SlideShare uma empresa Scribd logo

Normas Gerais de Direito Tributário: Legislação Tributária

Guilherme Henriques
Guilherme Henriques
Guilherme HenriquesSócio Fundador do Henriques Advogados em Henriques Advogados

Apresentação da primeira aula do módulo de Normas Gerais de Direito Tributário do LLM em Direito Tributário da PUC/MG.

Normas Gerais de Direito Tributário: Legislação Tributária

1 de 17
Baixar para ler offline
Normas Gerais de Direito
Tributário
LLM em Direito Tributário
Guilherme de Almeida Henriques
Bibliografia:
Aula 1. Legislação Tributária
FERRAZ, Luciano; GODOI, Marciano Seabra de & SPAGNOL, Werther Botelho.
Curso de Direito Financeiro e Tributário, 2ª edição, Belo Horizonte: Fórum, 2016,
p.337-355.
GODOI, Marciano Seabra de. Crítica à jurisprudência atual do STF em matéria
tributária. São Paulo: Dialética, 2011 (capítulo 9 – LC 118).
RIBEIRO, Ricardo Lodi. Da legalidade à juridicidade tributária.
RE 648.245
RE 566.621
Evolução dos Modelos de Estado
Século XVII: Estado Absolutista
Século XVIII: Estado Liberal
Século XIX: Estado Democrático de Direito
Século XX: Estado Social
Processo Legislativo na Constituição de 1988
Art. 59. O processo legislativo compreende a elaboração de:
I - emendas à Constituição;
II - leis complementares;
III - leis ordinárias;
IV - leis delegadas;
V - medidas provisórias;
VI - decretos legislativos;
VII - resoluções.
Parágrafo único. Lei complementar disporá sobre a elaboração, redação,
alteração e consolidação das leis.
Normas Gerais na Constituição de 1988
Art. 146. Cabe à lei complementar:
(...)
III - estabelecer normas gerais em matéria de legislação tributária,
especialmente sobre:
a) definição de tributos e de suas espécies, bem como, em relação aos impostos
discriminados nesta Constituição, a dos respectivos fatos geradores, bases de
cálculo e contribuintes;
b) obrigação, lançamento, crédito, prescrição e decadência tributários;
(...)
Código Tributário Nacional (Lei nº 5.172/66)
Livro I – Sistema Tributário Nacional (art.146, III, a da CR/88)
Impostos (16-76)
Taxas (77-80)
Contribuição de melhoria (81-82)
Livro II – Normas Gerais de Direito Tributário (art.146, III, b da CR/88)
Legislação Tributária (96-112)
Obrigação Tributária (113-138)
Crédito Tributário (139-193)
Administração Tributária (194-208)
Anúncio

Recomendados

Coisa Julgada Em Matéria Tributária
Coisa Julgada Em Matéria TributáriaCoisa Julgada Em Matéria Tributária
Coisa Julgada Em Matéria TributáriaGuilherme Henriques
 
Justiça barra aumento de imposto sobre combustíveis na Paraíba
Justiça barra aumento de imposto sobre combustíveis na ParaíbaJustiça barra aumento de imposto sobre combustíveis na Paraíba
Justiça barra aumento de imposto sobre combustíveis na ParaíbaPortal NE10
 
Apontamentos Acerca do Parcelamento Tributário
Apontamentos Acerca do Parcelamento TributárioApontamentos Acerca do Parcelamento Tributário
Apontamentos Acerca do Parcelamento TributárioFabiano Desidério
 
Controle de constitucionalidade da lei tributária 01.07.2016
Controle de constitucionalidade da lei tributária 01.07.2016Controle de constitucionalidade da lei tributária 01.07.2016
Controle de constitucionalidade da lei tributária 01.07.2016Cláudio Colnago
 
Decadência e Prescrição no Direito Tributário
Decadência e Prescrição no Direito TributárioDecadência e Prescrição no Direito Tributário
Decadência e Prescrição no Direito Tributárioaldodepaulajr
 
Princípios constitucionais tributários (fdv 10.05.2013)
Princípios constitucionais tributários (fdv 10.05.2013)Princípios constitucionais tributários (fdv 10.05.2013)
Princípios constitucionais tributários (fdv 10.05.2013)Cláudio Colnago
 
