GÁS NATURAL DO POÇO AO CONSUMIDOR                   SETEC 2007                   Haroldo José Fogo
COMPARATIVO ENTRE OS TIPOS DE GASES                                                                                       ...
O primeiro poço de petróleo: Titusville, Pennsylvania –EUA, 27/08/1859 – 21m de profundidade,Responsável: Coronel Drake
PROSPECÇÃO – A BUSCA POR RESERVATÓRIOS
Gás Não   Associado   Gás livre                      GásGás emsolução            Óleo + Gás                      Água     ...
PLATAFORMA – A PRODUÇÃO DO GÁS NATURAL
PLATAFORMA – A PRODUÇÃO DO GÁS NATURAL
VISÃO GERAL DA CADEIA PRODUTIVA
ESTAÇÃO DE COMPRESSÃO
TRANSPORTE
CITY GATE
ESTAÇÃO DE MEDIÇÃO
VÁLVULA DE BLOQUEIO
ESTAÇÃO DE REGULAGEM DE PRESSÃO
REDES DE DISTRIBUIÇÃO
UNIDADES DE ARMAZENAMENTO
CONJUNTOS DE REGULAGEM & MEDIÇÃO
GNV: MAIS UMA ÁREA DE NEGÓCIOS
CONSUMIDOR: O OBJETIVO DA CADEIA PRODUTIVA
POSSIBILIDADES PARA USO RESIDENCIAL ECOMERCIAL                   Acima de 51% de                   economia em            ...
E NO BRASIL?
REDES DE TRANSPORTE DUTOVIÁRIO
TRANSPORTE DUTOVIÁRIO NA AMERICA DO SUL
ESQUEMA DE TRANSPORTE E DISTRIBUIÇÃOPRIMÁRIA - COMGÁS
ÁREAS DE CONCESSÃO NO ESTADO DE SÃO PAULO
DUTOS DE TRANSPORTE - BOLÍVIA
TRAÇADO DO GASBOL NO BRASIL
ÁREAS DE CONCESSÃO – GARANTIA DE QUALIDADE NADISTRIBUIÇÃO
O FUTURO: GNL – TRANSPORTE POR METANEIROSTERMINAIS DE VAPORIZAÇÃO
AUMENTO DA PRODUTIVIDADE: SOLDAGEMAUTOMATIZADAO FUTURO: REPRESENTAÇÃO E ASSISTÊNCIA PARAMÁQUINAS DE ALTA TECNOLOGIA
AUMENTO DA PRODUTIVIDADE: PRODUÇÃO DEREDES POR MND
OPORTUNIDADES PARA:•PEQUENOS FORNECEDORES DE SERVIÇOS;•PROFISSIONAIS OFICIAIS OPERACIONAIS;•ADVOGADOS ESPECIALISTAS EM ENE...
OPORTUNIDADES PARA:•CONTRATOS DE CONSTRUÇÃO E MONTAGEM;•CONTRATOS DE MANUTENÇÃO;•CONTRATOS DE ENGENHARIA;•CONTRATOS DE INS...
QSMS: ASSUNTOS DO FUTUROENGENHARIA – TECNOLOGIA AMBIENTALPROFISSÕES EM ALTA
PROGRAMA DE MOBILIZAÇÃO DA INDÚSTRIANACIONAL DO PETRÓLEO E GÁS
ESCOLAS – CURSOS - CONHECIMENTO:•OERACIONAIS, TÉCNICOS E TECNOLÓGICOS (SENAI, SENAT, CEETPSE FACULDADES EM TODO O PAÍS);•E...
BIBLIOGRAFIA:•O PETRÓLEO – DANIEL YERGIN;•AS SETE IRMÃS – ANTHONY SAMPSON;•PETRÓLEO: DO POÇO AO POSTO – LUIZ CLÁUDIOCARDOS...
FIM
Cadeia produtiva do gás natural
Cadeia produtiva do gás natural
Cadeia produtiva do gás natural
Cadeia produtiva do gás natural
Cadeia produtiva do gás natural
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Cadeia produtiva do gás natural

5.640 visualizações

Publicada em

Cadeia produtiva do gás natural (trabalho apresentado na SETEC 2007 - Arecco Brasil & oas).

