E.E. Prof.ª Irene Dias RibeiroO Evangelho Segundo Jesus Cristo    Autor: José Saramago                Fernanda Cristina de...
Biografia   José de Souza SaramagoNasceu em 16/11/ 1922, em Azinhaga, Golegã,Portugal.Mudou-se para Lisboa.Era autodidata ...
Alcança notoriedade com o livro Levantado do chão, em1980.Teve o livro Evangelho Segundo Jesus Cristo censuradopelo govern...
Resumo
O Evangelho Segundo Jesus Cristo - José Saramago (resumo)José e Maria acabam fazendo sexo e assim a pureza da “Virgem” é a...
Na juventude, Jesus conhece o amor por meio de Maria de Magdala (Madalena). Os doisse amam. Surgem os milagres de Jesus: O...
Jesus, diante de tal revelação de mortandade, recusa o seu papel no plano, mas Deusreafirma o seu destino. Próximo a Jesus...
PersonagensJesus: Protagonista e salvador da humanidade. É umaPessoa humilde, honesta e tem ideias fixas.Maria: Virgem que...
Deus: Figura divina e bondosa, porém se apresentacomo um ser ambicioso por conquistas.Diabo: Figura sobrenatural, maligna ...
EnredoO livro conta uma história humanizada da vida deJesus e alude a uma sua eventual relação com MariaMadalena. Ao adota...
Tempo    Cronológico e Psicológico:Cronológico :Jesus na infância:“Quando chegou aos cinco anos, o filho de Josécomeçou a ...
Jesus na adolescência:“Jesus lançou-se para o chão, a chorar, Os inocentes,os inocentes, dizia ele, parece incrível que um...
Jesus na fase adulta:“E eis que, enfim, ia Jesus nos seus vinte e cincoanos, pareceu que o universo todo começou desúbito ...
Psicológico :“Mil vezes a experiência tem demonstrado, mesmo empessoas não particularmente dadas à reflexão, que amelhor m...
EspaçoNo antigo Oriente Médio, a história se passa em cidadesque estão hoje dentro das fronteiras da Jordânia, deIsrael e ...
Foco NarrativoTerceira pessoa, narrador onisciente e váriosflashbacks durante história.
EstiloO autor possui um grande senso crítico da sociedade,e muitas vezes faz uso de ironias:“O filho de José e de Maria na...
O estilo da escrita de José Saramago muitas vezessubverte a estrutura da língua portuguesa, atituderaramente valorizada pe...
VerossimilhançaAcontecimentos bíblicos (com algumas alterações).Bodas de Canaã“Enchei de água aquelas talhas, eram seis ta...
Inquisições e Cruzadas“...esses exércitos são as cruzadas, Assim é, Econquistaram o que queriam, Não, Mas mataram muita ge...
Inferiorização da mulher"...José em casa, era isto pela hora do sol-pôr, e estavacomendo seu jantar, sentado no chão e met...
Movimento Literário Modernismo e Pós - ModernismoO livro faz denuncia a realidade do homem e é umainovação filosófica.
Conclusões e críticasPor fim, concluímos que a obra é muito chocanteprincipalmente para os cristão que se magoam com aspal...
Referências Bibliográficas:www.colegioweb.com.brwww.portalsaofrancisco.com.brwww.educacao.uol.com.brwww.wikipedia.orgrevis...
Oevangelhosegundojesuscristo 3d-110908104530-phpapp01
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Oevangelhosegundojesuscristo 3d-110908104530-phpapp01

415 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
415
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Oevangelhosegundojesuscristo 3d-110908104530-phpapp01

  1. 1. E.E. Prof.ª Irene Dias RibeiroO Evangelho Segundo Jesus Cristo Autor: José Saramago Fernanda Cristina de Oliveira Gallante Leandro Fernandes da Silva Marcelo Henrique Barbosa Baptista Vinicius Felipe da Silva Melo 3ªD - 2011
  2. 2. Biografia José de Souza SaramagoNasceu em 16/11/ 1922, em Azinhaga, Golegã,Portugal.Mudou-se para Lisboa.Era autodidata e exerceu varias profissões.Trabalhou em conceituados noticiários, como oDiário de Lisboa. Foi diretor do Diário de Notícias.