Súmulas vinculantes comentadas
Súmulas vinculantes comentadasSúmulas vinculantes comentadas
Súmulas vinculantes comentadasAntonio Moreira
 
Aula ibet decadência prescrição 13042013 sp - dra. camila catunda
Aula ibet decadência prescrição 13042013   sp - dra. camila catundaAula ibet decadência prescrição 13042013   sp - dra. camila catunda
Aula ibet decadência prescrição 13042013 sp - dra. camila catundaFernanda Moreira
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Ibet decadência e prescrição
Ibet decadência e prescriçãoIbet decadência e prescrição
Ibet decadência e prescriçãoBetânia Costa
 
Prescrição e decadencia 2012.MRF
Prescrição e decadencia 2012.MRFPrescrição e decadencia 2012.MRF
Prescrição e decadencia 2012.MRFJean Simei
 
Artigo prescrição repetição indébito tributo autolançamento visão stj 290309
Artigo prescrição repetição indébito tributo autolançamento visão stj 290309Artigo prescrição repetição indébito tributo autolançamento visão stj 290309
Artigo prescrição repetição indébito tributo autolançamento visão stj 290309camilavergueirocatunda
 
Aula dra. aurora tomazini 20-09-14
Aula dra. aurora tomazini   20-09-14Aula dra. aurora tomazini   20-09-14
Aula dra. aurora tomazini 20-09-14Fernanda Moreira
 
TRF2 - Liminar - Contribuições Previdenciárias
TRF2 - Liminar - Contribuições PrevidenciáriasTRF2 - Liminar - Contribuições Previdenciárias
TRF2 - Liminar - Contribuições PrevidenciáriasFabio Motta
 
Sentença revisão 4.07 2014
Sentença revisão 4.07 2014Sentença revisão 4.07 2014
Sentença revisão 4.07 2014Fabio Motta
 
Ação anulatória de débito fiscal
Ação anulatória de débito fiscalAção anulatória de débito fiscal
Ação anulatória de débito fiscalPrLinaldo Junior
 
Cogeae execução fiscal - 25-04 e 26-04 - íris
Cogeae   execução fiscal - 25-04 e 26-04 - írisCogeae   execução fiscal - 25-04 e 26-04 - íris
Cogeae execução fiscal - 25-04 e 26-04 - írisFabiana Del Padre Tomé
 
Palestra do Procurador da Fazenda, Dr Joedi Guimarães na ACED
Palestra do Procurador da Fazenda, Dr Joedi Guimarães na ACEDPalestra do Procurador da Fazenda, Dr Joedi Guimarães na ACED
Palestra do Procurador da Fazenda, Dr Joedi Guimarães na ACEDAced Dourados
 
Prescrição e decadencia damasio 12 03 2011
Prescrição e decadencia damasio 12 03 2011Prescrição e decadencia damasio 12 03 2011
Prescrição e decadencia damasio 12 03 2011Tacio Lacerda Gama
 
Portaria contingenciamento
Portaria contingenciamento Portaria contingenciamento
Portaria contingenciamento Jamildo Melo
 

Mais procurados (18)

PRESCRIÇÃO INTERCORRENTE EXTINGUE A EXECUÇÃO FISCAL
PRESCRIÇÃO INTERCORRENTE EXTINGUE A EXECUÇÃO FISCALPRESCRIÇÃO INTERCORRENTE EXTINGUE A EXECUÇÃO FISCAL
PRESCRIÇÃO INTERCORRENTE EXTINGUE A EXECUÇÃO FISCAL
 
Ibet decadência e prescrição
Ibet decadência e prescriçãoIbet decadência e prescrição
Ibet decadência e prescrição
 
Prescrição e decadencia 2012.MRF
Prescrição e decadencia 2012.MRFPrescrição e decadencia 2012.MRF
Prescrição e decadencia 2012.MRF
 
PRINCIPAIS MEIOS PROCESSUAIS PARA OBTER O DIREITO AO CRÉDITO DECORRENTE DA EX...
PRINCIPAIS MEIOS PROCESSUAIS PARA OBTER O DIREITO AO CRÉDITO DECORRENTE DA EX...PRINCIPAIS MEIOS PROCESSUAIS PARA OBTER O DIREITO AO CRÉDITO DECORRENTE DA EX...
PRINCIPAIS MEIOS PROCESSUAIS PARA OBTER O DIREITO AO CRÉDITO DECORRENTE DA EX...
 
