Criogenia e incineradores

177 visualizações

Publicada em

Trabalho apresentado na disciplina de Máquinas Térmicas, da Universidade Tuiuti do Paraná, sobre Criogenia e Incineradores

Publicada em: Engenharia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
177
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Criogenia e incineradores

  1. 1. CRIOGENIA E INCINERADORES Alunos: Halyson T. de Andrade Renan Luis P. Tiepolo Rodrigo W. Alves
  2. 2. O que é criogenia? - A Criogenia é a ciência das temperaturas muito baixas. O prefixo “crio” provém do grego “kruos” que significa extremamente frio. • A temperatura mais baixa que se pode obter é o “ZERO ABSOLUTO”, que corresponde a ZERO na escala kelvin e a – 273,15 na escala de graus Celsius.
  3. 3. - Na Criogenia se estuda tecnologias para a produção de temperaturas abaixo de −150°C ( −238°F ou de 123 K). - Estuda também o comportamento dos elementos e materiais quando submetidos a essas faixas de temperatura - Explora os efeitos de transferência térmica entre um agente e um meio.
  4. 4. • Gases como o nitrogênio, oxigênio e hélio quando liquefeitos são os mais utilizados. • Nitrogênio é o mais utilizado por ser de fácil obtenção, porem o hélio é o que atinge menores temperaturas. • O oxigênio líquido é bastante utilizado em hospitais.
  5. 5. Criogenia na Prática - Crioterapia: Cirurgia ocular em que uma sonda congelada é aplicada na retina momentaneamente para reparar danos. - A comida congelada deve durar anos. - Congelamento de espermas, óvulos e embriões.
  6. 6. • Combustíveis Criogênicos: Oxigênio e nitrogênio como combustíveis de foguetes. • Gás natural é comercializado em sua forma criogênica, como gás natural liquefeito (GNL) • Criônica (ou criogenia humana): Preservar corpos humanos
  7. 7. Criogenia Humana
  8. 8. Criogenia Humana • Preservar corpos em temperaturas extremamente baixas com esperança de revive- las no futuro. • Começou a partir de casos de pessoas que cairam em águas de baixa temperatura e não conseguiram emergir devido a camada de gelo.
  9. 9. • Embriões utilizados em fertilização in vitro são congelados, voltam ao normal para serem utilizados, e geram crianças saudáveis. • Foram feitos testes em animais, porém nem todos voltavam em condições plenas, inférteis ou com baixo tempo de vida. • Animais de sangue frio, bactérias e insetos responderam bem ao processo.
  10. 10. Processo realizado: • Coração para de bater; • Oxigênio para o cerebro e sangue ainda apresentarem funções vitais; • Corpo colocado no gelo e anticoagulante; • Toda água do corpo é retirada e substituída por um composto químico baseado em glycerol, para que não se formem cristais de gelo no interior do corpo
  11. 11. • Corpo é levado para cama de gelo onde sua temperatura é gradativamente diminuida até -130ºC e após depositado em um container de nitrogênio líquido. • Não se sabe como reverter danos biológicos causados pelo resfriamento, porem apostam que no futuro estes problemas sejam resolvidos
  12. 12. INCINERADORES
  13. 13. • Ao pé de letra, os incineradores são fornos utilizados para incinerar, ou seja queimar até reduzir o material em cinzas. • Estes são utilizados principalmente para a incineração de resíduos do lixo, mas também são utilizados, por exemplo, em crematórios.
  14. 14. • Uma usina para incineração de resíduos tem, como elementos e equipamentos principais, áreas de recepção e de armazenamento de lixo, fornos, filtros, câmaras/caldeiras, turbina, gerador de energia, equipamentos para controle de poluição do ar, sistema para tratamento de água residual, entre outros. • A seleção do material é importante para aumentar o poder calorífico da combustão.
  15. 15. • Caminhões despejam os resíduos que são recolhidos por pinças para dragagem e mandados para um funil. • Após, é empurrado para o incinerador, onde é queimado a temperatura mínima de 800ºC • O calor gerado abastece as caldeiras, onde é convertido para vapor, que abastacem a turbina que alimentam o gerador de eletricidade
  16. 16. • O volume se reduz em até 10% do inicial, na forma de cinzas e escoria. Esse material pode ser usado na construção civil. • Vapor é filtrado e resfriado, lançado a turbina. Condensador aumenta pressão do vapor para ter mais força para movimentar as hélices. • Um gerador converte a energia mecânica em elétrica.
  17. 17. Monitoramento dos Gases
  18. 18. Monitoramento dos Gases • Extrema importância, pois a queima produz substâncias poluentes e até cancerígenas como dióxidos. • Maior custo na usina são em equipamentos para o controle de poluentes.
  19. 19. Crematórios
  20. 20. OBRIGADO PELA ATENÇÃO!

×