Wireless - Aula 3

3.038 visualizações

Publicada em

Wireless - Aula 3

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.038
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
17
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
194
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Wireless - Aula 3

  1. 1. Wireless Implantação de redes Wlan Prof. Guilherme Nonino Rosa Aula 3
  2. 2. Apresentação: Prof. Guilherme Nonino Rosa - Graduado em Ciências da Computação pela Unifran – Universidade de Franca no ano de 2000. - Pós-Graduado em Tecnologia da Informação aplicada aos Negócios pela Unip-Universidade Paulista em 2012. - Pós-Graduando em Docência no Ensino Superior pelo Centro Universitário Senac. - Licenciado em Informática pela Fatec – Faculdade de Tecnologia de Franca em 2011. - Técnico em Informática pela ETESP – Escola Técnica de São Paulo. - Docente do Senac – Ribeirão Preto desde fevereiro/2012 - Docente do Centro de Educação Tecnológica Paula Souza, nas Etecs de Ituverava e Orlândia desde fevereiro/2010 - Docente na Faculdade Anhanguera – Ribeirão Preto desde de fevereiro/2013
  3. 3. Contatos: Prof. Guilherme Nonino Rosa guilherme.nrosa@sp.senac.br guinonino@gmail.com http://guilhermenonino.blogspot.com
  4. 4. 3ª AULA CRONOGRAMA • Possibilidades de acesso a um equipamento AccessPoint. • Diferenças entre acessos gerenciais e rede ip. • Noções de CLI do equipamento • Identificação e solução de problemas que impeçam o acesso ao equipamento por interface gráfica. • Parâmetros configuráveis do Hyper Terminal no acesso a dispositivos de rede. • Características de softwares emuladores de terminal. • Características do cabo rollover utilizado no acesso via console e do cabo direto no acesso via rede ip.
  5. 5. I.E.E.E. O Instituto de Engenheiros, Eletricistas e Eletrônicos Organização profissional sem fins lucrativos, fundada nos Estados Unidos. Engenheiros eletricistas, engenheiros da computação, cientistas da computação, profissionais de telecomunicações etc. Papel mais importantes é o estabelecimento de padrões para formatos de computadores e dispositivos.
  6. 6. Classificação Tal como com as redes com fios, as redes sem fios podem ser classificadas em diferentes tipos com base nas distâncias através das quais os dados podem ser transmitidos.
  7. 7. WPAN Wireless Personal Area Network ou rede pessoal sem fio.   â   â  ã
  8. 8. Utiliza a certificação 802.15 do IEEE, cujos objetivos são: o baixo nível de complexidade o baixo consumo de energia interoperabilidade coexistência com redes 802.11. Fonte http://www.ieee802.org/15/ WPAN Wireless Personal Area Network ou rede pessoal sem fio.
  9. 9. A principal tecnologia WPAN é a tecnologia Bluetooth, lançada pela Ericsson em 1994, propondo um débito teórico de 1 Mbps para um alcance máximo de cerca de trinta de metros. O Bluetooth, conhecido também sob o nome IEEE 802.15.1, possui a vantagem de consumir muito pouca energia, o que o torna particularmente adaptado a uma utilização em pequenos periféricos.
  10. 10. • A faixa ISM (Industrial, Scientific, Medical), que opera à frequência de 2,45 GHz • No Bluetooth, pode-se utilizar até 79 frequências (ou 23, dependendo do país) dentro da faixa ISM, cada uma espaçada da outra por 1 MHz • Quando dois ou mais dispositivos se comunicam através de uma conexão Bluetooth, eles formam uma rede denominada piconet. Nessa comunicação, o dispositivo que iniciou a conexão assume o papel de master (mestre), enquanto que os demais dispositivos se tornam slave (escravos). Cabe ao master a tarefa de regular a transmissão de dados entre a rede e o sincronismo entre os dispositivos. Bluetooth
  11. 11. • Cada piconet pode suportar até 8 dispositivos (um master e 7 slave), no entanto, é possível fazer com esse número seja maior através da sobreposição de piconets. Em poucas palavras, isso significa fazer com que uma piconet se comunique com outra dentro de um limite de alcance, esquema esse denominado scatternet. Bluetooth
  12. 12. HomeRF (para Home Radio Frequency), lançado em 1998 pelo HomeRF Working Group (formado nomeadamente pelos construtores Compaq, HP, Intel, SIEMENS, Motorola e Microsoft) propõe um débito teórico de 10 Mbps com um alcance de cerca de 50 a 100 metros sem amplificador. A norma HomeRF apoiada nomeadamente pela Intel, foi abandonada em Janeiro de 2003, nomeadamente porque os fundidores de processadores apostam agora nas tecnologias Wi-Fi embarcadas.