Artigo prescrição repetição indébito tributo autolançamento visão stj 290309
Artigo prescrição repetição indébito tributo autolançamento visão stj 290309Artigo prescrição repetição indébito tributo autolançamento visão stj 290309
Artigo prescrição repetição indébito tributo autolançamento visão stj 290309
 
Aula dra. aurora tomazini 20-09-14
Aula dra. aurora tomazini   20-09-14Aula dra. aurora tomazini   20-09-14
Aula dra. aurora tomazini 20-09-14
 
TRF2 - Liminar - Contribuições Previdenciárias
TRF2 - Liminar - Contribuições PrevidenciáriasTRF2 - Liminar - Contribuições Previdenciárias
TRF2 - Liminar - Contribuições Previdenciárias
 
Sentença revisão 4.07 2014
Sentença revisão 4.07 2014Sentença revisão 4.07 2014
Sentença revisão 4.07 2014
 
Ação anulatória de débito fiscal
Ação anulatória de débito fiscalAção anulatória de débito fiscal
Ação anulatória de débito fiscal
 
A repetição de indébito tributária e a regra do cinco mais cinco
A repetição de indébito tributária e a regra do cinco mais cincoA repetição de indébito tributária e a regra do cinco mais cinco
A repetição de indébito tributária e a regra do cinco mais cinco
 
Aula dra. leonor 06 09-14
Aula dra. leonor 06 09-14Aula dra. leonor 06 09-14
Aula dra. leonor 06 09-14
 
Cogeae execução fiscal - 25-04 e 26-04 - íris
Cogeae   execução fiscal - 25-04 e 26-04 - írisCogeae   execução fiscal - 25-04 e 26-04 - íris
Cogeae execução fiscal - 25-04 e 26-04 - íris
 
Palestra do Procurador da Fazenda, Dr Joedi Guimarães na ACED
Palestra do Procurador da Fazenda, Dr Joedi Guimarães na ACEDPalestra do Procurador da Fazenda, Dr Joedi Guimarães na ACED
Palestra do Procurador da Fazenda, Dr Joedi Guimarães na ACED
 
PRESCRIÇÃO INTERCORRENTE NO PROCESSO ADMINISTRATIVO FISCAL
PRESCRIÇÃO INTERCORRENTE NO PROCESSO ADMINISTRATIVO FISCALPRESCRIÇÃO INTERCORRENTE NO PROCESSO ADMINISTRATIVO FISCAL
PRESCRIÇÃO INTERCORRENTE NO PROCESSO ADMINISTRATIVO FISCAL
 
Taxa SELIC - Ana Paula, Turma B
Taxa SELIC - Ana Paula, Turma BTaxa SELIC - Ana Paula, Turma B
Taxa SELIC - Ana Paula, Turma B
 
Taxa SELIC
Taxa SELICTaxa SELIC
Taxa SELIC
 
Prescrição e decadencia damasio 12 03 2011
Prescrição e decadencia damasio 12 03 2011Prescrição e decadencia damasio 12 03 2011
Prescrição e decadencia damasio 12 03 2011
 
Portaria contingenciamento
Portaria contingenciamento Portaria contingenciamento
Portaria contingenciamento
 

Semelhante a Normas Gerais de Direito Tributário: Legislação Tributária

Slides pós direito tributário 2012 - 31 de março
Slides pós direito tributário    2012 - 31 de marçoSlides pós direito tributário    2012 - 31 de março
Slides pós direito tributário 2012 - 31 de marçoMilena Sellmann
 
MÓDULO 3 - DIREITO TRIBUTÃ_RIO - O CTN - PARTE I.pdf
MÓDULO 3 - DIREITO TRIBUTÃ_RIO - O CTN -  PARTE I.pdfMÓDULO 3 - DIREITO TRIBUTÃ_RIO - O CTN -  PARTE I.pdf
MÓDULO 3 - DIREITO TRIBUTÃ_RIO - O CTN - PARTE I.pdfLeonardoResende38
 
Tributário aula 9 - 2012 1
Tributário   aula 9 - 2012 1Tributário   aula 9 - 2012 1
Tributário aula 9 - 2012 1ibiapinajus
 
