SlideShare uma empresa Scribd logo

13 11 11

1 de 4
Baixar para ler offline
Nº 1.884 (Ano A/Verde) 33º Domingo do Tempo Comum 13 de novembro de 2011


SE SOU FIEL NO POUCO, O SENHOR ME CONFIARÁ MAIS
                                                 sua Igreja para anunciarmos com entusi-
                                                 asmo a mensagem de salvação a nós con-
                                                 fiada. Alegres, iniciemos este encontro fra-
                                                 terno.

                                                 02. CANTO
                                                 Dom da vida... nº 66

                                                 03. ACOLHIDA E SAUDAÇÃO
                                                 D. Sejam bem vindos irmãos e irmãs! Sau-
                                                 demos a Trindade Santa: Em nome do Pai
                                                 e Filho e do Espírito Santo, Amém.
                                                 D. Que a graça de Deus nosso Pai, o amor
                                                 de Jesus Cristo nosso irmão e a força do
                                                 Espírito Santo, estejam convosco.
                                                 Todos: Bendito seja Deus ...

                                                 04. DEUS NOS PERDOA
- Preparar o momento da Apresentação dos Dons.   D. Todos nós somos chamados por Deus
                                                 para administrar algo neste mundo. Medi-
01. MOTIVAÇÃO                                    temos profundamente sobre o que nos im-
C.1 Irmãos e irmãs, é o Senhor que nos aco-      pede de sermos bons administradores na
lhe nesse encontro pascal. Alegres,              família, na comunidade e no mundo. (mo-
coloquemo-nos, nesta liturgia, como discí-       mento em silêncio)
pulos de Jesus Ressuscitado e aprendamos         Canto: Perdoai-me outra vez... nº 212
com o Seu Evangelho os verdadeiros valo-         D. Deus todo-poderoso, tenha compaixão
res do Reino.                                    de nós, perdoe os nossos pecados e nos
Refrão: No raiar de um novo tempo vida           conduza à vida eterna. Amém!
nova então se faz. E a esperança do teu
povo é justiça, amor e paz.                      05. HINO DE LOUVOR
C.2 Diante do altar do Senhor, nos colo-         D. Glorifiquemos a Deus pelos dons que
quemos a disposição de Jesus Cristo e da         Ele nos concede para partilharmos com a
nossa comunidade, cantando.                  bios) nos fala da figura da mulher virtuosa,
Glória a Deus nas alturas, na terra... n°    completamente contrária àquela imagem que
238                                          muitas vezes se tem. O que se diz popular-
                                             mente das mulheres é que elas são curio-
06. ORAÇÃO                                   sas, ciumentas, preguiçosas, etc. Os Pro-
D. Senhor, nosso Deus, abri o nosso co-      vérbios, ao falarem da mulher virtuosa a
ração para partilharmos os nossos dons       expõem como: mulher de valor inestimável,
uns com os outros. Ajudai-nos a fazer        laboriosa, aquela que tem um coração ge-
de nossa comunidade um espaço de aco-        neroso, aquela que é uma pessoa religiosa.
lhida, fraternidade e solidariedade.         Esta leitura nos insere no Evangelho de hoje,
Aumentai a nossa fé e a nossa disponi-       no sentido de que, apresentando a mulher
bilidade em servir. Por nosso Senhor         com todas estas qualidades, quer exortar a
Jesus Cristo, vosso Filho na unidade do      necessidade de mais sensibilidade, dedica-
Espírito Santo. Amém.                        ção e empenho na construção do Reino de
                                             Deus.
07. DEUS NOS FALA                            No Evangelho de hoje, Jesus se apresenta
C.1 Com o coração aberto e disponível para   como um senhor que, antes de fazer uma
ouvir o que Deus quer nos falar participe-   viagem, reúne seus empregados e distribui
mos da Liturgia da Palavra.                  a eles partes de sua riqueza para que admi-
                                             nistrem. Importante lembrar que no tempo
PRIMEIRA LEITURA                             de Jesus "talento" era uma soma em dinhei-
(Pr 31,10-13.19-20.30-31)                    ro, o que podemos interpretar, hoje, como
                                             os dons que Deus nos dá. Sendo assim,
L.1 Leitura do Livro dos Provérbios          esses dons que recebemos são para nos
                                             capacitar para fazer crescer o Reino de Deus
SALMO RESPONSORIAL: 127(128)                 entre nós. Os dons, portanto, existem em
Refrão: Felizes os que temem o Senhor        nós e seria uma grande falta não usá-los
e trilham seus caminhos!                     (enterrá-los), pois estaríamos negando a nós
                                             mesmos e a Deus que nos confia uma mis-
SEGUNDA LEITURA (1Ts 5, 1-6)                 são. O terceiro empregado personifica, de
                                             certo modo, as nossas atitudes de comuni-
L.2 Leitura da Primeira Carta de São         dade. Ele traduz a falta de compromisso
Paulo aos Tessalonicenses.                   com a comunidade e com a Igreja de um
                                             modo geral. A indiferença ao mundo e ao
EVANGELHO (Mt 25, 14-30)                     outro não contribui, para que nossas pas-
                                             torais caminhem com mais vigor e alcan-
CANTO DE ACLAMAÇÃO                           cem os seus objetivos. Nossa própria Igre-
Aleluia, aleluia, vamos aclamar... nº 298    ja, no intuito de anunciar o Evangelho, nos
                                             pede mais ação. Enterrar os talentos é omi-
