O slideshow foi denunciado.
Seu SlideShare está sendo baixado. ×

DeterminaçãoSocial 2017-1.ppt

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Carregando em…3
×

Confira estes a seguir

1 de 23 Anúncio

Mais Conteúdo rRelacionado

Mais recentes (20)

Anúncio

DeterminaçãoSocial 2017-1.ppt

  1. 1. Objetivo: Compreender os modelos de interpretação do processo saúde-doença a partir de uma perspectiva histórica, tendo em vista as possibilidades de intervenção nas diferentes situações Conteúdo: Modelo da Determinação Social do processo saúde-doença DETERMINAÇÃO SOCIAL DO PROCESSO SAÚDE DOENÇA
  2. 2. MODELO MULTICAUSAL SAÚDE E DOENÇA As doenças são explicadas a partir de uma visão positivista e na relação de desequilíbrio entre três fatores importantes agente-meio ambiente-hospedeiro (Leavell, Clark, 1997) Crítica a este modelo de interpretação: igualdade de importância dada aos elementos da tríade, o que raramente corresponde à realidade Processo Equilíbrio dinâmico
  3. 3. Modelo-Multicausal Sociedade é tida como homogênea, e um sistema ecológico equilibrado é sinônimo de normalidade grande ênfase na estatística, ignorando-se fatores sociais, político, econômicos Institucionalização dos programas de saúde, ações de prevenção, tratamento e reabilitação sem articulação HOMEM É TOMADO COMO SER BIOLÓGICO
  4. 4. MODELO DA DETERMINAÇÃO SOCIAL SAÚDE E DOENÇA As doenças são explicadas a partir da organização da sociedade nos aspectos sociais, políticos, culturais, econômicos dentre outros e que concorrem para o aparecimento das doenças. PROCESSO PRODUTO RESULTANTE DOS DIFERENTES MODOS DE VIDA DAS PESSOAS EM SOCIEDADE
  5. 5. Determinação Social As condições de saúde e de doença dos sujeitos e grupos sociais não se define somente pelas condições... BIOLÓGICAS Nem tão pouco somente pelo.... MEIO AMBIENTE EM QUE VIVEM AGENTES Ou contato com ....
  6. 6. ... pela sua inserção social ... Na sua forma de se produzir e se reproduzir como homem. Nos seus processos de produção de subjetividades. E na sua forma de exercer seus direitos de cidadania... Na sua posição de classe E na sua forma de exercer seus direitos de cidadania Na produção de subjetividades BIOLÓGICAS MEIO AMBIENTE EM QUE VIVEM AGENTES
  7. 7. A senhora e a morte https://www.youtube.com/watch?v=tnJCFVUhghU
  8. 8. SUBJETIVIDADE • É o modo próprio e específico de se atuar no mundo e em relação com os demais. • É dinâmica, muda de acordo com as experiências de cada um, é afetada pelos valores e cultura que a pessoa vai internalizando ao longo da vida e do tempo. • É produzida socialmente e nunca está acabada. A história e as experiências de vida, as relações com os grupos ou indivíduos disparam mudanças no jeito de ser e agir de cada um, o que chamamos de “processos de subjetivações” que vão mudando as pessoas, ou seja produzindo novas subjetividades. BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde. Curso de Facilitadores de Educação permanente em saúde: unidade de aprendizagem – trabalho e relações na produção do cuidado em saúde. Rio de Janeiro, MS/FIOCRUZ, 2005. p.75
  9. 9. CIDADANIA • Implica em direitos e deveres • Todos os homens são iguais ainda que perante a lei, sem discriminação de raça, credo ou cor. • Implica em ter direito de ter uma vida digna, de ser homem Civis: direito de se dispor do próprio corpo, o direito de ir e vir, de segurança, de liberdade de expressão, de propriedade MANZINI-COVRE, M.L. O que é cidadania. 3. ed. São Paulo. Ed. Brasiliense. Coleção Primeiros Passos, 1994. • É o próprio direito à vida no sentido pleno Políticos: deliberação do homem sobre sua vida, livre expressão de pensamento e da prática política, religiosa, o direito de votar e ser votado Sociais: atendimento às necessidades humanas básicas: alimentação, educação, saúde, habitação.
