SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 4
Baixar para ler offline
N° 1.896 (Ano B/ Verde) 3º Domingo Tempo Comum                     22 de janeiro de 2012


                "ESTÁ PRÓXIMO O REINO DE DEUS"
                                                 Cristo e à sua missão.
                                                 Com o desejo de assumir e viver nossa vo-
                                                 cação, iniciemos esta celebração cantando:

                                                 02. CANTO
                                                 Um novo olhar sobre a cidade... n° 100.

                                                 03. ACOLHIDA E SAUDAÇÃO
                                                 D. Alegrando-nos com a presença de Je-
                                                 sus em nossa história, revelando o amor
                                                 de Deus pela humanidade , saudemos a
                                                 Santíssima Trindade, cantando: Em nome
                                                 do Pai...
                                                 D. O Deus da esperança, que nos enche
                                                 de toda alegria e paz em nossa fé, pela
(A equipe prepara barco e rede para entrar com   ação do Espírito Santo, esteja convosco.
o lecionário. O momento da paz deverá ser tra-   Todos: Bendito seja Deus...
balhado).
                                                 04. DEUS NOS PERDOA
01. MOTIVAÇÃO                                    D. Deus é misericordioso. Mas podemos
C.1 Irmãos e irmãs, sejam bem-vindos!            ser como o profeta Jonas que tentou fugir
(apresentar as intenções).                       de sua responsabilidade, indo para longe
C.1 Desejosos de experimentar o amor e a         de Deus. Peçamos perdão.
misericórdia de Deus através da Santa Pa-        Canto: Em cada caminho... nº 199
lavra, aqui nos reunimos convocados pelo
Eterno. A Páscoa do Senhor continua se           05. HINO DE LOUVOR
manifestando em cada irmã e irmão que dei-       C.2 Louvemos e agradeçamos a Deus Pai
xa tudo para ouvir e seguir o Mestre.            que, através de seu Filho Jesus, inaugurou
C.2 Para continuarmos servindo a Deus em         seu Reino de paz e justiça para toda hu-
comunidade é preciso que trilhemos um ca-        manidade.
minho de conversão constante e nos consa-        Canto: Glória a Deus... é o canto das
gremos totalmente ao seguimento de Jesus         criaturas... nº 245
06. ORAÇÃO                                      da bondade de Deus. Deus ama todos os
D. Deus eterno e todo poderoso, dirigi          homens e mulheres, sem exceção e de for-
a nossa vida segundo o vosso amor,              ma incondicional. Deus ama até os maus e
para que possamos, em nome do Vosso             os opressores. Esta lógica exclui, natural-
Filho, frutificar em boas obras. Por Nos-       mente, a eliminação do pecador: Deus não
so Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na         quer a morte de nenhum dos seus filhos; o
unidade do Espírito Santo. Amém.                que quer é que eles se convertam e percor-
                                                ram, com Ele, o caminho que conduz à vida
07. DEUS NOS FALA                               plena, à felicidade sem fim. É este Deus,
C.1 "O Reino de Deus já chegou"! Com            que somos chamados a descobrir, a aceitar
estas palavras, Jesus nos convida para se-      e a amar.
gui-lo e tornar-nos, com Ele, vida e espe-      O "Livro de Jonas" foi escrito entre os anos
rança para todos. Acolhamos a Palavra que       440 e 410 antes de Cristo. Não é uma co-
nos salva.                                      leção de profecias, nem um livro histórico.
Canto: A Palavra de Deus já chegou...           Mas é uma obra escrita para ensinar e edu-
n° 260
(Entram o barco, a rede com o lecionário den-
                                                car. Nessa época a política de Esdras e
tro e o cartaz: "O Reino de Deus já chegou").   Neemias favorecia o nacionalismo e o fe-
                                                chamento do povo de Deus aos outros po-
PRIMEIRA LEITURA (Jn 3, 1-5.10 )                vos. Proclamava-se que Judá era o povo
                                                eleito de Deus. Um povo diferente de ou-
L.1 Leitura da Profecia de Jonas.               tros. Considerava-se que todos os outros
                                                povos eram inimigos de Deus, odiados por
SALMO RESPONSORIAL- 24 (25)                     Ele.
Refrão: Mostrai-me, ó Senhor, vossos            No início da leitura, apareceu a expressão:
caminhos, vossa verdade me oriente e            "Vai à grande cidade". Como enfrentamos
me conduza!                                     a realidade desafiadora de nossas cidades?
                                                Ela afeta a organização de nossas famílias e
SEGUNDA LEITURA (1Cor 7, 29-31)                 dos jovens?
                                                O evangelho de hoje divide-se em duas
L.2 Leitura da Primeira Carta de São            partes. Na primeira, Marcos apresenta um
Paulo aos Coríntios.                            resumo da pregação inicial de Jesus (cf. Mc
                                                1,14-15). Na segunda, o nosso evangelista
EVANGELHO (Mc 1, 14-20)                         apresenta os primeiros passos da comuni-
                                                dade dos discípulos - a comunidade do
CANTO DE ACLAMAÇÃO                              Reino (cf. Mc 1,16-20). Jesus disse: "cum-
Aleluia... Boa Nova.... n° 306                  priu-se o tempo e está próximo o Reino
                                                de Deus. Arrependei-vos e acreditai no
Proclamação do Evangelho de Jesus               Evangelho" (Mc 1, 15). Esta passagem
Cristo segundo Marcos.                          bíblica a gente medita no Terço Luminoso,
                                                3° Misterio: Jesus anuncia o Reino de Deus,
08. PARTILHANDO A PALAVRA                       com o convite à conversão.
A catequese apresentada pelo "Livro de          No versículo 15 aparece a palavra que deu
Jonas" convida-nos, antes de mais nada, a       o nome à nossa rádio diocesana: kairós
apreciar a profundidade da misericórdia e       (que significa: chegou a hora determinada
por Deus para o cumprimento das suas pro-      e de ministérios, segundo a riqueza da gra-
messas). O Kairós é diferente do chronos       ça recebida no batismo.
(donde vem a palavra cronômetro que usa-       L.1 Que a Vossa Igreja, Povo de Deus,
mos no português para significar o tempo       Assembleia dos chamados, seja fiel à sua
medido pelo relógio). A hora de Deus (o        vocação.
kairós) é especial.                            L.2 Animai os jovens vocacionados e
Para seguir a Cristo há duas exigências: a     vocacionadas.
conversão e o acolhimento da Boa Nova.         L.1 Dai aos cristãos leigos e leigas, cora-
"Converter-se" é mudar a mentalidade e os      gem, audácia e firmeza, para que, no coti-
comportamentos e assumir uma nova atitu-       diano da vida, construam a justiça, a soli-
de, reformular os valores da nossa vida. Não   dariedade e a paz.
é possível que esse mundo novo de amor e       L.2 Às irmãs e aos irmãos de vida consa-
de paz se torne uma realidade, sem que o       grada, dai coerência e transparência, para
homem renuncie ao egoísmo, ao orgulho, à       serem, nesta terra, sinal do amor e da ter-
auto-suficiência. "Acreditar" não é apenas     nura da Trindade.
aceitar um conjunto de verdades mas é, so-     L.1 Olhai para os nossos diáconos, sejam
bretudo, aderir à pessoa de Jesus. Escutar     eles imagens vivas do Cristo Servo.
a sua proposta e acolhê-la no coração.         L.2 Que os nossos padres e bispos, seguin-
"Conversão" e "adesão ao projeto de Je-        do o exemplo de Cristo, Bom Pastor, cui-
sus" são duas faces de uma mesma moeda:        dem, com carinho e amor, de todas as pes-
a construção de um homem novo.                 soas a eles confiadas.
No relato do chamado dos primeiros discí-      L.1 Fazei, enfim, que todos os batizados,
pulos, Marcos apresenta uma catequese so-      sob o olhar carinhoso da Mãe Aparecida, a
bre vocação: 1) a iniciativa de chamar é       vocacionada do Pai, com renovado ardor
sempre de Jesus, e Ele chama homens nor-       missionário, avancem, sem medo, pelos ca-
mais; 2) o chamado é exigente e radical.       minhos da justiça e da solidariedade, a ser-
Ele não explica nada e nem dá garantias; 3)    viço da vida e da esperança na busca do
o chamado é para aderir à pessoa de Jesus      Reino definitivo. Amém.
e fazer uma experiência de vida com Ele.       Todos: Cantando: Tua voz me fez refle-
Não são aulas; 4) A resposta deve ser ime-     tir, deixei tudo pra te seguir, nos teus
diata, total e incondicional.                  mares eu quero navegar (2x)

