Surveys

768 visualizações

Publicada em

Pesquisas de Levantamento

Publicada em: Ciências
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
768
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
414
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
14
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Surveys

  1. 1. PESQUISAS DE LEVANTAMENTO – SURVEYS Prof. Dra. Hilma Khoury Universidade Federal do Pará Instituto de Filosofia e Ciências Humanas/Faculdade de Psicologia E-mail: hilmatk@yahoo.com.br Fones: (91) 98112-4808/ 98888-5762/ 3201-8057
  2. 2. O QUE SÃO PESQUISAS DE SURVEY?
  3. 3. Levantamento de informações acerca de uma população. Geralmente por meio do exame de uma amostra que a represente. 1. Se a eleição fosse hoje, em quem você votaria para Presidente da República?
  4. 4. Censos Demográficos Pesquisas de Opinião Pública Pesquisas de Mercado Estudos Epidemiológicos Estudos Psicossociais
  5. 5. CARACTERÍSTICAS Auto-relato. Perguntam-se sobre crenças, atitudes, planos, preferências, expectativas, percepções, comportamentos e experiências passadas. Amostra: Pode abranger número relativamente pequeno de pessoas ou muitos milhares. Coleta informações diretamente, de forma sistemática e padronizada: Perguntam as mesmas questões, da mesma maneira a todos os respondentes.
  6. 6. QUANDO REALIZAR SURVEYS?
  7. 7. Variáveis que não podem ser diretamente observadas: Crenças,Atitudes, Preferências, Expectativas -O que fará quando se aposentar. Variáveis muito difíceis ou impossíveis de observar: Rotinas diárias, Eventos Passados, Situações Íntimas. 1.Acho importante ter novas experiências na vida. 2. Prefiro não me envolver com novas atividades.
  8. 8. COM QUE OBJETIVOS DE INVESTIGAÇÃO SE REALIZAM SURVEYS?
  9. 9. Descrição Explicação Exploração
  10. 10. DESCRIÇÃO Descobrir a distribuição de certos traços e atributos. Não há preocupação com o porquê da distribuição observada existir, mas com o que ela é. Algumas vezes sub-amostras são descritas e comparadas, mas a finalidade principal é descrever e não explicar as diferenças.
  11. 11. Um pesquisador faz um levantamento sobre atitude em relação à redução da idade para a maioridade penal. Coletou dados em uma amostra da população residente em uma grande cidade. Constatou que 45% APROVAM a redução da idade para a maioridade penal. Em sua análise de dados ele comparou adultos e jovens. Constatou que entre os adultos 65% aprovam , contra 25% entre os jovens. Jovens Adultos Aprovam 25% 65% Desaprovam 75% 35% Total 100% 100%
  12. 12. EXPLICAÇÃO Procura explicar as diferenças encontradas entre os sub-grupos, por exemplo, ou uma associação entre variáveis. Assemelha-se, algumas vezes, à descrição e comparação de sub-amostras, mas o pesquisador tem uma ou mais variáveis explicativas. EXPLORAÇÃO Funciona como mecanismo de busca quando se está iniciando a investigação de um tema
  13. 13. QUAIS OS PRINCIPAISTIPOS DE SURVEYS?
  14. 14. Surveys Interseccionais (Transversais). Surveys Longitudinais
  15. 15. SURVEYS INTERSECCIONAIS Corte Transversal Corte no fluxo histórico do fenômeno sob estudo, evidenciando as características apresentadas por ele naquele momento. Os dados são colhidos num certo momento, para descrever a população naquela ocasião.
  16. 16. SURVEYS LONGITUDINAIS Os dados são coletados em momentos diferentes para verificar mudanças do fenômeno ao longo do tempo em uma população. Permitem análise de processo e mudança no tempo.
  17. 17. TIPOS DE SURVEYS LONGITUDINAIS DE TENDÊNCIA: Uma população pode ser amostrada e estudada em ocasiões diferentes.A amostra pode não conter os mesmos elementos (pessoas), mas representa a mesma população. Contudo, esta população pode sofrer variações ao longo do tempo (p.ex. a população de eleitores ou de desempregados ou de idosos em uma cidade ou país). DE COORTE: Focaliza a mesma população específica de cada vez, embora as amostras possam variar em cada ocasião, ou seja, conter elementos diferentes a cada vez (p.ex. A turma de formandos de psicologia da UFPA em 2005). PAINEL: Estuda a mesma amostra, permitindo explicar mudanças ao longo do tempo.
  18. 18. UNIDADE DE ANÁLISE Em geral, cada pessoa amostrada e estudada é a unidade de análise. Cada uma é descrita em termos de suas características. As várias características são agregadas para descrever a população à qual pertencem. As unidades de análise podem ser também famílias, cidades, estados, nações, indústrias, escolas, organizações, etc.
  19. 19. Um pesquisador faz um levantamento sobre atitude em relação à redução da idade para a maioridade penal. Coletou dados em uma amostra da população residente em uma grande cidade. Em sua análise de dados ele comparou adultos e jovens, constatando que os adultos têm maior probabilidade de aprovar o aumento da idade para a maioridade penal do que os jovens.
  20. 20. Esta pesquisa é descritiva ou explicativa? Este é um survey interseccional ou longitudinal? Qual a unidade de análise?
  21. 21. Um pesquisador realizou uma pesquisa com o objetivo de descobrir indicadores sociais tais como índice de analfabetismo; de desemprego e de mortalidade infantil nos municípios do Estado do Pará. Analisou a evolução destes índices em um período de 3 anos.
  22. 22. Esta pesquisa é descritiva ou explicativa? Este é um survey interseccional ou longitudinal? Qual a unidade de análise?
  23. 23. LEVANTAMENTOS COLETA DE DADOS AMOSTRA REPPRESENTATIVA QUESTIONÁRIOS AUTOADMINISTRADOS ENTREVISTA
  24. 24. Bibliografia Consultada Aronson, E., Wilson, T. D., & Akert, R. M. (2002). Métodos de pesquisa em psicologia social. Em E. Aronson, T. D. Wilson & R. M. Akert, Psicologia social. Rio de Janeiro: LTC. Babbie, E. (1999). Métodos de pesquisas de survey. Belo Horizonte: Ed. UFMG. SPSS Survey Tips (n/d). [traduzido para o português a partir do original em inglês, por PSE – Produtos e Serviços de Estatística Ltda]. Lisboa/Portugal. Acessada em 05/04/2010, a partir de http://www.pse.pt/Documentos/SPSS%20Survey%20Tips.pdf

×