SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 28
Ciências Cognitivas Neurociências Filosofia da Mente Inteligência Artificial a   r   t   e          -      c   i   ê   n   c   i   a       -     t   e  c   n  o  l  o  g  i  a  Henrique Morais jh.morais@uol.com.br
PONTO DE PARTIDA USAMOS  A  MENTE  PARA MUITAS  ATIVIDADES LerEstudarAprender
FUNÇÕES NAS   ATIVIDADES   INTELECTUAIS LerEstudar Aprender JogarRaciocinarPensar
FUNÇÕES NAS   ARTES  E  NOS  PROCESSOS  CRIATIVOS LerEstudarAprender JogarRaciocinarPensar TocarOuvirCriar
FUNÇÕES NA DIVERSÃO E  ENTRETENIMENTO LerEstudarAprender JogarRaciocinarPensar TocarOuvirCriar DivertirBeberComer
FUNÇÕES NA  FORMAÇÃO  DAS  CRENÇAS LerEstudar Aprender JogarRaciocinarPensar TocarOuvirCriar DivertirBeberComer Rezar CrerAgregar
FUNÇÕES NAS  ATIVIDADES   E  TAREFAS  FAMÍLIARES  ProtegerCuidarEnsinar LerEstudar Aprender JogarRaciocinarPensar TocarOuvirCriar DivertirBeberComer Rezar CrerAgregar
FUNÇÕES NO  TRABALHO ProtegerCuidarEnsinar LerEstudarAprender JogarRaciocinarPensar TrabalharDecidirLiderar TocarOuvirCriar DivertirBeberComer Rezar CrerAgregar
FUNÇÕES NOS  RELACIONAMENTOS  E   EM   ATIVIDADES   GRUPAIS ProtegerCuidarEnsinar LerEstudarAprender JogarRaciocinarPensar TrabalharDecidirLiderar TocarOuvirCriar Falar ComunicarInteragir DivertirBeberComer Rezar CrerAgregar
FUNÇÕES PARA  SENTIR  E  DAR  PRAZER ProtegerCuidarEnsinar LerEstudarAprender JogarRaciocinarPensar TrabalharDecidirLiderar TocarOuvirCriar Falar ComunicarInteragir DesejarSentirNamorar DivertirBeberComer Rezar Crer Agregar
CIENCIAS MENTE   E   CEREBRO ProtegerCuidarEnsinar LerEstudar Aprender JogarRaciocinarPensar TrabalharDecidirLiderar TocarOuvirCriar Falar ComunicarInteragir DesejarSentirNamorar DivertirBeberComer Rezar AcreditarAgregar DescreverCompreenderPrever  e  Controlar
A MENTE A MENTE DESCONHECIDA “Apesar de estudada a mais de duzentos anos, a mente humana foge de descrições e explicações adequadas.”Steven Mithen, 2002 “Não entendemos como a mente funciona – nem de longe como entendemos como funciona o corpo.”Steven Pinker, 1998 “Apesar dos avanços, a lacuna entre as ciências do cérebro e a elucidação  das ´funçõessuperiores´ permanece enorme.”Howard Gardner, 1999 “A complexidade da mente humana é tão grande que talvez nunca possa ser conhecida totalmente.”Antonio Damásio, 1996
Filosofia Física Educação Antropologia Psicologia Engenharia Medicina Química Biologia Informática O CAMPO MULTIDISCIPLINAR
Filosofia Física Educação Neuropsicologia Antropologia Psicopatologia Psicologia Psicometria Engenharia Psicomotricidade Medicina Parapsicologia Química Biologia Informática O CAMPO ÁREAS  DE  ESPECIALIZAÇÃO
Filosofia Física Educação Física Antropologia Psicologia Engenharia Medicina Química Biologia Informática O CAMPO  INTEGRAÇÃO ENTRE AS DISCIPLINAS
Filosofia Física Educação Física Antropologia Filosofia da Mente Psicologia Inteligência Artificial Engenharia Medicina Ciências  Cognitivas Química Neurociências Biologia Informática O CAMPO FORMAÇÃO DE GRANDES CAMPOS DE ESTUDO
Filosofia Física Educação Física Antropologia Filosofia da Mente Psicologia Inteligência Artificial Engenharia Medicina Ciências  Cognitivas Química Neurociências Biologia Informática O CURSO ARTICULANDO  AS  ÁREAS: AS METÁFORAS
METÁFORAS INFLUÊNCIA DE PAUL RICOEUR ,[object Object]
Originalidade estonteante da filosofia de Ricoeur.
Abertura e uma generosidade no pensar que vai em direção oposta a certo narcisismo jubilatório característico de muitos profissionais.
Ricoeur se situa num certo combate às versões mais exacerbadas do idealismo.
Em particular à pretensão de auto-suficiência da consciência de si, para ressaltar os limites dessa tentativa.
Retórica e poética.
A metáfora e a nova retórica.
O momento icónico da metáfora.
Psicolinguística da metáfora.
Modelo e metáfora. O conceito de verdade metafórica. ,[object Object]
METÁFORAS IMPORTÂNCIA Quase toda teoria da mente baseia-se em imagens ou em metáforas.É necessário identificar que as formas que utilizamos para explicar a mente nos conduzem para  pontos de vista congruentes que nos levam a práticas específicas.As metáforas nos levam a entender os fenômenos mentais com utilidade, mas com parcialidade. Quando nos fixamos em uma explicação perdemos a oportunidade de entender a mente com outras perspectivas.Para entender e tratar a mente precisamos identificar e usar diferentes abordagens. Algumas perspectivas  e visões são complementares outras são contraditórias.  As metáforas aumentam a visão periférica e criam a flexibilidade necessária para identificar os complexos processos da mente