Publicada em: Negócios
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.640
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
177
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Cadeia produtiva do gás natural

  1. 1. GÁS NATURAL DO POÇO AO CONSUMIDOR SETEC 2007 Haroldo José Fogo
  2. 2. COMPARATIVO ENTRE OS TIPOS DE GASES Gás de Rua Gás Natural GLP Gás de Refinaria (gás manufaturado) Processos de refino de petróleo Reservatórios de petróleo e de Destilação de petróleo e Reforma Termo-catalítica de gás Origem gás não-associado processamento de gás natural natural ou de nafta petroquímica (craq. Catalítico; dest. Reforma e coqueamento retardado) Peso Molecular 17 a 21 44 a 56 16 24 Poder Calorífico Rico: 10.900 processado: 9.300 24.000 a 32.000 kcal/m³ 4.300 kcal/m³ 10.000 kcal/m³ Superior kcal/m³ Densidade Relativa 0.58 a 0.72 1.50 a 2.0 0.55 0.82 Hidrogênio Metano Nitrogênio Principais Metano Etano Propano Butano Monox. de Carbono, Dióx. de Hidrogênio Nitrogênio Metano Componentes Etano Carbono Residencial, comercial e automotivo:(combustível)Industria Residencial e comercial ( Residencial e comercial ( Industrial ( combustível ePrincipais Utilizações l (combustível , petroquímica e combustível) combustível) petroquímica) siderúrgica) Pressão de 200 kgf/cm² 15 kgf/cm² - - Armazenamento
  3. 3. O primeiro poço de petróleo: Titusville, Pennsylvania –EUA, 27/08/1859 – 21m de profundidade,Responsável: Coronel Drake
  4. 4. PROSPECÇÃO – A BUSCA POR RESERVATÓRIOS
  5. 5. Gás Não Associado Gás livre GásGás emsolução Óleo + Gás Água Reservatório Produtor de Gás
  6. 6. PLATAFORMA – A PRODUÇÃO DO GÁS NATURAL
  7. 7. PLATAFORMA – A PRODUÇÃO DO GÁS NATURAL
  8. 8. VISÃO GERAL DA CADEIA PRODUTIVA
  9. 9. ESTAÇÃO DE COMPRESSÃO
  10. 10. TRANSPORTE
  11. 11. CITY GATE
  12. 12. ESTAÇÃO DE MEDIÇÃO
  13. 13. VÁLVULA DE BLOQUEIO
  14. 14. ESTAÇÃO DE REGULAGEM DE PRESSÃO
  15. 15. REDES DE DISTRIBUIÇÃO
  16. 16. UNIDADES DE ARMAZENAMENTO
  17. 17. CONJUNTOS DE REGULAGEM & MEDIÇÃO
  18. 18. GNV: MAIS UMA ÁREA DE NEGÓCIOS
  19. 19. CONSUMIDOR: O OBJETIVO DA CADEIA PRODUTIVA
  20. 20. POSSIBILIDADES PARA USO RESIDENCIAL ECOMERCIAL Acima de 51% de economia em energia elétrica Uso em lareiras 78% de eficiência em aquecedores Uso em luzes externas Uso em churrasqueira s Uso em caldeiras Secadoras 65% mais econômica que as elétricas