  10. 10. Determinação Social Influência dos fatores comportamentais na etiologia dos danos à saúde – stress, hábitos, tipo de personalidade Relações existentes entre os agravos de saúde e os processos sociais, econômicos e políticos PRODUÇÃO SOCIAL REPRODUÇÃO SOCIAL
  11. 11. No Modelo da Determinação Social o Processo Saúde-Doença é entendido como ... ... a resposta dinâmica que as classes sociais manifestam de forma diferenciada, de acordo com sua inserção no sistema de produção frente aos determinantes sociais...
  12. 12. Visão de Homem SER BIOLÓGICO SER SOCIAL ? ? ? ? ? para
  13. 13. Influenciado ... Visão Materialista Histórica e Dialética desigualdade social distribuição desigual da saúde-enfermidade  na qualidade de vida  exposição aos riscos  acesso a processos benéficos ou potencialidades de saúde classes sociais
  14. 14. PROCESSO SAÚDE-DOENÇA fenômeno tanto biológico quanto social é um processo dinâmico e coletivo dependem das relações estabelecidas entre os homens, grupos e sociedade = reprodução social também das relações com o meio ambiente possui influências históricas, culturais, sociais e econômicas é influenciado pela produção (material) e distribuição de riquezas pela sociedade
  15. 15. PROCESSO SAÚDE-DOENÇA não apenas sofrimentos físicos mas também psíquicos, morais e éticos articula-se ao processo de desenvolvimento e crescimento do indivíduo manifesta-se de maneiras distintas
  16. 16. PROCESSO SAÚDE-DOENÇA não linear Impossível focalizar a normalidade biológica do homem desvinculada do momento histórico
  17. 17. Determinação Social considera os fatores sociais, políticos, econômicos como determinantes saúde e doença passam a ser associadas as condições de vida e de trabalho dos sujeitos é resultado do conjunto da experiência social, individualizado em cada sentir e vivenciado num corpo que é também biológico
  18. 18. Saúde e doença dos indivíduos e coletivos humanos apresentam, portanto, várias causas e dependem de diversos elementos que podemos chamar de determinantes de saúde e doença Nível de desenvolvimento social e econômico Infraestrutura de bens e serviços Participação das pessoas nas decisões sócio- políticas Grau desigualdade - igualdade social Acesso aos bens e serviços Modos de vida – estilo de vida Grau desigualdade - igualdade econômica
  19. 19. Determinantes da Saúde Modelo de Dahlgren e Whitehead Dahlgren G, Whitehead M. Policies and Strategies to promote social equity in health. Stockholm: Institute for Future Studies; 1991.
  20. 20. http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2017/02/1858520-unico-a-dar-alerta- municipio-de-mg-vira-ilha-em-surto-de-febre-amarela.shtml
  21. 21. Franciscopolis, a única cidade livre da febre amarela https://www.youtube.com/watch?v=7QYkGeOg7us
  22. 22. Enfrentando o Aedes https://www.youtube.com/watch?v=HdfJU3iYui8
  23. 23. AROUCA, A.S.S. Democracia é saúde. In: BRASIL. Ministério da Saúde. Anais da 8. Conferência Nacional de Saúde. Brasília, 1987. BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde. Curso de Facilitadores de Educação permanente em saúde: unidade de aprendizagem – trabalho e relações na produção do cuidado em saúde. Rio de Janeiro, MS/FIOCRUZ, 2005. p.75. BUSS, P. M.; PELLEGRINI FILHO, A. A saúde e seus determinantes sociais. Physis, Abr 2007, vol.17, no.1, p.77-93. COMISSÃO NACIONAL SOBRE DETERMINANTES SOCIAIS DA SAÚDE. (CNDSS) As causas sociais das iniquidades em saúde no Brasil. Relatório Final da Comissão Nacional sobre Determinantes Sociais no Brasil. Abril 2008. http://www.cndss.fiocruz.br/pdf/home/relatorio.pdf MANZINI-COVRE, M.L. O que é cidadania. 3. ed. São Paulo. Ed. Brasiliense. Coleção Primeiros Passos, 1994.

×