O ordenador de despesas e a lei de responsabilidade fiscal
O ordenador de despesas e a lei de responsabilidade fiscalO ordenador de despesas e a lei de responsabilidade fiscal
O ordenador de despesas e a lei de responsabilidade fiscalRaimundo de Farias
 
Ação Direta de Inconstitucionalidade contra acordos de leniência
Ação Direta de Inconstitucionalidade contra acordos de leniênciaAção Direta de Inconstitucionalidade contra acordos de leniência
Ação Direta de Inconstitucionalidade contra acordos de leniênciaRaul Jungmann
 
168400 sabbag hoje revisado noite (3)
168400 sabbag hoje revisado noite (3)168400 sabbag hoje revisado noite (3)
168400 sabbag hoje revisado noite (3)Victor Seigi Tacacura
 
Apresentação: Marcos André Vinhas Catão | XIX Congresso da Abradt
Apresentação: Marcos André Vinhas Catão | XIX Congresso da AbradtApresentação: Marcos André Vinhas Catão | XIX Congresso da Abradt
Apresentação: Marcos André Vinhas Catão | XIX Congresso da AbradtABRADT
 
IBET Ribeirão Preto - Imunidades e Normas Gerais
IBET Ribeirão Preto - Imunidades e Normas GeraisIBET Ribeirão Preto - Imunidades e Normas Gerais
IBET Ribeirão Preto - Imunidades e Normas Geraisaldodepaulajr
 
Provisões instituídas pelo cmn parecer de ives gandra martins
Provisões instituídas pelo cmn   parecer de ives gandra martinsProvisões instituídas pelo cmn   parecer de ives gandra martins
Provisões instituídas pelo cmn parecer de ives gandra martinsUniversidade Federal Fluminense
 
Direito Tributario
Direito TributarioDireito Tributario
Direito Tributariootony1ccn1
 
190328061318 dir tributario_aula_02
190328061318 dir tributario_aula_02190328061318 dir tributario_aula_02
190328061318 dir tributario_aula_02EsdrasArthurPessoa
 
15592411 apostila-substituicao-tributaria
15592411 apostila-substituicao-tributaria15592411 apostila-substituicao-tributaria
15592411 apostila-substituicao-tributariaELIOMAR ALVES BORGES
 
Artigo novas licitaçõesparaestatais_vti
Artigo novas licitaçõesparaestatais_vtiArtigo novas licitaçõesparaestatais_vti
Artigo novas licitaçõesparaestatais_vtiInforma TI GOV
 

Semelhante a Normas Gerais de Direito Tributário: Legislação Tributária (20)

Aula 05
Aula 05Aula 05
Aula 05
 
Slides pós direito tributário 2012 - 31 de março
Slides pós direito tributário    2012 - 31 de marçoSlides pós direito tributário    2012 - 31 de março
Slides pós direito tributário 2012 - 31 de março
 
MÓDULO 3 - DIREITO TRIBUTÃ_RIO - O CTN - PARTE I.pdf
MÓDULO 3 - DIREITO TRIBUTÃ_RIO - O CTN -  PARTE I.pdfMÓDULO 3 - DIREITO TRIBUTÃ_RIO - O CTN -  PARTE I.pdf
MÓDULO 3 - DIREITO TRIBUTÃ_RIO - O CTN - PARTE I.pdf
 
L8213compilado
L8213compiladoL8213compilado
L8213compilado
 
Curso tributário -_oi
Curso tributário -_oiCurso tributário -_oi
Curso tributário -_oi
 
Tributário aula 9 - 2012 1
Tributário   aula 9 - 2012 1Tributário   aula 9 - 2012 1
Tributário aula 9 - 2012 1
 
O ordenador de despesas e a lei de responsabilidade fiscal
O ordenador de despesas e a lei de responsabilidade fiscalO ordenador de despesas e a lei de responsabilidade fiscal
O ordenador de despesas e a lei de responsabilidade fiscal
 
Ação Direta de Inconstitucionalidade contra acordos de leniência
Ação Direta de Inconstitucionalidade contra acordos de leniênciaAção Direta de Inconstitucionalidade contra acordos de leniência
Ação Direta de Inconstitucionalidade contra acordos de leniência
 