Evangelho de Jesus Cristo segundo São        tir-se. Isto é um grande pecado que preju-
Mateus.                                      dica a edificação da comunidade, da Igreja
                                             e dos irmãos. A missão confiada por Jesus
08. PARTILHANDO A PALAVRA                    Cristo aos discípulos e estendida a nós, cris-
A Primeira Leitura deste domingo (Provér-    tãos, é correr riscos, sempre, confiando em
Deus.                                         2- Creio na ressurreição, porque em Jesus
Fazer render os talentos que Deus nos dá,     Cristo e em todos nós a Vida triunfa sobre
é administrar bem as inúmeras graças rece-    a morte.
bidas. É aceitar o convite: "Vem festejar     1- Creio com muita humildade, sem perder
comigo". Este convite faz-nos participar de   a coragem e a esperança de viver. Amém.
uma herança doada por Jesus Cristo, de
uma esperança futura, de estar com Deus       10 PRECES DA COMUNIDADE
plenamente.                                   D. Elevemos a Deus as nossas orações,
Façamos, portanto a experiência do empre-     confiantes que Ele nos escuta e atende. A
gado bom e fiel, pois a fidelidade a Deus é   cada pedido vamos responder:
a certeza de que também ele ficará presen-
                                              Todos: Dai-nos, Senhor, os vossos dons.
te em nossa vida.
                                              L.1 Ó Deus de amor, pela vossa Igreja pe-
                                              regrina nesta terra. Que esteja atenta e dis-
09. PROFISSÃO DE FÉ
D. Oração do cristão comprometido.            ponível aos apelos do mundo. Rezemos ao
(reza-se por duas pessoas)                    Senhor.
No início e no final da oração canta-se:      L.2 Senhor, no próximo dia 17 é o Dia
"Creio Senhor, mas aumentai minha fé"         Mundial da Erradicação da Pobreza. Que
1- Creio em Deus, vivo e verdadeiro, Pai      haja maior empenho político na inclusão dos
de todos, que sorriu a toda humanidade no     mais pobres nas riquezas mundiais. Reze-
rosto de Cristo, nosso Irmão.                 mos ao Senhor.
2- Creio no Deus Amor, que está no meio       L.1 Abençoai, Senhor, o povo e o pároco
de nós e caminha conosco.                     da paróquia Nossa Senhora das Dores de
1- Creio na força criadora do amor, que faz   Mantenópolis que receberão a visita pas-
a humanidade parceira de Deus e transfor-     toral de Dom Zanoni. Fortalecei-os na fé e
ma o mundo.                                   na caridade. Rezemos ao Senhor.
2- Creio em Jesus Cristo, no qual Deus se     D. Senhor Deus, olhai por todos nós vos-
encontra com a humanidade e nos chama a       sos filhos e filhas e derramai as vossas gra-
colaborar na construção do Reino.             ças. Sede misericordioso com todos os que
1- Creio no Espírito Santo, que renova a      elevam a Vós a sua oração. Por Cristo, nos-
face da terra.                                so Senhor. Amém.
2- Creio na justiça e na fraternidade: com
elas trabalharemos para uma sociedade mais    11. APRESENTAÇÃO DOS DONS
humana e mais livre.                          D. Somos portadores de talentos que Deus
1- Creio na dignidade do homem e nos direi-   nos confia. Fiéis a esses talentos, apresen-
tos iguais para todos.                        temos os frutos do nosso trabalho através
2- Creio nos pequenos, escolhidos por Deus    de nosso dízimo e ofertas. Apresentemos
para construir o seu Reino de paz e de jus-   também os nossos trabalhos pastorais, fru-
tiça, e aceito o convite a tornar-me peque-
                                              tos do nosso esforço em prol do crescimento
no para entrar neste mesmo Reino.
                                              de nossa comunidade. (Pode-se entrar com
1- Creio na Igreja, construtora da missão     materiais pastorais: livros de catequese, de gru-
de Jesus, com sua mensagem de libertação,     pos de reflexão, materiais de grupos de jovens,
com sua tarefa de fazer de nós todos sal da   da Pastoral Familiar e outros)
terra e luz do mundo.                         As sementes que me destes... nº 877
12. LOUVOR E AÇÃO DE GRAÇAS                            14. ORAÇÃO
Refrão: Louvemos ao Senhor, eterno é                   D. Ó Deus de amor, acompanhai-nos em
seu Amor! (bis)                                        nossa vida familiar e comunitária e fazei-
D. Pelos catequistas que ajudam as crian-              nos comprometidos em sermos promo-
ças a tornarem-se mais católicas e fiéis a             tores da justiça e da paz. Que nosso amor
Jesus.                                                 afaste a discórdia e a injustiça. Por Cris-
- Pelos coordenadores de Grupos de Re-                 to, nosso Senhor. Amém.
flexão que nos ajudam a conhecer melhor
a Bíblia.                                              15. AVISOS
- Pelas equipes de liturgia que nos ajudam
a louvar e agradecer a Deus.                           16. BÊNÇÃO E DESPEDIDA
- Pelos religiosos e religiosas que são sinal          D. O Senhor esteja convosco.
do Reino na vida comunitária.                          Todos: Ele está no meio de nós.
- Pela Pastoral Familiar que busca criar               D. O Senhor todo poderoso nos conceda a
famílias novas que mudem a sociedade.                  graça da sua paz e a tua concórdia. Amém.
- Pela Pastoral da Juventude que acredita              D. Abençoe-nos Deus todo poderoso: Pai
que o Novo Reino é possível.                           e Filho e Espírito Santo. Todos: Amém.
- Pelos Movimentos Apostólicos que enri-               D. Ide em paz e que o Senhor vos acompa-
quecem as nossas comunidades com seus                  nhe. Todos: Graças a Deus!
dons e talentos.
- Pelos dizimistas que sabem partilhar o que           17. CANTO
têm.                                                   A missão que recebemos de Jesus... nº 727
- Pela Pastoral da Criança e a Pastoral do
Idoso que trabalham para que todos te-
nham vida.

