EDUCAÇÃO INCLEDUCAÇÃO INCLEDUCAÇÃO INCLEDUCAÇÃO INCLEDUCAÇÃO INCLUSIVUSIVUSIVUSIVUSIVAAAAA
Um guia para o professorUm guia...
SORRI-BRSORRI-BRSORRI-BRSORRI-BRSORRI-BRASILASILASILASILASIL
Rua Benito Juarez, 70 - Vila Mariana
04018-060 - São Paulo - ...
EDUCAÇÃO INCLEDUCAÇÃO INCLEDUCAÇÃO INCLEDUCAÇÃO INCLEDUCAÇÃO INCLUSIVUSIVUSIVUSIVUSIVAAAAA
Um guia para o professor
São PS...
FIFIFIFIFICHA TÉCNICHA TÉCNICHA TÉCNICHA TÉCNICHA TÉCNICACACACACA
RRRRRealização:ealização:ealização:ealização:ealização: ...
SUMÁRIOSUMÁRIOSUMÁRIOSUMÁRIOSUMÁRIO
O QUE CABE À ESCOLO QUE CABE À ESCOLO QUE CABE À ESCOLO QUE CABE À ESCOLO QUE CABE À E...
SUGESSUGESSUGESSUGESSUGESTÕTÕTÕTÕTÕES PES PES PES PES PARARARARARA SENSIBILIZA SENSIBILIZA SENSIBILIZA SENSIBILIZA SENSIBI...
OOOOO QUE CABE À ESCOLQUE CABE À ESCOLQUE CABE À ESCOLQUE CABE À ESCOLQUE CABE À ESCOLA EM UMA SOCIEDADE INCLA EM UMA SOCI...
A política educacional tem direcionado suas ações no sentido de promover a participação de criançasA política educacional ...
ESCOLESCOLESCOLESCOLESCOLA: ESPA: ESPA: ESPA: ESPA: ESPAÇO PRIVILEGIADO DE INTERAÇO PRIVILEGIADO DE INTERAÇO PRIVILEGIADO ...
-----_____“““““Considero a inserção de aluno com deficiência em classe comum como posiConsidero a inserção de aluno com de...
MITMITMITMITMITOS E CONSENSOSOS E CONSENSOSOS E CONSENSOSOS E CONSENSOSOS E CONSENSOS SOBRE A EDUCAÇÃO INCLSOBRE A EDUCAÇÃ...
SOBRE OS BENEFÍCIOS DA EDUCAÇÃO INCLSOBRE OS BENEFÍCIOS DA EDUCAÇÃO INCLSOBRE OS BENEFÍCIOS DA EDUCAÇÃO INCLSOBRE OS BENEF...
SOBRE A NECESSIDADE DE PROFESSORES ESPECIALISSOBRE A NECESSIDADE DE PROFESSORES ESPECIALISSOBRE A NECESSIDADE DE PROFESSOR...
SOBRE A NECESSIDADE DO PROFESSOR DA CLSOBRE A NECESSIDADE DO PROFESSOR DA CLSOBRE A NECESSIDADE DO PROFESSOR DA CLSOBRE A ...
sistema dos alunos com deficiência, pois somente a partir da conscientização e do trabalho comsistema dos alunos com defic...
SOBRE A INDIVIDUALIZSOBRE A INDIVIDUALIZSOBRE A INDIVIDUALIZSOBRE A INDIVIDUALIZSOBRE A INDIVIDUALIZAÇÃO DO TRAÇÃO DO TRAÇ...
Assim...Assim...Assim...Assim...Assim...
OOOOOs sistemas de ensino devem prever e prover serviços de apoio pedagógico espe...
Cartilha20educacao20inclusiva 100111105010-phpapp01
Cartilha20educacao20inclusiva 100111105010-phpapp01
Cartilha20educacao20inclusiva 100111105010-phpapp01
Cartilha20educacao20inclusiva 100111105010-phpapp01
Cartilha20educacao20inclusiva 100111105010-phpapp01
Cartilha20educacao20inclusiva 100111105010-phpapp01
Cartilha20educacao20inclusiva 100111105010-phpapp01
Cartilha20educacao20inclusiva 100111105010-phpapp01
Cartilha20educacao20inclusiva 100111105010-phpapp01
Cartilha20educacao20inclusiva 100111105010-phpapp01
Cartilha20educacao20inclusiva 100111105010-phpapp01
Cartilha20educacao20inclusiva 100111105010-phpapp01
Cartilha20educacao20inclusiva 100111105010-phpapp01
Cartilha20educacao20inclusiva 100111105010-phpapp01
Cartilha20educacao20inclusiva 100111105010-phpapp01
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Cartilha20educacao20inclusiva 100111105010-phpapp01

246 visualizações

Publicada em

Educação INCLUSIVA

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
246
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Cartilha20educacao20inclusiva 100111105010-phpapp01

  1. 1. EDUCAÇÃO INCLEDUCAÇÃO INCLEDUCAÇÃO INCLEDUCAÇÃO INCLEDUCAÇÃO INCLUSIVUSIVUSIVUSIVUSIVAAAAA Um guia para o professorUm guia para o professorUm guia para o professorUm guia para o professorUm guia para o professor EDUCAÇÃO INCLEDUCAÇÃO INCLEDUCAÇÃO INCLEDUCAÇÃO INCLEDUCAÇÃO INCLUSIVUSIVUSIVUSIVUSIVAAAAA Um guia para o professorUm guia para o professorUm guia para o professorUm guia para o professorUm guia para o professor
  2. 2. SORRI-BRSORRI-BRSORRI-BRSORRI-BRSORRI-BRASILASILASILASILASIL Rua Benito Juarez, 70 - Vila Mariana 04018-060 - São Paulo - SP (0xx11) 5082-3502 sorribrasil@sorri.com.br www.sorri.com.br DIRETDIRETDIRETDIRETDIRETORIA DO CONSELHO NORIA DO CONSELHO NORIA DO CONSELHO NORIA DO CONSELHO NORIA DO CONSELHO NAAAAACIONCIONCIONCIONCIONALALALALAL Presidente: Marcos Rimoli Próspero Vice-Presidente: Flávio Correa Próspero Tesoureiro: André Rapoport Secretário: Miguel Lisboa Cohen Superintendente Geral: Carmen Leite Ribeiro Bueno
  3. 3. EDUCAÇÃO INCLEDUCAÇÃO INCLEDUCAÇÃO INCLEDUCAÇÃO INCLEDUCAÇÃO INCLUSIVUSIVUSIVUSIVUSIVAAAAA Um guia para o professor São PSão PSão PSão PSão Pauloauloauloauloaulo 20072007200720072007
  4. 4. FIFIFIFIFICHA TÉCNICHA TÉCNICHA TÉCNICHA TÉCNICHA TÉCNICACACACACA RRRRRealização:ealização:ealização:ealização:ealização: SORRI-BRASIL Coordenação Geral:Coordenação Geral:Coordenação Geral:Coordenação Geral:Coordenação Geral: Carmen Leite Ribeiro Bueno Elaboração:Elaboração:Elaboração:Elaboração:Elaboração: Ana Rita de Paula ProjeProjeProjeProjeProjeto gráfico:to gráfico:to gráfico:to gráfico:to gráfico: Ester L. R. Bueno Ilustração:Ilustração:Ilustração:Ilustração:Ilustração: Spacca Supervisão:Supervisão:Supervisão:Supervisão:Supervisão: Maria Aparecida Carvalho 1a edição - Março 2007 Paula, Ana Rita de Educação inclusiva: um guia para o professor / Ana Rita de Paula - São Paulo: SORRI-BRASIL, 2006. 30p.
  5. 5. SUMÁRIOSUMÁRIOSUMÁRIOSUMÁRIOSUMÁRIO O QUE CABE À ESCOLO QUE CABE À ESCOLO QUE CABE À ESCOLO QUE CABE À ESCOLO QUE CABE À ESCOLA EM UMA SOCIEDADE INCLA EM UMA SOCIEDADE INCLA EM UMA SOCIEDADE INCLA EM UMA SOCIEDADE INCLA EM UMA SOCIEDADE INCLUSIVUSIVUSIVUSIVUSIVA?....................................................A?....................................................A?....................................................A?....................................................A?.................................................... ESCOLESCOLESCOLESCOLESCOLA: ESPA: ESPA: ESPA: ESPA: ESPAÇO PRIVILEGIADO DE INTERAÇO PRIVILEGIADO DE INTERAÇO PRIVILEGIADO DE INTERAÇO PRIVILEGIADO DE INTERAÇO PRIVILEGIADO DE INTERAÇÕES.................................................................AÇÕES.................................................................AÇÕES.................................................................AÇÕES.................................................................AÇÕES................................................................. •••••-----Expectativas dos professores.....................................................................................................Expectativas dos professores.....................................................................................................Expectativas dos professores.....................................................................................................Expectativas dos professores.....................................................................................................Expectativas dos professores..................................................................................................... MITMITMITMITMITOS E CONSENSOS SOBRE A EDUCAÇÃO INCLOS E CONSENSOS SOBRE A EDUCAÇÃO INCLOS E CONSENSOS SOBRE A EDUCAÇÃO INCLOS E CONSENSOS SOBRE A EDUCAÇÃO INCLOS E CONSENSOS SOBRE A EDUCAÇÃO INCLUSIVUSIVUSIVUSIVUSIVA.......................................A.......................................A.......................................A.......................................A....................................... •••••-----Sobre a necessidade do diagnóstico clínicoSobre a necessidade do diagnóstico clínicoSobre a necessidade do diagnóstico clínicoSobre a necessidade do diagnóstico clínicoSobre a necessidade do diagnóstico clínico........................................................................................................................................................................................................................................................................................ •••••-----Sobre os benefícios da educação inclusiva vistos como convivência e socializaçãoSobre os benefícios da educação inclusiva vistos como convivência e socializaçãoSobre os benefícios da educação inclusiva vistos como convivência e socializaçãoSobre os benefícios da educação inclusiva vistos como convivência e socializaçãoSobre os benefícios da educação inclusiva vistos como convivência e socialização................................................................. •••••-----Sobre a necessidade de professores especialistas para educar alunos com deficiência...Sobre a necessidade de professores especialistas para educar alunos com deficiência...Sobre a necessidade de professores especialistas para educar alunos com deficiência...Sobre a necessidade de professores especialistas para educar alunos com deficiência...Sobre a necessidade de professores especialistas para educar alunos com deficiência... •••••-----Sobre a necessidade do professor da classe comum conhecer previamente as característicasSobre a necessidade do professor da classe comum conhecer previamente as característicasSobre a necessidade do professor da classe comum conhecer previamente as característicasSobre a necessidade do professor da classe comum conhecer previamente as característicasSobre a necessidade do professor da classe comum conhecer previamente as características dos alunos com deficiência................................................................................................................dos alunos com deficiência................................................................................................................dos alunos com deficiência................................................................................................................dos alunos com deficiência................................................................................................................dos alunos com deficiência................................................................................................................ •••••-----Sobre o preparo anterior do aluno para o ingresso na escola comum.................................Sobre o preparo anterior do aluno para o ingresso na escola comum.................................Sobre o preparo anterior do aluno para o ingresso na escola comum.................................Sobre o preparo anterior do aluno para o ingresso na escola comum.................................Sobre o preparo anterior do aluno para o ingresso na escola comum................................. •••••-----Sobre o preparo dos professores como condição para o início do processo de matrícula deSobre o preparo dos professores como condição para o início do processo de matrícula deSobre o preparo dos professores como condição para o início do processo de matrícula deSobre o preparo dos professores como condição para o início do processo de matrícula deSobre o preparo dos professores como condição para o início do processo de matrícula de alunos com deficiência na escola....................................................................................................alunos com deficiência na escola....................................................................................................alunos com deficiência na escola....................................................................................................alunos com deficiência na escola....................................................................................................alunos com deficiência na escola.................................................................................................... •••••-----Sobre a questão do número menor de alunos nas salas de aula como deSobre a questão do número menor de alunos nas salas de aula como deSobre a questão do número menor de alunos nas salas de aula como deSobre a questão do número menor de alunos nas salas de aula como deSobre a questão do número menor de alunos nas salas de aula como determinante de bonsterminante de bonsterminante de bonsterminante de bonsterminante de bons resultados escolares........................................................................................................................resultados escolares........................................................................................................................resultados escolares........................................................................................................................resultados escolares........................................................................................................................resultados escolares........................................................................................................................ •••••-----Sobre a individualização do trabalho acadêmico para alunos com deficiência........................Sobre a individualização do trabalho acadêmico para alunos com deficiência........................Sobre a individualização do trabalho acadêmico para alunos com deficiência........................Sobre a individualização do trabalho acadêmico para alunos com deficiência........................Sobre a individualização do trabalho acadêmico para alunos com deficiência........................ •••••-----Sobre o atendimento educacional especializadoSobre o atendimento educacional especializadoSobre o atendimento educacional especializadoSobre o atendimento educacional especializadoSobre o atendimento educacional especializado........................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................ •••••-----Sobre a atiSobre a atiSobre a atiSobre a atiSobre a atitude das famílias com filhos sem deficiência em relação à convivência de seustude das famílias com filhos sem deficiência em relação à convivência de seustude das famílias com filhos sem deficiência em relação à convivência de seustude das famílias com filhos sem deficiência em relação à convivência de seustude das famílias com filhos sem deficiência em relação à convivência de seus filhos......................................................................................................................................................filhos......................................................................................................................................................filhos......................................................................................................................................................filhos......................................................................................................................................................filhos...................................................................................................................................................... 0707070707 0909090909 0909090909 1111111111 1111111111 1212121212 1313131313 1414141414 1414141414 1414141414 1515151515 1616161616 1616161616 1717171717
  6. 6. SUGESSUGESSUGESSUGESSUGESTÕTÕTÕTÕTÕES PES PES PES PES PARARARARARA SENSIBILIZA SENSIBILIZA SENSIBILIZA SENSIBILIZA SENSIBILIZAÇÃO................................................................................................AÇÃO................................................................................................AÇÃO................................................................................................AÇÃO................................................................................................AÇÃO................................................................................................ •••••-----Livros......................................................................................................................................Livros......................................................................................................................................Livros......................................................................................................................................Livros......................................................................................................................................Livros...................................................................................................................................... •••••-----Filmes............................................................................................................................................Filmes............................................................................................................................................Filmes............................................................................................................................................Filmes............................................................................................................................................Filmes............................................................................................................................................ •••••-----Ajudas técnicas..........................................................................................................................Ajudas técnicas..........................................................................................................................Ajudas técnicas..........................................................................................................................Ajudas técnicas..........................................................................................................................Ajudas técnicas.......................................................................................................................... •••••-----AAAAAtividade.......................................................................................................................................tividade.......................................................................................................................................tividade.......................................................................................................................................tividade.......................................................................................................................................tividade....................................................................................................................................... •••••-----Livros de recortes..................................................................................................................Livros de recortes..................................................................................................................Livros de recortes..................................................................................................................Livros de recortes..................................................................................................................Livros de recortes.................................................................................................................. •••••-----VisiVisiVisiVisiVisitas bem-vindas..............................................................................................................tas bem-vindas..............................................................................................................tas bem-vindas..............................................................................................................tas bem-vindas..............................................................................................................tas bem-vindas.............................................................................................................. •••••-----TTTTTemas para redação e dramatização criativas......................................................................emas para redação e dramatização criativas......................................................................emas para redação e dramatização criativas......................................................................emas para redação e dramatização criativas......................................................................emas para redação e dramatização criativas...................................................................... •••••-----Simulações...............................................................................................................................Simulações...............................................................................................................................Simulações...............................................................................................................................Simulações...............................................................................................................................Simulações............................................................................................................................... •••••-----PPPPPara simular a deficiência física..........................................................................................ara simular a deficiência física..........................................................................................ara simular a deficiência física..........................................................................................ara simular a deficiência física..........................................................................................ara simular a deficiência física.......................................................................................... •••••-----PPPPPara simular a deficiência visual..........................................................................................ara simular a deficiência visual..........................................................................................ara simular a deficiência visual..........................................................................................ara simular a deficiência visual..........................................................................................ara simular a deficiência visual.......................................................................................... CÓDIGO BRCÓDIGO BRCÓDIGO BRCÓDIGO BRCÓDIGO BRAILLE.................................................................................................................................................................AILLE.................................................................................................................................................................AILLE.................................................................................................................................................................AILLE.................................................................................................................................................................AILLE................................................................................................................................................................. •••••-----PPPPPara simular a paralisia cerebral..............................................................................................ara simular a paralisia cerebral..............................................................................................ara simular a paralisia cerebral..............................................................................................ara simular a paralisia cerebral..............................................................................................ara simular a paralisia cerebral.............................................................................................. PRPRPRPRPRANCHA DE COANCHA DE COANCHA DE COANCHA DE COANCHA DE COMUNIMUNIMUNIMUNIMUNICAÇÃO........................................................................................................................................CAÇÃO........................................................................................................................................CAÇÃO........................................................................................................................................CAÇÃO........................................................................................................................................CAÇÃO........................................................................................................................................ •••••-----PPPPPara simular a deficiência audiara simular a