09. PROFISSÃO DE FÉ                            11. APRESENTAÇÃO DOS DONS
D. Professemos a nossa fé, rezando: Creio      C.2 Ofertamos nossa vida no altar do Se-
em Deus Pai todo poderoso...                   nhor, nosso dízimo e ofertas, para poder-
                                               mos participar da vida de Jesus na constru-
10. PRECES DA COMUNIDADE                       ção do Reino. Apresentemos também os 50
D. Elevemos ao Pai nossas preces, rezan-       anos de vida que Dom Zanoni completará
do a Oração Vocacional:                        amanhã. (Entrar com uma foto de Dom Zanoni)
L.1 Ó Trindade Amada, Pai, Filho e Espíri-     O anseio de lançar as redes.. n° 444
to Santo, vós chamais os homens e as mu-
lheres para serem santos e santas, no amor.    12. LOUVOR E AÇÃO DE GRAÇAS
L.2 Fazei brotar em nossas comunidades         D. Queridos Irmãos e Irmãs: agradecidos,
aquela variedade de vocações, de serviços      elevemos nossos louvores ao Pai. Com bra-
ço forte Ele conduziu seu Povo, e hoje con-            13. PAI NOSSO
tinua a acompanhar a Igreja peregrina neste            D. Guiados pelo Espírito Santo e ilumina-
mundo, com a luz do seu Espírito.                      dos pela sabedoria do Evangelho, ousamos
Todos cantam: Por nós fez maravilhas,                  dizer: Pai nosso...
louvemos o Senhor! (2x)
D. Nós vos damos graças, ó Pai, por toda               14. ABRAÇO DA PAZ
a criação, e por tudo o que fizestes no meio           D. Desejosos que o mundo possa ser habi-
de nós. Tudo fizestes por meio de Jesus                tado pela paz, rezemos de mãos dadas a
Cristo, vosso Filho e nosso Irmão, que nos             oração pela paz: Senhor Jesus Cristo que
deste como imagem viva do vosso amor e                 dissestes aos vossos apóstolos ...
da vossa bondade.                                      Quando o dia da paz renascer... nº 1.238
Todos cantam: Por nós fez...
D. Enviai sobre nós, aqui reunidos, o Vos-             15. ORAÇÃO
so Espírito, e dais a esta terra, que nos sus-         D. Concedei-nos, Deus todo-poderoso,
tenta, uma nova face. Que haja paz em                  que, tendo recebido a graça de uma nova
nossas famílias, e cresça em nossa comu-               vida, sempre nos gloriemos dos vossos
nidade a alegria de sermos Vossos filhos,              dons. Por Cristo, nosso Senhor. Amém!
em Cristo Jesus.
Todos cantam: Por nós fez...                           16. AVISOS
D. Pela palavra do Evangelho, faze que as
                                                       17. BÊNÇÃO E DESPEDIDA
Igrejas do mundo inteiro caminhem na uni-
                                                       D. O Senhor esteja convosco.
dade, e sejam sinais da presença do Cris-
                                                       T. Ele está no meio de nós.
to Ressuscitado. Torna esta nossa comu-
                                                       D. Desça sobre nós a bênção de Deus Pai e
nidade um sinal cada vez mais bonito da
                                                       Filho e Espírito Santo. Amém!
vossa bondade.
                                                       D. Vamos em paz e que o Senhor vos acom-
Todos cantam: Por nós fez...                           panhe. T. Graças a Deus!
D. Lembrai-vos, ó Pai, dos nossos irmãos
e irmãs que morreram na paz do Cristo:                 18. CANTO
recompensai-os pelo bem que eles fizeram,              Quando Jesus passar... 1.137
e pelo testemunho que deram do Vosso
amor. A todos acolhei na luz da vossa infi-
nita misericórdia.
Todos cantam: Por nós fez...
D. Ó Deus, criador do céu e da terra, os
nossos louvores e nossas preces cheguem                              Leituras para a Semana
a vós pelas mãos daquele que é nosso úni-              2ª 2Sm 5, 1-7.10 / Sl 88(89) / Mc 3, 22-30
co Mediador, Jesus Cristo, nosso Senhor.               3ª 2Sm 6, 12b-15.17-19 / Sl 23(24) / Mc 3, 31-35
                                                       4ªAt 22, 3-16 ou At 9, 1-22 / Sl 116(117) / Mc 16, 15-18
Amém.                                                  5ª 2Tm 1, 1-8 ou Tt 1, 1-5 / Sl 95(96) / Lc 10, 1-9
Todos cantam: Por nós fez maravilhas,                  6ª 2Sm 11, 1-4a. 5-10a. 13-17 / Sl 50(51) / mC 4, 26-34
louvemos o Senhor! (2x)                                Sáb.: 2Sm 12, 1-7a.10-17 / Sl 50 (51) / Mc 4, 35-41