  13. 13. A tecnologia ZigBee (também conhecida com o nome IEEE 802.15.4) permite obter ligações sem fios a preços muito baixos e com um consumo de energia muito fraco , o que o torna particularmente adaptado para ser integrado diretamente em pequenos aparelhos electrónicos (aparelhos eletrodomésticos, brinquedos,…). A tecnologia Zigbee, eficaz na banda de frequências de 2,4 GHz e de 16 canais, permite obter débitos que podem atingir 250 Kb/s com um alcance máximo de cerca de 100 metros.
  14. 14. • Custos barateados com a aquisição, instalação de equipamentos, manutenção e mão de obra. • Tecnologia relativamente simples, que utiliza um protocolo de pacotes de dados com características específicas, sendo projetado para oferecer flexibilidade quanto aos tipos de dispositivos que pode controlar. • É uma alternativa de comunicação em redes que não necessitem de soluções mais complexas para seu controle
  15. 15. Infravermelho As ligações infravermelhas permitem criar ligações sem fios de alguns metros com débitos que podem chegar a alguns megabits por segundo. Esta tecnologia é amplamente utilizada na domótica (telecomandos) mas sofre contudo perturbações devido às interferências luminosas.
  16. 16. WLAN Wireless Local Area Network ou rede locais sem fio. Rede Local que usa ondas de rádio Opera em 3 modos diferentes: Ad-hoc - Ponto a ponto BSS(Basic Service Set) – Um ponto liga vários outros pontos ESS(Extended Service Set) – Vários pontos que formam uma rede maior Interligar pcs, notebooks, etc Distâncias até 100mts(indoor)
  17. 17. WLAN Wireless Local Area Network ou rede locais sem fio. 1ª norma é 802.11 - 1997 - taxa máxima de transferência muito baixa, próxima de 2Mb/s. Com os avanços, são feitas revisões à norma original. Normas 802.11a, 802.11b, 802.11g e 802.11n, para dar melhor segurança e melhor interoperabilidade.
  18. 18. WLAN Wireless Local Area Network ou rede locais sem fio. Norma(padrão) 802.11a Alto custo Baixa quantidade de vendas Dados trafegavam a 54 megabits/s numa frequência de 5GHz, o que anulava os problemas com outros aparelhos. O ponto negativo da alta frequência é a menor abrangência do sinal, dificultando a conexão em casas ou escritórios maiores.
  19. 19. WLAN Wireless Local Area Network ou rede locais sem fio. Norma(padrão) 802.11a Prós: permite mais usuários simultâneos e usa a frequência de 5 GHz, que limita a interferência de outros dispositivos. Contras: é incompatível com adaptadores de rede, roteadores e pontos de acesso 802.11b.
  20. 20. WLAN Wireless Local Area Network ou rede locais sem fio. Norma(padrão) 802.11b. Surge após 2 anos da 802.11. Transferência de até 11Mb/s Frequência de 2.4 GHz - operação era mesma de diversos aparelhos domésticos, como micro-ondas, telefones sem fio e outros, causando assim interferências e quedas no sinal. Vantagem: Sinal aceitável em distâncias grandes.
  21. 21. WLAN Wireless Local Area Network ou rede locais sem fio. Norma(padrão) 802.11b. Prós: Oferece boa amplitude de sinal Contras: Possui a velocidade de transmissão mais lenta, permite menos usuários simultâneos e usa a frequência de 2,4 gigahertz (GHz) (a mesma de fornos microondas, telefones sem fio e outros eletrodomésticos), o que pode causar interferência. .
  22. 22. WLAN Wireless Local Area Network ou rede locais sem fio. Norma(padrão) 802.11g Compatibilidade com os dispositivos 802.11b Taxas de transferência de até 54Mbps Frequência de operação em 2,4 GHz Autenticação WEP estática e também a WPA(Wireless Protect Access) com criptografia dinâmica. Desvantagem: Incompatibilidades com dispositivos de diferentes fabricantes. Vantagens: Velocidade
  23. 23. WLAN Wireless Local Area Network ou rede locais sem fio. Norma(padrão) 802.11g Prós: possui velocidade de transmissão comparável à 802.11a em condições ideais, permite mais usuários simultâneos, Oferece boa amplitude de sinal e não é obstruída facilmente e é compatível com adaptadores de rede, roteadores e pontos de acesso 802.11b. Contras: usa a frequência de 2,4 GHz e, portanto, apresenta os mesmos problemas de interferência da 802.11b.