deficiência audiara simular a deficiência audiara simular a deficiência audiara simular a deficiência auditiva...............................................................................................tiva...............................................................................................tiva...............................................................................................tiva...............................................................................................tiva............................................................................................... •••••-----Envolvendo a comunidade..............................................................................................................Envolvendo a comunidade..............................................................................................................Envolvendo a comunidade..............................................................................................................Envolvendo a comunidade..............................................................................................................Envolvendo a comunidade.............................................................................................................. UMA MENSAGEM FINUMA MENSAGEM FINUMA MENSAGEM FINUMA MENSAGEM FINUMA MENSAGEM FINAL.............................................................................................................................AL.............................................................................................................................AL.............................................................................................................................AL.............................................................................................................................AL............................................................................................................................. 1818181818 1919191919 2020202020 2020202020 2020202020 2222222222 2323232323 2323232323 2525252525 2525252525 2626262626 2626262626 2727272727 2828282828 2929292929 2929292929 3030303030
  7. 7. OOOOO QUE CABE À ESCOLQUE CABE À ESCOLQUE CABE À ESCOLQUE CABE À ESCOLQUE CABE À ESCOLA EM UMA SOCIEDADE INCLA EM UMA SOCIEDADE INCLA EM UMA SOCIEDADE INCLA EM UMA SOCIEDADE INCLA EM UMA SOCIEDADE INCLUSIVUSIVUSIVUSIVUSIVA?A?A?A?A? Caro professorCaro professorCaro professorCaro professorCaro professor,,,,, Se há poucos anos alguém viesse lhe falar sobre educação inclusiva, decerto você teria uma idéiaSe há poucos anos alguém viesse lhe falar sobre educação inclusiva, decerto você teria uma idéiaSe há poucos anos alguém viesse lhe falar sobre educação inclusiva, decerto você teria uma idéiaSe há poucos anos alguém viesse lhe falar sobre educação inclusiva, decerto você teria uma idéiaSe há poucos anos alguém viesse lhe falar sobre educação inclusiva, decerto você teria uma idéia muimuimuimuimuito vaga do que isso poderia significar na teoria e na prática.to vaga do que isso poderia significar na teoria e na prática.to vaga do que isso poderia significar na teoria e na prática.to vaga do que isso poderia significar na teoria e na prática.to vaga do que isso poderia significar na teoria e na prática. AAAAAtualmente, a educação inclusiva é tema de discussão em diferentes espaços sociais, não se restringindotualmente, a educação inclusiva é tema de discussão em diferentes espaços sociais, não se restringindotualmente, a educação inclusiva é tema de discussão em diferentes espaços sociais, não se restringindotualmente, a educação inclusiva é tema de discussão em diferentes espaços sociais, não se restringindotualmente, a educação inclusiva é tema de discussão em diferentes espaços sociais, não se restringindo unicamente a ambientes freqüentados por educadores, pesquisadores e interessados na área deunicamente a ambientes freqüentados por educadores, pesquisadores e interessados na área deunicamente a ambientes freqüentados por educadores, pesquisadores e interessados na área deunicamente a ambientes freqüentados por educadores, pesquisadores e interessados na área deunicamente a ambientes freqüentados por educadores, pesquisadores e interessados na área de educaçãoeducaçãoeducaçãoeducaçãoeducação..... A comunidade como um todo já possui argumentos próprios sobre a freqüência de alunos comA comunidade como um todo já possui argumentos próprios sobre a freqüência de alunos comA comunidade como um todo já possui argumentos próprios sobre a freqüência de alunos comA comunidade como um todo já possui argumentos próprios sobre a freqüência de alunos comA comunidade como um todo já possui argumentos próprios sobre a freqüência de alunos com necessidades educativas especiais nas classes comuns, graças à divulgação e discussão desse temanecessidades educativas especiais nas classes comuns, graças à divulgação e discussão desse temanecessidades educativas especiais nas classes comuns, graças à divulgação e discussão desse temanecessidades educativas especiais nas classes comuns, graças à divulgação e discussão desse temanecessidades educativas especiais nas classes comuns, graças à divulgação e discussão desse tema pelos veículos de comunicaçãopelos veículos de comunicaçãopelos veículos de comunicaçãopelos veículos de comunicaçãopelos veículos de comunicação..... MuiMuiMuiMuiMuito já tem sido publicado na área, desde livros que discutem as diferentes teorias que servemto já tem sido publicado na área, desde livros que discutem as diferentes teorias que servemto já tem sido publicado na área, desde livros que discutem as diferentes teorias que servemto já tem sido publicado na área, desde livros que discutem as diferentes teorias que servemto já tem sido publicado na área, desde livros que discutem as diferentes teorias que servem como base de uma educação inclusiva, como manuais orientadores para professores e até documentoscomo base de uma educação inclusiva, como manuais orientadores para professores e até documentoscomo base de uma educação inclusiva, como manuais orientadores para professores e até documentoscomo base de uma educação inclusiva, como manuais orientadores para professores e até documentoscomo base de uma educação inclusiva, como manuais orientadores para professores e até documentos técnicos produzidos por órgãos governamentais e pelas universidades. A realidade das salas de aulatécnicos produzidos por órgãos governamentais e pelas universidades. A realidade das salas de aulatécnicos produzidos por órgãos governamentais e pelas universidades. A realidade das salas de aulatécnicos produzidos por órgãos governamentais e pelas universidades. A realidade das salas de aulatécnicos produzidos por órgãos governamentais e pelas universidades. A realidade das salas de aula tem se alterado nos últimos anos. Na rede pública de ensino, nos diferentestem se alterado nos últimos anos. Na rede pública de ensino, nos diferentestem se alterado nos últimos anos. Na rede pública de ensino, nos diferentestem se alterado nos últimos anos. Na rede pública de ensino, nos diferentestem se alterado nos últimos anos. Na rede pública de ensino, nos diferentes estados brasileiros, aestados brasileiros, aestados brasileiros, aestados brasileiros, aestados brasileiros, a convivência entre alunos com e sem deficiência já é uma realidade.convivência entre alunos com e sem deficiência já é uma realidade.convivência entre alunos com e sem deficiência já é uma realidade.convivência entre alunos com e sem deficiência já é uma realidade.convivência entre alunos com e sem deficiência já é uma realidade. Contudo, é bem verdade também, que isso não significa que todos tenham clareza teórica e muiContudo, é bem verdade também, que isso não significa que todos tenham clareza teórica e muiContudo, é bem verdade também, que isso não significa que todos tenham clareza teórica e muiContudo, é bem verdade também, que isso não significa que todos tenham clareza teórica e muiContudo, é bem verdade também, que isso não significa que todos tenham clareza teórica e muitototototo menos prática do que implica a proposta de educação inclusiva na realidade do sistema de ensinomenos prática do que implica a proposta de educação inclusiva na realidade do sistema de ensinomenos prática do que implica a proposta de educação inclusiva na realidade do sistema de ensinomenos prática do que implica a proposta de educação inclusiva na realidade do sistema de ensinomenos prática do que implica a proposta de educação inclusiva na realidade do sistema de ensino..... 7
  8. 8. A política educacional tem direcionado suas ações no sentido de promover a participação de criançasA política educacional tem direcionado suas ações no sentido de promover a participação de criançasA política educacional tem direcionado suas ações no sentido de promover a participação de criançasA política educacional tem direcionado suas ações no sentido de promover a participação de criançasA política educacional tem direcionado suas ações no sentido de promover a participação de crianças e jovens com deficiência em todas as atividades comuns das escolas, proporcionando-lhes igualdadee jovens com deficiência em todas as atividades comuns das escolas, proporcionando-lhes igualdadee jovens com deficiência em todas as atividades comuns das escolas, proporcionando-lhes igualdadee jovens com deficiência em todas as atividades comuns das escolas, proporcionando-lhes igualdadee jovens com deficiência em todas as atividades comuns das escolas, proporcionando-lhes igualdade de oportunidades.de oportunidades.de oportunidades.de oportunidades.de oportunidades. Desse movimento surgem fatos novos, como: a necessidade de reflexão, de mudança de atiDesse movimento surgem fatos novos, como: a necessidade de reflexão, de mudança de atiDesse movimento surgem fatos novos, como: a necessidade de reflexão, de mudança de atiDesse movimento surgem fatos novos, como: a necessidade de reflexão, de mudança de atiDesse movimento surgem fatos novos, como: a necessidade de reflexão, de mudança de atitudes, detudes, detudes, detudes, detudes, de estruturas, de dinâmicas e de novas formas de organização e gestão dos serviços disponíveis naestruturas, de dinâmicas e de novas formas de organização e gestão dos serviços disponíveis naestruturas, de dinâmicas e de novas formas de organização e gestão dos serviços disponíveis naestruturas, de dinâmicas e de novas formas de organização e gestão dos serviços disponíveis naestruturas, de dinâmicas e de novas formas de organização e gestão dos serviços disponíveis na comunidade.comunidade.comunidade.comunidade.comunidade. AAAAAtualmente, não estamos mais na fase de afirmar positualmente, não estamos mais na fase de afirmar positualmente, não estamos mais na fase de afirmar positualmente, não estamos mais na fase de afirmar positualmente, não estamos mais na fase de afirmar positivamente o direitivamente o direitivamente o direitivamente o direitivamente o direito à educação de todos osto à educação de todos osto à educação de todos osto à educação de todos osto à educação de todos os alunos, inclusive daqueles com deficiência, no sistema regular de ensino e, sim, de procurar criativamentealunos, inclusive daqueles com deficiência, no sistema regular de ensino e, sim, de procurar criativamentealunos, inclusive daqueles com deficiência, no sistema regular de ensino e, sim, de procurar criativamentealunos, inclusive daqueles com deficiência, no sistema regular de ensino e, sim, de procurar criativamentealunos, inclusive daqueles com deficiência, no sistema regular de ensino e, sim, de procurar criativamente avançar na prática, garantindo o crescimento e desenvolvimento de todos.avançar na prática, garantindo o crescimento e desenvolvimento de todos.avançar na prática, garantindo o crescimento e desenvolvimento de todos.avançar na prática, garantindo o crescimento e desenvolvimento de todos.avançar na prática, garantindo o crescimento e desenvolvimento de todos. PPPPPara tal é importante refleara tal é importante refleara tal é importante refleara tal é importante refleara tal é importante refletir sobre as idéias que freqüentemente ouvimos. Ttir sobre as idéias que