13. PAI NOSSO
D. Rezemos irmãos e irmãs, a oração dos
filhos e filhas queridos de Deus. Pai Nos-
so...

13. ABRAÇO DA PAZ.
                                                                     Leituras para a Semana
D. A paz é uma forma de partilharmos algo
de nós, pois com ela construímos comuni-               2ª 1Mc 1, 10-15.41-43.54-57.62-64 / Sl 118 / Lc 18, 35-43
dades mais santas. Abraçando o irmão co-               3ª 2Mc 6, 18-31 / Sl 3 / Lc 19, 1-10
muniquemos a ele o nosso compromisso                   4ª 2Mc 7, 1.20-31 / Sl 16 / Lc 19, 11-28
                                                       5ª 1Mc 2, 15-29 / Sl 49 / Lc 19, 41-44
de paz na comunidade e no mundo.                       6ª At 28, 11-16.30-31 / Sl 97 / Mt 14, 22-33
Canto: Bênção sobre bênção... nº 542                   Sáb.: 1Mc 6, 1-13 / Sl 9 / Lc 20, 27-40


 Secretariado Diocesano de Pastoral Av. João XXIII, 410-Centro 29930-420-S. Mateus/ES - Tel: (27) 3763.1177
   Fax 3763.3104 - E-mail: secretariado@diocesedesaomateus.org.br / Site: www.diocesedesaomateus.org.br
                 Rádio Católica da nossa região, é a Kairós FM 94,7. www.radiokairos.com.br
        Associe-se ao Clube do Ouvinte e ajude a manter a rádio. Informações pelo telefone 3767-2000.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A Palavra de Deus na Vida do Povo
A Palavra de Deus na Vida do PovoA Palavra de Deus na Vida do Povo
A Palavra de Deus na Vida do PovoBernadetecebs .
 
Novena de Natal 2012 - "Cremos Senhor, mas aumentai a nossa Fé!"
Novena de Natal 2012 - "Cremos Senhor, mas aumentai a nossa Fé!"Novena de Natal 2012 - "Cremos Senhor, mas aumentai a nossa Fé!"
Novena de Natal 2012 - "Cremos Senhor, mas aumentai a nossa Fé!"Bernadetecebs .
 