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Parte I - Avaliacao
Parte I - Avaliacao Parte I - Avaliacao
Parte I - Avaliacao esaber edu
 
Como fazer... citações curtas, longas e cortes
Como fazer... citações curtas, longas e cortesComo fazer... citações curtas, longas e cortes
Como fazer... citações curtas, longas e cortesRisoleta Montez
 
Fisiognomonia e Diagnóstico Ayurveda do Rosto e Lábios
Fisiognomonia e Diagnóstico Ayurveda do Rosto e LábiosFisiognomonia e Diagnóstico Ayurveda do Rosto e Lábios
Fisiognomonia e Diagnóstico Ayurveda do Rosto e LábiosMichele Pó
 
Jornal História da Psicologia no Brasil
Jornal História da Psicologia no BrasilJornal História da Psicologia no Brasil
Jornal História da Psicologia no BrasilFelipe Stephan
 
Formulario avaliacao fisica_3
Formulario avaliacao fisica_3Formulario avaliacao fisica_3
Formulario avaliacao fisica_3Barbara Guedes
 
Lucas Nápoli - A Doença Psicossomática Não Existe
Lucas Nápoli - A Doença Psicossomática Não ExisteLucas Nápoli - A Doença Psicossomática Não Existe
Lucas Nápoli - A Doença Psicossomática Não ExisteLucas Nápoli
 
O relatório psicológico deve conter, modelo de laudo
O relatório psicológico deve conter, modelo de laudoO relatório psicológico deve conter, modelo de laudo
O relatório psicológico deve conter, modelo de laudoAna Cristina Balthazar
 
Aula introdutória sobre ritmo
Aula introdutória sobre ritmoAula introdutória sobre ritmo
Aula introdutória sobre ritmoJunior Oliveira
 
O quanto as nossas emoções influenciam o nosso corpo
O quanto as nossas emoções influenciam o nosso corpo O quanto as nossas emoções influenciam o nosso corpo
O quanto as nossas emoções influenciam o nosso corpo Anissis Ramos
 

Mais procurados (20)

Parte I - Avaliacao
Parte I - Avaliacao Parte I - Avaliacao
Parte I - Avaliacao
 
Como fazer... citações curtas, longas e cortes
Como fazer... citações curtas, longas e cortesComo fazer... citações curtas, longas e cortes
Como fazer... citações curtas, longas e cortes
 
Aula 7 Testes De Esforco
Aula 7   Testes De EsforcoAula 7   Testes De Esforco
Aula 7 Testes De Esforco
 