 Secretariado Diocesano de Pastoral Av. João XXIII, 410-Centro 29930-420-S. Mateus/ES - Tel: (27) 3763.1177
   Fax 3763.3104 - E-mail: secretariado@diocesedesaomateus.org.br / Site: www.diocesedesaomateus.org.br
                 Rádio Católica da nossa região, é a Kairós FM 94,7. www.radiokairos.com.br
        Associe-se ao Clube do Ouvinte e ajude a manter a rádio. Informações pelo telefone 3767-2000.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Lição 12 - A adoração a Deus precisa estar de acordo com a Sua Palavra
Lição 12 - A adoração a Deus precisa estar de acordo com a Sua PalavraLição 12 - A adoração a Deus precisa estar de acordo com a Sua Palavra
Lição 12 - A adoração a Deus precisa estar de acordo com a Sua PalavraÉder Tomé
 
Lição 13 - Orando pela Intervenção Divina
Lição 13 - Orando pela Intervenção DivinaLição 13 - Orando pela Intervenção Divina
Lição 13 - Orando pela Intervenção DivinaÉder Tomé
 
Celebração nas Comunidades Eclesiais de Base - (Quarta-Feira de Cinzas feve...
Celebração nas Comunidades  Eclesiais de Base - (Quarta-Feira de Cinzas  feve...Celebração nas Comunidades  Eclesiais de Base - (Quarta-Feira de Cinzas  feve...
Celebração nas Comunidades Eclesiais de Base - (Quarta-Feira de Cinzas feve...Bernadetecebs .
 
