Escola Profissional Abreu Callado                        Tema: romantismo                                         Também c...
Escola Profissional Abreu CalladoAlguns autores neoclássicos já nutriam um sentimento mais tarde ditoromântico antes de se...
Escola Profissional Abreu Calladopôr a descoberto realidades desconhecidas que revelam fragilidades. Amulher era idealizad...
Escola Profissional Abreu CalladoO romântico analisa e expressa a realidade por meio dos sentimentos. Eacredita que só sen...
Escola Profissional Abreu Calladoóptimo modo de retratar as culturas de seu país. Esses poemas se passamem eras medievais ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Romantismo

1.684 visualizações

Publicada em

0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.684
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
35
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Romantismo

  1. 1. Escola Profissional Abreu Callado Tema: romantismo Também chamado de Romantismo Romanticismo foi um movimento artístico,político efilosófico surgido nas últimas décadas do século XVIII na Europa queperdurou por grande parte do século XIX. Caracterizou-se como uma visãode mundo contrária ao racionalismo e ao iluminismo] e buscou umnacionalismo que viria a consolidar os estados nacionais na Europa.Inicialmente apenas uma atitude, um estado de espírito, o Romantismotoma mais tarde a forma de um movimento, e o espírito romântico passa adesignar toda uma visão de mundo centrada no indivíduo. Os autoresromânticos voltaram-se cada vez mais para si mesmos, retratando o dramahumano, amores trágicos, ideais utópicos e desejos de escapismo. Se oséculo XVIII foi marcado pela objectividade, pelo Iluminismo e pela razão,o início do século XIX seria marcado pelo lirismo, pela subjectividade, pelaemoção e pelo eu.O termo romântico refere-se ao movimento estético ou, em um sentidomais lato, à tendência idealista ou poética de alguém que carece de sentidoobjectivo.O Romantismo é a arte do sonho e fantasia. Valoriza as forças criativas doindivíduo e da imaginação popular. Opõe-se à arte equilibrada dos clássicose baseia-se na inspiração fugaz dos momentos fortes da vida subjectiva: nafé, no sonho, na paixão, na intuição, na saudade, no sentimento da naturezae na força das lendas nacionaisO Romantismo surgiu na Europa em uma época em que o ambienteintelectual era de grande rebeldia. Na política, caíam sistemas de governodespóticos e surgia o liberalismo político (não confundir com o liberalismoeconómico do Século XX). No campo social imperava o inconformismo.No campo artístico, o repúdio às regras. A Revolução Francesa é o clímaxdesse século de oposição.
  2. 2. Escola Profissional Abreu CalladoAlguns autores neoclássicos já nutriam um sentimento mais tarde ditoromântico antes de seu nascimento de fato, sendo assim chamados pré-românticos. Nesta classificação encaixam-se Francisco Goya e Bocage.O Romantismo surge inicialmente naquela que futuramente seria aAlemanha e na Inglaterra. Na Alemanha, o Romantismo, teria, inclusive,fundamental importância na unificação germânica com o movimento Sturmund Drang.O Romantismo viria a se manifestar de forma bastante variada nasdiferentes artes e marcaria, sobretudo, a literatura e a música (embora elesó venha a se manifestar realmente aqui mais tarde do que em outras artes).À medida que a escola foi sendo explorada, foram surgindo críticos à suademasiada idealização da realidade. Destes críticos surgiu o movimentoque daria forma ao Realismo. CaracterísticasO romantismo seria dividido em 3 gerações:1ºgeração — As características centrais do romantismo viriam a ser olirismo, o subjectivismo, o sonho de um lado, o exagero, a busca peloexótico e pelo inóspito de outro. Também destacam-se o nacionalismo,presente da colectânea de textos e documentos de carácter fundacional eque remetam para o nascimento de uma nação, fato atribuído à épocamedieval, a idealização do mundo e da mulher e a depressão por essamesma idealização não se materializar, assim como a fuga da realidade e oescapismo. A mulher era uma musa, ela era amada e desejada mas não eratocada.2ºgeração — Eventualmente também serão notados o pessimismo e umcerto gosto pela morte, religiosidade e naturalismo. A mulher era alcançadamas a felicidade não era atingida.3ºgeração — Seria a fase de transição para outra corrente literária, orealismo, o qual denuncia os vícios e males da sociedade, mesmo que ofaça de forma enfatizada e irónica (vide Eça de Queirós), com o intuito de