Fisiognomonia e Diagnóstico Ayurveda do Rosto e Lábios
Fisiognomonia e Diagnóstico Ayurveda do Rosto e LábiosFisiognomonia e Diagnóstico Ayurveda do Rosto e Lábios
Fisiognomonia e Diagnóstico Ayurveda do Rosto e Lábios
 
Jornal História da Psicologia no Brasil
Jornal História da Psicologia no BrasilJornal História da Psicologia no Brasil
Jornal História da Psicologia no Brasil
 
Psicopatas
PsicopatasPsicopatas
Psicopatas
 
Treinamento de Força
Treinamento de ForçaTreinamento de Força
Treinamento de Força
 
Formulario avaliacao fisica_3
Formulario avaliacao fisica_3Formulario avaliacao fisica_3
Formulario avaliacao fisica_3
 
Pornografia
PornografiaPornografia
Pornografia
 
Psicologia da educação 1
Psicologia da educação 1Psicologia da educação 1
Psicologia da educação 1
 
Lucas Nápoli - A Doença Psicossomática Não Existe
Lucas Nápoli - A Doença Psicossomática Não ExisteLucas Nápoli - A Doença Psicossomática Não Existe
Lucas Nápoli - A Doença Psicossomática Não Existe
 
O sistema muscular (1)
O sistema muscular (1)O sistema muscular (1)
O sistema muscular (1)
 
Avaliação Neuropsicológica
Avaliação NeuropsicológicaAvaliação Neuropsicológica
Avaliação Neuropsicológica
 
Doença mental
Doença mentalDoença mental
Doença mental
 
Psicoses
PsicosesPsicoses
Psicoses
 
O relatório psicológico deve conter, modelo de laudo
O relatório psicológico deve conter, modelo de laudoO relatório psicológico deve conter, modelo de laudo
O relatório psicológico deve conter, modelo de laudo
 
Aula psicanálise
Aula psicanáliseAula psicanálise
Aula psicanálise
 
Aula introdutória sobre ritmo
Aula introdutória sobre ritmoAula introdutória sobre ritmo
Aula introdutória sobre ritmo
 
O quanto as nossas emoções influenciam o nosso corpo
O quanto as nossas emoções influenciam o nosso corpo O quanto as nossas emoções influenciam o nosso corpo
O quanto as nossas emoções influenciam o nosso corpo
 
Ficha de anamnese corporal
Ficha de anamnese corporalFicha de anamnese corporal
Ficha de anamnese corporal
 

Destaque

Programação Neurolinguistica - PNL
Programação Neurolinguistica - PNLProgramação Neurolinguistica - PNL
Programação Neurolinguistica - PNLMega Palestras
 
Programação Neurolinguística (PNL)
Programação Neurolinguística (PNL)Programação Neurolinguística (PNL)
Programação Neurolinguística (PNL)Dora Guiseline
 
Neurociências e Educação
Neurociências e EducaçãoNeurociências e Educação
Neurociências e Educaçãoangelafreire
 
Inscrição - III Jornada de Neurociências Curitiba - Novembro
Inscrição - III Jornada de Neurociências Curitiba - NovembroInscrição - III Jornada de Neurociências Curitiba - Novembro
Inscrição - III Jornada de Neurociências Curitiba - NovembroCaminhos do Autismo
 
Cartilha do Educador: Educando com a ajuda das Neurociências
Cartilha do Educador: Educando com a ajuda das NeurociênciasCartilha do Educador: Educando com a ajuda das Neurociências
Cartilha do Educador: Educando com a ajuda das Neurociênciasnoritadastre
 
Neurociências – psicobiologia – síndromes tomo ii
Neurociências – psicobiologia – síndromes tomo iiNeurociências – psicobiologia – síndromes tomo ii
Neurociências – psicobiologia – síndromes tomo iiInstituto Televisão Tvinespec
 
Plano de aula de matematica maurício
Plano de aula de matematica maurícioPlano de aula de matematica maurício
Plano de aula de matematica maurícioAnazaniboni
 
Filosofia da mente formaço de professores
Filosofia da mente formaço de professoresFilosofia da mente formaço de professores
Filosofia da mente formaço de professoresProjovem Urbano
 
História das neurociências
História das neurociênciasHistória das neurociências
História das neurociênciasCaio Maximino
 