A Palavra de Deus na Vida do Povo
A Palavra de Deus na Vida do PovoA Palavra de Deus na Vida do Povo
A Palavra de Deus na Vida do PovoBernadetecebs .
 
Oficio Divino das Comunidades - Oração do Povo de Deus
Oficio Divino das Comunidades - Oração do Povo de DeusOficio Divino das Comunidades - Oração do Povo de Deus
Oficio Divino das Comunidades - Oração do Povo de DeusBernadetecebs .
 
Celebração do Dia da Bíblia - Pe Gesildo
Celebração do Dia da Bíblia - Pe GesildoCelebração do Dia da Bíblia - Pe Gesildo
Celebração do Dia da Bíblia - Pe Gesildonsaparecida
 
Livro ODC -oficio-divino-das-comunidades-completo
Livro ODC -oficio-divino-das-comunidades-completoLivro ODC -oficio-divino-das-comunidades-completo
Livro ODC -oficio-divino-das-comunidades-completoBernadetecebs .
 
Lição 9 - Arrependimento, o Caminho para o Reavivamento
Lição 9 - Arrependimento, o Caminho para o ReavivamentoLição 9 - Arrependimento, o Caminho para o Reavivamento
Lição 9 - Arrependimento, o Caminho para o ReavivamentoÉder Tomé
 
Dia da Bíblia e Oração
Dia da Bíblia e OraçãoDia da Bíblia e Oração
Dia da Bíblia e Oraçãonsaparecida
 
Celebração Sirlene - Formato de Livreto
Celebração Sirlene - Formato de LivretoCelebração Sirlene - Formato de Livreto
Celebração Sirlene - Formato de Livretonsaparecida
 
Encontro com o Padroeiro Santo André 2011
Encontro com o Padroeiro Santo André 2011Encontro com o Padroeiro Santo André 2011
Encontro com o Padroeiro Santo André 2011José Vieira Dos Santos
 
Ofício Divino das Comunidades, 28 de maio 2014
Ofício Divino das Comunidades, 28 de maio 2014Ofício Divino das Comunidades, 28 de maio 2014
Ofício Divino das Comunidades, 28 de maio 2014Bernadetecebs .
 

Mais procurados (20)

18 12 11
18 12 1118 12 11
18 12 11
 
12 02 12
12 02 1212 02 12
12 02 12
 
04 03 12
04 03 1204 03 12
04 03 12
 
Lição 12 - A adoração a Deus precisa estar de acordo com a Sua Palavra
Lição 12 - A adoração a Deus precisa estar de acordo com a Sua PalavraLição 12 - A adoração a Deus precisa estar de acordo com a Sua Palavra
Lição 12 - A adoração a Deus precisa estar de acordo com a Sua Palavra
 
Lição 13 - Orando pela Intervenção Divina
Lição 13 - Orando pela Intervenção DivinaLição 13 - Orando pela Intervenção Divina
Lição 13 - Orando pela Intervenção Divina
 
Celebração nas Comunidades Eclesiais de Base - (Quarta-Feira de Cinzas feve...
Celebração nas Comunidades  Eclesiais de Base - (Quarta-Feira de Cinzas  feve...Celebração nas Comunidades  Eclesiais de Base - (Quarta-Feira de Cinzas  feve...
Celebração nas Comunidades Eclesiais de Base - (Quarta-Feira de Cinzas feve...
 
Livro missa formatura
Livro missa formaturaLivro missa formatura
Livro missa formatura
 
11 03 12
11 03 1211 03 12
11 03 12
 
A Palavra de Deus na Vida do Povo
A Palavra de Deus na Vida do PovoA Palavra de Deus na Vida do Povo
A Palavra de Deus na Vida do Povo
 
01 01 12
01 01 1201 01 12
01 01 12
 
Oficio Divino das Comunidades - Oração do Povo de Deus
Oficio Divino das Comunidades - Oração do Povo de DeusOficio Divino das Comunidades - Oração do Povo de Deus
Oficio Divino das Comunidades - Oração do Povo de Deus
 
Celebração do Dia da Bíblia - Pe Gesildo
Celebração do Dia da Bíblia - Pe GesildoCelebração do Dia da Bíblia - Pe Gesildo
Celebração do Dia da Bíblia - Pe Gesildo
 
Livro ODC -oficio-divino-das-comunidades-completo
Livro ODC -oficio-divino-das-comunidades-completoLivro ODC -oficio-divino-das-comunidades-completo
Livro ODC -oficio-divino-das-comunidades-completo
 