freqüentemente ouvimos. Ttir sobre as idéias que freqüentemente ouvimos. Ttir sobre as idéias que freqüentemente ouvimos. Ttir sobre as idéias que freqüentemente ouvimos. Toda a prática éoda a prática éoda a prática éoda a prática éoda a prática é decorrente dessas concepções.decorrente dessas concepções.decorrente dessas concepções.decorrente dessas concepções.decorrente dessas concepções. Professores e alunos devem ter a oportunidade de proceder a essa reflexão crítica.Professores e alunos devem ter a oportunidade de proceder a essa reflexão crítica.Professores e alunos devem ter a oportunidade de proceder a essa reflexão crítica.Professores e alunos devem ter a oportunidade de proceder a essa reflexão crítica.Professores e alunos devem ter a oportunidade de proceder a essa reflexão crítica. Esta cartilha tem como objeEsta cartilha tem como objeEsta cartilha tem como objeEsta cartilha tem como objeEsta cartilha tem como objetivo contribuir com os professores, oferecendo-lhes de forma simples etivo contribuir com os professores, oferecendo-lhes de forma simples etivo contribuir com os professores, oferecendo-lhes de forma simples etivo contribuir com os professores, oferecendo-lhes de forma simples etivo contribuir com os professores, oferecendo-lhes de forma simples e dirediredirediredireta, elementos para a discussão das idéias existentes sobre educação inclusiva e sensibilizaçãota, elementos para a discussão das idéias existentes sobre educação inclusiva e sensibilizaçãota, elementos para a discussão das idéias existentes sobre educação inclusiva e sensibilizaçãota, elementos para a discussão das idéias existentes sobre educação inclusiva e sensibilizaçãota, elementos para a discussão das idéias existentes sobre educação inclusiva e sensibilização dos alunos.dos alunos.dos alunos.dos alunos.dos alunos. A você, educadorA você, educadorA você, educadorA você, educadorA você, educador, professor responsável pela formação de gerações, destina-se este material., professor responsável pela formação de gerações, destina-se este material., professor responsável pela formação de gerações, destina-se este material., professor responsável pela formação de gerações, destina-se este material., professor responsável pela formação de gerações, destina-se este material. 8
  9. 9. ESCOLESCOLESCOLESCOLESCOLA: ESPA: ESPA: ESPA: ESPA: ESPAÇO PRIVILEGIADO DE INTERAÇO PRIVILEGIADO DE INTERAÇO PRIVILEGIADO DE INTERAÇO PRIVILEGIADO DE INTERAÇO PRIVILEGIADO DE INTERAÇÕESAÇÕESAÇÕESAÇÕESAÇÕES EXPECTEXPECTEXPECTEXPECTEXPECTAAAAATIVTIVTIVTIVTIVAS DOS PROFESSORESAS DOS PROFESSORESAS DOS PROFESSORESAS DOS PROFESSORESAS DOS PROFESSORES Falar de inclusão escolar de alunos com deficiência na rede regular de ensino é mais comum e maisFalar de inclusão escolar de alunos com deficiência na rede regular de ensino é mais comum e maisFalar de inclusão escolar de alunos com deficiência na rede regular de ensino é mais comum e maisFalar de inclusão escolar de alunos com deficiência na rede regular de ensino é mais comum e maisFalar de inclusão escolar de alunos com deficiência na rede regular de ensino é mais comum e mais freqüente do que parece. Grande parte dos professores, gestores e demais profissionais da escolafreqüente do que parece. Grande parte dos professores, gestores e demais profissionais da escolafreqüente do que parece. Grande parte dos professores, gestores e demais profissionais da escolafreqüente do que parece. Grande parte dos professores, gestores e demais profissionais da escolafreqüente do que parece. Grande parte dos professores, gestores e demais profissionais da escola reconhecem o direireconhecem o direireconhecem o direireconhecem o direireconhecem o direito desses alunos e confirmam conhecer a existência de leis sobre o assuntoto desses alunos e confirmam conhecer a existência de leis sobre o assuntoto desses alunos e confirmam conhecer a existência de leis sobre o assuntoto desses alunos e confirmam conhecer a existência de leis sobre o assuntoto desses alunos e confirmam conhecer a existência de leis sobre o assunto..... Contudo, não é incomum também, encontrar argumentos que apontam para as dificuldades deContudo, não é incomum também, encontrar argumentos que apontam para as dificuldades deContudo, não é incomum também, encontrar argumentos que apontam para as dificuldades deContudo, não é incomum também, encontrar argumentos que apontam para as dificuldades deContudo, não é incomum também, encontrar argumentos que apontam para as dificuldades de implementação da educação inclusiva na prática da sala de aula.implementação da educação inclusiva na prática da sala de aula.implementação da educação inclusiva na prática da sala de aula.implementação da educação inclusiva na prática da sala de aula.implementação da educação inclusiva na prática da sala de aula. MuiMuiMuiMuiMuitos desses argumentos estão baseados em mitos desses argumentos estão baseados em mitos desses argumentos estão baseados em mitos desses argumentos estão baseados em mitos desses argumentos estão baseados em mitos etos etos etos etos e pressupostos que contrariam o conhecimento sobre opressupostos que contrariam o conhecimento sobre opressupostos que contrariam o conhecimento sobre opressupostos que contrariam o conhecimento sobre opressupostos que contrariam o conhecimento sobre o processo ensino - aprendizagem disponível naprocesso ensino - aprendizagem disponível naprocesso ensino - aprendizagem disponível naprocesso ensino - aprendizagem disponível naprocesso ensino - aprendizagem disponível na atualidade.atualidade.atualidade.atualidade.atualidade. Levantamos neste trabalho quais asLevantamos neste trabalho quais asLevantamos neste trabalho quais asLevantamos neste trabalho quais asLevantamos neste trabalho quais as expectativas e opiniões de alguns professoresexpectativas e opiniões de alguns professoresexpectativas e opiniões de alguns professoresexpectativas e opiniões de alguns professoresexpectativas e opiniões de alguns professores sobre essa questãosobre essa questãosobre essa questãosobre essa questãosobre essa questão. Arrolamos aqui, uma. Arrolamos aqui, uma. Arrolamos aqui, uma. Arrolamos aqui, uma. Arrolamos aqui, uma série de afirmações que carecemsérie de afirmações que carecemsérie de afirmações que carecemsérie de afirmações que carecemsérie de afirmações que carecem de umade umade umade umade uma discussão mais aprofundada para fomentardiscussão mais aprofundada para fomentardiscussão mais aprofundada para fomentardiscussão mais aprofundada para fomentardiscussão mais aprofundada para fomentar uma reflexão sobre esses pressupostos.uma reflexão sobre esses pressupostos.uma reflexão sobre esses pressupostos.uma reflexão sobre esses pressupostos.uma reflexão sobre esses pressupostos. Ao conversar informalmente com algunsAo conversar informalmente com algunsAo conversar informalmente com algunsAo conversar informalmente com algunsAo conversar informalmente com alguns professores, obtivemos diversos conceiprofessores, obtivemos diversos conceiprofessores, obtivemos diversos conceiprofessores, obtivemos diversos conceiprofessores, obtivemos diversos conceitos atos atos atos atos a respeirespeirespeirespeirespeito dessas idéias:to dessas idéias:to dessas idéias:to dessas idéias:to dessas idéias: 9
  10. 10. -----_____“““““Considero a inserção de aluno com deficiência em classe comum como posiConsidero a inserção de aluno com deficiência em classe comum como posiConsidero a inserção de aluno com deficiência em classe comum como posiConsidero a inserção de aluno com deficiência em classe comum como posiConsidero a inserção de aluno com deficiência em classe comum como positiva, até certo ponto,tiva, até certo ponto,tiva, até certo ponto,tiva, até certo ponto,tiva, até certo ponto, pois permipois permipois permipois permipois permite aos alunos o convívio com os demais, uma vez que terão que viver em sociedade.”te aos alunos o convívio com os demais, uma vez que terão que viver em sociedade.”te aos alunos o convívio com os demais, uma vez que terão que viver em sociedade.”te aos alunos o convívio com os demais, uma vez que terão que viver em sociedade.”te aos alunos o convívio com os demais, uma vez que terão que viver em sociedade.” “P“P“P“P“Porém, essa inserção precisa ser acompanhada por profissionais da saúde em parceria com aorém, essa inserção precisa ser acompanhada por profissionais da saúde em parceria com aorém, essa inserção precisa ser acompanhada por profissionais da saúde em parceria com aorém, essa inserção precisa ser acompanhada por profissionais da saúde em parceria com aorém, essa inserção precisa ser acompanhada por profissionais da saúde em parceria com a escola e a família”.escola e a família”.escola e a família”.escola e a família”.escola e a família”. -----_____“““““AAAAAcho muicho muicho muicho muicho muito bom, mas devemos ter profissionais especialistas que assistam os professoresto bom, mas devemos ter profissionais especialistas que assistam os professoresto bom, mas devemos ter profissionais especialistas que assistam os professoresto bom, mas devemos ter profissionais especialistas que assistam os professoresto bom, mas devemos ter profissionais especialistas que assistam os professores como, por exemplo, no caso do deficiente audicomo, por exemplo, no caso do deficiente audicomo, por exemplo, no caso do deficiente audicomo, por exemplo, no caso do deficiente audicomo, por exemplo, no caso do deficiente auditivo, que tem o direitivo, que tem o direitivo, que tem o direitivo, que tem o direitivo, que tem o direito de ser atendido por umto de ser atendido por umto de ser atendido por umto de ser atendido por umto de ser atendido por um professor especialista”.professor especialista”.professor especialista”.professor especialista”.professor especialista”. -----_____“É necessário assistência na área de saúde, preparação dos profissionais e recursos para o“É necessário assistência na área de saúde, preparação dos profissionais e recursos para o“É necessário assistência na área de saúde, preparação dos profissionais e recursos para o“É necessário assistência na área de saúde, preparação dos profissionais e recursos para o“É necessário assistência na área de saúde, preparação dos profissionais e recursos para o atendimento desses alunosatendimento desses alunosatendimento desses alunosatendimento desses alunosatendimento desses alunos”.”.”.”.”. -----_____“Falta conhecimento ou cursos para que os professores saibam como adequar a me“Falta conhecimento ou cursos para que os professores saibam como adequar a me“Falta conhecimento ou cursos para que os professores saibam como adequar a me“Falta conhecimento ou cursos para que os professores saibam como adequar a me“Falta conhecimento ou cursos para que os professores saibam como adequar a metodologia detodologia detodologia detodologia detodologia de acordo com as necessidades dos alunosacordo com as necessidades dos alunosacordo com as necessidades dos alunosacordo com as necessidades dos alunosacordo com as necessidades dos alunos”.”.”.”.”. Dessas observações depreende-se a preocupação com aspectos importantes que demonstram,Dessas observações depreende-se a preocupação com aspectos importantes que demonstram,Dessas observações depreende-se a preocupação com aspectos importantes que demonstram,Dessas observações depreende-se a preocupação com aspectos importantes que demonstram,Dessas observações depreende-se a preocupação com aspectos importantes que demonstram, sobresobresobresobresobretudo, o compromisso desses profissionais.tudo, o compromisso desses profissionais.tudo, o compromisso desses profissionais.tudo, o compromisso desses profissionais.tudo, o compromisso desses profissionais. Ao expor espontaneamente suas idéias, esses professores apontam para uma série de aspectosAo expor espontaneamente suas idéias, esses professores apontam para uma série de aspectosAo expor espontaneamente suas idéias, esses professores apontam para uma série de aspectosAo expor espontaneamente suas idéias, esses professores apontam para uma série de aspectosAo expor espontaneamente suas idéias, esses professores apontam para uma série de aspectos que, esclarecidos e aprofundados, vão propiciar maior segurança não só a eles, como também aque, esclarecidos e aprofundados, vão propiciar maior segurança não só a eles, como também aque, esclarecidos e aprofundados, vão propiciar maior segurança não só a eles, como também aque, esclarecidos e aprofundados, vão propiciar maior segurança não só a eles, como também aque, esclarecidos e aprofundados, vão propiciar maior segurança não só a eles, como também a todos aqueles que têm a missão de formar cidadãos que respeitodos aqueles que têm a missão de formar cidadãos que respeitodos aqueles que têm a missão de formar cidadãos que respeitodos aqueles que têm a missão de formar cidadãos que respeitodos aqueles que têm a missão de formar cidadãos que respeitem e valorizem a diversidade e astem e valorizem a diversidade e astem e valorizem a diversidade e astem e valorizem a diversidade e astem e valorizem a diversidade e as peculiaridades que caracterizam cada ser humanopeculiaridades que caracterizam cada ser humanopeculiaridades que caracterizam cada ser humanopeculiaridades que caracterizam cada ser humanopeculiaridades que caracterizam cada ser humano..... 10