Jornal do gonza dezembro 2011
Jornal do gonza dezembro 2011Jornal do gonza dezembro 2011
Jornal do gonza dezembro 2011Agostinhobor
 
Livreto Novena de Natal das CEBs 2018
Livreto Novena de Natal das CEBs  2018Livreto Novena de Natal das CEBs  2018
Livreto Novena de Natal das CEBs 2018Bernadetecebs .
 
2º dia um coração que aprende
2º dia um coração que aprende2º dia um coração que aprende
2º dia um coração que aprendeIrmão Feliciano Sv
 
Roteiro celebração do grito 2011 - XVII Grito dos Excluídos - Vida em Primeir...
Roteiro celebração do grito 2011 - XVII Grito dos Excluídos - Vida em Primeir...Roteiro celebração do grito 2011 - XVII Grito dos Excluídos - Vida em Primeir...
Roteiro celebração do grito 2011 - XVII Grito dos Excluídos - Vida em Primeir...Bernadetecebs .
 
3º dia um coração que anuncia
3º dia um coração que anuncia3º dia um coração que anuncia
3º dia um coração que anunciaIrmão Feliciano Sv
 
Jornal Aliança 2015/1
Jornal Aliança 2015/1Jornal Aliança 2015/1
Jornal Aliança 2015/1CIP2014
 
Novena De Natal 2009
Novena De Natal 2009Novena De Natal 2009
Novena De Natal 2009guestab52b4
 
Jornal Aliança 01/2014
Jornal Aliança 01/2014Jornal Aliança 01/2014
Jornal Aliança 01/2014CIP2014
 

Mais procurados (20)

15 01 12
15 01 1215 01 12
15 01 12
 
01 01 12
01 01 1201 01 12
01 01 12
 
A Palavra de Deus na Vida do Povo
A Palavra de Deus na Vida do PovoA Palavra de Deus na Vida do Povo
A Palavra de Deus na Vida do Povo
 
26 02 12
26 02 1226 02 12
26 02 12
 
08 12 10
08 12 1008 12 10
08 12 10
 
Novena de Natal 2012 - "Cremos Senhor, mas aumentai a nossa Fé!"
Novena de Natal 2012 - "Cremos Senhor, mas aumentai a nossa Fé!"Novena de Natal 2012 - "Cremos Senhor, mas aumentai a nossa Fé!"
Novena de Natal 2012 - "Cremos Senhor, mas aumentai a nossa Fé!"
 
Jornal do gonza dezembro 2011
Jornal do gonza dezembro 2011Jornal do gonza dezembro 2011
Jornal do gonza dezembro 2011
 
Novena ao Padroeiro Santo André 2009
Novena ao Padroeiro Santo André 2009Novena ao Padroeiro Santo André 2009
Novena ao Padroeiro Santo André 2009
 
Dia mundial de oração 2016
Dia mundial de oração 2016Dia mundial de oração 2016
Dia mundial de oração 2016
 
Livreto Novena de Natal das CEBs 2018
Livreto Novena de Natal das CEBs  2018Livreto Novena de Natal das CEBs  2018
Livreto Novena de Natal das CEBs 2018
 
30 05 2010
30 05 201030 05 2010
30 05 2010
 
Oração e benção de envio 2º congresso diocesano (1)
Oração e benção de envio 2º congresso diocesano (1)Oração e benção de envio 2º congresso diocesano (1)
Oração e benção de envio 2º congresso diocesano (1)
 
2º dia um coração que aprende
2º dia um coração que aprende2º dia um coração que aprende
2º dia um coração que aprende
 
Roteiro celebração do grito 2011 - XVII Grito dos Excluídos - Vida em Primeir...
Roteiro celebração do grito 2011 - XVII Grito dos Excluídos - Vida em Primeir...Roteiro celebração do grito 2011 - XVII Grito dos Excluídos - Vida em Primeir...
Roteiro celebração do grito 2011 - XVII Grito dos Excluídos - Vida em Primeir...
 