Lição 9 - Arrependimento, o Caminho para o Reavivamento
Lição 9 - Arrependimento, o Caminho para o ReavivamentoLição 9 - Arrependimento, o Caminho para o Reavivamento
Lição 9 - Arrependimento, o Caminho para o Reavivamento
 
Dia da Bíblia e Oração
Dia da Bíblia e OraçãoDia da Bíblia e Oração
Dia da Bíblia e Oração
 
Celebração Sirlene - Formato de Livreto
Celebração Sirlene - Formato de LivretoCelebração Sirlene - Formato de Livreto
Celebração Sirlene - Formato de Livreto
 
31 10 10 colorido
31 10 10 colorido31 10 10 colorido
31 10 10 colorido
 
28 08 11
28 08 1128 08 11
28 08 11
 
Encontro com o Padroeiro Santo André 2011
Encontro com o Padroeiro Santo André 2011Encontro com o Padroeiro Santo André 2011
Encontro com o Padroeiro Santo André 2011
 
Ofício Divino das Comunidades, 28 de maio 2014
Ofício Divino das Comunidades, 28 de maio 2014Ofício Divino das Comunidades, 28 de maio 2014
Ofício Divino das Comunidades, 28 de maio 2014
 

Destaque

Domingo 01/02/2014 - Apresentação do Senhor
Domingo 01/02/2014 - Apresentação do SenhorDomingo 01/02/2014 - Apresentação do Senhor
Domingo 01/02/2014 - Apresentação do SenhorGustavo Scheffer
 
São raimundo de peñafort
São raimundo de peñafortSão raimundo de peñafort
São raimundo de peñafortGustavo Scheffer
 
QUARTA - FEIRA - SANTO AMARO.15/01/2014
QUARTA - FEIRA - SANTO AMARO.15/01/2014QUARTA - FEIRA - SANTO AMARO.15/01/2014
QUARTA - FEIRA - SANTO AMARO.15/01/2014Gustavo Scheffer
 
2º domingo do tempo comum
2º domingo do tempo comum2º domingo do tempo comum
2º domingo do tempo comumGustavo Scheffer
 
Celebrações para o Mês Vocacional
Celebrações para o Mês VocacionalCelebrações para o Mês Vocacional
Celebrações para o Mês VocacionalCris Simoni
 
Folheto Litúrgico do mês de fevereiro 2014
Folheto Litúrgico do mês de fevereiro 2014Folheto Litúrgico do mês de fevereiro 2014
Folheto Litúrgico do mês de fevereiro 2014Gustavo Scheffer
 
Folheto Litúrgico do Mês de Março 2014
Folheto Litúrgico do Mês de Março 2014Folheto Litúrgico do Mês de Março 2014
Folheto Litúrgico do Mês de Março 2014Gustavo Scheffer
 

Destaque (9)

Domingo 01/02/2014 - Apresentação do Senhor
Domingo 01/02/2014 - Apresentação do SenhorDomingo 01/02/2014 - Apresentação do Senhor
Domingo 01/02/2014 - Apresentação do Senhor
 
São raimundo de peñafort
São raimundo de peñafortSão raimundo de peñafort
São raimundo de peñafort
 
Epifania do senhor
Epifania do senhorEpifania do senhor
Epifania do senhor
 
QUARTA - FEIRA - SANTO AMARO.15/01/2014
QUARTA - FEIRA - SANTO AMARO.15/01/2014QUARTA - FEIRA - SANTO AMARO.15/01/2014
QUARTA - FEIRA - SANTO AMARO.15/01/2014
 
2º domingo do tempo comum
2º domingo do tempo comum2º domingo do tempo comum
2º domingo do tempo comum
 
29 01 12
29 01 1229 01 12
29 01 12
 
Celebrações para o Mês Vocacional
Celebrações para o Mês VocacionalCelebrações para o Mês Vocacional
Celebrações para o Mês Vocacional
 
Folheto Litúrgico do mês de fevereiro 2014
Folheto Litúrgico do mês de fevereiro 2014Folheto Litúrgico do mês de fevereiro 2014
Folheto Litúrgico do mês de fevereiro 2014
 
Folheto Litúrgico do Mês de Março 2014
Folheto Litúrgico do Mês de Março 2014Folheto Litúrgico do Mês de Março 2014
Folheto Litúrgico do Mês de Março 2014
 

Semelhante a 22 01 12 (20)

25 12 11
25 12 1125 12 11
25 12 11
 
01 04 12
01 04 1201 04 12
01 04 12
 
Cat02
Cat02Cat02
Cat02
 
19 02 12
19 02 1219 02 12
19 02 12
 
22 02 12
22 02 1222 02 12
22 02 12
 
05 02 12
05 02 1205 02 12
05 02 12
 
02 11 11
02 11 1102 11 11
02 11 11
 
11 12 11
11 12 1111 12 11
11 12 11
 
Evangelho segundo são marcos analizando 4.doc
Evangelho segundo são marcos analizando 4.docEvangelho segundo são marcos analizando 4.doc
Evangelho segundo são marcos analizando 4.doc
 