  11. 11. MITMITMITMITMITOS E CONSENSOSOS E CONSENSOSOS E CONSENSOSOS E CONSENSOSOS E CONSENSOS SOBRE A EDUCAÇÃO INCLSOBRE A EDUCAÇÃO INCLSOBRE A EDUCAÇÃO INCLSOBRE A EDUCAÇÃO INCLSOBRE A EDUCAÇÃO INCLUSIVUSIVUSIVUSIVUSIVAAAAA SOBRE A NECESSIDADE DO DIAGNÓSSOBRE A NECESSIDADE DO DIAGNÓSSOBRE A NECESSIDADE DO DIAGNÓSSOBRE A NECESSIDADE DO DIAGNÓSSOBRE A NECESSIDADE DO DIAGNÓSTITITITITICO CLÍNICO CLÍNICO CLÍNICO CLÍNICO CLÍNICOCOCOCOCO •••••_____Durante muiDurante muiDurante muiDurante muiDurante muito tempo prevaleceu a idéia dos professores quanto ao encaminhamento de alunosto tempo prevaleceu a idéia dos professores quanto ao encaminhamento de alunosto tempo prevaleceu a idéia dos professores quanto ao encaminhamento de alunosto tempo prevaleceu a idéia dos professores quanto ao encaminhamento de alunosto tempo prevaleceu a idéia dos professores quanto ao encaminhamento de alunos com dificuldades de aprendizagem para diagnóstico clínico, mais especificamente o psicodiagnósticocom dificuldades de aprendizagem para diagnóstico clínico, mais especificamente o psicodiagnósticocom dificuldades de aprendizagem para diagnóstico clínico, mais especificamente o psicodiagnósticocom dificuldades de aprendizagem para diagnóstico clínico, mais especificamente o psicodiagnósticocom dificuldades de aprendizagem para diagnóstico clínico, mais especificamente o psicodiagnóstico..... Como resultado, o diagnóstico nem sempreComo resultado, o diagnóstico nem sempreComo resultado, o diagnóstico nem sempreComo resultado, o diagnóstico nem sempreComo resultado, o diagnóstico nem sempre produzia o efeiproduzia o efeiproduzia o efeiproduzia o efeiproduzia o efeito esperado, pois a questãoto esperado, pois a questãoto esperado, pois a questãoto esperado, pois a questãoto esperado, pois a questão era analisada sob a ótica clínica, quandoera analisada sob a ótica clínica, quandoera analisada sob a ótica clínica, quandoera analisada sob a ótica clínica, quandoera analisada sob a ótica clínica, quando uma avaliação e intervenção pedagógicasuma avaliação e intervenção pedagógicasuma avaliação e intervenção pedagógicasuma avaliação e intervenção pedagógicasuma avaliação e intervenção pedagógicas seriam necessárias e as mais adequadas.seriam necessárias e as mais adequadas.seriam necessárias e as mais adequadas.seriam necessárias e as mais adequadas.seriam necessárias e as mais adequadas. •••••_____O diagnóstico é importante na medida emO diagnóstico é importante na medida emO diagnóstico é importante na medida emO diagnóstico é importante na medida emO diagnóstico é importante na medida em que possibilique possibilique possibilique possibilique possibilita o intercâmbio de informaçõesta o intercâmbio de informaçõesta o intercâmbio de informaçõesta o intercâmbio de informaçõesta o intercâmbio de informações entre os profissionais da área de saúde e educação, paraentre os profissionais da área de saúde e educação, paraentre os profissionais da área de saúde e educação, paraentre os profissionais da área de saúde e educação, paraentre os profissionais da área de saúde e educação, para promover a atenção ao desenvolvimento global da criança.promover a atenção ao desenvolvimento global da criança.promover a atenção ao desenvolvimento global da criança.promover a atenção ao desenvolvimento global da criança.promover a atenção ao desenvolvimento global da criança. Em alguns casos pode haver a necessidade de recursosEm alguns casos pode haver a necessidade de recursosEm alguns casos pode haver a necessidade de recursosEm alguns casos pode haver a necessidade de recursosEm alguns casos pode haver a necessidade de recursos específicos para melhoria da condição clínica.específicos para melhoria da condição clínica.específicos para melhoria da condição clínica.específicos para melhoria da condição clínica.específicos para melhoria da condição clínica. Assim...Assim...Assim...Assim...Assim... O diagnóstico médico ou clínico é importante para a compreensão da história de cada aluno, masO diagnóstico médico ou clínico é importante para a compreensão da história de cada aluno, masO diagnóstico médico ou clínico é importante para a compreensão da história de cada aluno, masO diagnóstico médico ou clínico é importante para a compreensão da história de cada aluno, masO diagnóstico médico ou clínico é importante para a compreensão da história de cada aluno, mas nãonãonãonãonão deve ser um pré-requisideve ser um pré-requisideve ser um pré-requisideve ser um pré-requisideve ser um pré-requisito para o encaminhamento e ingresso desse aluno na classe comum outo para o encaminhamento e ingresso desse aluno na classe comum outo para o encaminhamento e ingresso desse aluno na classe comum outo para o encaminhamento e ingresso desse aluno na classe comum outo para o encaminhamento e ingresso desse aluno na classe comum ou serviço pedagógico especializadoserviço pedagógico especializadoserviço pedagógico especializadoserviço pedagógico especializadoserviço pedagógico especializado. A deficiência é um fenômeno que tem faces no campo da saúde,. A deficiência é um fenômeno que tem faces no campo da saúde,. A deficiência é um fenômeno que tem faces no campo da saúde,. A deficiência é um fenômeno que tem faces no campo da saúde,. A deficiência é um fenômeno que tem faces no campo da saúde, da educação, da área social, familiar e nenhuma área deve ter predomínio sobre a outra. O ingressoda educação, da área social, familiar e nenhuma área deve ter predomínio sobre a outra. O ingressoda educação, da área social, familiar e nenhuma área deve ter predomínio sobre a outra. O ingressoda educação, da área social, familiar e nenhuma área deve ter predomínio sobre a outra. O ingressoda educação, da área social, familiar e nenhuma área deve ter predomínio sobre a outra. O ingresso da criança na escola não deve estar vinculado a um diagnóstico clínico, pois esse por si só nãoda criança na escola não deve estar vinculado a um diagnóstico clínico, pois esse por si só nãoda criança na escola não deve estar vinculado a um diagnóstico clínico, pois esse por si só nãoda criança na escola não deve estar vinculado a um diagnóstico clínico, pois esse por si só nãoda criança na escola não deve estar vinculado a um diagnóstico clínico, pois esse por si só não garante um bom atendimento educacional. Pgarante um bom atendimento educacional. Pgarante um bom atendimento educacional. Pgarante um bom atendimento educacional. Pgarante um bom atendimento educacional. Porém, cabe à área de saúde suprir os recursos que vãoorém, cabe à área de saúde suprir os recursos que vãoorém, cabe à área de saúde suprir os recursos que vãoorém, cabe à área de saúde suprir os recursos que vãoorém, cabe à área de saúde suprir os recursos que vão propiciar uma melhoria na condição geral da pessoa e, conseqüentemente, na área educacional.propiciar uma melhoria na condição geral da pessoa e, conseqüentemente, na área educacional.propiciar uma melhoria na condição geral da pessoa e, conseqüentemente, na área educacional.propiciar uma melhoria na condição geral da pessoa e, conseqüentemente, na área educacional.propiciar uma melhoria na condição geral da pessoa e, conseqüentemente, na área educacional. 11
  12. 12. SOBRE OS BENEFÍCIOS DA EDUCAÇÃO INCLSOBRE OS BENEFÍCIOS DA EDUCAÇÃO INCLSOBRE OS BENEFÍCIOS DA EDUCAÇÃO INCLSOBRE OS BENEFÍCIOS DA EDUCAÇÃO INCLSOBRE OS BENEFÍCIOS DA EDUCAÇÃO INCLUSIVUSIVUSIVUSIVUSIVA VISA VISA VISA VISA VISTTTTTOS COOS COOS COOS COOS COMO CONVIVÊNCIA EMO CONVIVÊNCIA EMO CONVIVÊNCIA EMO CONVIVÊNCIA EMO CONVIVÊNCIA E SOCIALIZSOCIALIZSOCIALIZSOCIALIZSOCIALIZAÇÃO.AÇÃO.AÇÃO.AÇÃO.AÇÃO. •••••_____TTTTTer como base que a educação inclusiva pode favorecer apenas a convivência e a socialização éer como base que a educação inclusiva pode favorecer apenas a convivência e a socialização éer como base que a educação inclusiva pode favorecer apenas a convivência e a socialização éer como base que a educação inclusiva pode favorecer apenas a convivência e a socialização éer como base que a educação inclusiva pode favorecer apenas a convivência e a socialização é reduzir suas possibilidades uma só vertente, importante, porém incomplereduzir suas possibilidades uma só vertente, importante, porém incomplereduzir suas possibilidades uma só vertente, importante, porém incomplereduzir suas possibilidades uma só vertente, importante, porém incomplereduzir suas possibilidades uma só vertente, importante, porém incompleta, das conseqüênciasta, das conseqüênciasta, das conseqüênciasta, das conseqüênciasta, das conseqüências dessa convivência.dessa convivência.dessa convivência.dessa convivência.dessa convivência. •••••_____Isso significa que não estão sendo consideradasIsso significa que não estão sendo consideradasIsso significa que não estão sendo consideradasIsso significa que não estão sendo consideradasIsso significa que não estão sendo consideradas as experiências a que os alunos comas experiências a que os alunos comas experiências a que os alunos comas experiências a que os alunos comas experiências a que os alunos com deficiência estarão vivenciando e o quantodeficiência estarão vivenciando e o quantodeficiência estarão vivenciando e o quantodeficiência estarão vivenciando e o quantodeficiência estarão vivenciando e o quanto essa dinâmica vai contribuir para o seuessa dinâmica vai contribuir para o seuessa dinâmica vai contribuir para o seuessa dinâmica vai contribuir para o seuessa dinâmica vai contribuir para o seu desenvolvimento intelectual. A todesenvolvimento intelectual. A todesenvolvimento intelectual. A todesenvolvimento intelectual. A todesenvolvimento intelectual. A totalidadetalidadetalidadetalidadetalidade da classe certamente será beneficiadada classe certamente será beneficiadada classe certamente será beneficiadada classe certamente será beneficiadada classe certamente será beneficiada também do ponto de vista cognitambém do ponto de vista cognitambém do ponto de vista cognitambém do ponto de vista cognitambém do ponto de vista cognitivotivotivotivotivo. A. A. A. A. A implementação da educação inclusivaimplementação da educação inclusivaimplementação da educação inclusivaimplementação da educação inclusivaimplementação da educação inclusiva de forma consciente e planejada, comde forma consciente e planejada, comde forma consciente e planejada, comde forma consciente e planejada, comde forma consciente e planejada, com procedimentos pedagógicos variados,procedimentos pedagógicos variados,procedimentos pedagógicos variados,procedimentos pedagógicos variados,procedimentos pedagógicos variados, formas diversificadas de organizaçãoformas diversificadas de organizaçãoformas diversificadas de organizaçãoformas diversificadas de organizaçãoformas diversificadas de organização da sala de aula e a introdução deda sala de aula e a introdução deda sala de aula e a introdução deda sala de aula e a introdução deda sala de aula e a introdução de recursos especializados que algunsrecursos especializados que algunsrecursos especializados que algunsrecursos especializados que algunsrecursos especializados que alguns alunos