  3. 3. Escola Profissional Abreu Calladopôr a descoberto realidades desconhecidas que revelam fragilidades. Amulher era idealizada e acessível. IndividualismoOs românticos libertam-se da necessidade de seguir formas reais de intuitohumano, abrindo espaço para a manifestação da individualidade, muitasvezes definida por emoções e sentimentos. SubjectivismoO romancista trata dos assuntos de forma pessoal, de acordo com suaopinião sobre o mundo. O subjectivismo pode ser notado através do uso deverbos na primeira pessoa. Trata-se sempre de uma opinião parcelada, dadapor um individuo que baseia sua perspectiva naquilo que as suas sensaçõescaptam. Com plena liberdade de criar, o artista romântico não se acanha emexpor suas emoções pessoais, em fazer delas a temática sempre retomadaem sua obra. IdealizaçãoEmpolgado pela imaginação, o autor idealiza temas, exagerando emalgumas de suas características. Dessa forma, a mulher é vista como umavirgem frágil, o índio é visto como herói nacional e a noção de pátriatambém é idealizada. Sentimentalismo exacerbadoPraticamente todos os poemas românticos apresentam sentimentalismo jáque essa escola literária é movida através da emoção, sendo as maiscomuns a saudade, a tristeza e a desilusão. Os poemas expressam osentimento do poeta, suas emoções e são como o relato sobre uma vida.
  4. 4. Escola Profissional Abreu CalladoO romântico analisa e expressa a realidade por meio dos sentimentos. Eacredita que só sentimentalmente se consegue traduzir aquilo que ocorre nointerior do indivíduo relatado.Emoção acima de tudo. EgocentrismoComo o nome já diz, é a colocação do ego no centro de tudo. Váriosartistas românticos colocam, em seus poemas e textos, os seus sentimentosacima de tudo, destacando-os na obra. Pode-se dizer, talvez, que oegocentrismo é um subjectivismo exagerado. Natureza interagindo com o eu líricoA natureza, no Romantismo, expressa aquilo que o eu-lírico está sentindono momento narrado. A natureza pode estar presente desde as estações doano, como formas de passagens, à tempestades, ou dias de muito sol.Diferentemente do Arcadismo, por exemplo, que a natureza é merapaisagem. No Romantismo, a natureza interage com o eu-lírico. A naturezafunciona quase como a expressão mais pura do estado de espírito do poeta. Grotesco e sublimeHá a fusão do belo e do feio, diferentemente do arcadismo que visa aidealização do personagem principal, tornando-o a imagem da perfeição.Como exemplo, temos o conto de A Bela e a Fera, no qual uma jovemidealizada, se apaixona por uma criatura horrenda. MedievalismoAlguns românticos se interessavam pela origem de seu povo, de sua línguae de seu próprio país. Na Europa, eles acharam no cavaleiro fiel à pátria um
  5. 5. Escola Profissional Abreu Calladoóptimo modo de retratar as culturas de seu país. Esses poemas se passamem eras medievais e retratavam grandes guerras e batalhas. IndianismoÉ o medievalismo "adaptado" ao Brasil. Como os brasileiros não tinhamum cavaleiro para idealizar, os escritores adoptaram o índio como o íconepara a origem nacional e o colocam como um herói. O indianismoresgatava o ideal do "bom selvagem" (Jean-Jacques Rousseau), segundo oqual a sociedade corrompe o homem e o homem perfeito seria o índio, quenão tinha nenhum contacto com a sociedade europeia. ByronismoInspirado na vida e na obra de Lord Byron, poeta inglês. Estilo de vidaboémio, voltado para vícios, bebida, fumo, podendo estar representado nopersonagem ou na própria vida do autor romântico. O byronismo écaracterizado pelo narcisismo, pelo egocentrismo, pelo pessimismo, pelaangústia.

×