PALESTRA SOBRE NEUROCOACHING_25 07_2013_LIVRARIA CULTURA
PALESTRA SOBRE NEUROCOACHING_25 07_2013_LIVRARIA CULTURAPALESTRA SOBRE NEUROCOACHING_25 07_2013_LIVRARIA CULTURA
PALESTRA SOBRE NEUROCOACHING_25 07_2013_LIVRARIA CULTURASociedade Gaúcha de Coaching
 
Cérebro, Comportamento e Evolução
Cérebro, Comportamento e EvoluçãoCérebro, Comportamento e Evolução
Cérebro, Comportamento e EvoluçãoCaio Maximino
 

Destaque (20)

PNL - Metáforas
PNL -  MetáforasPNL -  Metáforas
PNL - Metáforas
 
Programação Neurolinguistica - PNL
Programação Neurolinguistica - PNLProgramação Neurolinguistica - PNL
Programação Neurolinguistica - PNL
 
Programação Neurolinguística (PNL)
Programação Neurolinguística (PNL)Programação Neurolinguística (PNL)
Programação Neurolinguística (PNL)
 
25 maneiras de influenciar pessoas
25 maneiras de influenciar pessoas25 maneiras de influenciar pessoas
25 maneiras de influenciar pessoas
 
Neurociências e Educação
Neurociências e EducaçãoNeurociências e Educação
Neurociências e Educação
 
Inscrição - III Jornada de Neurociências Curitiba - Novembro
Inscrição - III Jornada de Neurociências Curitiba - NovembroInscrição - III Jornada de Neurociências Curitiba - Novembro
Inscrição - III Jornada de Neurociências Curitiba - Novembro
 
Sofismas
SofismasSofismas
Sofismas
 
Cartilha do Educador: Educando com a ajuda das Neurociências
Cartilha do Educador: Educando com a ajuda das NeurociênciasCartilha do Educador: Educando com a ajuda das Neurociências
Cartilha do Educador: Educando com a ajuda das Neurociências
 
Neurociências – psicobiologia – síndromes tomo ii
Neurociências – psicobiologia – síndromes tomo iiNeurociências – psicobiologia – síndromes tomo ii
Neurociências – psicobiologia – síndromes tomo ii
 
Plano de aula de matematica maurício
Plano de aula de matematica maurícioPlano de aula de matematica maurício
Plano de aula de matematica maurício
 
A metáfora
A metáforaA metáfora
A metáfora
 
Filosofia da mente formaço de professores
Filosofia da mente formaço de professoresFilosofia da mente formaço de professores
Filosofia da mente formaço de professores
 
Fundamentos da Neurociência e Bioética
Fundamentos da Neurociência e BioéticaFundamentos da Neurociência e Bioética
Fundamentos da Neurociência e Bioética
 
Neuroanatomia
NeuroanatomiaNeuroanatomia
Neuroanatomia
 
Os homens da tga
Os homens da tgaOs homens da tga
Os homens da tga
 
História das neurociências
História das neurociênciasHistória das neurociências
História das neurociências
 
PALESTRA SOBRE NEUROCOACHING_25 07_2013_LIVRARIA CULTURA
PALESTRA SOBRE NEUROCOACHING_25 07_2013_LIVRARIA CULTURAPALESTRA SOBRE NEUROCOACHING_25 07_2013_LIVRARIA CULTURA
PALESTRA SOBRE NEUROCOACHING_25 07_2013_LIVRARIA CULTURA
 
PNL - Metáforas
PNL - MetáforasPNL - Metáforas
PNL - Metáforas
 
Cérebro, Comportamento e Evolução
Cérebro, Comportamento e EvoluçãoCérebro, Comportamento e Evolução
Cérebro, Comportamento e Evolução
 
Pensamento positivo
Pensamento positivoPensamento positivo
Pensamento positivo
 

Semelhante a Aula 01 - Metaforas da Mente - Abertura

Inteligência Emocional
Inteligência EmocionalInteligência Emocional
Inteligência Emocionalprofcarlosreis
 
Eixos do pensamento de Edgar Morin
Eixos do pensamento de Edgar MorinEixos do pensamento de Edgar Morin
Eixos do pensamento de Edgar MorinRodrigo Volponi
 