possamalunos possamalunos possamalunos possamalunos possam necessinecessinecessinecessinecessitartartartartar, só tem a, só tem a, só tem a, só tem a, só tem a contribuir posicontribuir posicontribuir posicontribuir posicontribuir positivamente com otivamente com otivamente com otivamente com otivamente com o desenvolvimento desses alunos.desenvolvimento desses alunos.desenvolvimento desses alunos.desenvolvimento desses alunos.desenvolvimento desses alunos. Assim...Assim...Assim...Assim...Assim... É inegável o benefício que a convivência propicia para o desenvolvimento de valores que vão nortearÉ inegável o benefício que a convivência propicia para o desenvolvimento de valores que vão nortearÉ inegável o benefício que a convivência propicia para o desenvolvimento de valores que vão nortearÉ inegável o benefício que a convivência propicia para o desenvolvimento de valores que vão nortearÉ inegável o benefício que a convivência propicia para o desenvolvimento de valores que vão nortear a vida do ser humanoa vida do ser humanoa vida do ser humanoa vida do ser humanoa vida do ser humano. No entanto, os benefícios da educação inclusiva devem irradiar-se para. No entanto, os benefícios da educação inclusiva devem irradiar-se para. No entanto, os benefícios da educação inclusiva devem irradiar-se para. No entanto, os benefícios da educação inclusiva devem irradiar-se para. No entanto, os benefícios da educação inclusiva devem irradiar-se para outros aspectos, nesse caso, o processo de escolarização para a construção do conhecimento,outros aspectos, nesse caso, o processo de escolarização para a construção do conhecimento,outros aspectos, nesse caso, o processo de escolarização para a construção do conhecimento,outros aspectos, nesse caso, o processo de escolarização para a construção do conhecimento,outros aspectos, nesse caso, o processo de escolarização para a construção do conhecimento, missão precípua da escola.missão precípua da escola.missão precípua da escola.missão precípua da escola.missão precípua da escola. 12
  13. 13. SOBRE A NECESSIDADE DE PROFESSORES ESPECIALISSOBRE A NECESSIDADE DE PROFESSORES ESPECIALISSOBRE A NECESSIDADE DE PROFESSORES ESPECIALISSOBRE A NECESSIDADE DE PROFESSORES ESPECIALISSOBRE A NECESSIDADE DE PROFESSORES ESPECIALISTTTTTAS PAS PAS PAS PAS PARARARARARA EDUCAR ALA EDUCAR ALA EDUCAR ALA EDUCAR ALA EDUCAR ALUNOS COUNOS COUNOS COUNOS COUNOS COMMMMM DEFIDEFIDEFIDEFIDEFICIÊNCIA.CIÊNCIA.CIÊNCIA.CIÊNCIA.CIÊNCIA. •••••_____Quando se considera necessário ser especialista em uma dada deficiência para ter a capacidadeQuando se considera necessário ser especialista em uma dada deficiência para ter a capacidadeQuando se considera necessário ser especialista em uma dada deficiência para ter a capacidadeQuando se considera necessário ser especialista em uma dada deficiência para ter a capacidadeQuando se considera necessário ser especialista em uma dada deficiência para ter a capacidade de educar alunos com esse quadro, depreende-se que essa deficiência ocasiona um processo dede educar alunos com esse quadro, depreende-se que essa deficiência ocasiona um processo dede educar alunos com esse quadro, depreende-se que essa deficiência ocasiona um processo dede educar alunos com esse quadro, depreende-se que essa deficiência ocasiona um processo dede educar alunos com esse quadro, depreende-se que essa deficiência ocasiona um processo de aquisição do conhecimento diferente dos demais alunos. Na verdade, existem diferenças entre osaquisição do conhecimento diferente dos demais alunos. Na verdade, existem diferenças entre osaquisição do conhecimento diferente dos demais alunos. Na verdade, existem diferenças entre osaquisição do conhecimento diferente dos demais alunos. Na verdade, existem diferenças entre osaquisição do conhecimento diferente dos demais alunos. Na verdade, existem diferenças entre os indivíduos quanto ao processo de aprendizagem, mas estas não dependem exclusivamente daindivíduos quanto ao processo de aprendizagem, mas estas não dependem exclusivamente daindivíduos quanto ao processo de aprendizagem, mas estas não dependem exclusivamente daindivíduos quanto ao processo de aprendizagem, mas estas não dependem exclusivamente daindivíduos quanto ao processo de aprendizagem, mas estas não dependem exclusivamente da deficiência. Deve-se levar em conta a história das experiências de conhecimento de cada um.deficiência. Deve-se levar em conta a história das experiências de conhecimento de cada um.deficiência. Deve-se levar em conta a história das experiências de conhecimento de cada um.deficiência. Deve-se levar em conta a história das experiências de conhecimento de cada um.deficiência. Deve-se levar em conta a história das experiências de conhecimento de cada um. •••••_____Uma boa formação do professorUma boa formação do professorUma boa formação do professorUma boa formação do professorUma boa formação do professor deve fornecer uma base sólidadeve fornecer uma base sólidadeve fornecer uma base sólidadeve fornecer uma base sólidadeve fornecer uma base sólida quanto à sua capacidade dequanto à sua capacidade dequanto à sua capacidade dequanto à sua capacidade dequanto à sua capacidade de análise dessas diferenças emanálise dessas diferenças emanálise dessas diferenças emanálise dessas diferenças emanálise dessas diferenças em qualquer aluno, em qualquer nívelqualquer aluno, em qualquer nívelqualquer aluno, em qualquer nívelqualquer aluno, em qualquer nívelqualquer aluno, em qualquer nível da educação básica, bem comoda educação básica, bem comoda educação básica, bem comoda educação básica, bem comoda educação básica, bem como nortear a intervenção pedagógica.nortear a intervenção pedagógica.nortear a intervenção pedagógica.nortear a intervenção pedagógica.nortear a intervenção pedagógica. •••••_____O processo de ensino deveO processo de ensino deveO processo de ensino deveO processo de ensino deveO processo de ensino deve acompanhar as mudanças sociais,acompanhar as mudanças sociais,acompanhar as mudanças sociais,acompanhar as mudanças sociais,acompanhar as mudanças sociais, cabendo aos sistemas de ensinocabendo aos sistemas de ensinocabendo aos sistemas de ensinocabendo aos sistemas de ensinocabendo aos sistemas de ensino oferecerem formação continuadaoferecerem formação continuadaoferecerem formação continuadaoferecerem formação continuadaoferecerem formação continuada para a capacipara a capacipara a capacipara a capacipara a capacitação dostação dostação dostação dostação dos educadores.educadores.educadores.educadores.educadores. Assim...Assim...Assim...Assim...Assim... Uma boa formação básica doUma boa formação básica doUma boa formação básica doUma boa formação básica doUma boa formação básica do professor é necessária e suficiente para que ele tenha condição de ensinarprofessor é necessária e suficiente para que ele tenha condição de ensinarprofessor é necessária e suficiente para que ele tenha condição de ensinarprofessor é necessária e suficiente para que ele tenha condição de ensinarprofessor é necessária e suficiente para que ele tenha condição de ensinar, considerando as diferenças, considerando as diferenças, considerando as diferenças, considerando as diferenças, considerando as diferenças individuais, inclusive aquelas decorrentes da deficiência, o que não significa que cursos de atualizaçãoindividuais, inclusive aquelas decorrentes da deficiência, o que não significa que cursos de atualizaçãoindividuais, inclusive aquelas decorrentes da deficiência, o que não significa que cursos de atualizaçãoindividuais, inclusive aquelas decorrentes da deficiência, o que não significa que cursos de atualizaçãoindividuais, inclusive aquelas decorrentes da deficiência, o que não significa que cursos de atualização não sejam necessários de forma sistemática.não sejam necessários de forma sistemática.não sejam necessários de forma sistemática.não sejam necessários de forma sistemática.não sejam necessários de forma sistemática. 13
  14. 14. SOBRE A NECESSIDADE DO PROFESSOR DA CLSOBRE A NECESSIDADE DO PROFESSOR DA CLSOBRE A NECESSIDADE DO PROFESSOR DA CLSOBRE A NECESSIDADE DO PROFESSOR DA CLSOBRE A NECESSIDADE DO PROFESSOR DA CLASSE COASSE COASSE COASSE COASSE COMUM CONHECER PREVIAMENTEMUM CONHECER PREVIAMENTEMUM CONHECER PREVIAMENTEMUM CONHECER PREVIAMENTEMUM CONHECER PREVIAMENTE AS CARAS CARAS CARAS CARAS CARAAAAACTERÍSCTERÍSCTERÍSCTERÍSCTERÍSTITITITITICAS DOS ALCAS DOS ALCAS DOS ALCAS DOS ALCAS DOS ALUNOS COUNOS COUNOS COUNOS COUNOS COM DEFIM DEFIM DEFIM DEFIM DEFICIÊNCIA.CIÊNCIA.CIÊNCIA.CIÊNCIA.CIÊNCIA. •••••_____OOOOOs professores não conhecem, de antemão, os alunos que vão constis professores não conhecem, de antemão, os alunos que vão constis professores não conhecem, de antemão, os alunos que vão constis professores não conhecem, de antemão, os alunos que vão constis professores não conhecem, de antemão, os alunos que vão constituir sua classe em umtuir sua classe em umtuir sua classe em umtuir sua classe em umtuir sua classe em um dededededeterminado ano leterminado ano leterminado ano leterminado ano leterminado ano letivotivotivotivotivo. P. P. P. P. Portanto, para prestar um bom atendimento, eles também não precisamortanto, para prestar um bom atendimento, eles também não precisamortanto, para prestar um bom atendimento, eles também não precisamortanto, para prestar um bom atendimento, eles também não precisamortanto, para prestar um bom atendimento, eles também não precisam conhecer os alunos com deficiência previamente.conhecer os alunos com deficiência previamente.conhecer os alunos com deficiência previamente.conhecer os alunos com deficiência previamente.conhecer os alunos com deficiência previamente. Assim...Assim...Assim...Assim...Assim... O professor deve aproveiO professor deve aproveiO professor deve aproveiO professor deve aproveiO professor deve aproveitar seu relacionamento com os alunos e dos alunos entre si, para conhecertar seu relacionamento com os alunos e dos alunos entre si, para conhecertar seu relacionamento com os alunos e dos alunos entre si, para conhecertar seu relacionamento com os alunos e dos alunos entre si, para conhecertar seu relacionamento com os alunos e dos alunos entre si, para conhecer todos, independentemente da presença ou não da deficiência.todos, independentemente da presença ou não da deficiência.todos, independentemente da presença ou não da deficiência.todos, independentemente da presença ou não da deficiência.todos, independentemente da presença ou não da deficiência. SOBRE O PREPSOBRE O PREPSOBRE O PREPSOBRE O PREPSOBRE O PREPARO ANTERIOR DO ALARO ANTERIOR DO ALARO ANTERIOR DO ALARO ANTERIOR DO ALARO ANTERIOR DO ALUNO PUNO PUNO PUNO PUNO PARARARARARA O INGRESSO NA O INGRESSO NA O INGRESSO NA O INGRESSO NA O INGRESSO NA ESCOLA ESCOLA ESCOLA ESCOLA ESCOLA COA COA COA COA COMUM.MUM.MUM.MUM.MUM. •••••_____A idéia sobre a necessidade das pessoas com deficiência terem um atendimento especializadoA idéia sobre a necessidade das pessoas com deficiência terem um atendimento especializadoA idéia sobre a necessidade das pessoas com deficiência terem um atendimento especializadoA idéia sobre a necessidade das pessoas com deficiência terem um atendimento especializadoA idéia sobre a necessidade das pessoas com deficiência terem um atendimento especializado que as preparassem para o convívio nos espaços comuns da sociedade, era típica do paradigmaque as preparassem para o convívio nos espaços comuns da sociedade, era típica do paradigmaque as preparassem para o convívio nos espaços comuns da sociedade, era típica do paradigmaque as preparassem para o convívio nos espaços comuns da sociedade, era típica do paradigmaque as preparassem para o convívio nos espaços comuns da sociedade, era típica do paradigma da integração, já superadoda integração, já superadoda integração, já superadoda integração, já superadoda integração, já superado. Quando falamos de educação inclusiva, estamos afirmando que o. Quando falamos de educação inclusiva, estamos afirmando que o. Quando falamos de educação inclusiva, estamos afirmando que o. Quando falamos de educação inclusiva, estamos afirmando que o. Quando falamos de educação inclusiva, estamos afirmando que o processo de ajuste