barroco e oda história a arte sempre refletiu a visão do artista e do seu tempo. Nesse surrealismo, para criar seu próprio universo da Divina Comédia. A ”caso, Dante e Dalí se unem no tempo através de suas criações artísticase proporcionam ao público a oportunidade de refletir sobre o sentido da Cem são os cantos que compõem o Poema Sagrado de Dante, e cem são asvida e da morte. aquarelas ambientadas neles. Dalí pintou as obras e trabalhou por cinco anos em um sistema para que estas pudessem ser reproduzidas mecanicamente.Além da exposição serão realizadas atividades complementares como Para isto Dalí teve ajuda dos gravadores Raymond Jacquet e Jean Taricco, queuma visita guiada com os curadores além de uma oficina aberta ao público fizeram 35 placas com 3500 blocos xilográficos para reproduzir as aquarelase um folder. Essas atividades paralelas buscam aproximar o público da peça por peça. Nos anos 60, as xilogravuras foram publicadas em forma deobra desses dois grandes artistas. livro por uma editora francesa ilustrando em seis volumes as obras completas com o texto de Dante. Tendo sido reproduzido também um número limitado deAo patrocinar essa exposição a CAIXA reafirma sua disposição de livros com as cem ilustrações de Dalí, organizadas como um conjunto em trêsdemocratizar o acesso aos seus espaços e à sua programação e reforça pastas.sua postura de fomento à cultura e à arte no Brasil em todas as suasformas de expressão. A proposta visual desta exposição respeitou a estrutura sequencial dos cem cantos do poema. A primeira sala é dedicada ao Inferno, com 34 imagens, um segundo espaço corresponde ao Purgatório, e o terceiro ao Paraíso, com 33 quadros cada. Desde o primeiro quadro começaremos a Partida para a grande viagem, cruzando entre os espíritos errantes até a Luz Divina. Caixa Econômica Federal Na saída, teremos o que conseguimos gravar na nossa memória. Não é preciso .... morrer para entrar no estranho labirinto humano, porque de versos e cores já temos o caminho feito. Dante e Dalí querem nos mostrar algo: O Amor que move o sol e outras estrelas.... 4 5 ...
  4. 4. ||||| Dante Alighieri e A Comédia |||||Poeta, filósofo, político e “pai da língua italiana”, Dante Alighieri nasceu sob o ||||| Sal ador Dalí e A Divina Comédia ||||| vsigno de Gêmeos em Florença em 1265, e morreu de malária em Ravenna no Salvador Dalí i Domenech Felip Jacint Domènec, conhecido como Salvador14 de setembro de 1321, aos 56 anos de idade. Sua “Commedia” –nomeada Dalí, foi um pintor espanhol considerado um dos maiores representantes doassim pelo seu final feliz que contrasta com a tragédia- é uma obra-prima da surrealismo. Nascido em Figueras no dia 11 de maio de 1904, morreu em sualiteratura mundial e foi um salto de transição do pensamento medieval ao própria cidade natal em 23 de janeiro de 1989.renascentista. Admirador da arte renascentista, grande desenhista, apaixonado pelaO Poema Sagrado de Dante, séculos mais tarde registrado como “A Divina escultura, a moda, a fotografia e o cinema, Dalí criou um estilo pessoalComédia”, não foi escrito em latim como era o costume no seu tempo, mas facilmente reconhecível pela sua imaginação excêntrica. Entre os seus símbolosna voz do povo, no dialeto toscano, semente do italiano atual. Sua escrita iconográficos se incluem os relógios moles, os elefantes, os ovos, as formigascomeçou em 1304 e foi fechado na época da morte do poeta. A arquitetura e os caracóis. Dalí produziu cerca de mil e quinhentas pinturas durante suado trabalho é claramente simétrica tanto no interior das linhas como na soma frutífera carreira, inúmeras ilustrações para livros, litografias, desenhos dedo todo. 14.230 versos hendecassilabos em terza rima, formam os tercetos de cenografias, vestuários e um número considerável de desenhos, esculturas emusicalidade rítmica que em sua vez, compõem os 33 cantos das três partes: projetos