168400 sabbag hoje revisado noite (3)
168400 sabbag hoje revisado noite (3)168400 sabbag hoje revisado noite (3)
168400 sabbag hoje revisado noite (3)
 
Aula 03
Aula 03Aula 03
Aula 03
 
Apresentação: Marcos André Vinhas Catão | XIX Congresso da Abradt
Apresentação: Marcos André Vinhas Catão | XIX Congresso da AbradtApresentação: Marcos André Vinhas Catão | XIX Congresso da Abradt
Apresentação: Marcos André Vinhas Catão | XIX Congresso da Abradt
 
Transação tributária
Transação tributáriaTransação tributária
Transação tributária
 
Do Anatocismo de Juros de Mora e Indemnizatórios no Direito Fiscal 23.07.2015
Do Anatocismo de Juros de Mora e Indemnizatórios no Direito Fiscal 23.07.2015Do Anatocismo de Juros de Mora e Indemnizatórios no Direito Fiscal 23.07.2015
Do Anatocismo de Juros de Mora e Indemnizatórios no Direito Fiscal 23.07.2015
 
IBET Ribeirão Preto - Imunidades e Normas Gerais
IBET Ribeirão Preto - Imunidades e Normas GeraisIBET Ribeirão Preto - Imunidades e Normas Gerais
IBET Ribeirão Preto - Imunidades e Normas Gerais
 
Provisões instituídas pelo cmn parecer de ives gandra martins
Provisões instituídas pelo cmn   parecer de ives gandra martinsProvisões instituídas pelo cmn   parecer de ives gandra martins
Provisões instituídas pelo cmn parecer de ives gandra martins
 
Direito Tributario
Direito TributarioDireito Tributario
Direito Tributario
 
190328061318 dir tributario_aula_02
190328061318 dir tributario_aula_02190328061318 dir tributario_aula_02
190328061318 dir tributario_aula_02
 
Deireito tributario 2 bimestre.
Deireito tributario 2 bimestre.Deireito tributario 2 bimestre.
Deireito tributario 2 bimestre.
 
15592411 apostila-substituicao-tributaria
15592411 apostila-substituicao-tributaria15592411 apostila-substituicao-tributaria
15592411 apostila-substituicao-tributaria
 
Artigo novas licitaçõesparaestatais_vti
Artigo novas licitaçõesparaestatais_vtiArtigo novas licitaçõesparaestatais_vti
Artigo novas licitaçõesparaestatais_vti
 

Mais de Guilherme Henriques

Mandado de Segurança e Repetição de Indébito Tributário
Mandado de Segurança e Repetição de Indébito TributárioMandado de Segurança e Repetição de Indébito Tributário
Mandado de Segurança e Repetição de Indébito TributárioGuilherme Henriques
 
Stock Options: natureza jurídica e tributação
Stock Options: natureza jurídica e tributaçãoStock Options: natureza jurídica e tributação
Stock Options: natureza jurídica e tributaçãoGuilherme Henriques
 
Stock Options: natureza jurídica e tributação
Stock Options: natureza jurídica e tributaçãoStock Options: natureza jurídica e tributação
Stock Options: natureza jurídica e tributaçãoGuilherme Henriques
 
Protesto de CDAs: resultados e questionamentos
Protesto de CDAs: resultados e questionamentosProtesto de CDAs: resultados e questionamentos
Protesto de CDAs: resultados e questionamentosGuilherme Henriques
 
Impostos sobre o Patrimônio: IPTU x ITBI
Impostos sobre o Patrimônio: IPTU x ITBIImpostos sobre o Patrimônio: IPTU x ITBI
Impostos sobre o Patrimônio: IPTU x ITBIGuilherme Henriques
 
Impostos sobre o Patrimônio: ITBI
Impostos sobre o Patrimônio: ITBIImpostos sobre o Patrimônio: ITBI
Impostos sobre o Patrimônio: ITBIGuilherme Henriques
 
Impostos sobre o Patrimônio: IPTU
Impostos sobre o Patrimônio: IPTUImpostos sobre o Patrimônio: IPTU
Impostos sobre o Patrimônio: IPTUGuilherme Henriques
 