entre as características e necessidades das pessoas com deficiência e aprocesso de ajuste entre as características e necessidades das pessoas com deficiência e aprocesso de ajuste entre as características e necessidades das pessoas com deficiência e aprocesso de ajuste entre as características e necessidades das pessoas com deficiência e aprocesso de ajuste entre as características e necessidades das pessoas com deficiência e a sociedade devem se dar simultaneamente, a partir da experiência de convivência e participaçãosociedade devem se dar simultaneamente, a partir da experiência de convivência e participaçãosociedade devem se dar simultaneamente, a partir da experiência de convivência e participaçãosociedade devem se dar simultaneamente, a partir da experiência de convivência e participaçãosociedade devem se dar simultaneamente, a partir da experiência de convivência e participação..... OOOOOs fundamentos da educação inclusiva deslocam o foco do aluno para as condições do ambiente,s fundamentos da educação inclusiva deslocam o foco do aluno para as condições do ambiente,s fundamentos da educação inclusiva deslocam o foco do aluno para as condições do ambiente,s fundamentos da educação inclusiva deslocam o foco do aluno para as condições do ambiente,s fundamentos da educação inclusiva deslocam o foco do aluno para as condições do ambiente, que deve ser acessível a todos.que deve ser acessível a todos.que deve ser acessível a todos.que deve ser acessível a todos.que deve ser acessível a todos. Assim...Assim...Assim...Assim...Assim... O processo de ajuste entre as necessidades dos alunos com deficiência e as características daO processo de ajuste entre as necessidades dos alunos com deficiência e as características daO processo de ajuste entre as necessidades dos alunos com deficiência e as características daO processo de ajuste entre as necessidades dos alunos com deficiência e as características daO processo de ajuste entre as necessidades dos alunos com deficiência e as características da escola devem se dar a partir do ingresso desses alunos nas classes comuns.escola devem se dar a partir do ingresso desses alunos nas classes comuns.escola devem se dar a partir do ingresso desses alunos nas classes comuns.escola devem se dar a partir do ingresso desses alunos nas classes comuns.escola devem se dar a partir do ingresso desses alunos nas classes comuns. SOBRE O PREPSOBRE O PREPSOBRE O PREPSOBRE O PREPSOBRE O PREPARO DOS PROFESSORES COARO DOS PROFESSORES COARO DOS PROFESSORES COARO DOS PROFESSORES COARO DOS PROFESSORES COMO CONDIÇÃO PMO CONDIÇÃO PMO CONDIÇÃO PMO CONDIÇÃO PMO CONDIÇÃO PARARARARARA O INÍCIO DO PROCESSO DEA O INÍCIO DO PROCESSO DEA O INÍCIO DO PROCESSO DEA O INÍCIO DO PROCESSO DEA O INÍCIO DO PROCESSO DE MAMAMAMAMATRÍCULTRÍCULTRÍCULTRÍCULTRÍCULA DE ALA DE ALA DE ALA DE ALA DE ALUNOS COUNOS COUNOS COUNOS COUNOS COM DEFIM DEFIM DEFIM DEFIM DEFICIÊNCIA NCIÊNCIA NCIÊNCIA NCIÊNCIA NCIÊNCIA NA ESCOLA ESCOLA ESCOLA ESCOLA ESCOLA.A.A.A.A. •••••_____Nesse momento histórico, justifica-se o preparo dos professores, simultâneo ao ingresso noNesse momento histórico, justifica-se o preparo dos professores, simultâneo ao ingresso noNesse momento histórico, justifica-se o preparo dos professores, simultâneo ao ingresso noNesse momento histórico, justifica-se o preparo dos professores, simultâneo ao ingresso noNesse momento histórico, justifica-se o preparo dos professores, simultâneo ao ingresso no 14
  15. 15. sistema dos alunos com deficiência, pois somente a partir da conscientização e do trabalho comsistema dos alunos com deficiência, pois somente a partir da conscientização e do trabalho comsistema dos alunos com deficiência, pois somente a partir da conscientização e do trabalho comsistema dos alunos com deficiência, pois somente a partir da conscientização e do trabalho comsistema dos alunos com deficiência, pois somente a partir da conscientização e do trabalho com essas crianças é que pode ocorrer uma preparação e capaciessas crianças é que pode ocorrer uma preparação e capaciessas crianças é que pode ocorrer uma preparação e capaciessas crianças é que pode ocorrer uma preparação e capaciessas crianças é que pode ocorrer uma preparação e capacitação efetação efetação efetação efetação efetivas. Um dos pontostivas. Um dos pontostivas. Um dos pontostivas. Um dos pontostivas. Um dos pontos posiposiposiposipositivos é a busca dos próprios professores por orientação, atualização e a discussão dastivos é a busca dos próprios professores por orientação, atualização e a discussão dastivos é a busca dos próprios professores por orientação, atualização e a discussão dastivos é a busca dos próprios professores por orientação, atualização e a discussão dastivos é a busca dos próprios professores por orientação, atualização e a discussão das questões inerentes ao processoquestões inerentes ao processoquestões inerentes ao processoquestões inerentes ao processoquestões inerentes ao processo. Cabe às Secre. Cabe às Secre. Cabe às Secre. Cabe às Secre. Cabe às Secretarias de Educação a formação continuada dostarias de Educação a formação continuada dostarias de Educação a formação continuada dostarias de Educação a formação continuada dostarias de Educação a formação continuada dos professores que já estão no sistema. Cabe às universidades a formação de profissionais à luzprofessores que já estão no sistema. Cabe às universidades a formação de profissionais à luzprofessores que já estão no sistema. Cabe às universidades a formação de profissionais à luzprofessores que já estão no sistema. Cabe às universidades a formação de profissionais à luzprofessores que já estão no sistema. Cabe às universidades a formação de profissionais à luz desses novos paradigmas.desses novos paradigmas.desses novos paradigmas.desses novos paradigmas.desses novos paradigmas. Assim...Assim...Assim...Assim...Assim... O processo da educação inclusiva em si mesmo,O processo da educação inclusiva em si mesmo,O processo da educação inclusiva em si mesmo,O processo da educação inclusiva em si mesmo,O processo da educação inclusiva em si mesmo, a partir da possibilidade de convivência ea partir da possibilidade de convivência ea partir da possibilidade de convivência ea partir da possibilidade de convivência ea partir da possibilidade de convivência e aprendizado do professor com alunos comaprendizado do professor com alunos comaprendizado do professor com alunos comaprendizado do professor com alunos comaprendizado do professor com alunos com deficiência, é um dos caminhos mais efedeficiência, é um dos caminhos mais efedeficiência, é um dos caminhos mais efedeficiência, é um dos caminhos mais efedeficiência, é um dos caminhos mais efetivostivostivostivostivos para o aprimoramento do educadorpara o aprimoramento do educadorpara o aprimoramento do educadorpara o aprimoramento do educadorpara o aprimoramento do educador..... SOBRE A QUESSOBRE A QUESSOBRE A QUESSOBRE A QUESSOBRE A QUESTÃO DO NÚMERO MENORTÃO DO NÚMERO MENORTÃO DO NÚMERO MENORTÃO DO NÚMERO MENORTÃO DO NÚMERO MENOR DE ALDE ALDE ALDE ALDE ALUNOS NUNOS NUNOS NUNOS NUNOS NAS SALAS SALAS SALAS SALAS SALAS DE AULAS DE AULAS DE AULAS DE AULAS DE AULA COA COA COA COA COMOMOMOMOMO DETERMINDETERMINDETERMINDETERMINDETERMINANTE DE BONS RESULANTE DE BONS RESULANTE DE BONS RESULANTE DE BONS RESULANTE DE BONS RESULTTTTTADOSADOSADOSADOSADOS ESCOLESCOLESCOLESCOLESCOLARES.ARES.ARES.ARES.ARES. •••••_____Um número muiUm número muiUm número muiUm número muiUm número muito grande de alunos na salato grande de alunos na salato grande de alunos na salato grande de alunos na salato grande de alunos na sala de aula pode compromede aula pode compromede aula pode compromede aula pode compromede aula pode comprometer o trabalho doter o trabalho doter o trabalho doter o trabalho doter o trabalho do professorprofessorprofessorprofessorprofessor, tendo ou não alunos com deficiência na sala. Devemos sim, buscar medidas políticas, tendo ou não alunos com deficiência na sala. Devemos sim, buscar medidas políticas, tendo ou não alunos com deficiência na sala. Devemos sim, buscar medidas políticas, tendo ou não alunos com deficiência na sala. Devemos sim, buscar medidas políticas, tendo ou não alunos com deficiência na sala. Devemos sim, buscar medidas políticas que reduzam o número de alunos e melhore a qualidade do ensinoque reduzam o número de alunos e melhore a qualidade do ensinoque reduzam o número de alunos e melhore a qualidade do ensinoque reduzam o número de alunos e melhore a qualidade do ensinoque reduzam o número de alunos e melhore a qualidade do ensino. Mas, algumas estratégias e. Mas, algumas estratégias e. Mas, algumas estratégias e. Mas, algumas estratégias e. Mas, algumas estratégias e dinâmicas de grupo podem ajudar o professor a compensar essas dificuldades.dinâmicas de grupo podem ajudar o professor a compensar essas dificuldades.dinâmicas de grupo podem ajudar o professor a compensar essas dificuldades.dinâmicas de grupo podem ajudar o professor a compensar essas dificuldades.dinâmicas de grupo podem ajudar o professor a compensar essas dificuldades. Assim...Assim...Assim...Assim...Assim... A adequação do número de alunos por classe independe de se ter ou não alunos com deficiência naA adequação do número de alunos por classe independe de se ter ou não alunos com deficiência naA adequação do número de alunos por classe independe de se ter ou não alunos com deficiência naA adequação do número de alunos por classe independe de se ter ou não alunos com deficiência naA adequação do número de alunos por classe independe de se ter ou não alunos com deficiência na sala de aula e deve ser buscada por toda a comunidade escolarsala de aula e deve ser buscada por toda a comunidade escolarsala de aula e deve ser buscada por toda a comunidade escolarsala de aula e deve ser buscada por toda a comunidade escolarsala de aula e deve ser buscada por toda a comunidade escolar, como um fator de boa condição de, como um fator de boa condição de, como um fator de boa condição de, como um fator de boa condição de, como um fator de boa condição de trabalho na educaçãotrabalho na educaçãotrabalho na educaçãotrabalho na educaçãotrabalho na educação..... 15
  16. 16. SOBRE A INDIVIDUALIZSOBRE A INDIVIDUALIZSOBRE A INDIVIDUALIZSOBRE A INDIVIDUALIZSOBRE A INDIVIDUALIZAÇÃO DO TRAÇÃO DO TRAÇÃO DO TRAÇÃO DO TRAÇÃO DO TRABALHO AABALHO AABALHO AABALHO AABALHO ACADÊMICADÊMICADÊMICADÊMICADÊMICO PCO PCO PCO PCO PARARARARARA ALA ALA ALA ALA ALUNOS COUNOS COUNOS COUNOS COUNOS COM DEFIM DEFIM DEFIM DEFIM DEFICIÊNCIA.CIÊNCIA.CIÊNCIA.CIÊNCIA.CIÊNCIA. •••••_____O conhecimento é construído social e grupalmente. PO conhecimento é construído social e grupalmente. PO conhecimento é construído social e grupalmente. PO conhecimento é construído social e grupalmente. PO conhecimento é construído social e grupalmente. Portanto, pertencer a um grupo é fundamentalortanto, pertencer a um grupo é fundamentalortanto, pertencer a um grupo é fundamentalortanto, pertencer a um grupo é fundamentalortanto, pertencer a um grupo é fundamental para o processo de aquisição de conhecimentos.para o processo de aquisição de conhecimentos.para o processo de aquisição de conhecimentos.para o processo de aquisição de conhecimentos.para o processo de aquisição de conhecimentos. Assim...Assim...Assim...Assim...Assim... As crianças com deficiência devem estar inseridas nos grupos sociais, começando pela escola.As crianças com deficiência devem estar inseridas nos grupos sociais, começando pela escola.As crianças com deficiência devem estar inseridas nos grupos sociais, começando pela escola.As crianças com deficiência devem estar inseridas nos grupos sociais, começando pela escola.As crianças com deficiência devem estar inseridas nos grupos sociais, começando pela escola. Somente algumas crianças necessiSomente algumas crianças necessiSomente algumas crianças necessiSomente algumas crianças necessiSomente algumas crianças necessitarão de atendimento educacional individualizado, que deve sertarão de atendimento educacional individualizado, que deve sertarão de atendimento educacional individualizado, que deve sertarão de atendimento educacional individualizado, que deve sertarão de