1º dia um coração que escuta
1º dia um coração que escuta1º dia um coração que escuta
1º dia um coração que escuta
 
3º dia um coração que anuncia
3º dia um coração que anuncia3º dia um coração que anuncia
3º dia um coração que anuncia
 
Novena Natal PJMP_2015
Novena Natal PJMP_2015Novena Natal PJMP_2015
Novena Natal PJMP_2015
 
Jornal Aliança 2015/1
Jornal Aliança 2015/1Jornal Aliança 2015/1
Jornal Aliança 2015/1
 
Novena De Natal 2009
Novena De Natal 2009Novena De Natal 2009
Novena De Natal 2009
 
Jornal Aliança 01/2014
Jornal Aliança 01/2014Jornal Aliança 01/2014
Jornal Aliança 01/2014
 

Destaque (7)

25 03 12
25 03 1225 03 12
25 03 12
 
27 11 11
27 11 1127 11 11
27 11 11
 
11 03 12
11 03 1211 03 12
11 03 12
 
19 02 12
19 02 1219 02 12
19 02 12
 
12 02 12
12 02 1212 02 12
12 02 12
 
12 10 11
12 10 1112 10 11
12 10 11
 
Celebrações para o Mês Vocacional
Celebrações para o Mês VocacionalCelebrações para o Mês Vocacional
Celebrações para o Mês Vocacional
 

Semelhante a 13 11 11 (20)

29 01 12
29 01 1229 01 12
29 01 12
 
04 03 12
04 03 1204 03 12
04 03 12
 
11 09 11
11 09 1111 09 11
11 09 11
 
07 08 11
07 08 1107 08 11
07 08 11
 
04 09 11
04 09 1104 09 11
04 09 11
 
18 03 12
18 03 1218 03 12
18 03 12
 
Cat02
Cat02Cat02
Cat02
 
Hora Santa Vocacional 2014
Hora Santa Vocacional 2014Hora Santa Vocacional 2014
Hora Santa Vocacional 2014
 
Livreto CEBs - Comunidade: Igreja de todos e para todos
Livreto CEBs  - Comunidade:  Igreja de todos e para todosLivreto CEBs  - Comunidade:  Igreja de todos e para todos
Livreto CEBs - Comunidade: Igreja de todos e para todos
 
01 04 12
01 04 1201 04 12
01 04 12
 
05 02 12
05 02 1205 02 12
05 02 12
 
25 12 11
25 12 1125 12 11
25 12 11
 
Novena ao Padroeiro Santo André 2010
Novena ao Padroeiro Santo André 2010Novena ao Padroeiro Santo André 2010
Novena ao Padroeiro Santo André 2010
 
02 11 11
02 11 1102 11 11
02 11 11
 
Semana de oração pela unidade dos cristãos; culto ecumênico
Semana de oração pela unidade dos cristãos; culto ecumênicoSemana de oração pela unidade dos cristãos; culto ecumênico
Semana de oração pela unidade dos cristãos; culto ecumênico
 
Sunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese MassSunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese Mass
 
008 corintios 2º
008 corintios 2º008 corintios 2º
008 corintios 2º
 
16 10-2011
16 10-201116 10-2011
16 10-2011
 
2006 03 26 culto matutino - batismo da luísa
2006 03 26   culto matutino - batismo da luísa2006 03 26   culto matutino - batismo da luísa
2006 03 26 culto matutino - batismo da luísa
 
2006 03 26 luiza biazotto maia
2006 03 26   luiza biazotto maia2006 03 26   luiza biazotto maia
2006 03 26 luiza biazotto maia
 

Mais de Gustavo Scheffer

Folheto Litúrgico do Mês de Março 2014
Folheto Litúrgico do Mês de Março 2014Folheto Litúrgico do Mês de Março 2014
Folheto Litúrgico do Mês de Março 2014Gustavo Scheffer
 
Folheto Litúrgico do mês de fevereiro 2014
Folheto Litúrgico do mês de fevereiro 2014Folheto Litúrgico do mês de fevereiro 2014
Folheto Litúrgico do mês de fevereiro 2014Gustavo Scheffer
 
Domingo 01/02/2014 - Apresentação do Senhor
Domingo 01/02/2014 - Apresentação do SenhorDomingo 01/02/2014 - Apresentação do Senhor
Domingo 01/02/2014 - Apresentação do SenhorGustavo Scheffer
 
2º domingo do tempo comum
2º domingo do tempo comum2º domingo do tempo comum
2º domingo do tempo comumGustavo Scheffer
 
São raimundo de peñafort
São raimundo de peñafortSão raimundo de peñafort
São raimundo de peñafortGustavo Scheffer
 
QUARTA - FEIRA - SANTO AMARO.15/01/2014
QUARTA - FEIRA - SANTO AMARO.15/01/2014QUARTA - FEIRA - SANTO AMARO.15/01/2014
QUARTA - FEIRA - SANTO AMARO.15/01/2014Gustavo Scheffer
 

