Giulia Berbel                  Consultora - UCJ                Assessora de Fomento                & Orientação - FEJEMG
1987                         2003• 1ª EJ na França                       • FEJEMG                    • 1ª EJ no Brasil    ...
Confederação Brasileira de Empresas JunioresRepresentar e desenvolver o MEJ a nível nacionalGarantir uma cultura de qualid...
Missão
Visão
Vídeo valores do Empresário Júnior
1.200 EJs27.000 empresários junioresPIB Junior de 8,5 milhões2.500 projetos por ano14 Federações
A FEJEMG hoje!
Lavras, 1995 – I EMEJConsolidação de relacionamentoentre as EJs de Minas Gerais  Desenvolvimento e fortalecimento     Inte...
9 cidades46 empresas juniores federadas 6 em processo de federação      15    universidades
Uberlândia                   Belo Horizonte                                                 João Monlevade                ...
13
Sentimento#maiordomundo  Nós somos a FEJEMG, a maior do mundo. Pra ser maior que a gente só a Amazônia Júnior             ...
46 EJs900 empresários juniores
Reconhecidos pela integração da federação, fazemosdisso nossa força para crescer e nos desenvolvermos
2.000 empresários junioresMais de 10 nacionalidadesParaty, RJ - Brasil
Ok...        Por que se federar à FEJEMG?
“A federação à FEJEMG fez com que a Inova se desenvolvesse eobtivesse melhorias em muitos aspectos, tanto internos –otimiz...
ProgressoPadrão de QualidadeRespaldo de Federação e ConfederaçãoRede de ContatosApoio e Representação
Apoio contínuo da Diretoria de Desenvolvimento                                       Mercado                              ...
Auditoria deDocumentos                               Contato com                              ferramentas de              ...
“Os serviços realizados atingiram uma                    qualidade inquestionável e a U&M está                    disposta...
NetworkingINTEJsBenchemarkingSAEJMaréVermelha.org
Como funciona?
Equipe de Fomento & Orientação                            Giulia BerbelGerente de Operações                               ...
Questionário de PerfilPUF – Processo Único de Federação
Preenchimento do Questionário de PerfilAdequeção dos documentos ao Selo EJTaxa de Federação
Adequação dos documentos ao Selo EJ     Situação Jurídico-Financeiro     Infra-estrutura     Processos Organizacionais
Estatuto                               DRE                              CNPJ                              CND           Re...
Computador com acesso à internetTelefone PróprioSede Física
Processo EleitoralProcesso de AdmissãoContrato de Prestação de ServiçoTermo de VoluntariadoRepresentantes na FEJEMG
Início do envio de documentosEJ aspirantes
TreinamentosRelatório FinalSabatina
“O processo de federação proporcionou grande crescimento àEcofarma. Alguns temas abordados nos treinamentos têmgrande apli...
“Ser FEJEMG é muito mais que pertencer a um grupo deempresas representadas por uma federação do Estado.A interdisciplinari...
O trabalho em equipe, compromisso e dedicação dos membros levarão      a EJ a um nível de excelência e qualidade de produt...
“Sua meta é ser o melhor que faz.    Não existem alternativas.”                       Vicente Falconi
“Pensar apenas ou desejar somentenunca levou ninguém a lugar nenhum. É     necessário também a ação.”                   Wi...
Dúvidas?
Nome Sobrenomefomento.orientacao@fejemg.org.br                   www.fejemg.org.br                www.marevermelha.org    ...
Federação de EJs
Federação de EJs
Federação de EJs
Federação de EJs
Federação de EJs
Federação de EJs
Federação de EJs
Federação de EJs
Federação de EJs
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Federação de EJs

573 visualizações

Publicada em

Apresentação que descreve o processo de federação à FEJEMG.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
573
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
14
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Aqui deve-se mais citar cada tópico mesmo, pq tudo será melhor destrinchado e exemplificado mais a frente.
  • Avaliação do processo Trainee.
  • Avaliação da FEJEMG
  • Federação de EJs