UnimobilevillecomunicaçãOea
UnimobilevillecomunicaçãOeaUnimobilevillecomunicaçãOea
UnimobilevillecomunicaçãOeaMOBILEVILLE
 
Augusto jorge cury_-_inteligência_multifocal
Augusto jorge cury_-_inteligência_multifocalAugusto jorge cury_-_inteligência_multifocal
Augusto jorge cury_-_inteligência_multifocalNatália Martins
 
Uma mente e dois cérebros
Uma mente e dois cérebrosUma mente e dois cérebros
Uma mente e dois cérebrosMarilia Brasil
 
AUGUSTO CURY - Inteligencia Multifocal.pdf
AUGUSTO CURY - Inteligencia Multifocal.pdfAUGUSTO CURY - Inteligencia Multifocal.pdf
AUGUSTO CURY - Inteligencia Multifocal.pdfVIEIRA RESENDE
 
Inteligência emocional mar 2011 resumida
Inteligência emocional mar 2011 resumidaInteligência emocional mar 2011 resumida
Inteligência emocional mar 2011 resumidaWalter Poltronieri
 
Creatividade uma mente-dois_cérebros
Creatividade uma mente-dois_cérebrosCreatividade uma mente-dois_cérebros
Creatividade uma mente-dois_cérebrosFrancineteproinfo
 
Uma mente dois cérebros
Uma mente dois cérebrosUma mente dois cérebros
Uma mente dois cérebrosDoni Cia
 
Dois Cerebros
Dois CerebrosDois Cerebros
Dois CerebrosLuiz
 
Uma mente, dois cérebros
Uma mente, dois cérebrosUma mente, dois cérebros
Uma mente, dois cérebrosogerente
 
A Arte de Ler (Vanderlei Miranda) - Cidadão do Futuro 2010
A Arte de Ler (Vanderlei Miranda) - Cidadão do Futuro 2010A Arte de Ler (Vanderlei Miranda) - Cidadão do Futuro 2010
A Arte de Ler (Vanderlei Miranda) - Cidadão do Futuro 2010Smar Brasil
 
Tipos de mentes daniel c. dennett
Tipos de mentes   daniel c. dennettTipos de mentes   daniel c. dennett
Tipos de mentes daniel c. dennettgisely Bit
 
Reflexões - Urano
Reflexões - UranoReflexões - Urano
Reflexões - UranoSonia Beth
 

Semelhante a Aula 01 - Metaforas da Mente - Abertura (20)

Inteligência Emocional
Inteligência EmocionalInteligência Emocional
Inteligência Emocional
 
Eixos do pensamento de Edgar Morin
Eixos do pensamento de Edgar MorinEixos do pensamento de Edgar Morin
Eixos do pensamento de Edgar Morin
 
UnimobilevillecomunicaçãOea
UnimobilevillecomunicaçãOeaUnimobilevillecomunicaçãOea
UnimobilevillecomunicaçãOea
 
Filosofia da Mente
Filosofia da MenteFilosofia da Mente
Filosofia da Mente
 
Augusto jorge cury_-_inteligência_multifocal
Augusto jorge cury_-_inteligência_multifocalAugusto jorge cury_-_inteligência_multifocal
Augusto jorge cury_-_inteligência_multifocal
 
Uma mente e dois cérebros
Uma mente e dois cérebrosUma mente e dois cérebros
Uma mente e dois cérebros
 
AUGUSTO CURY - Inteligencia Multifocal.pdf
AUGUSTO CURY - Inteligencia Multifocal.pdfAUGUSTO CURY - Inteligencia Multifocal.pdf
AUGUSTO CURY - Inteligencia Multifocal.pdf
 
Trabalho em equipe
Trabalho em equipeTrabalho em equipe
Trabalho em equipe
 
Inteligência emocional mar 2011 resumida
Inteligência emocional mar 2011 resumidaInteligência emocional mar 2011 resumida
Inteligência emocional mar 2011 resumida
 
Pense Como da Vinci
Pense Como da VinciPense Como da Vinci
Pense Como da Vinci
 
Creatividade uma mente-dois_cérebros
Creatividade uma mente-dois_cérebrosCreatividade uma mente-dois_cérebros
Creatividade uma mente-dois_cérebros
 