paralelos para fotografia e cinema.Inferno, Purgatório e Paraíso, adicionando um canto de introdução ao começo,para um total de cem cantos. Dalí propôs o método paranóico-crítico como uma forma de apreciar a realidade longe do racional, encontrando ligações entre objetos aparentementeA trilogia articula o poema inteiro: Razão – Humano – Fé, Virgílio – Dante – desconexos. Ele o descreveu como um “método espontâneo de conhecimentoBeatriz, Onça – Leão – Loba, Pai – Filho – Espírito Santo, Passado – Presente irracional baseado na objetividade crítica e sistemática das associações e– Futuro, Culpa – Redenção – Esperança, e outras muitas associações que interpretações dos fenômenos delirantes”.gravitam sob a consistência da Trindade. Várias ilustrações de “ Divina Comédia surgem com essa maneira de ver oDante viveu com intensidade e coerência: lutou na Batalha de Campaldino, cosmos dantesco e de reescrever os cantos da vida e da morte. A ”defendeu os ideais dos Guelfos Brancos, sofreu o exílio e a traição, amouplatonicamente Beatriz de Portinari, uma jovem com quem ele só trocou Dante e Dalí, se realmente morreram, estão a salvo do medo de serem esquecidosalgumas palavras de saudação antes de sua morte prematura aos 24 anos.Toda a vida de Dante, o valor estético e moral daqueles que o influenciaram, adenúncia à política prevalecente, o desmascaramento de seus inimigos, seusagradecimentos a Deus, sua dor, sua solidão, sua sabedoria, sua religião, suafilosofia doutrinária e seu amor sublime, estão presentes na Divina Comédia.Dante impôs uma forma de entender o sentido da vida e da morte, a partirdas culpas, os medos e as promessas. Ele projetou uma linearidade temporale espacial que é um eixo encadeador da ordenação da história. Além de tersistematizado julgamentos e preconceitos que compõem hoje o pensamentoocidental, criou estereótipos de beleza e virtude, que logo seriam adotadospelo Renascimento e disseminados ao longo de séculos de dominação cultural.É difícil imaginar o mundo dos mortos sem as âncoras do universo de “A DivinaComédia”.... 6 7 ...
  5. 5. ||||| O Inferno em Dante e em Dalí |||||Dante tinha pouco mais de 30 anos quando, perdido na “floresta escura” davida e em seus desvarios, angustiado pelos seus erros e procurando a virtude ea fé, fugiu deste mundo e foi até uma dimensão distinta que, além das distânciasentre a realidade e os sonhos, ou entre a vida e a morte, parece adentrar emseu próprio mundo interior. Neste caminho complexo, Dante terá um dia paradescer o Inferno.Três feras selvagens tentam pará-lo: uma onça, um leão e uma loba, respectivasalegorias de três grandes falhas aristotélicas: a incontinência, a violência e afraude. Mas destes males terrenos Virgílio, salva-lhe a alma. O poeta latino,para quem Dante professa uma reverente admiração, o conduz como um guia emestre durante sua viagem para os portões do Paraíso, onde Beatriz o aguarda,mulher beata que encarna toda a paixão e sensibilidade de Dante.O Inferno é um cone invertido, uma espiral projetada para baixo contendonove voltas que vão diminuindo de diâmetro de acordo com a magnitude dospecados cometidos em vida. Lá, os condenados a pena perpétua têm medo,acima de tudo, de serem esquecidos pelos vivos. No ápice se concentra atraição, o pecado principal representado por Judas entre as presas do diabo.A série de ilustrações que Dalí fez do Inferno, reflete a visão deslumbrantedo artista, que disse ter usado seu “método hiper estético paranóico-críticotentando abordar o mundo da castidade e da espiritualidade dos anjos.”Embora Dalí respeite a ordem e a substância dos cantos, o seu mundo desonhos é diferente do de Dante. Mais de uma imagem lhe convidará a ficar, masno Inferno, como na vida, há paradas que o ser humano não deve se permitir. E já se encontra a lua sob nossos pés; pouco é o tempo que nos é concedido e há mais coisas pra ver que estas que vês. 9 ...