Mais de Gustavo Scheffer (10)

Folheto Litúrgico do Mês de Março 2014
Folheto Litúrgico do Mês de Março 2014Folheto Litúrgico do Mês de Março 2014
Folheto Litúrgico do Mês de Março 2014
 
Folheto Litúrgico do mês de fevereiro 2014
Folheto Litúrgico do mês de fevereiro 2014Folheto Litúrgico do mês de fevereiro 2014
Folheto Litúrgico do mês de fevereiro 2014
 
Domingo 01/02/2014 - Apresentação do Senhor
Domingo 01/02/2014 - Apresentação do SenhorDomingo 01/02/2014 - Apresentação do Senhor
Domingo 01/02/2014 - Apresentação do Senhor
 
2º domingo do tempo comum
2º domingo do tempo comum2º domingo do tempo comum
2º domingo do tempo comum
 
São raimundo de peñafort
São raimundo de peñafortSão raimundo de peñafort
São raimundo de peñafort
 
Epifania do senhor
Epifania do senhorEpifania do senhor
Epifania do senhor
 
QUARTA - FEIRA - SANTO AMARO.15/01/2014
QUARTA - FEIRA - SANTO AMARO.15/01/2014QUARTA - FEIRA - SANTO AMARO.15/01/2014
QUARTA - FEIRA - SANTO AMARO.15/01/2014
 