Os Impactos do Novo CPC sobre o Processo Judicial Tributário
Os Impactos do Novo CPC sobre o Processo Judicial TributárioOs Impactos do Novo CPC sobre o Processo Judicial Tributário
Os Impactos do Novo CPC sobre o Processo Judicial TributárioGuilherme Henriques
 

Mais de Guilherme Henriques (15)

Tributação Setorial - Aula 3
Tributação Setorial - Aula 3Tributação Setorial - Aula 3
Tributação Setorial - Aula 3
 
Tributação Setorial - Aula 2
Tributação Setorial - Aula 2Tributação Setorial - Aula 2
Tributação Setorial - Aula 2
 
Tributação Setorial - Aula 1
Tributação Setorial - Aula 1Tributação Setorial - Aula 1
Tributação Setorial - Aula 1
 
Mandado de Segurança e Repetição de Indébito Tributário
Mandado de Segurança e Repetição de Indébito TributárioMandado de Segurança e Repetição de Indébito Tributário
Mandado de Segurança e Repetição de Indébito Tributário
 
Stock Options: natureza jurídica e tributação
Stock Options: natureza jurídica e tributaçãoStock Options: natureza jurídica e tributação
Stock Options: natureza jurídica e tributação
 
A nova CPMF: prós e contras
A nova CPMF: prós e contrasA nova CPMF: prós e contras
A nova CPMF: prós e contras
 
Cobranças Estatais - Aula 3
Cobranças Estatais - Aula 3Cobranças Estatais - Aula 3
Cobranças Estatais - Aula 3
 
Cobranças Estatais - Aula 2
Cobranças Estatais - Aula 2Cobranças Estatais - Aula 2
Cobranças Estatais - Aula 2
 
Cobranças Estatais - Aula 1
Cobranças Estatais - Aula 1Cobranças Estatais - Aula 1
Cobranças Estatais - Aula 1
 
Stock Options: natureza jurídica e tributação
Stock Options: natureza jurídica e tributaçãoStock Options: natureza jurídica e tributação
Stock Options: natureza jurídica e tributação
 
Protesto de CDAs: resultados e questionamentos
Protesto de CDAs: resultados e questionamentosProtesto de CDAs: resultados e questionamentos
Protesto de CDAs: resultados e questionamentos
 
Impostos sobre o Patrimônio: IPTU x ITBI
Impostos sobre o Patrimônio: IPTU x ITBIImpostos sobre o Patrimônio: IPTU x ITBI
Impostos sobre o Patrimônio: IPTU x ITBI
 
Impostos sobre o Patrimônio: ITBI
Impostos sobre o Patrimônio: ITBIImpostos sobre o Patrimônio: ITBI
Impostos sobre o Patrimônio: ITBI
 
Impostos sobre o Patrimônio: IPTU
Impostos sobre o Patrimônio: IPTUImpostos sobre o Patrimônio: IPTU
Impostos sobre o Patrimônio: IPTU
 
Os Impactos do Novo CPC sobre o Processo Judicial Tributário
Os Impactos do Novo CPC sobre o Processo Judicial TributárioOs Impactos do Novo CPC sobre o Processo Judicial Tributário
Os Impactos do Novo CPC sobre o Processo Judicial Tributário
 