    1. 1. Giulia Berbel Consultora - UCJ Assessora de Fomento & Orientação - FEJEMG
    2. 2. 1987 2003• 1ª EJ na França • FEJEMG • 1ª EJ no Brasil • Brasil Jr. 1967 1995
    3. 3. Confederação Brasileira de Empresas JunioresRepresentar e desenvolver o MEJ a nível nacionalGarantir uma cultura de qualidade e de padrãoestrutural mínimo às empresas juniores
    4. 4. Missão
    5. 5. Visão
    6. 6. Vídeo valores do Empresário Júnior
    7. 7. 1.200 EJs27.000 empresários junioresPIB Junior de 8,5 milhões2.500 projetos por ano14 Federações
    8. 8. A FEJEMG hoje!
    9. 9. Lavras, 1995 – I EMEJConsolidação de relacionamentoentre as EJs de Minas Gerais Desenvolvimento e fortalecimento Interação e união das empresas Fomento do MEJ Representação Benchmarking
    10. 10. 9 cidades46 empresas juniores federadas 6 em processo de federação 15 universidades
    11. 11. Uberlândia Belo Horizonte João Monlevade São João Viçosa LavrasSanta Rita do Sapucaí Juiz de Fora Itajubá
    12. 12. 13
    13. 13. Sentimento#maiordomundo Nós somos a FEJEMG, a maior do mundo. Pra ser maior que a gente só a Amazônia Júnior IntegraçãoAlinhamento Desenvolvimento Sustentabilidade
    14. 14. 46 EJs900 empresários juniores
    15. 15. Reconhecidos pela integração da federação, fazemosdisso nossa força para crescer e nos desenvolvermos
    16. 16. 2.000 empresários junioresMais de 10 nacionalidadesParaty, RJ - Brasil
    17. 17. Ok... Por que se federar à FEJEMG?
    18. 18. “A federação à FEJEMG fez com que a Inova se desenvolvesse eobtivesse melhorias em muitos aspectos, tanto internos –otimizando nossa gestão -, quanto externos, aprimorando ocontato com clientes e parceiros, dentre outros.Nosso setor administrativo adquiriu uma maior formalização epadronização dos documentos.Através dos contatos que a FEJEMG proporciona, trocamosexperiências e melhoramos a empresa como um todo com asideias adquiridas.” Lívia Helena, Presidente 2011/1
    19. 19. ProgressoPadrão de QualidadeRespaldo de Federação e ConfederaçãoRede de ContatosApoio e Representação
    20. 20. Apoio contínuo da Diretoria de Desenvolvimento Mercado Gerenciamento de Projetos 2012 Planejamento Estratégico Planejamento Financeiro
    21. 21. Auditoria deDocumentos Contato com ferramentas de sucesso Contato com práticas bem sucedidas
    22. 22. “Os serviços realizados atingiram uma qualidade inquestionável e a U&M está disposta a realizar outros serviços com a MASCI.” Francisco C. Schlinz, Gerente de RH da U&M“O sistema DBO agilizou em muito oprocesso. Os dados agora são mais confiáveise a possibilidade de erro foieliminada, auxiliando em muito o meutrabalho. A UFMG Informática Jr. está deparabéns.” Marcelo, Inspetor da Vale
    23. 23. NetworkingINTEJsBenchemarkingSAEJMaréVermelha.org
    24. 24. Como funciona?
    25. 25. Equipe de Fomento & Orientação Giulia BerbelGerente de Operações Hanna de Brito Maysa Andrade Letícia Francischini
    26. 26. Questionário de PerfilPUF – Processo Único de Federação
    27. 27. Preenchimento do Questionário de PerfilAdequeção dos documentos ao Selo EJTaxa de Federação
    28. 28. Adequação dos documentos ao Selo EJ Situação Jurídico-Financeiro Infra-estrutura Processos Organizacionais
    29. 29. Estatuto DRE CNPJ CND Reconhecimento da IES Conta Bancária ativa Balanço PatrimonialAta de Posse da gestão em exercício
    30. 30. Computador com acesso à internetTelefone PróprioSede Física
    31. 31. Processo EleitoralProcesso de AdmissãoContrato de Prestação de ServiçoTermo de VoluntariadoRepresentantes na FEJEMG
    32. 32. Início do envio de documentosEJ aspirantes
    33. 33. TreinamentosRelatório FinalSabatina
    34. 34. “O processo de federação proporcionou grande crescimento àEcofarma. Alguns temas abordados nos treinamentos têmgrande aplicabilidade na EJ, como o de PlanejamentoEstratégico, contribuindo para o desenvolvimento da empresa ede seus membros. Outro benefício foi a participação nas reuniõesdo conselho, que têm espaço para capacitação e integração comoutras EJs de Minas. Com isso, os membros ampliarem seunetworking, trazendo melhorias para a Ecofarma e também parasuas vidas profissionais.” Paula Bellozi, Presidente 2011/1
    35. 35. “Ser FEJEMG é muito mais que pertencer a um grupo deempresas representadas por uma federação do Estado.A interdisciplinaridade, a rede de contatos, a capacitação dosmembros nos proporciona vantagens como visãoexterna, melhorias internas e um padrão de qualidade.A pró-atividade ligada à federação traz inúmeros benefíciospessoais e coletivos, resultando em crescimento edesenvolvimento das empresas juniores.” Filipy Andrade, Presidente 2010/1
    36. 36. O trabalho em equipe, compromisso e dedicação dos membros levarão a EJ a um nível de excelência e qualidade de produtos finais Sucesso a todos, e aproveitem essa oportunidade de crescimento pessoal e profissional
    37. 37. “Sua meta é ser o melhor que faz. Não existem alternativas.” Vicente Falconi
    38. 38. “Pensar apenas ou desejar somentenunca levou ninguém a lugar nenhum. É necessário também a ação.” William Shakespeare
    39. 39. Dúvidas?
    40. 40. Nome Sobrenomefomento.orientacao@fejemg.org.br www.fejemg.org.br www.marevermelha.org www.facebook.com/fejemg @fejemg

    ×