  3. 3. Alcança notoriedade com o livro Levantado do chão, em1980.Teve o livro Evangelho Segundo Jesus Cristo censuradopelo governo português.Ganhou premio Nobel.Faleceu no dia 18 de junho de 2010, aos 87 anos,vitima de leucemia crônica. Escreveu vários romances: O Ano da Morte de Ricardo Reis (1984) A Jangada de Pedra (1986) O Evangelho Segundo Jesus Cristo (1991) Ensaio sobre a Cegueira (1995) Todos os Nomes (1997) O Homem Duplicado (2002)
  4. 4. Resumo
  5. 5. O Evangelho Segundo Jesus Cristo - José Saramago (resumo)José e Maria acabam fazendo sexo e assim a pureza da “Virgem” é abalada. Mariaencontra na rua um mendigo, alto e misterioso que lhe entrega uma tigela, colocandoantes terra nela, dizendo: “Que o Senhor te abençoe, mulher, e te dê todos os filhosque a teu marido te aprouver.” No momento em que a recebe, Maria observa que atigela tem um brilho incomum, embora seja feita de barro. Maria chega em casa contao sucedido no encontro com o mendigo e revela que está grávida.No nascimento de Jesus temos a reinterpretação do episódio dos três reis magos. Omenino Jesus tem um choro sofrido e surgem três pastores, o primeiro trouxe leite, osegundo trouxe queijo e o terceiro, que Maria parece reconhecer como sendo omisterioso mendigo, trás pão e diz: “Com estas minhas mãos amassei este pão quetrago, com o fogo que só dentro da terra há o cozi.”Na infância Jesus cresce rodeado de vários irmãos e irmãs. Quando Jesus atinge aadolescência seu pai, José, morre crucificado. Quando Herodes mandou matar osmeninos que nascessem em Belém, mais ou menos na época em que Jesus nascera;José, sabendo do perigo que sua esposa e seu vindouro filho corriam, fugiu para queJesus nascesse num lugar afastado do alcance dos soldados de Herodes. Na pressacom que fugira levando Maria, sequer avisara os outros camponeses, depois disso,José passou a se sentir culpado pela morte daquelas crianças, pelo pecado daomissão. Assim, quando soldados romanos o prendem por engano e o levam aomartírio não sente vontade de defender-se.
  6. 6. Na juventude, Jesus conhece o amor por meio de Maria de Magdala (Madalena). Os doisse amam. Surgem os milagres de Jesus: O milagre do vinho (numa “festa de arromba” ovinho acaba, os convidados reclamam e Jesus opera o milagre da transformação da águaem vinho), o milagre dos pães (dividiu um único pão entre vários mendigos que nãoconseguiam fazê-lo). Quando Jesus vai morar numa aldeia de pescadores, observa-seque quando Jesus entra no barco os peixes se lançam para dentro, assim, a cada dia,Jesus vai com um dos pescadores, de modo que todos tenham sua boa pescaria.Certa vez, num dia de muito nevoeiro, Jesus parte sozinho para o mar. Mais adiante onevoeiro se dissipa e Jesus e numa “roda maior de luz, a barca pára, é o centro do mar.Sentado no banco da popa, está Deus.”Deus revela a Jesus sua descendência divina, e a seguir Deus explica o motivo que olevou a ter um filho: para que sua glória aumentasse entre os homens, pois passadosquatro mil anos, Deus era deus apenas para um pequeno povo “que vive numa diminutaparte do mundo”. Deus, pois, tem um plano para o seu filho, que levará o conhecimentode sua figura para todos os outros povos. E, por fim, revela que o papel que Jesus temnesse plano é o de mártir: “E qual foi o papel que me destinaste no teu plano? O de mártir,meu filho, o de vítima, que é o que melhor há para fazer espalhar uma crença e afervoraruma fé.”Jesus pergunta se outras pessoas terão que morrer para que a fé se propague, Deusconfirma que sim e durante vários parágrafos e páginas segue-se uma lista dosmartirizados durante os séculos que se seguiram até a expansão e o domínio doCristianismo. Explica também os modos com que muitos serão martirizados (fogueira,decapitação, enforcamento, cravados com flechas, a pedradas, esquartejados, etc.). Deusainda fala das guerras religiosas, das Cruzadas, da Inquisição.