Normas Gerais de Direito Tributário: Legislação Tributária

  • 1. Normas Gerais de Direito Tributário LLM em Direito Tributário Guilherme de Almeida Henriques
  • 2. Bibliografia: Aula 1. Legislação Tributária FERRAZ, Luciano; GODOI, Marciano Seabra de & SPAGNOL, Werther Botelho. Curso de Direito Financeiro e Tributário, 2ª edição, Belo Horizonte: Fórum, 2016, p.337-355. GODOI, Marciano Seabra de. Crítica à jurisprudência atual do STF em matéria tributária. São Paulo: Dialética, 2011 (capítulo 9 – LC 118). RIBEIRO, Ricardo Lodi. Da legalidade à juridicidade tributária. RE 648.245 RE 566.621
  • 3. Evolução dos Modelos de Estado Século XVII: Estado Absolutista Século XVIII: Estado Liberal Século XIX: Estado Democrático de Direito Século XX: Estado Social
  • 4. Processo Legislativo na Constituição de 1988 Art. 59. O processo legislativo compreende a elaboração de: I - emendas à Constituição; II - leis complementares; III - leis ordinárias; IV - leis delegadas; V - medidas provisórias; VI - decretos legislativos; VII - resoluções. Parágrafo único. Lei complementar disporá sobre a elaboração, redação, alteração e consolidação das leis.
  • 5. Normas Gerais na Constituição de 1988 Art. 146. Cabe à lei complementar: (...) III - estabelecer normas gerais em matéria de legislação tributária, especialmente sobre: a) definição de tributos e de suas espécies, bem como, em relação aos impostos discriminados nesta Constituição, a dos respectivos fatos geradores, bases de cálculo e contribuintes; b) obrigação, lançamento, crédito, prescrição e decadência tributários; (...)
  • 6. Código Tributário Nacional (Lei nº 5.172/66) Livro I – Sistema Tributário Nacional (art.146, III, a da CR/88) Impostos (16-76) Taxas (77-80) Contribuição de melhoria (81-82) Livro II – Normas Gerais de Direito Tributário (art.146, III, b da CR/88) Legislação Tributária (96-112) Obrigação Tributária (113-138) Crédito Tributário (139-193) Administração Tributária (194-208)
  • 7. Legislação Tributária Art. 96. A expressão "legislação tributária" compreende as leis, os tratados e as convenções internacionais, os decretos e as normas complementares que versem, no todo ou em parte, sobre tributos e relações jurídicas a eles pertinentes. - norma em sentido material Art. 97. Somente a lei pode estabelecer: - norma em sentido material e formal I - a instituição de tributos, ou a sua extinção; II - a majoração de tributos, ou sua redução, ressalvado o disposto nos artigos 21, 26, 39, 57 e 65; III - a definição do fato gerador da obrigação tributária principal, ressalvado o disposto no inciso I do § 3º do artigo 52, e do seu sujeito passivo; IV - a fixação de alíquota do tributo e da sua base de cálculo, ressalvado o disposto nos artigos 21, 26, 39, 57 e 65; (...)
  • 8. Legislação Tributária Art. 99. O conteúdo e o alcance dos decretos restringem-se aos das leis em função das quais sejam expedidos, determinados com observância das regras de interpretação estabelecidas nesta Lei. Supremo Tribunal Federal 1ª Fase (88-00): “(...) ilícito constitucional a outorga parlamentar ao Poder Executivo de prerrogativa jurídica cuja sedes materiae (...) só pode residir em atos estatais primários editados pelo Poder Legislativo” (ADI 1.296 MC, Rel. Min. Celso de Mello) – legalidade estrita 2ª Fase (00-17): “em certos casos, entretanto, a aplicação da lei, no caso concreto, exige a aferição de dados e elementos. Nesses casos, a lei, fixando parâmetros e padrões, comete ao regulamento essa aferição” (RE 343.446, Rel. Min. Carlos Velloso) – legalidade suficiente
  • 9. Legislação Tributária Supremo Tribunal Federal 1. Recurso extraordinário. 2. Tributário. 3. Legalidade. 4. IPTU. Majoração da base de cálculo. Necessidade de lei em sentido formal. 5. Atualização monetária. Possibilidade. 6. É inconstitucional a majoração do IPTU sem edição de lei em sentido formal, vedada a atualização, por ato do Executivo, em percentual superior aos índices oficiais. 7. Recurso extraordinário não provido. (RE 648245, Relator(a): Min. GILMAR MENDES, Tribunal Pleno, julgado em 01/08/2013, ACÓRDÃO ELETRÔNICO REPERCUSSÃO GERAL - MÉRITO DJe-038 DIVULG 21-02-2014 PUBLIC 24-02-2014)