24 12 11
24 12 1124 12 11
24 12 11
 
21 08 11
21 08 1121 08 11
21 08 11
 
11 12 11
11 12 1111 12 11
11 12 11
 

13 11 11

  • 1. Nº 1.884 (Ano A/Verde) 33º Domingo do Tempo Comum 13 de novembro de 2011 SE SOU FIEL NO POUCO, O SENHOR ME CONFIARÁ MAIS sua Igreja para anunciarmos com entusi- asmo a mensagem de salvação a nós con- fiada. Alegres, iniciemos este encontro fra- terno. 02. CANTO Dom da vida... nº 66 03. ACOLHIDA E SAUDAÇÃO D. Sejam bem vindos irmãos e irmãs! Sau- demos a Trindade Santa: Em nome do Pai e Filho e do Espírito Santo, Amém. D. Que a graça de Deus nosso Pai, o amor de Jesus Cristo nosso irmão e a força do Espírito Santo, estejam convosco. Todos: Bendito seja Deus ... 04. DEUS NOS PERDOA - Preparar o momento da Apresentação dos Dons. D. Todos nós somos chamados por Deus para administrar algo neste mundo. Medi- 01. MOTIVAÇÃO temos profundamente sobre o que nos im- C.1 Irmãos e irmãs, é o Senhor que nos aco- pede de sermos bons administradores na lhe nesse encontro pascal. Alegres, família, na comunidade e no mundo. (mo- coloquemo-nos, nesta liturgia, como discí- mento em silêncio) pulos de Jesus Ressuscitado e aprendamos Canto: Perdoai-me outra vez... nº 212 com o Seu Evangelho os verdadeiros valo- D. Deus todo-poderoso, tenha compaixão res do Reino. de nós, perdoe os nossos pecados e nos Refrão: No raiar de um novo tempo vida conduza à vida eterna. Amém! nova então se faz. E a esperança do teu povo é justiça, amor e paz. 05. HINO DE LOUVOR C.2 Diante do altar do Senhor, nos colo- D. Glorifiquemos a Deus pelos dons que quemos a disposição de Jesus Cristo e da Ele nos concede para partilharmos com a
  • 2. nossa comunidade, cantando. bios) nos fala da figura da mulher virtuosa, Glória a Deus nas alturas, na terra... n° completamente contrária àquela imagem que 238 muitas vezes se tem. O que se diz popular- mente das mulheres é que elas são curio- 06. ORAÇÃO sas, ciumentas, preguiçosas, etc. Os Pro- D. Senhor, nosso Deus, abri o nosso co- vérbios, ao falarem da mulher virtuosa a ração para partilharmos os nossos dons expõem como: mulher de valor inestimável, uns com os outros. Ajudai-nos a fazer laboriosa, aquela que tem um coração ge- de nossa comunidade um espaço de aco- neroso, aquela que é uma pessoa religiosa. lhida, fraternidade e solidariedade. Esta leitura nos insere no Evangelho de hoje, Aumentai a nossa fé e a nossa disponi- no sentido de que, apresentando a mulher bilidade em servir. Por nosso Senhor com todas estas qualidades, quer exortar a Jesus Cristo, vosso Filho na unidade do necessidade de mais sensibilidade, dedica- Espírito Santo. Amém. ção e empenho na construção do Reino de Deus. 07. DEUS NOS FALA No Evangelho de hoje, Jesus se apresenta C.1 Com o coração aberto e disponível para como um senhor que, antes de fazer uma ouvir o que Deus quer nos falar participe- viagem, reúne seus empregados e distribui mos da Liturgia da Palavra. a eles partes de sua riqueza para que admi- nistrem. Importante lembrar que no tempo PRIMEIRA LEITURA de Jesus "talento" era uma soma em dinhei- (Pr 31,10-13.19-20.30-31) ro, o que podemos interpretar, hoje, como os dons que Deus nos dá. Sendo assim, L.1 Leitura do Livro dos Provérbios esses dons que recebemos são para nos capacitar para fazer crescer o Reino de Deus SALMO RESPONSORIAL: 127(128) entre nós. Os dons, portanto, existem em Refrão: Felizes os que temem o Senhor nós e seria uma grande falta não usá-los e trilham seus caminhos! (enterrá-los), pois estaríamos negando a nós mesmos e a Deus que nos confia uma mis- SEGUNDA LEITURA (1Ts 5, 1-6) são. O terceiro empregado personifica, de certo modo, as nossas atitudes de comuni- L.2 Leitura da Primeira Carta de São dade. Ele traduz a falta de compromisso Paulo aos Tessalonicenses. com a comunidade e com a Igreja de um modo geral. A indiferença ao mundo e ao EVANGELHO (Mt 25, 14-30) outro não contribui, para que nossas pas- torais caminhem com mais vigor e alcan- CANTO DE ACLAMAÇÃO cem os seus objetivos. Nossa própria Igre- Aleluia, aleluia, vamos aclamar... nº 298 ja, no intuito de anunciar o Evangelho, nos pede mais ação. Enterrar os talentos é omi- Evangelho de Jesus Cristo segundo São tir-se. Isto é um grande pecado que preju- Mateus. dica a edificação da comunidade, da Igreja e dos irmãos. A missão confiada por Jesus 08. PARTILHANDO A PALAVRA Cristo aos discípulos e estendida a nós, cris- A Primeira Leitura deste domingo (Provér- tãos, é correr riscos, sempre, confiando em