Retiro do Advento_Parte 3_primeira semana
Retiro do Advento_Parte 3_primeira semanaRetiro do Advento_Parte 3_primeira semana
Retiro do Advento_Parte 3_primeira semana
 
Semana de oração pela unidade dos cristãos; culto ecumênico
Semana de oração pela unidade dos cristãos; culto ecumênicoSemana de oração pela unidade dos cristãos; culto ecumênico
Semana de oração pela unidade dos cristãos; culto ecumênico
 
Apocalipse 09 de dezembro de 2012
Apocalipse 09 de dezembro de 2012Apocalipse 09 de dezembro de 2012
Apocalipse 09 de dezembro de 2012
 
07 08 11
07 08 1107 08 11
07 08 11
 
MISSA 3DADVENTO.pptx
MISSA 3DADVENTO.pptxMISSA 3DADVENTO.pptx
MISSA 3DADVENTO.pptx
 
08 12 10
08 12 1008 12 10
08 12 10
 
Roteiro homilético do natal missa do dia 251212
Roteiro homilético do natal missa do dia 251212Roteiro homilético do natal missa do dia 251212
Roteiro homilético do natal missa do dia 251212
 
2.º domingo do advento ano c
2.º domingo do advento ano c2.º domingo do advento ano c
2.º domingo do advento ano c
 
2.º domingo do advento ano c
2.º domingo do advento ano c2.º domingo do advento ano c
2.º domingo do advento ano c
 
2.º domingo do advento ano c
2.º domingo do advento ano c2.º domingo do advento ano c
2.º domingo do advento ano c
 