  7. 7. Jesus, diante de tal revelação de mortandade, recusa o seu papel no plano, mas Deusreafirma o seu destino. Próximo a Jesus está o Diabo, que diz: “É preciso ser Deus paragostar tanto de sangue”.O Diabo, que não era ninguém menos do que aquele mendigo misterioso, ainda oferecea Deus o seu perdão e voltar a ser um de seus arcanjos diletos, mas Deus recusaafirmando que a bondade só existe em oposição à maldade e que Deus só seráadorado porque existe um Diabo a ser temido.Jesus e o Diabo voltam na mesma barca. Antes, ao entrarem, o Diabo fala que há umacoisa no alforje de Jesus que pertence ao Diabo, mas que um dia voltará ao poder deJesus. Ao olhar no seu alforje, Jesus encontra a velha tigela de barro.Após quarenta dias Jesus retorna para a aldeia dos pescadores, pronto para cumprir oseu destino. O milagre de Lázaro, a traição de Judas e a negação de Pedro sãoapresentados numa nova versão que dessacraliza esses episódios.Jesus é crucificado, e já desfalecendo após o momento em que um soldado que lhe dávinagre numa esponja para que beba e diminua seu sofrimento, morre sem ver que aospés da cruz estava a tigela que servia agora para recolher o sangue que escorria dacruz.
  8. 8. PersonagensJesus: Protagonista e salvador da humanidade. É umaPessoa humilde, honesta e tem ideias fixas.Maria: Virgem que perdeu a santidade por fazer sexo. É a mãe de Jesus. Muitas vezes a personagem censuraJesus, mesmo sendo inferior a ele por ser uma mulher.José: Pai de Jesus. Homem batalhador que morre portentar salvar o amigo
  9. 9. Deus: Figura divina e bondosa, porém se apresentacomo um ser ambicioso por conquistas.Diabo: Figura sobrenatural, maligna e tem muita lábia,quase consegue confundir Deus.Maria Madalena: Prostituta, perdoada por seus pecadospelo próprio Jesus que era seu marido.Discípulos: Apoio de Jesus na propagação do evangelhoe da missão dada por Deus a Jesus.
  10. 10. EnredoO livro conta uma história humanizada da vida deJesus e alude a uma sua eventual relação com MariaMadalena. Ao adotar essa perspectiva, dehumanização de Cristo, distante da representaçãotradicional do Evangelho e evidenciando o seucaráter frágil e vulnerável Saramago põe de ladotodo o sofrimento de Cristo e que, "no fundo”, oproblema não é um Deus que não existe, mas areligião que o proclama.
  11. 11. Tempo Cronológico e Psicológico:Cronológico :Jesus na infância:“Quando chegou aos cinco anos, o filho de Josécomeçou a ir à escola. Todas as manhãs, logo aonascer do dia, a mãe levava-o ao encarregado dasinagoga, que, sendo os estudos do nível elementar,bastava para o efeito, e era ali, na própria sinagoga,feita sala de aula, que ele e os outros rapazinhos deNazaré, até aos dez anos, realizavam a sentença dosábio...”
  12. 12. Jesus na adolescência:“Jesus lançou-se para o chão, a chorar, Os inocentes,os inocentes, dizia ele, parece incrível que umsimples rapaz de treze anos, idade em que o egoísmofacilmente se explica e desculpa, possa ter sofrido tãoforte abalo por causa duma notícia que, se tivermosem conta o que sabemos do nosso mundocontemporâneo, deixaria indiferente a maior parte dagente.”
  13. 13. Jesus na fase adulta:“E eis que, enfim, ia Jesus nos seus vinte e cincoanos, pareceu que o universo todo começou desúbito a mover-se, novos sinais se sucederam, unsatrás dos outros, como se alguém, com repentinapressa, pretendesse reaver um tempo que houvessemalgastado.”