  • 3. Deus. 2- Creio na ressurreição, porque em Jesus Fazer render os talentos que Deus nos dá, Cristo e em todos nós a Vida triunfa sobre é administrar bem as inúmeras graças rece- a morte. bidas. É aceitar o convite: "Vem festejar 1- Creio com muita humildade, sem perder comigo". Este convite faz-nos participar de a coragem e a esperança de viver. Amém. uma herança doada por Jesus Cristo, de uma esperança futura, de estar com Deus 10 PRECES DA COMUNIDADE plenamente. D. Elevemos a Deus as nossas orações, Façamos, portanto a experiência do empre- confiantes que Ele nos escuta e atende. A gado bom e fiel, pois a fidelidade a Deus é cada pedido vamos responder: a certeza de que também ele ficará presen- Todos: Dai-nos, Senhor, os vossos dons. te em nossa vida. L.1 Ó Deus de amor, pela vossa Igreja pe- regrina nesta terra. Que esteja atenta e dis- 09. PROFISSÃO DE FÉ D. Oração do cristão comprometido. ponível aos apelos do mundo. Rezemos ao (reza-se por duas pessoas) Senhor. No início e no final da oração canta-se: L.2 Senhor, no próximo dia 17 é o Dia "Creio Senhor, mas aumentai minha fé" Mundial da Erradicação da Pobreza. Que 1- Creio em Deus, vivo e verdadeiro, Pai haja maior empenho político na inclusão dos de todos, que sorriu a toda humanidade no mais pobres nas riquezas mundiais. Reze- rosto de Cristo, nosso Irmão. mos ao Senhor. 2- Creio no Deus Amor, que está no meio L.1 Abençoai, Senhor, o povo e o pároco de nós e caminha conosco. da paróquia Nossa Senhora das Dores de 1- Creio na força criadora do amor, que faz Mantenópolis que receberão a visita pas- a humanidade parceira de Deus e transfor- toral de Dom Zanoni. Fortalecei-os na fé e ma o mundo. na caridade. Rezemos ao Senhor. 2- Creio em Jesus Cristo, no qual Deus se D. Senhor Deus, olhai por todos nós vos- encontra com a humanidade e nos chama a sos filhos e filhas e derramai as vossas gra- colaborar na construção do Reino. ças. Sede misericordioso com todos os que 1- Creio no Espírito Santo, que renova a elevam a Vós a sua oração. Por Cristo, nos- face da terra. so Senhor. Amém. 2- Creio na justiça e na fraternidade: com elas trabalharemos para uma sociedade mais 11. APRESENTAÇÃO DOS DONS humana e mais livre. D. Somos portadores de talentos que Deus 1- Creio na dignidade do homem e nos direi- nos confia. Fiéis a esses talentos, apresen- tos iguais para todos. temos os frutos do nosso trabalho através 2- Creio nos pequenos, escolhidos por Deus de nosso dízimo e ofertas. Apresentemos para construir o seu Reino de paz e de jus- também os nossos trabalhos pastorais, fru- tiça, e aceito o convite a tornar-me peque- tos do nosso esforço em prol do crescimento no para entrar neste mesmo Reino. de nossa comunidade. (Pode-se entrar com 1- Creio na Igreja, construtora da missão materiais pastorais: livros de catequese, de gru- de Jesus, com sua mensagem de libertação, pos de reflexão, materiais de grupos de jovens, com sua tarefa de fazer de nós todos sal da da Pastoral Familiar e outros) terra e luz do mundo. As sementes que me destes... nº 877
  • 4. 12. LOUVOR E AÇÃO DE GRAÇAS 14. ORAÇÃO Refrão: Louvemos ao Senhor, eterno é D. Ó Deus de amor, acompanhai-nos em seu Amor! (bis) nossa vida familiar e comunitária e fazei- D. Pelos catequistas que ajudam as crian- nos comprometidos em sermos promo- ças a tornarem-se mais católicas e fiéis a tores da justiça e da paz. Que nosso amor Jesus. afaste a discórdia e a injustiça. Por Cris- - Pelos coordenadores de Grupos de Re- to, nosso Senhor. Amém. flexão que nos ajudam a conhecer melhor a Bíblia. 15. AVISOS - Pelas equipes de liturgia que nos ajudam a louvar e agradecer a Deus. 16. BÊNÇÃO E DESPEDIDA - Pelos religiosos e religiosas que são sinal D. O Senhor esteja convosco. do Reino na vida comunitária. Todos: Ele está no meio de nós. - Pela Pastoral Familiar que busca criar D. O Senhor todo poderoso nos conceda a famílias novas que mudem a sociedade. graça da sua paz e a tua concórdia. Amém. - Pela Pastoral da Juventude que acredita D. Abençoe-nos Deus todo poderoso: Pai que o Novo Reino é possível. e Filho e Espírito Santo. Todos: Amém. - Pelos Movimentos Apostólicos que enri- D. Ide em paz e que o Senhor vos acompa- quecem as nossas comunidades com seus nhe. Todos: Graças a Deus! dons e talentos. - Pelos dizimistas que sabem partilhar o que 17. CANTO têm. A missão que recebemos de Jesus... nº 727 - Pela Pastoral da Criança e a Pastoral do Idoso que trabalham para que todos te- nham vida. 13. PAI NOSSO D. Rezemos irmãos e irmãs, a oração dos filhos e filhas queridos de Deus. Pai Nos- so... 13. ABRAÇO DA PAZ. Leituras para a Semana D. A paz é uma forma de partilharmos algo de nós, pois com ela construímos comuni- 2ª 1Mc 1, 10-15.41-43.54-57.62-64 / Sl 118 / Lc 18, 35-43 dades mais santas. Abraçando o irmão co- 3ª 2Mc 6, 18-31 / Sl 3 / Lc 19, 1-10 muniquemos a ele o nosso compromisso 4ª 2Mc 7, 1.20-31 / Sl 16 / Lc 19, 11-28 5ª 1Mc 2, 15-29 / Sl 49 / Lc 19, 41-44 de paz na comunidade e no mundo. 6ª At 28, 11-16.30-31 / Sl 97 / Mt 14, 22-33 Canto: Bênção sobre bênção... nº 542 Sáb.: 1Mc 6, 1-13 / Sl 9 / Lc 20, 27-40 Secretariado Diocesano de Pastoral Av. João XXIII, 410-Centro 29930-420-S. Mateus/ES - Tel: (27) 3763.1177 Fax 3763.3104 - E-mail: secretariado@diocesedesaomateus.org.br / Site: www.diocesedesaomateus.org.br Rádio Católica da nossa região, é a Kairós FM 94,7. www.radiokairos.com.br Associe-se ao Clube do Ouvinte e ajude a manter a rádio. Informações pelo telefone 3767-2000.