Uma mente dois cerebros
Uma mente dois cerebrosUma mente dois cerebros
Uma mente dois cerebros
 
Sustentare 2011.02.22
Sustentare 2011.02.22Sustentare 2011.02.22
Sustentare 2011.02.22
 
Uma mente dois cérebros
Uma mente dois cérebrosUma mente dois cérebros
Uma mente dois cérebros
 
Dois Cerebros
Dois CerebrosDois Cerebros
Dois Cerebros
 
Uma mente, dois cérebros
Uma mente, dois cérebrosUma mente, dois cérebros
Uma mente, dois cérebros
 
A Arte de Ler (Vanderlei Miranda) - Cidadão do Futuro 2010
A Arte de Ler (Vanderlei Miranda) - Cidadão do Futuro 2010A Arte de Ler (Vanderlei Miranda) - Cidadão do Futuro 2010
A Arte de Ler (Vanderlei Miranda) - Cidadão do Futuro 2010
 
Tipos de mentes daniel c. dennett
Tipos de mentes   daniel c. dennettTipos de mentes   daniel c. dennett
Tipos de mentes daniel c. dennett
 
Uma mente dois cérebros
Uma mente dois cérebrosUma mente dois cérebros
Uma mente dois cérebros
 
Reflexões - Urano
Reflexões - UranoReflexões - Urano
Reflexões - Urano
 

Último

Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf HitlerAlemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitlerhabiwo1978
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...LuizHenriquedeAlmeid6
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"Ilda Bicacro
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilMariaHelena293800
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEblogdoelvis
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...Manuais Formação
 
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdfApostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdflbgsouza
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é precisoMary Alvarenga
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSPedroMatos469278
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroBrenda Fritz
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteLeonel Morgado
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfManuais Formação
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoIlda Bicacro
 
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfHistoria-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfandreaLisboa7
 
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfTestes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfCsarBaltazar1
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosFernanda Ledesma
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxIlda Bicacro
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisIlda Bicacro
 
MODELO Resumo esquemático de Relatório escolar
MODELO Resumo esquemático de Relatório escolarMODELO Resumo esquemático de Relatório escolar
MODELO Resumo esquemático de Relatório escolarDouglasVasconcelosMa
 

Último (20)

Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf HitlerAlemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdfApostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
 
662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfHistoria-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
 
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfTestes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
MODELO Resumo esquemático de Relatório escolar
MODELO Resumo esquemático de Relatório escolarMODELO Resumo esquemático de Relatório escolar
MODELO Resumo esquemático de Relatório escolar
 