  6. 6. ¨¨ CANTO I: DE PARTIDA PARA A GRANDE VIAGEM ¨¨ CANTO VII: AVARENTOS E PRODIGIOS ...Estava à reta minha via perdida. De espíritos imenso duplo bando, Um contra outro às gritas aguerridas, Grandes pesos co’ os peitos nus rolando.... 10 11 ...
  7. 7. ¨¨ CANTO X: OS HERÉTICOS ¨¨ CANTO XX: ADIVINHOS E MAGOS Quando à sua tumba aproximei-me mais, Vi que espantosamente era torcido cada um, Olhou-me um pouco e, quase desdenhoso, Do queixo ao princípio do peito. “Quem foram”, perguntou, “teus ancestrais?”.... 12 13 ...
  8. 8. ¨¨ CANTO XXI: O DIABO NEGRO ¨¨ CANTO XXVII: UM DIABO LÓGICO E vi um diabo preto atrás de nós “Esse, que sofre aí pena dobrada, Em nossa direção correndo vir. É Judas Iscariote”, disse o guia, Ai, como ele era, no aspecto, feroz. “co’ as pernas fora e a cabeça abocada...”... 14 15 ...
  9. 9. ||||| O Purgatório |||||O segundo espaço com trinta e três cantos da “Divina Comédia” é o Purgatório,que sucede o inferno e é concebido como uma montanha cujo pé é o Ante-purgatorio e no seu topo encontra-se o paraíso terrestre. Entre estes dois pontosestão localizados sete terraços divididos em escada onde serão perdoados ossete pecados capitais que irão ascendendo e se tornando mais leves: orgulho,inveja, ira, preguiça, avareza, gula e luxúria. Os anjos que custodiam estes níveisaplicam suas virtudes redentoras às culpas.As almas cristãs do Purgatório vão ficar seguras quando elas fizerema peregrinação a Deus e serem purificadas através da reflexão e doarrependimento. O anjo guardião grava na cabeça de Dante sete vezes a letra P,que serão apagadas pelas asas dos anjos a medida que os seus pecados sejamperdoados, e assim o poeta vai se sentir mais leve.Contudo, Dalí parece não comungar em sua passagem pelo Purgatório, ascores intensas e a força nesta série enfatizam a rebelião do gênio, a vontadeindomável da sua criatividade surrealista. A fidelidade ao texto original éapagada por vezes, e há uma reconfiguração do cosmos de Dante, onde aimagem é carregada de aceitação absoluta da clara escuridão humana. Gavetasabertas e cheias de vazio, danças rotativas, o reviver do mito da aranha, anjosde asas quebradas, são elementos da liberdade que explodem sem esperar operdão em troca. Leu Dalí outra mensagem nas palavras de Matilde? “Doravante, em verdade, será nua minha palavra, como é conveniente apresentá-la pra tua vista crua.” 17 ...
  10. 10. ¨¨ CANTO II: O BARQUEIRO CELESTIAL ¨¨ CANTO VII: OS PRÍNCIPES DO VALE FLORIDO À popa estava em pé o piloto santo… E Sordello, ao traçar um risco, a gosto, No chão co’ o dedo, disse: “Tu jamais Passarias desta linha após Sol posto...”... 18 19 ...
  11. 11. ¨¨ CANTO IX: O SONHO ¨¨ CANTO XII: A BELEZA DAS ESCULTURAS Veio-me em sonho aparecer, suspensa Qual mestre de estilete ou de pincel Uma águia de áurea plumagem no céu, Recrearia figuras e motivos De asas retesas, a baixar propensas; Que lá de todos obteriam laurel? E no mesmo lugar achava-me eu... 20 Donde, raptado de seus companheiros, 21 ... Ganimedes à mor corte ascendeu.
  12. 12. ¨¨ CANTO XX: AVARÍCIA E PRODIGALIDADE ¨¨ CANTO XXXIII: DANTE PURIFICADO Fui Hugo Capeto conhecido Refeito retornei da onda santa, Como de novas folhas, ao rompê-las De sua ramagem, se renova a planta: Puro e disposto a subir às estrelas.... 22 23 ...