atendimento educacional individualizado, que deve ser oferecido pelas escolas de forma complementaroferecido pelas escolas de forma complementaroferecido pelas escolas de forma complementaroferecido pelas escolas de forma complementaroferecido pelas escolas de forma complementar..... SOBRE O ASOBRE O ASOBRE O ASOBRE O ASOBRE O ATENDITENDITENDITENDITENDIMENTMENTMENTMENTMENTO EDUCAO EDUCAO EDUCAO EDUCAO EDUCACIONCIONCIONCIONCIONAL ESPECIALIZAL ESPECIALIZAL ESPECIALIZAL ESPECIALIZAL ESPECIALIZADO.ADO.ADO.ADO.ADO. •••••_____O atendimento educacional especializado deveO atendimento educacional especializado deveO atendimento educacional especializado deveO atendimento educacional especializado deveO atendimento educacional especializado deve ser estruturado sob a forma de serviços deser estruturado sob a forma de serviços deser estruturado sob a forma de serviços deser estruturado sob a forma de serviços deser estruturado sob a forma de serviços de apoio e estar disponível nas escolas.apoio e estar disponível nas escolas.apoio e estar disponível nas escolas.apoio e estar disponível nas escolas.apoio e estar disponível nas escolas. •••••_____OobjeOobjeOobjeOobjeOobjetivoéoferecerreforçoaocurrículodesenvolvidotivoéoferecerreforçoaocurrículodesenvolvidotivoéoferecerreforçoaocurrículodesenvolvidotivoéoferecerreforçoaocurrículodesenvolvidotivoéoferecerreforçoaocurrículodesenvolvido na classe comum, em horário complementarna classe comum, em horário complementarna classe comum, em horário complementarna classe comum, em horário complementarna classe comum, em horário complementar, sob a, sob a, sob a, sob a, sob a responsabilidade de um professor especializado naresponsabilidade de um professor especializado naresponsabilidade de um professor especializado naresponsabilidade de um professor especializado naresponsabilidade de um professor especializado na área da deficiência que o aluno apresenta.área da deficiência que o aluno apresenta.área da deficiência que o aluno apresenta.área da deficiência que o aluno apresenta.área da deficiência que o aluno apresenta. •••••_____Concebido como recurso complementar à escola, o professor especializado vai trabalhar com osConcebido como recurso complementar à escola, o professor especializado vai trabalhar com osConcebido como recurso complementar à escola, o professor especializado vai trabalhar com osConcebido como recurso complementar à escola, o professor especializado vai trabalhar com osConcebido como recurso complementar à escola, o professor especializado vai trabalhar com os alunos as questões relativas às necessidades específicas, para que eles possam acompanhar ealunos as questões relativas às necessidades específicas, para que eles possam acompanhar ealunos as questões relativas às necessidades específicas, para que eles possam acompanhar ealunos as questões relativas às necessidades específicas, para que eles possam acompanhar ealunos as questões relativas às necessidades específicas, para que eles possam acompanhar e ter acesso a todas as atividades desenvolvidas na sala de aula.ter acesso a todas as atividades desenvolvidas na sala de aula.ter acesso a todas as atividades desenvolvidas na sala de aula.ter acesso a todas as atividades desenvolvidas na sala de aula.ter acesso a todas as atividades desenvolvidas na sala de aula. •••••_____A parceria professor comum - professor especializado é fundamental para o intercâmbio deA parceria professor comum - professor especializado é fundamental para o intercâmbio deA parceria professor comum - professor especializado é fundamental para o intercâmbio deA parceria professor comum - professor especializado é fundamental para o intercâmbio deA parceria professor comum - professor especializado é fundamental para o intercâmbio de informações, descobrindo em conjunto, as soluções para os problemas que possam surgirinformações, descobrindo em conjunto, as soluções para os problemas que possam surgirinformações, descobrindo em conjunto, as soluções para os problemas que possam surgirinformações, descobrindo em conjunto, as soluções para os problemas que possam surgirinformações, descobrindo em conjunto, as soluções para os problemas que possam surgir. Cabe. Cabe. Cabe. Cabe. Cabe a eles o acompanhamento da trajea eles o acompanhamento da trajea eles o acompanhamento da trajea eles o acompanhamento da trajea eles o acompanhamento da trajetória escolar do aluno, discutindo e estabelecendo, quando e setória escolar do aluno, discutindo e estabelecendo, quando e setória escolar do aluno, discutindo e estabelecendo, quando e setória escolar do aluno, discutindo e estabelecendo, quando e setória escolar do aluno, discutindo e estabelecendo, quando e se necessário, adequações curriculares ou mesmo um plano de ensino individualizadonecessário, adequações curriculares ou mesmo um plano de ensino individualizadonecessário, adequações curriculares ou mesmo um plano de ensino individualizadonecessário, adequações curriculares ou mesmo um plano de ensino individualizadonecessário, adequações curriculares ou mesmo um plano de ensino individualizado..... 16
  17. 17. Assim...Assim...Assim...Assim...Assim... OOOOOs sistemas de ensino devem prever e prover serviços de apoio pedagógico especializado, partindos sistemas de ensino devem prever e prover serviços de apoio pedagógico especializado, partindos sistemas de ensino devem prever e prover serviços de apoio pedagógico especializado, partindos sistemas de ensino devem prever e prover serviços de apoio pedagógico especializado, partindos sistemas de ensino devem prever e prover serviços de apoio pedagógico especializado, partindo do preceido preceido preceido preceido preceito constito constito constito constito constitucional: “Ttucional: “Ttucional: “Ttucional: “Ttucional: “Todo aluno tem direiodo aluno tem direiodo aluno tem direiodo aluno tem direiodo aluno tem direito à educaçãoto à educaçãoto à educaçãoto à educaçãoto à educação”.”.”.”.”. SOBRE A ASOBRE A ASOBRE A ASOBRE A ASOBRE A ATITUDE DAS FAMÍLIAS COTITUDE DAS FAMÍLIAS COTITUDE DAS FAMÍLIAS COTITUDE DAS FAMÍLIAS COTITUDE DAS FAMÍLIAS COM FILHOS SEM DEFIM FILHOS SEM DEFIM FILHOS SEM DEFIM FILHOS SEM DEFIM FILHOS SEM DEFICIÊNCIA EM RELCIÊNCIA EM RELCIÊNCIA EM RELCIÊNCIA EM RELCIÊNCIA EM RELAÇÃO ÀAÇÃO ÀAÇÃO ÀAÇÃO ÀAÇÃO À CONVIVÊNCIA DE SEUS FILHOS COCONVIVÊNCIA DE SEUS FILHOS COCONVIVÊNCIA DE SEUS FILHOS COCONVIVÊNCIA DE SEUS FILHOS COCONVIVÊNCIA DE SEUS FILHOS COM CRIANÇAS COM CRIANÇAS COM CRIANÇAS COM CRIANÇAS COM CRIANÇAS COM DEFIM DEFIM DEFIM DEFIM DEFICIÊNCIA.CIÊNCIA.CIÊNCIA.CIÊNCIA.CIÊNCIA. •••••_____A opinião e a atiA opinião e a atiA opinião e a atiA opinião e a atiA opinião e a atitude dos familiares de alunos sem deficiência em relação à educação inclusiva vãotude dos familiares de alunos sem deficiência em relação à educação inclusiva vãotude dos familiares de alunos sem deficiência em relação à educação inclusiva vãotude dos familiares de alunos sem deficiência em relação à educação inclusiva vãotude dos familiares de alunos sem deficiência em relação à educação inclusiva vão depender dos valores que cultivam e o que esperam da educação para seus filhos. Se o currículodepender dos valores que cultivam e o que esperam da educação para seus filhos. Se o currículodepender dos valores que cultivam e o que esperam da educação para seus filhos. Se o currículodepender dos valores que cultivam e o que esperam da educação para seus filhos. Se o currículodepender dos valores que cultivam e o que esperam da educação para seus filhos. Se o currículo for estruturado de forma a propiciar e a valorizar as experiências dos alunos, partindo delasfor estruturado de forma a propiciar e a valorizar as experiências dos alunos, partindo delasfor estruturado de forma a propiciar e a valorizar as experiências dos alunos, partindo delasfor estruturado de forma a propiciar e a valorizar as experiências dos alunos, partindo delasfor estruturado de forma a propiciar e a valorizar as experiências dos alunos, partindo delas para a sistematização e construção do conhecimento, esse processo se desenvolverá compara a sistematização e construção do conhecimento, esse processo se desenvolverá compara a sistematização e construção do conhecimento, esse processo se desenvolverá compara a sistematização e construção do conhecimento, esse processo se desenvolverá compara a sistematização e construção do conhecimento, esse processo se desenvolverá com naturalidade, valorizando-se as experiências denaturalidade, valorizando-se as experiências denaturalidade, valorizando-se as experiências denaturalidade, valorizando-se as experiências denaturalidade, valorizando-se as experiências de respeirespeirespeirespeirespeito às diferenças.to às diferenças.to às diferenças.to às diferenças.to às diferenças. •••••_____Entender o currículo como a toEntender o currículo como a toEntender o currículo como a toEntender o currículo como a toEntender o currículo como a totalidade dastalidade dastalidade dastalidade dastalidade das experiências que os alunos vão vivenciarexperiências que os alunos vão vivenciarexperiências que os alunos vão vivenciarexperiências que os alunos vão vivenciarexperiências que os alunos vão vivenciar, sob, sob, sob, sob, sob a responsabilidade da escola, torna oa responsabilidade da escola, torna oa responsabilidade da escola, torna oa responsabilidade da escola, torna oa responsabilidade da escola, torna o conteúdo programático parte desse universoconteúdo programático parte desse universoconteúdo programático parte desse universoconteúdo programático parte desse universoconteúdo programático parte desse universo e não o seu centroe não o seu centroe não o seu centroe não o seu centroe não o seu centro. As famílias que têm a. As famílias que têm a. As famílias que têm a. As famílias que têm a. As famílias que têm a preocupação que seus filhos aprendam apreocupação que seus filhos aprendam apreocupação que seus filhos aprendam apreocupação que seus filhos aprendam apreocupação que seus filhos aprendam a reconhecer e respeireconhecer e respeireconhecer e respeireconhecer e respeireconhecer e respeitar as diferenças,tar as diferenças,tar as diferenças,tar as diferenças,tar as diferenças, desenvolvendo habilidades e compedesenvolvendo habilidades e compedesenvolvendo habilidades e compedesenvolvendo habilidades e compedesenvolvendo habilidades e competências quetências quetências quetências quetências que os capacios capacios capacios capacios capacitem a buscar soluções para astem a buscar soluções para astem a buscar soluções para astem a buscar soluções para astem a buscar soluções para as sisisisisituações de vida prática, serão as primeiras a defender a proposta da educação inclusiva.tuações de vida prática, serão as primeiras a defender a proposta da educação inclusiva.tuações de vida prática, serão as primeiras a defender a proposta da educação inclusiva.tuações de vida prática, serão as primeiras a defender a proposta da educação inclusiva.tuações de vida prática, serão as primeiras a defender a proposta da educação inclusiva. Assim...Assim...Assim...Assim...Assim... A aceiA aceiA aceiA aceiA aceitação da educação inclusiva como prática institação da educação inclusiva como prática institação da educação inclusiva como prática institação da educação inclusiva como prática institação da educação inclusiva como prática institucional vai depender dos valores e das expectativastucional vai depender dos valores e das expectativastucional vai depender dos valores e das expectativastucional vai depender dos valores e das expectativastucional vai depender dos valores e das expectativas dos familiares e das escolas. A escolha da escola pelos pais é conseqüência dessas expectativas edos familiares e das escolas. A escolha da escola pelos pais é conseqüência dessas expectativas edos familiares e das escolas. A escolha da escola pelos pais é conseqüência dessas expectativas edos familiares e das escolas. A escolha da escola pelos pais é conseqüência dessas expectativas edos familiares e das escolas. A escolha da escola pelos pais é conseqüência dessas expectativas e reflereflereflereflereflete esses valores.te esses valores.te esses valores.te esses valores.te esses valores. 17

×