O slideshow foi denunciado.
Sociedade de Terapia Intensiva do Estado do Rio de Janeiro 
Sessão Clínica – Colégio Brasileiro de Cirurgiões 
Aspectos Bi...
15’ 
• Bioética como 
ferramenta teórica 
• Abordagem dos 
dilemas bioéticos no 
contexto da gripe suína 
• Ressaltar 
com...
15’ 
• Bioética como 
ferramenta teórica 
• Abordagem dos 
dilemas bioéticos no 
contexto da gripe suína 
• Ressaltar 
com...
Bioética como ferramenta 
• Ramo da Filosofia / Fil. Prática 
• Características 
– Multidisciplinariedade 
– Diferentes me...
Princípios “tradicionais” 
• Autonomia 
• Beneficência 
• Não-maleficência 
• Confidencialidade 
• Fidelidade 
• Privacida...
15’ 
• Bioética como 
ferramenta teórica 
• Abordagem dos 
dilemas bioéticos no 
contexto da gripe suína 
• Ressaltar comp...
SARS, 2003
• Um paciente com quadro compatível com 
Influenza interna-se em um hospital 
particular. Horas depois, recebe a 
notifica...
• Uma enfermeira intensivista teme contrair 
Gripe Suína no trabalho e infectar seu 
esposo e três filhos pequenos. Ela se...
?
Ethical framework
5 questões éticas 
• Ética da quarentena 
• Privacidade da informação 
pessoal vs. necessidade de 
conhecimento público 
•...
Caso 1: Ética da quarentena 
• Um médico é solicitado por agentes de 
saúde pública a guardar quarentena, 
devido a uma po...
WHO-Europe, 2007
WHO-Europe, 2007 
Questões éticas 
• Distribuição de 
antivirais 
• Uso de ventilação 
mecânica 
• Cobertura vacinal 
Valo...
WHO-Europe, 2007
• Ética da quarentena 
• Dever de cuidar 
• Danos colaterais 
• Globalização & fronteiras 
• Distribuição de antiretrovira...
• Ética da quarentena 
• Dever de cuidar 
• Danos colaterais 
• Globalização & fronteiras 
• Distribuição de antiretrovira...
15’ 
• Bioética como 
ferramenta teórica 
• Abordagem dos 
dilemas bioéticos no 
contexto da GS 
• Ressaltar 
complexidade...
Quarentena 
• Método antigo. Não é o único 
• Dever moral de proteger os demais se isto 
puder ser feito. 
• Caráter diret...
Blendon RJ et al. Attitudes toward the use of quarantine in a public 
health emergency in four countries. Health Affairs, ...
Blendon RJ et al. Attitudes toward the use of quarantine in a public 
health emergency in four countries. Health Affairs, ...
Blendon RJ et al. Attitudes toward the use of quarantine in a public 
health emergency in four countries. Health Affairs, ...
Recomendações OMS: isolamento de 
sintomáticos & quarentena de contactantes 
• Voluntário o máximo possível 
• Medidas ade...
4 princípios (Upshur, 2002) 
• Princípio do tipo de dano – depende do mecanismo de 
disseminação. Ex: antrax x influenza 
...
Questões adicionais 
• As análises médicas impõem a 
quarentena em ampla escala ? 
• É factível a implementar e manter 
qu...
Um dilema bioético... 
• Indivíduo com suspeita de Influenza 
interna-se em hospital privado e recebe a 
ordem de transfer...
//portal.saude.gov.br
Rio de Janeiro, 2009 
– Setor público vs. privado ? 
– Pró-forma ? 
– Framework ? 
– Implementação da quarentena é factíve...
15’ 
• Bioética como 
ferramenta teórica 
• Abordagem dos 
dilemas bioéticos no 
contexto da GS 
• Ressaltar 
complexidade...
Obrigado 
haroldofalcao@gmail.com
Bioética e gripe suína
Bioética e gripe suína
Bioética e gripe suína
Bioética e gripe suína
Bioética e gripe suína
Bioética e gripe suína
Bioética e gripe suína
Bioética e gripe suína
Bioética e gripe suína
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Bioética e gripe suína

290 visualizações

Publicada em

Sessão clínica da SOTIERJ (Maio, 2009). Proposições realizadas à época da pandemia de H1N1, passíveis de alguma transposição diante do risco de epidemia pelo vírus Ebola.

Publicada em: Saúde e medicina
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Bioética e gripe suína