Aula 01 - Metaforas da Mente - Abertura

  • 1. Ciências Cognitivas Neurociências Filosofia da Mente Inteligência Artificial a r t e - c i ê n c i a - t e c n o l o g i a Henrique Morais jh.morais@uol.com.br
  • 2. PONTO DE PARTIDA USAMOS A MENTE PARA MUITAS ATIVIDADES LerEstudarAprender
  • 3. FUNÇÕES NAS ATIVIDADES INTELECTUAIS LerEstudar Aprender JogarRaciocinarPensar
  • 4. FUNÇÕES NAS ARTES E NOS PROCESSOS CRIATIVOS LerEstudarAprender JogarRaciocinarPensar TocarOuvirCriar
  • 5. FUNÇÕES NA DIVERSÃO E ENTRETENIMENTO LerEstudarAprender JogarRaciocinarPensar TocarOuvirCriar DivertirBeberComer
  • 6. FUNÇÕES NA FORMAÇÃO DAS CRENÇAS LerEstudar Aprender JogarRaciocinarPensar TocarOuvirCriar DivertirBeberComer Rezar CrerAgregar
  • 7. FUNÇÕES NAS ATIVIDADES E TAREFAS FAMÍLIARES ProtegerCuidarEnsinar LerEstudar Aprender JogarRaciocinarPensar TocarOuvirCriar DivertirBeberComer Rezar CrerAgregar
  • 8. FUNÇÕES NO TRABALHO ProtegerCuidarEnsinar LerEstudarAprender JogarRaciocinarPensar TrabalharDecidirLiderar TocarOuvirCriar DivertirBeberComer Rezar CrerAgregar
  • 9. FUNÇÕES NOS RELACIONAMENTOS E EM ATIVIDADES GRUPAIS ProtegerCuidarEnsinar LerEstudarAprender JogarRaciocinarPensar TrabalharDecidirLiderar TocarOuvirCriar Falar ComunicarInteragir DivertirBeberComer Rezar CrerAgregar
  • 10. FUNÇÕES PARA SENTIR E DAR PRAZER ProtegerCuidarEnsinar LerEstudarAprender JogarRaciocinarPensar TrabalharDecidirLiderar TocarOuvirCriar Falar ComunicarInteragir DesejarSentirNamorar DivertirBeberComer Rezar Crer Agregar
  • 11. CIENCIAS MENTE E CEREBRO ProtegerCuidarEnsinar LerEstudar Aprender JogarRaciocinarPensar TrabalharDecidirLiderar TocarOuvirCriar Falar ComunicarInteragir DesejarSentirNamorar DivertirBeberComer Rezar AcreditarAgregar DescreverCompreenderPrever e Controlar
  • 12. A MENTE A MENTE DESCONHECIDA “Apesar de estudada a mais de duzentos anos, a mente humana foge de descrições e explicações adequadas.”Steven Mithen, 2002 “Não entendemos como a mente funciona – nem de longe como entendemos como funciona o corpo.”Steven Pinker, 1998 “Apesar dos avanços, a lacuna entre as ciências do cérebro e a elucidação das ´funçõessuperiores´ permanece enorme.”Howard Gardner, 1999 “A complexidade da mente humana é tão grande que talvez nunca possa ser conhecida totalmente.”Antonio Damásio, 1996
  • 13. Filosofia Física Educação Antropologia Psicologia Engenharia Medicina Química Biologia Informática O CAMPO MULTIDISCIPLINAR
  • 14. Filosofia Física Educação Neuropsicologia Antropologia Psicopatologia Psicologia Psicometria Engenharia Psicomotricidade Medicina Parapsicologia Química Biologia Informática O CAMPO ÁREAS DE ESPECIALIZAÇÃO
  • 15. Filosofia Física Educação Física Antropologia Psicologia Engenharia Medicina Química Biologia Informática O CAMPO INTEGRAÇÃO ENTRE AS DISCIPLINAS
  • 16. Filosofia Física Educação Física Antropologia Filosofia da Mente Psicologia Inteligência Artificial Engenharia Medicina Ciências Cognitivas Química Neurociências Biologia Informática O CAMPO FORMAÇÃO DE GRANDES CAMPOS DE ESTUDO
  • 17. Filosofia Física Educação Física Antropologia Filosofia da Mente Psicologia Inteligência Artificial Engenharia Medicina Ciências Cognitivas Química Neurociências Biologia Informática O CURSO ARTICULANDO AS ÁREAS: AS METÁFORAS
  • 18.
  • 19. Originalidade estonteante da filosofia de Ricoeur.
  • 20. Abertura e uma generosidade no pensar que vai em direção oposta a certo narcisismo jubilatório característico de muitos profissionais.
  • 21. Ricoeur se situa num certo combate às versões mais exacerbadas do idealismo.
  • 22. Em particular à pretensão de auto-suficiência da consciência de si, para ressaltar os limites dessa tentativa.
  • 24. A metáfora e a nova retórica.
  • 25. O momento icónico da metáfora.
  • 27.