04 09 11
04 09 1104 09 11
04 09 11
 

22 01 12

  • 1. N° 1.896 (Ano B/ Verde) 3º Domingo Tempo Comum 22 de janeiro de 2012 "ESTÁ PRÓXIMO O REINO DE DEUS" Cristo e à sua missão. Com o desejo de assumir e viver nossa vo- cação, iniciemos esta celebração cantando: 02. CANTO Um novo olhar sobre a cidade... n° 100. 03. ACOLHIDA E SAUDAÇÃO D. Alegrando-nos com a presença de Je- sus em nossa história, revelando o amor de Deus pela humanidade , saudemos a Santíssima Trindade, cantando: Em nome do Pai... D. O Deus da esperança, que nos enche de toda alegria e paz em nossa fé, pela (A equipe prepara barco e rede para entrar com ação do Espírito Santo, esteja convosco. o lecionário. O momento da paz deverá ser tra- Todos: Bendito seja Deus... balhado). 04. DEUS NOS PERDOA 01. MOTIVAÇÃO D. Deus é misericordioso. Mas podemos C.1 Irmãos e irmãs, sejam bem-vindos! ser como o profeta Jonas que tentou fugir (apresentar as intenções). de sua responsabilidade, indo para longe C.1 Desejosos de experimentar o amor e a de Deus. Peçamos perdão. misericórdia de Deus através da Santa Pa- Canto: Em cada caminho... nº 199 lavra, aqui nos reunimos convocados pelo Eterno. A Páscoa do Senhor continua se 05. HINO DE LOUVOR manifestando em cada irmã e irmão que dei- C.2 Louvemos e agradeçamos a Deus Pai xa tudo para ouvir e seguir o Mestre. que, através de seu Filho Jesus, inaugurou C.2 Para continuarmos servindo a Deus em seu Reino de paz e justiça para toda hu- comunidade é preciso que trilhemos um ca- manidade. minho de conversão constante e nos consa- Canto: Glória a Deus... é o canto das gremos totalmente ao seguimento de Jesus criaturas... nº 245
  • 2. 06. ORAÇÃO da bondade de Deus. Deus ama todos os D. Deus eterno e todo poderoso, dirigi homens e mulheres, sem exceção e de for- a nossa vida segundo o vosso amor, ma incondicional. Deus ama até os maus e para que possamos, em nome do Vosso os opressores. Esta lógica exclui, natural- Filho, frutificar em boas obras. Por Nos- mente, a eliminação do pecador: Deus não so Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na quer a morte de nenhum dos seus filhos; o unidade do Espírito Santo. Amém. que quer é que eles se convertam e percor- ram, com Ele, o caminho que conduz à vida 07. DEUS NOS FALA plena, à felicidade sem fim. É este Deus, C.1 "O Reino de Deus já chegou"! Com que somos chamados a descobrir, a aceitar estas palavras, Jesus nos convida para se- e a amar. gui-lo e tornar-nos, com Ele, vida e espe- O "Livro de Jonas" foi escrito entre os anos rança para todos. Acolhamos a Palavra que 440 e 410 antes de Cristo. Não é uma co- nos salva. leção de profecias, nem um livro histórico. Canto: A Palavra de Deus já chegou... Mas é uma obra escrita para ensinar e edu- n° 260 (Entram o barco, a rede com o lecionário den- car. Nessa época a política de Esdras e tro e o cartaz: "O Reino de Deus já chegou"). Neemias favorecia o nacionalismo e o fe- chamento do povo de Deus aos outros po- PRIMEIRA LEITURA (Jn 3, 1-5.10 ) vos. Proclamava-se que Judá era o povo eleito de Deus. Um povo diferente de ou- L.1 Leitura da Profecia de Jonas. tros. Considerava-se que todos os outros povos eram inimigos de Deus, odiados por SALMO RESPONSORIAL- 24 (25) Ele. Refrão: Mostrai-me, ó Senhor, vossos No início da leitura, apareceu a expressão: caminhos, vossa verdade me oriente e "Vai à grande cidade". Como enfrentamos me conduza! a realidade desafiadora de nossas cidades? Ela afeta a organização de nossas famílias e SEGUNDA LEITURA (1Cor 7, 29-31) dos jovens? O evangelho de hoje divide-se em duas L.2 Leitura da Primeira Carta de São partes. Na primeira, Marcos apresenta um Paulo aos Coríntios. resumo da pregação inicial de Jesus (cf. Mc 1,14-15). Na segunda, o nosso evangelista EVANGELHO (Mc 1, 14-20) apresenta os primeiros passos da comuni- dade dos discípulos - a comunidade do CANTO DE ACLAMAÇÃO Reino (cf. Mc 1,16-20). Jesus disse: "cum- Aleluia... Boa Nova.... n° 306 priu-se o tempo e está próximo o Reino de Deus. Arrependei-vos e acreditai no Proclamação do Evangelho de Jesus Evangelho" (Mc 1, 15). Esta passagem Cristo segundo Marcos. bíblica a gente medita no Terço Luminoso, 3° Misterio: Jesus anuncia o Reino de Deus, 08. PARTILHANDO A PALAVRA com o convite à conversão. A catequese apresentada pelo "Livro de No versículo 15 aparece a palavra que deu Jonas" convida-nos, antes de mais nada, a o nome à nossa rádio diocesana: kairós apreciar a profundidade da misericórdia e (que significa: chegou a hora determinada