  1. 1. Sociedade de Terapia Intensiva do Estado do Rio de Janeiro Sessão Clínica – Colégio Brasileiro de Cirurgiões Aspectos Bioéticos Relacionados ao Atendimento de Pacientes Sujeitos a Isolamento e Quarentena Haroldo Falcão Hospital Quinta D´Or ; HCPM-PMERJ Maio, 2009
  2. 2. 15’ • Bioética como ferramenta teórica • Abordagem dos dilemas bioéticos no contexto da gripe suína • Ressaltar complexidades relativas ao isolamento e quarentena (RJ)
  3. 3. 15’ • Bioética como ferramenta teórica • Abordagem dos dilemas bioéticos no contexto da gripe suína • Ressaltar complexidades relativas ao isolamento e quarentena (RJ)
  4. 4. Bioética como ferramenta • Ramo da Filosofia / Fil. Prática • Características – Multidisciplinariedade – Diferentes metodologias • Princípios (Beauchamp & Childress, 1999). – Prático e didático – Trabalho em cima de dilemas bioéticos – Abordagem casuística
  5. 5. Princípios “tradicionais” • Autonomia • Beneficência • Não-maleficência • Confidencialidade • Fidelidade • Privacidade • Justiça
  6. 6. 15’ • Bioética como ferramenta teórica • Abordagem dos dilemas bioéticos no contexto da gripe suína • Ressaltar complexidades relativas ao isolamento e quarentena (RJ)
  7. 7. SARS, 2003
  8. 8. • Um paciente com quadro compatível com Influenza interna-se em um hospital particular. Horas depois, recebe a notificação de agentes da vigilância sanitária orientando sua transferência para um dos hospitais de referência de seu estado.
  9. 9. • Uma enfermeira intensivista teme contrair Gripe Suína no trabalho e infectar seu esposo e três filhos pequenos. Ela se sente dividida entre a ameaça potencial aos seus e suas obrigações profissionais.
  10. 10. ?
  11. 11. Ethical framework
  12. 12. 5 questões éticas • Ética da quarentena • Privacidade da informação pessoal vs. necessidade de conhecimento público • Dever de cuidar • Danos colaterais • Globalização & fronteiras 10 valores morais • Liberdade individual, • Proteção do público contra o dano, • Proportionalidade • Reciprocidade • Transparência • Privacidade • Proteção contra estigmatização • Dever de cuidar • Equidade • Solidariedade
  13. 13. Caso 1: Ética da quarentena • Um médico é solicitado por agentes de saúde pública a guardar quarentena, devido a uma possível exposição à gripe suína. Ele quer aderir, mas teme pela perda do emprego. Liberdade individual Proteção pública Proporcionalidade Reciprocidade Transparência
  14. 14. WHO-Europe, 2007
  15. 15. WHO-Europe, 2007 Questões éticas • Distribuição de antivirais • Uso de ventilação mecânica • Cobertura vacinal Valores morais – Maximização – Equidade e justiça – Transparência WHO-Europe, 2007
  16. 16. WHO-Europe, 2007
  17. 17. • Ética da quarentena • Dever de cuidar • Danos colaterais • Globalização & fronteiras • Distribuição de antiretrovirais • Uso de ventiladores mecânicos • Etc...
  18. 18. • Ética da quarentena • Dever de cuidar • Danos colaterais • Globalização & fronteiras • Distribuição de antiretrovirais • Uso de ventiladores mecânicos • Etc...
  19. 19. 15’ • Bioética como ferramenta teórica • Abordagem dos dilemas bioéticos no contexto da GS • Ressaltar complexidades relativas à quarentena (RJ)
  20. 20. Quarentena • Método antigo. Não é o único • Dever moral de proteger os demais se isto puder ser feito. • Caráter diretivo É eficaz ? Ataca o foco do problema ?
  21. 21. Blendon RJ et al. Attitudes toward the use of quarantine in a public health emergency in four countries. Health Affairs, 2006, 25(2):w15– 25. • Survey via telefônica • China/ Hong Kong; China / Taiwan; Singapura; EUA • Input: surto de doença infecciosa, Output: atitudes ante a política publica
  22. 22. Blendon RJ et al. Attitudes toward the use of quarantine in a public health emergency in four countries. Health Affairs, 2006, 25(2):w15– 25.
  23. 23. Blendon RJ et al. Attitudes toward the use of quarantine in a public health emergency in four countries. Health Affairs, 2006, 25(2):w15– 25. • Variações da atitude conforme política de monitorização. – EUA: menos a favor de estratégias restritivas – Monitorização periódica via fone ou visita diária. Vídeo não. – braceletes, guarda pessoal, quarentena domiciliar: EUA vs. outros • Preocupação com quarentena – Exposição, Superlotação, Comunicação • Conclusão: necessários planos específicos.
  24. 24. Recomendações OMS: isolamento de sintomáticos & quarentena de contactantes • Voluntário o máximo possível • Medidas adequadas para cada contexto de confinamento (hospitais, abrigos, domicílios, etc.) • Condições seguras habitáveis, necessidades básicas, e suporte psicossocial. • Considerar mecanismos para contornar as repercussões econômicas e financeiras da crise. • Considerar interesses de membros vulneráveis dentro da própria família. • Procedimentos legais na tomada de decisões; previsão de exceções aos mecanismos legais inclusive de enfrentamento aos estados de quarentena. WHO, 2007 (= Princípios)
  25. 25. 4 princípios (Upshur, 2002) • Princípio do tipo de dano – depende do mecanismo de disseminação. Ex: antrax x influenza • Proporcionalidade – do menos (voluntariedade) para o mais restritivo (coerção). Ex: SARS, Toronto 2003, 30.000 vs. 22 • Reciprocidade – benefícios para quem aceita a limitação. Sociedade tb libera de obrigações. • Transparência – a agencia deve justificar-se e expor os princípios de decisão, permitindo processos de recurso e apelação
  26. 26. Questões adicionais • As análises médicas impõem a quarentena em ampla escala ? • É factível a implementar e manter quarentena a longo prazo ? • Ultrapassam os benefícios as possíveis complicações ?
  27. 27. Um dilema bioético... • Indivíduo com suspeita de Influenza interna-se em hospital privado e recebe a ordem de transferência para unidade do estado.
  28. 28. //portal.saude.gov.br
  29. 29. Rio de Janeiro, 2009 – Setor público vs. privado ? – Pró-forma ? – Framework ? – Implementação da quarentena é factível a longo prazo ? – Contemplam suportes em caso de complicação ? – Benefícios > complicações ? – Contrapartida do Estado ? – Efetividade em cenários mais adversos ? – Etc...
  30. 30. 15’ • Bioética como ferramenta teórica • Abordagem dos dilemas bioéticos no contexto da GS • Ressaltar complexidades relativas à quarentena (RJ)
  31. 31. Obrigado haroldofalcao@gmail.com

×