  • 28. METÁFORAS IMPORTÂNCIA Quase toda teoria da mente baseia-se em imagens ou em metáforas.É necessário identificar que as formas que utilizamos para explicar a mente nos conduzem para pontos de vista congruentes que nos levam a práticas específicas.As metáforas nos levam a entender os fenômenos mentais com utilidade, mas com parcialidade. Quando nos fixamos em uma explicação perdemos a oportunidade de entender a mente com outras perspectivas.Para entender e tratar a mente precisamos identificar e usar diferentes abordagens. Algumas perspectivas e visões são complementares outras são contraditórias. As metáforas aumentam a visão periférica e criam a flexibilidade necessária para identificar os complexos processos da mente
  • 29. METÁFORAS OS LIMITES As metáforas são parciais. Ela sempre produz uma visão unilateral. Ao ressaltar certas interpretações, ela empurra outras a um papel secundário. A metáfora sempre cria distorções. As chamadas “falsidades construtivas” se tomadas literalmente e ao extremo se tornam absurdas. As metáforas são sempre incompletas. Por melhores que sejam. A metáfora é paradoxal. À medida que visualizamos conceitos, obscurecemos outras teorias e conceitos. Muitas vezes fazemos metáforas de metáforas: o próprio conceito de mente já é uma metáfora.
  • 30. METÁFORAS EXEMPLIFICANDO Quando pensamos: Fulano é um pavão...Estamos comparando as características do pavão às da pessoa: BelezaVaidadeForma de vestirImponênciaPosturaNarcisismoExuberância
  • 31. METÁFORAS EXEMPLIFICANDO Jamais devemos esperar encontrar uma pessoa cheia de penas....Com pés de pavão...Com bico...Com caudaEstamos quase sempre nos referindo a características internas e a pequenas semelhanças.Nesse sentido as metáforas são:IncompletasParciaisEnganosas
  • 32. Pessoa Pavão METÁFORAS EXEMPLIFICANDO A metáfora nos leva a ver as semelhanças Mas ignora as diferenças
  • 33. METÁFORAS APLICAÇÕES 1- A metáfora estimula a imaginação de uma maneira que pode criar pontos de vista interessantes, apesar dos riscos de distorção.2- Ao abordar a mente de maneiras diferentes as metáforas ampliam nossa visão e sugerem ações que antes não seriam possíveis.3- Os pontos de vista gerados por diferentes metáforas não são simplesmente teóricos. Eles são incrivelmente práticos. 4- Uma metáfora leva a outras metáforas, criando um mosaico de pontos de vista concorrentes e complementares.
  • 34.   “Cada metáfora apresenta um importante modelo para entender e explicar a mente e o cérebro.” “Encarar a mente como metáfora é dominar a arte de lidar com as contradições e semelhanças dos processos mentais.”   “As metáforas nos ajudam a ter uma visão mais ampla e abrangente sobre os processos mentais.” “Com as metáforas encaramos a mente com relativismo. Isso confere flexibilidade aos processos e fenômenos mentais.” O CURSO AS METÁFORAS DA MENTE
  • 35. METÁFORAS A ARTICULAÇÃO TEÓRICA PARA EXPLICAR A MENTE A Alma Delimitando os Estudos Filosóficos A Consciência O Problema “Hard” nos Estudos da Mente O Tempo Uma Nova Perspectiva da Mente O Universo Para Além da Mente A Máquina A Estrutura e os Sistemas da Mente O Canivete Suíço As Funções da Mente O Neurônio As Microestruturas da Mente Neurociências Neurociências Ciências Cognitivas Ciências Cognitivas Filosofia da Mente Filosofia da Mente O Iceberg Universo Submerso O Self Imagens Internas A Cultura Desenvolvimento Social da Mente A Natureza A Mente e a Evolução O Símbolo O Símbolo e as Representações na Mente O Computador Os Sistemas da Mente O Robô A Mente dos Robôs Inteligência Artificial Inteligência Artificial
  • 36. Filosofia da Mente Inteligência Artificial Ciências Cognitivas Neurociências Antonio Damásio O Erro de Descartes 1996 - Companhia das Letras Bertrand Russel A Análise da Mente 1976 – Zahar Editores Carl Zimmer A Fantástica História do Cérebro 1999 – Artmed Howard Gardner Arte, Mente e Cérebro 1999 – Artmed Joseph LeDoux O Cérebro Emocional 1998 - Objetiva John Horgan A Mente Desconhecida 2002 - Companhia das Letras O Mistério da Consciência 1998 – Paz e Terra John Searle Karl Popper John Eccles O Eu e Seu Cérebro 1995 – Editora UnB e Papirus Mente – Introdução à Ciência Cognitiva 1998 - Artmed Paul Thagard Robert Sternberg Psicologia Cognitiva 2000 – Artmed Steven Mithen A Pré-história da Mente 2002 - Editora UNESP Steven Pinker Como a Mente Funciona 1998 - Companhia das Letras Bibliografia a r t e - c i ê n c i a - t e c n o l o g i a Henrique Morais jh.morais@uol.com.br