  13. 13. Os cantos do terceiro livro narram o mundo imaterial do Paraíso, dividido em ||||| O Paraíso |||||nove céus. Virgílio, o símbolo da razão, acompanhou Dante até o Purgatório.Beatrice, que representa a fé, toma o lugar de orientação já que é impossívelchegar a Deus apenas com a razão, é preciso ter a verdade iluminada. Dantese aproxima dos bem-aventurados que lá vivem, num diálogo muito maisespiritual do que ele usou para falar com as almas dos dois reinos anteriores.No P araíso, independentemente da proximidade de Deus e de acordo com ocírculo atingido, as almas não desejam ir mais alto.Tendo chegado ao céu das estrelas fixas, Beatriz pede aos três Santos: SãoPedro, São Tiago e São João Evangelista, que examinem respectivamente asposições de Dante sobre a fé, a esperança e o amor, então o poeta respondede forma brilhante, despertando uma grande admiração. Após os céus estão oEmpíreo e a Rosa Mística, que é o espaço de glorificação dos beatos. No pontomais alto da subida etérea, há nove círculos de anjos ao redor de Deus. Dante étomado por dúvidas e quer que Beatriz as clarifique, mas ela não esta mais aolado dele. São Bernardo diz que o lugar dela é na Rosa do Santíssimo, e de lásua alma envia um sorriso para o poeta.Os demônios e obsessões de Dalí não ficam fora do P araíso. Nesta terceirasérie o pintor deslumbra igualmente pela sua sagacidade, destilando tons aindamais vivos. Ele vem carregando suas fobias e philias, seus moldes maleáveis,sua sexualidade enigmática e freudiana, suas mortes introvertidas, e seu amorpor sua esposa Gala, que substitui a imagem de Beatriz na imaginação nãomenos poética do pintor. “Todas as coisas”, começou no instante, “têm ordem entre si, e esta é a forma que o Deus faz o Universo semelhante...”Com a oração a Virgem acaba a longa viagem. Por mediação da Rainha do Céu,a visão do mortal que foi capaz de chegar tão alto, será fortalecida para que elepossa, na contemplação da Luz Divina, guardar em seu coração a imagem deDeus. Talvez Dalí e Dante receberam aquela luz que ainda hoje brilha entre nós. Ó Suma Luz que tanto, dos errantes mortais, te elevas, ora à minha mente um pouco reapareças como dantes, e faças minha língua tão potente que uma centelha apenas de tua glória possa deixar para a futura gente; que, por bastante voltar-me à memória, e nestes versos um pouco soar, 25 ... mais poderá entender-se a tua vitória.
  14. 14. ¨¨ CANTO II: O ANJO ¨¨ CANTO XXVII: GLORIA PATRI Outra Virtude outro efeito pratica “Ao Pai, ao Filho, ao Espírito Santo, glória” No precioso corpo que ela aviva, E eu me inebriava ao doce canto. Com quem, qual nesta vida, se unifica.... 26 27 ...
  15. 15. ¨¨ CANTO XVII: A PRESENÇA DIVINA ¨¨ CANTO XIV: APARECIMENTO DE CRISTO “Caro avoengo tão alto protruso...” Que nessa cruz resplandecia Cristo...... 28 29 ...
  16. 16. ¨¨ CANTO X: O ANJO DO SOL ¨¨ CANTO VIII: A MAIOR BELEZA DE BEATRIZ …assim eu vi a coroa devota Mas, de lá estar, me fez saber muito bem Mover-se e trocar vozes em concento Minha Dama, que vi tornar mais bela. Com a doçura em qualquer parte ignota, Se não lá onde eterno é o aprazimento.... 30 31 ...
  17. 17. CAI XA C u lt u r a l RJ - G a l er ia 3A v . A l m i r a n t e B a r ro s o 25, C en t ro , R io de J a n e i ro , RJao la d o da e sta ç ã o C a r io ca de M et r ô | CEP 20031- 003 T e l : (21) 2544- 4080 | w w w.c a ix a cu l t u ra l .com .br c a ix a cu l t u ra l . rj@c a ix a .gov.br

×