Danielle de rosa castro 10

3.500 visualizações

Publicada em

Apresentação do Texto:
Criação e Dialética do Conhecimento
de Hirotaka Takeuchi e Ikujiro Nonaka
Disciplina: Gestão do Conhecimento e Tecnologia da Informação
Prof.: Fernando Goldman
Elaborado por: Danielle De Rosa Castro em Julho/2010

Publicada em: Negócios
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.500
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
744
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Danielle de rosa castro 10

  1. 1. Apresentação do Texto: Criação e Dialética do Conhecimento de Hirotaka Takeuchi e Ikujiro Nonaka Disciplina: Gestão do Conhecimento e Tecnologia da Informação Prof.: Fernando Goldman Elaborado por: Danielle De Rosa Castro em Julho/2010
  2. 2. Introdução MUNDO MODERNO EMPESAS Complexo BEM SUCEDIDAS Contraditório Inovadoras Boa relação com os paradoxos, utilizando-os como ferramenta para traçar o melhor caminho, além de romper com os paradigmas.
  3. 3. Paradoxo e Conhecimento Sociedade Industrial Sociedade do Conhecimento Paradoxo eliminado; Paradoxo aceito e cultivado; Planos e processos definidos; Necessidade de improviso; Disciplina; Criatividade; Tarefa Principal; Lidar com diferentes tarefas; Estático. Dinâmico. Aumentar a eficiência na produção, Trabalhar com duas idéias em mente através do estudo do tempo e ao mesmo tempo – Joseph movimento - Taylor Schumpeter
  4. 4. Conhecimento e Dialética Dimensão Técnica: Habilidades Ex: As intuições, palpites e inspirações derivadas de experiências. Conhecimento Explicito Pode ser expresso e Conhecimento Tácito compartilhado, de forma rápida e com facilidade. + Pessoal e intuitivo, difícil de formalizar. Dimensão Cognitiva: Percepção, valores, crenças, ideais, emoções e modelos mentais. São interpenetrantes Ex: A percepção do indivíduo em relação ao mundo. Novo Conhecimento
  5. 5. Conhecimento e Dialética (continuação) A criação do conhecimento consiste no processo de construir e administrar sínteses Movimento dialético: Traduz-se em uma nova realidade criada através da síntese, processo contraditório que reconcilia e transcende os opostos. Tese + Antítese = Síntese Desafio das empresas na contemporaneidade: Valorização do conjunto de opostos com ênfase na transformação
  6. 6. Modelo SECI Modos de conversão do conhecimento: Socialização – Compartilhar e criar conhecimento tácito, através de experiência direta. Externalização – Articular conhecimento tácito, através do diálogo e da reflexão. Combinação – Sistematizar e aplicar o conhecimento explicito e a informação. Internalização – Aprender e adquirir novo conhecimento tácito na prática. Produção de novos conhecimentos: Interação contínua e dinâmica entre o conhecimento tácito e explicito. Criador do Amplificadora do Indivíduo Organização conhecimento conhecimento
  7. 7. Alguns paradoxos... Corpo / Mente: O aprendizado é equivalente a internalização. Indivíduo / Organização: O conhecimento organizacional, onde o indivíduo é o criador e a organização a amplificadora do conhecimento, consiste em um exemplo de externalização. Inferior / Superior: Modelos Criador do Conhecimento Modo de Conversão Top-down Administradores do topo Combinação e Internalização Separadamente realizam apenas a conversão Bottom-up Indivíduos da linha de frente Socialização e Externalização parcial do conhecimento Middle-up-down Administradores medianos Misto Modelo Ideal, onde há interação entre as duas partes, considerando que os administradores medianos sintetizam o conhecimento tácito, tanto da alta administração quanto dos empregados da linha de frente, tornam-no explicito e o incorporam a novas tecnologias, produtos e serviços.
  8. 8. Alguns paradoxos... Hierarquia / Força Tarefa: A eficiência e a estabilidade, características da hierarquia, nos remetem à combinação e à internalização; enquanto a eficácia e o dinamismo, provenientes da força tarefa, são adequados à socialização e à externalização. Organização “hipertexto” Adequada para criação do (abrange os benefícios de cada uma das estruturas) conhecimento organizacional Apresenta capacidade dos membros entrarem e saírem de múltiplos contextos e estruturas, além de permitir a criação do conhecimento interorganizacional. Oriente / Ocidente: Predominância dos conhecimentos tácito e explícito respectivamente. + = Modelo Universal de criação do conhec. organizacional Oriente Ocidente (sintetiza o que há de melhor nos dois modelos) Corresponde ao compromisso dos empregados, sua identificação com a empresa e sua missão.
  9. 9. Empresas Dialéticas Caso IBM Grande / Rápida Empreendedora / Disciplinada Científica / Direcionada ao mercado Cria capital intelectual em escala mundial / Fornece capital a um único cliente A partir da crença de que a transformação ocorre através do conflito e da contradição, alcançou uma mudança de cultura corporativa, reforçando crenças e valores, que contribuíram para o sucesso da organização. Visão interna Visão externa = Criação de um integrador centrado no cliente + (tese) (antítese) (síntese)
  10. 10. Empresas Dialéticas Caso Canon Empresa de primeira linha Criativa Com foco no lucro, foram traçadas ações em face deste objetivo. O paradoxo foi utilizado como alavanca para transcender a si mesma; a busca para alcançar a síntese, tornou todos envolvidos no diálogo e debate, através de uma relação de confiança, formando uma rotina criativa onde o novo conhecimento é criado. Prática tradicional do Busca do lucro + = emprego por toda vida Construção da “forma Canon” (americana) (japonesa)
  11. 11. Conclusão (Empresa Dialética) Principais características: Ênfase na mudança Ênfase nos opostos Em constante movimento, relaciona-se com as complexidades envolvidas e busca as contradições como ferramenta para traçar as futuras ações. Utiliza a tecnologia da informação, com objetivo de facilitar a troca de conhecimentos. Possui novo paradigma de administração baseado na criação do conhecimento.
  12. 12. OBRIGADA! Danielle De Rosa Castro Aluna da 11ª Turma do curso de Gestão de Pessoas - RIO

×