  • 3. por Deus para o cumprimento das suas pro- e de ministérios, segundo a riqueza da gra- messas). O Kairós é diferente do chronos ça recebida no batismo. (donde vem a palavra cronômetro que usa- L.1 Que a Vossa Igreja, Povo de Deus, mos no português para significar o tempo Assembleia dos chamados, seja fiel à sua medido pelo relógio). A hora de Deus (o vocação. kairós) é especial. L.2 Animai os jovens vocacionados e Para seguir a Cristo há duas exigências: a vocacionadas. conversão e o acolhimento da Boa Nova. L.1 Dai aos cristãos leigos e leigas, cora- "Converter-se" é mudar a mentalidade e os gem, audácia e firmeza, para que, no coti- comportamentos e assumir uma nova atitu- diano da vida, construam a justiça, a soli- de, reformular os valores da nossa vida. Não dariedade e a paz. é possível que esse mundo novo de amor e L.2 Às irmãs e aos irmãos de vida consa- de paz se torne uma realidade, sem que o grada, dai coerência e transparência, para homem renuncie ao egoísmo, ao orgulho, à serem, nesta terra, sinal do amor e da ter- auto-suficiência. "Acreditar" não é apenas nura da Trindade. aceitar um conjunto de verdades mas é, so- L.1 Olhai para os nossos diáconos, sejam bretudo, aderir à pessoa de Jesus. Escutar eles imagens vivas do Cristo Servo. a sua proposta e acolhê-la no coração. L.2 Que os nossos padres e bispos, seguin- "Conversão" e "adesão ao projeto de Je- do o exemplo de Cristo, Bom Pastor, cui- sus" são duas faces de uma mesma moeda: dem, com carinho e amor, de todas as pes- a construção de um homem novo. soas a eles confiadas. No relato do chamado dos primeiros discí- L.1 Fazei, enfim, que todos os batizados, pulos, Marcos apresenta uma catequese so- sob o olhar carinhoso da Mãe Aparecida, a bre vocação: 1) a iniciativa de chamar é vocacionada do Pai, com renovado ardor sempre de Jesus, e Ele chama homens nor- missionário, avancem, sem medo, pelos ca- mais; 2) o chamado é exigente e radical. minhos da justiça e da solidariedade, a ser- Ele não explica nada e nem dá garantias; 3) viço da vida e da esperança na busca do o chamado é para aderir à pessoa de Jesus Reino definitivo. Amém. e fazer uma experiência de vida com Ele. Todos: Cantando: Tua voz me fez refle- Não são aulas; 4) A resposta deve ser ime- tir, deixei tudo pra te seguir, nos teus diata, total e incondicional. mares eu quero navegar (2x) 09. PROFISSÃO DE FÉ 11. APRESENTAÇÃO DOS DONS D. Professemos a nossa fé, rezando: Creio C.2 Ofertamos nossa vida no altar do Se- em Deus Pai todo poderoso... nhor, nosso dízimo e ofertas, para poder- mos participar da vida de Jesus na constru- 10. PRECES DA COMUNIDADE ção do Reino. Apresentemos também os 50 D. Elevemos ao Pai nossas preces, rezan- anos de vida que Dom Zanoni completará do a Oração Vocacional: amanhã. (Entrar com uma foto de Dom Zanoni) L.1 Ó Trindade Amada, Pai, Filho e Espíri- O anseio de lançar as redes.. n° 444 to Santo, vós chamais os homens e as mu- lheres para serem santos e santas, no amor. 12. LOUVOR E AÇÃO DE GRAÇAS L.2 Fazei brotar em nossas comunidades D. Queridos Irmãos e Irmãs: agradecidos, aquela variedade de vocações, de serviços elevemos nossos louvores ao Pai. Com bra-
  • 4. ço forte Ele conduziu seu Povo, e hoje con- 13. PAI NOSSO tinua a acompanhar a Igreja peregrina neste D. Guiados pelo Espírito Santo e ilumina- mundo, com a luz do seu Espírito. dos pela sabedoria do Evangelho, ousamos Todos cantam: Por nós fez maravilhas, dizer: Pai nosso... louvemos o Senhor! (2x) D. Nós vos damos graças, ó Pai, por toda 14. ABRAÇO DA PAZ a criação, e por tudo o que fizestes no meio D. Desejosos que o mundo possa ser habi- de nós. Tudo fizestes por meio de Jesus tado pela paz, rezemos de mãos dadas a Cristo, vosso Filho e nosso Irmão, que nos oração pela paz: Senhor Jesus Cristo que deste como imagem viva do vosso amor e dissestes aos vossos apóstolos ... da vossa bondade. Quando o dia da paz renascer... nº 1.238 Todos cantam: Por nós fez... D. Enviai sobre nós, aqui reunidos, o Vos- 15. ORAÇÃO so Espírito, e dais a esta terra, que nos sus- D. Concedei-nos, Deus todo-poderoso, tenta, uma nova face. Que haja paz em que, tendo recebido a graça de uma nova nossas famílias, e cresça em nossa comu- vida, sempre nos gloriemos dos vossos nidade a alegria de sermos Vossos filhos, dons. Por Cristo, nosso Senhor. Amém! em Cristo Jesus. Todos cantam: Por nós fez... 16. AVISOS D. Pela palavra do Evangelho, faze que as 17. BÊNÇÃO E DESPEDIDA Igrejas do mundo inteiro caminhem na uni- D. O Senhor esteja convosco. dade, e sejam sinais da presença do Cris- T. Ele está no meio de nós. to Ressuscitado. Torna esta nossa comu- D. Desça sobre nós a bênção de Deus Pai e nidade um sinal cada vez mais bonito da Filho e Espírito Santo. Amém! vossa bondade. D. Vamos em paz e que o Senhor vos acom- Todos cantam: Por nós fez... panhe. T. Graças a Deus! D. Lembrai-vos, ó Pai, dos nossos irmãos e irmãs que morreram na paz do Cristo: 18. CANTO recompensai-os pelo bem que eles fizeram, Quando Jesus passar... 1.137 e pelo testemunho que deram do Vosso amor. A todos acolhei na luz da vossa infi- nita misericórdia. Todos cantam: Por nós fez... D. Ó Deus, criador do céu e da terra, os nossos louvores e nossas preces cheguem Leituras para a Semana a vós pelas mãos daquele que é nosso úni- 2ª 2Sm 5, 1-7.10 / Sl 88(89) / Mc 3, 22-30 co Mediador, Jesus Cristo, nosso Senhor. 3ª 2Sm 6, 12b-15.17-19 / Sl 23(24) / Mc 3, 31-35 4ªAt 22, 3-16 ou At 9, 1-22 / Sl 116(117) / Mc 16, 15-18 Amém. 5ª 2Tm 1, 1-8 ou Tt 1, 1-5 / Sl 95(96) / Lc 10, 1-9 Todos cantam: Por nós fez maravilhas, 6ª 2Sm 11, 1-4a. 5-10a. 13-17 / Sl 50(51) / mC 4, 26-34 louvemos o Senhor! (2x) Sáb.: 2Sm 12, 1-7a.10-17 / Sl 50 (51) / Mc 4, 35-41 Secretariado Diocesano de Pastoral Av. João XXIII, 410-Centro 29930-420-S. Mateus/ES - Tel: (27) 3763.1177 Fax 3763.3104 - E-mail: secretariado@diocesedesaomateus.org.br / Site: www.diocesedesaomateus.org.br Rádio Católica da nossa região, é a Kairós FM 94,7. www.radiokairos.com.br Associe-se ao Clube do Ouvinte e ajude a manter a rádio. Informações pelo telefone 3767-2000.