  24. 24. WLANWireless Local Area Network ou rede locais sem fio. Norma(padrão) 802.11n Projeto MIMO, que realiza múltiplas conexões de entrada e saída para melhorar as taxas de transferência e abrangência do sinal. Taxas de transferência de até 300 Mbps Os pacotes de dados agora são transmitidos com uma quantidade menor de dados de identificação, permitindo que cada pacote possa conter mais informações que precisam carregar.
  25. 25. WLANWireless Local Area Network ou rede locais sem fio. Norma(padrão) 802.11n Prós: possui a velocidade mais rápida, usa vários sinais e antenas para melhorar a velocidade; permite mais usuários simultâneos; oferece a melhor amplitude de sinal e não é facilmente obstruída; é resistente a interferências de outros dispositivos; pode usar frequência de 2,4 GHz ou 5 GHz, se usar a frequência de 2,4 GHz; será compatível com adaptadores de rede, roteadores e pontos de acesso 802.11g. Contras: se usar a frequência de 2,4 GHz, pode apresentar os mesmos problemas de interferência da 802.11b; esse protocolo ainda está sendo finalizado e alguns requisitos podem mudar.
  26. 26. Cabo Rollover O rollover é um dos três padrões de cabos de rede, os outros dois são "direto" e "crossover". Os diferentes padrões são para diferentes utilidades. Um cabo rollover é conhecido também como cabo "Yost", e seu propósito é de conectar um computador a um switch ou roteador para funcionar como um console para esse dispositivo.
  27. 27. Hyperterminal HyperTerminal é o aplicativo de comunicações mais antigo do Windows.
  28. 28. Cabo Direto Utilizado para conexão entre uma placa de rede e um Hub/Switch e também um Roteador Wi-Fi
  29. 29. Cabo Crossover Um cabo crossover, também conhecido como cabo cruzado, é um cabo de rede par trançado que permite a ligação de 2 (dois) computadores pelas respectivas placas de rede sem a necessidade de um concentrador (Hub ou Switch) ou a ligação de modems, switchs, hubs.
  30. 30. Atividade prática no Packet Tracer Here we go!!!
  31. 31. Conhecendo o LinkSys WRT300n
  32. 32. ROUTER DA LINKSYS WRT300N Switch de quatro portas ETHERNET 10/100, funciona como ponto de acesso e permite a partilha da ligação à Internet, software e periféricos. Utiliza as normas 802.3 e 802.3u para redes com cabos.  Tecnologia MIMO que permite criar um sinal mais robusto Utiliza a tecnologia 802.11n.
  33. 33. • Possui 3 antenas • Ganho das antenas: 2 dBi • Potência de transmissão: 17 dBm • Características de segurança: ate 256 bit criptografia wireless • Chaves de segurança: 64, 128 e 256
  34. 34. Conectar o cabo vindo do Switch ou o cabo vindo do Modem ADSL. Conectar o cabo de alimentação. Conectar os cabos em até 4(quatro) PC´s. Botão Reset(volta as configurações default)
  35. 35. DA LINKSYS WRT300N COMO INSTALAR O ROUTER
  36. 36. Passo 1 Conecte o cabo Ethernet a uma porta Ethernet do roteador. Conecte a outra extremidade do cabo Ethernet a qualquer computador na rede. Reinicie a conexão do WRT300n segurando o botão reset apertado durante 10 s.
  37. 37. Passo 2 Verifique se a conexão está em modo Obter IP automático
  38. 38. Passo 4 Abra um navegador da Web no computador conectado ao roteador. Digite " 192.168.1.1 " na janela do navegador e pressione " Enter". Passo 3 Abra a janela DOS e digite CMD, e localize o IP atribuído automaticamente ao Gateway da sua placa de rede:
  39. 39. Passo 5 Digite "admin " no campo de usuário e senha para se conectar ao roteador com as credenciais de log -in padrão.
  40. 40. Passo 6 Alterar a senha administrativa do roteador WRT300N. Clique em " Salvar configurações ".
  41. 41. Passo 7 Clique na aba "Wireless" . Todas as configurações sem fio padrão são exibidos. Digite um nome personalizado para o SSID , que é o nome exibido quando os usuários pesquisarem a conexão Wi -Fi gratuito. Clique em " Salvar configurações ".
  42. 42. Passo 8 Clique no link " Wireless Security " . Clique em " Enabled" para a opção " Wireless Security " . Clique em " WPA ", no " Modo de Segurança" drop- down e digite uma senha. Esta senha é necessária quando os usuários querem se conectar à rede . Clique em " Salvar configurações" para proteger a conexão Wi -Fi gratuito.
  43. 43. Passo 9 Feche a janela do navegador e abra o navegador de Internet Wi -Fi em qualquer um dos seus computadores sem fio . Observe o novo router wireless SSID nome displays. Você pode se conectar à rede usando a senha que você escolheu nas configurações de segurança sem fio.
  44. 44. Perguntas?

×