  14. 14. Psicológico :“Mil vezes a experiência tem demonstrado, mesmo empessoas não particularmente dadas à reflexão, que amelhor maneira de chegar a uma boa ideia é irdeixando discorrer o pensamento ao sabor dos seuspróprios acasos e inclinações, mas vigiando-o comuma atenção que convém parecer distraída, como sese estivesse a pensar noutra coisa, e de repente salta-se em cima do desprevenido achado como um tigresobre a presa”
  15. 15. EspaçoNo antigo Oriente Médio, a história se passa em cidadesque estão hoje dentro das fronteiras da Jordânia, deIsrael e da Autoridade Nacional Palestina (ANP)“... fora em peregrinação a Jerusalém descera atéBelém...”“... o deserto de Judeia queimava e requeimava aantiquíssima cicatriz duma terra...”“...João nunca se demorava muitos dias num mesmolugar, mas que o mais provável, em todos os casos, seriaencontrá-lo batizando nas margens do Jordão, desceramdos altos de Betânia para o sítio de Betabara, que está àbeira do Mar Morto, com a ideia de irem depois subindo orio, sempre, até ao Mar da Galileia...”
  16. 16. Foco NarrativoTerceira pessoa, narrador onisciente e váriosflashbacks durante história.
  17. 17. EstiloO autor possui um grande senso crítico da sociedade,e muitas vezes faz uso de ironias:“O filho de José e de Maria nasceu como todos osfilhos dos homens, sujo de sangue de sua mãe,viscoso das suas mucosidades e sofrendo emsilêncio. Chorou porque o fizeram chorar, e chorarápor esse mesmo e único motivo”.Ausência de pontuações e marcações nos diálogos:“Aproximou-se o pastor e disse, Com estas minhasmãos trabalhei o leite e fabriquei o queijo”.
  18. 18. O estilo da escrita de José Saramago muitas vezessubverte a estrutura da língua portuguesa, atituderaramente valorizada pelos professores quandomanifestada pelos alunos.José Saramago “A escola deveria ensinar a ouvir. Cabea ela ensinar o aluno a escrever corretamente e tambémexplicar por que as regras são assim, e não de outramaneira. Mas a escola não será o lugar onde sesubverte e revoluciona a estrutura da língua. Essa tarefapertence aos escritores, se estes consideram que têmmotivos para o fazer.”
  19. 19. VerossimilhançaAcontecimentos bíblicos (com algumas alterações).Bodas de Canaã“Enchei de água aquelas talhas, eram seis talhasDe pedra que serviam para a purificação, e elesencheram-na até em cima...Então Jesus verteu emcada talha uma parte do vinho que tinha no copo...”A crucificação de Cristo“...puseram-lhe os braços abertos sobre o patíbulo, equando o primeiro cravo, sob a bruta pancada domartelo lhe perfurou o pulso pelo intervalo entre os doisossos...”
  20. 20. Inquisições e Cruzadas“...esses exércitos são as cruzadas, Assim é, Econquistaram o que queriam, Não, Mas mataram muita gente, E os das cruzadas morreram outros tantos, senão Mais...”“...A inquisição, também chamada Tribunal do SantoOfício, é o mal necessário, O instrumento crudelíssimo com que debelaremos a infecção que um dia, e porlongo tempo, se instalará no corpo da tua Igreja...”
  21. 21. Inferiorização da mulher"...José em casa, era isto pela hora do sol-pôr, e estavacomendo seu jantar, sentado no chão e metendo a mãono prato como então era geral costume, e Maria, de pé,esperava que ele acabasse para depois ela comer, eambos calados, um porque não tinha nada que dizer,outro porque não sabia como dizer o que tinha emmente, aconteceu vir bater à cancela do pátio um pobredesses de pedir,..."
  22. 22. Movimento Literário Modernismo e Pós - ModernismoO livro faz denuncia a realidade do homem e é umainovação filosófica.
  23. 23. Conclusões e críticasPor fim, concluímos que a obra é muito chocanteprincipalmente para os cristão que se magoam com aspalavras usadas por Saramago para contar a suaversão da bíblia. Porém o foco de Saramago não éenvolver Deus, mas sim fazer uma crítica a maneiracomo a sociedade se comporta nos dias atuais.O livro deixa mensagens subliminares no pensamentodos leitores, como o papel do diabo, que, seria o demarketing, utilizado pelas Igrejas sensacionalistas. Eleinsere-se na competição religiosa, afinal trata-se de ummercado, e sua figura é explorada para ganharadeptos.
  24. 24. Referências Bibliográficas:www.colegioweb.com.brwww.portalsaofrancisco.com.brwww.educacao.uol.com.brwww.wikipedia.orgrevistaescola.abril.com.br

×