  21. 21. E NO BRASIL?
  22. 22. REDES DE TRANSPORTE DUTOVIÁRIO
  23. 23. TRANSPORTE DUTOVIÁRIO NA AMERICA DO SUL
  24. 24. ESQUEMA DE TRANSPORTE E DISTRIBUIÇÃOPRIMÁRIA - COMGÁS
  25. 25. ÁREAS DE CONCESSÃO NO ESTADO DE SÃO PAULO
  26. 26. DUTOS DE TRANSPORTE - BOLÍVIA
  27. 27. TRAÇADO DO GASBOL NO BRASIL
  28. 28. ÁREAS DE CONCESSÃO – GARANTIA DE QUALIDADE NADISTRIBUIÇÃO
  29. 29. O FUTURO: GNL – TRANSPORTE POR METANEIROSTERMINAIS DE VAPORIZAÇÃO
  30. 30. AUMENTO DA PRODUTIVIDADE: SOLDAGEMAUTOMATIZADAO FUTURO: REPRESENTAÇÃO E ASSISTÊNCIA PARAMÁQUINAS DE ALTA TECNOLOGIA
  31. 31. AUMENTO DA PRODUTIVIDADE: PRODUÇÃO DEREDES POR MND
  32. 32. OPORTUNIDADES PARA:•PEQUENOS FORNECEDORES DE SERVIÇOS;•PROFISSIONAIS OFICIAIS OPERACIONAIS;•ADVOGADOS ESPECIALISTAS EM ENERGIA;•ADMINISTRADORES DE NEGÓCIOS;•TÉCNICOS DE NÍVEL MÉDIO;•TECNÓLOGOS;•INSPETORES;•ENGENHEIROS;•GEÓLOGOS
  33. 33. OPORTUNIDADES PARA:•CONTRATOS DE CONSTRUÇÃO E MONTAGEM;•CONTRATOS DE MANUTENÇÃO;•CONTRATOS DE ENGENHARIA;•CONTRATOS DE INSTALAÇÕES INTERNAS;
  34. 34. QSMS: ASSUNTOS DO FUTUROENGENHARIA – TECNOLOGIA AMBIENTALPROFISSÕES EM ALTA
  35. 35. PROGRAMA DE MOBILIZAÇÃO DA INDÚSTRIANACIONAL DO PETRÓLEO E GÁS
  36. 36. ESCOLAS – CURSOS - CONHECIMENTO:•OERACIONAIS, TÉCNICOS E TECNOLÓGICOS (SENAI, SENAT, CEETPSE FACULDADES EM TODO O PAÍS);•ENGENHARIA DO PETRÓLEO (FACULDADES DO RIO DE JANEIRO,UNICAMP);•ENGENHARIAS E GEOLOGIA (UNIVERSIDADES E FACULDADES EMTODO O PAÍS);•ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS (UNIVERSIDADES E FACULDADESEM TODO O PAÍS);•GEOGRAFIA (UNIVERSIDADES E FACULDADES EM TODO O PAÍS);•INSPETORES (FBTS, ABENDE, CETRIL, SENAI);•NEGÓCIOS (FIA);•PÓS GRADUAÇÃO: FACULDADES DO RIO DE JANEIRO, UNISANTA;•FEIRAS DE PETRÓLEO E GÁS;•VISITAS E TRABALHOS EM OBRAS;•VISITAS E INTERCAMBIOS INTERNACIONAIS
  37. 37. BIBLIOGRAFIA:•O PETRÓLEO – DANIEL YERGIN;•AS SETE IRMÃS – ANTHONY SAMPSON;•PETRÓLEO: DO POÇO AO POSTO – LUIZ CLÁUDIOCARDOSO;•PETRÓLEO: NOÇÕES SOBRE EXPLORAÇÃO,PERFURAÇÃO, PRODUÇÃO E MICROBIOLOGIA – OTONLUIZ SILVA CORRÊA;•TUBULAÇÕES INDUSTRIAIS – PEDRO C. TELLES;•SITES: PETROBRAS; TRANSPETRO, GASPETRO,NATIONAL GRID TRANSCO, PROMINP, TBG, CSPE,COMGAS, GAS BRASILIANO, GASNET, BRDISTRIBUIDORA, GALILEO, CONSUMERS.
  38. 38. FIM

×