  • 10. Legislação Tributária Art. 98. Os tratados e as convenções internacionais revogam ou modificam a legislação tributária interna, e serão observados pela que lhes sobrevenha. Supremo Tribunal Federal 1ª Fase (67-77): Tratado > Lei Ordinária (RE 71.154) 2ª Fase (77-02): Tratado = Lei Ordinária (RE 80.004) 3ª Fase (02-14): Tratado de Direitos Humanos > Lei Ordinária (RHC 79.785) Tratados em Geral = Lei Ordinária EC nº 45/04: Tratados DH c/ EC 45/04 = Emenda Constitucional Emenda Constitucional > Tratados DH s/ EC 45/04 > Lei
  • 11. Normas Complementares Art. 100. São normas complementares das leis, dos tratados e das convenções internacionais e dos decretos: I - os atos normativos expedidos pelas autoridades administrativas; II - as decisões dos órgãos singulares ou coletivos de jurisdição administrativa, a que a lei atribua eficácia normativa; III - as práticas reiteradamente observadas pelas autoridades administrativas; IV - os convênios que entre si celebrem a União, os Estados, o Distrito Federal e os Municípios. Parágrafo único. A observância das normas referidas neste artigo exclui a imposição de penalidades, a cobrança de juros de mora e a atualização do valor monetário da base de cálculo do tributo.
  • 12. Vigência da Legislação Tributária (arts. 101 a 104 do CTN: tempo e espaço)
  • 13. Aplicação da Legislação Tributária (arts. 105 e 106 do CTN: tempo e espaço) Art. 105. A legislação tributária aplica-se imediatamente aos fatos geradores futuros e aos pendentes, assim entendidos aqueles cuja ocorrência tenha tido início mas não esteja completa nos termos do artigo 116. Supremo Tribunal Federal Súmula nº 584: “Ao imposto de renda calculado sobre os rendimentos do ano- base, aplica-se a lei vigente no exercício financeiro em que deve ser apresentada a declaração”.
  • 14. Aplicação da Legislação Tributária (arts. 105 e 106 do CTN: tempo e espaço) Art. 106. A lei aplica-se a ato ou fato pretérito: I - em qualquer caso, quando seja expressamente interpretativa, excluída a aplicação de penalidade à infração dos dispositivos interpretados; II - tratando-se de ato não definitivamente julgado (benigna): a) quando deixe de defini-lo como infração (obrigação acessória); b) quando deixe de tratá-lo como contrário a qualquer exigência de ação ou omissão, desde que não tenha sido fraudulento e não tenha implicado em falta de pagamento de tributo (obrigação principal); c) quando lhe comine penalidade menos severa que a prevista na lei vigente ao tempo da sua prática.
  • 15. Aplicação da Legislação Tributária “Quando do advento da LC 118/05, estava consolidada a orientação da Primeira Seção do STJ no sentido de que, para os tributos sujeitos a lançamento por homologação, o prazo para repetição ou compensação de indébito era de 10 anos contados do seu fato gerador, tendo em conta a aplicação combinada dos arts. 150, § 4º, 156, VII, e 168, I, do CTN. A LC 118/05, embora tenha se auto- proclamado interpretativa, implicou inovação normativa, tendo reduzido o prazo de 10 anos contados do fato gerador para 5 anos contados do pagamento indevido. (...) Reconhecida a inconstitucionalidade art. 4º, segunda parte, da LC 118/05, considerando-se válida a aplicação do novo prazo de 5 anos tão- somente às ações ajuizadas após o decurso da vacatio legis de 120 dias, ou seja, a partir de 9 de junho de 2005”. (RE 566621, Relator(a): Min. ELLEN GRACIE, Tribunal Pleno, julgado em 04/08/2011, REPERCUSSÃO GERAL - MÉRITO DJe-195 DIVULG 10-10-2011 PUBLIC 11-10-2011 EMENT VOL-02605-02 PP-00273 RTJ VOL-00223-01 PP-00540)
  • 16. Casos Práticos: Caso prático 1: O art. 3.º da LC 118 configura “lei interpretativa” para fins de aplicação do CTN? Quais as consequências práticas da resposta a essa pergunta? Caso prático 2: Os decretos podem densificar o conteúdo de conceitos jurídicos indeterminados contidos na legislação tributária? Caso prático 3: Pela jurisprudência atual do STF, os tratados internacionais têm posição hierárquica superior à das leis internas? Quais as consequências práticas disso em termos do direito tributário internacional? Caso prático 4: Se um contribuinte observar um dispositivo de uma Instrução Normativa e posteriormente a RFB revogar o dispositivo por motivo de sua contrariedade a uma lei, pode a RFB exigir eventual tributo que deixou de ser recolhido em virtude da observância do dispositivo da Instrução Normativa?
  • 17. Obrigado! Dúvidas, Críticas e Sugestões: guilherme@henriquesadvogados.com.br www.henriquesadvogados.com.br