O cérebro e a função da linguagem

1.375 visualizações

Publicada em

Características do cérebro humano

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.375
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
11
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
53
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O cérebro e a função da linguagem

  1. 1. O CÉREBRO E A FUNÇÃO DA LINGUAGEM UM RECORTE NEUROPSICOLÓGICO NEUROPSICÓLOGA GISELE CORTONI CALIA
  2. 2. O que interessaria a um público de LETRAS?
  3. 3. CONSIDERAÇÕES  Falar para um público desconhecido  Estar fora do meu ambiente habitual  Público heterogêneo em relação a conhecimento sobre o cérebro  Princípios básicos: para quem está começando, entrar em contato, para quem já conhece, rever.  Visão de uma neuropsicóloga com experiência clínica e escolar  Recorte de um tema muito amplo
  4. 4. ROTEIRO DA PALESTRA I. CÉREBRO  Características  Áreas  Funções II. LINGUAGEM  Áreas  Subcomponentes  Funções relacionadas  Desvios
  5. 5. I. O CÉREBRO Neuropsicóloga GISELE CALIA
  6. 6. AVANÇOS TECNOLÓGICOS INTERESSE PELO FUNCIONAMENTO DO CÉREBRO • Egito Antigo: estudos do cérebro e funções motoras – feridos de guerra • Meados séc. XIX – impulso pelos avanços científicos, tecnológicos
  7. 7. MÉTODOS DIAGNÓSTICOS EM NEUROLOGIA EXAMES DE IMAGEM TC – Tomografia Computadorizada RNM – Ressonância Nuclear Magnética PET – Tomografia por emissão de posítrons SPECT – Tomografia Computadorizada por emissão de fóton único (Single Photon Emission Tomography) Radiologia Medicina Nuclear
  8. 8. RESSONÂNCIA NUCLEAR MAGNÉTICA PRINCÍPIOS FÍSICOS CAMPO MAGNÉTICO TRANSMISSÃO DE ONDAS DE RÁDIO  PACIENTE RECEBE DE VOLTA AS ONDAS DE RÁDIO RETRANSMITIDAS PELO PACIENTE DADOS  PROCESSAMENTO DAS IMAGENS (RECONSTRUÇÃO)
  9. 9. EXAMES DE IMAGEM FUNCIONAL RESSONÂNCIA NUCLEAR MAGNÉTICA FUNCIONAL (fMRI)  Limitações: • movimentos • custo  Tarefas mais possíveis: linguagem, visão, audição  Uso em pesquisas
  10. 10. RESSONÂNCIA NUCLEAR MAGNÉTICA FUNCIONAL FERRAMENTA PARA ENTENDER OS PROCESSOS MENTAIS DURANTE A REALIZAÇÃO DE DETERMINADAS TAREFAS PELA IDENTIFICAÇÃO DE ÁREAS ATIVAS APÓS ATIVAÇÃO NEURONAL SEQUÊNCIA “BOLD” (BLOOB OXIGENATION LEVEL DEPENDENT): mede as propriedades magnéticas da HEMOGLOBINA SANGUE  TRANSPORTE DE O2 Ao realizar uma tarefa específica, o cérebro requer mais combustível, principalmente oxigênio e glicose. Portanto, quanto mais uma certa região do cérebro estiver trabalhando, maior será o consumo de combustível e o fluxo de sangue oxigenado para aquela região.
  11. 11. NEUROCIÊNCIA • NEUROLOGIA: saúde • NEUROBIOLOGIA: química • NEUROFISIOLOGIA: fisiologia • NEUROPSICOLOGIA: comportamento • NEUROMARKETING: marketing • NEUROEDUCAÇÃO: aprendizagem Neuropsicóloga GISELE CALIA É o estudo do sistema nervoso humano, do cérebro, e das bases biológicas da consciência, da percepção, memória e aprendizagem.
  12. 12. Cérebro < Encéfalo CÉREBRO: CARACTERÍSTICAS GERAIS • Massa nervosa caixa craniana. • Pesa cerca de 1,3 kg. • 2 HEMISFÉRIOS: direito e esquerdo • Subdividido em LOBOS CEREBRAIS, com FUNÇÕES fundamentais diferenciadas e integradas Neuropsicóloga GISELE CALIA
  13. 13. CÓRTEX • Camada que ocupa cerca de 90% da superfície externa do cérebro. É rico em neurônios • Possui processamento neuronal sofisticado e diferenciado • Função principal: atribuir significados às situações e acontecimentos
  14. 14. Neuropsicóloga GISELE CALIA https://www.facebook.com/medicodoamanha/videos/1051621631545113/?pnref=story
  15. 15. Células Nervosas - Tipos • NEURÔNIOS fazem sinapses • CÉLULAS DA GLIA sustentam, nutrem e protegem os neurônios Neuropsicóloga GISELE CALIA
  16. 16. CÉLULAS NERVOSAS: NEURÔNIOS Morfologia simples 100 bilhões (SN) 1000 tipos diferentes Arquitetura básica comum Neuropsicóloga GISELE CALIA
  17. 17. SINAPSE AXÔNIO DENDRITOS CORPO CELULAR VESÍCULA SINÁPTICA NEUROTRANSMISSORES Neuropsicóloga GISELE CALIA
  18. 18. Neuropsicóloga GISELE CALIA https://www.youtube.com/watch?v=KdFSdOrBRiM
  19. 19. especialização das células circuitos neurais desenvolvidos Neuropsicóloga GISELE CALIA Complexidade do comportamento ?
  20. 20. Neuropsicóloga GISELE CALIA Cérebro e Mente: o cérebro é o aparato físico dado pela genética para a construção da Mente. Mapa neuronal = conjunto de redes neuronais criadas pelas sinapses entre os neurônios. Resultado da experiência de cada um!
  21. 21. Neuropsicóloga GISELE CALIA O hemisfério dominante em 98% dos humanos é o hemisfério esquerdo D I R E I T O E S Q U E R D O
  22. 22. LOBOS Neuropsicóloga GISELE CALIA
  23. 23. Lobo Frontal: Área motora e Córtex Pré Frontal  controle dos movimentos voluntários  articulação da fala  pensamento e planejamento Neuropsicóloga GISELE CALIA
  24. 24. LOBOS OCCIPITAIS • RECEBEM E PROCESSAM INFORMAÇÃO VISUAL. • INTERPRETAÇÃO DO MUNDO VISUAL • TRANSPORTE DA EXPERIÊNCIA VISUAL PARA A FALA Neuropsicóloga GISELE CALIA
  25. 25. Neuropsicóloga GISELE CALIA LOBOS TEMPORAIS • Essenciais no processamento de estímulos sensoriais recebidos de olhos e ouvidos. • Auxiliam na coordenação do discurso e na orientação espacial. • Contém as estruturas do cérebro responsáveis pela memória de longo prazo.
  26. 26. Neuropsicóloga GISELE CALIA LOBOS TEMPORAIS - funções Processamento auditivo frequência e localização de sons. Discurso lado esquerdo, área de Wernicke: compreensão do discurso e a memória verbal. Processamento visual memória visual: objetos, faces, detalhes e cenário.
  27. 27. Neuropsicóloga GISELE CALIA LOBOS TEMPORAIS – funções (cont.) Memória O hipocampo: essa estrutura é uma das partes mais cruciais do córtex pois está envolvida na retenção da memória de longo prazo. Orientação espacial Grande papel na capacidade de um indivíduo para orientar-se espacialmente e se lembrar de um lugar que já tenha estado antes.
  28. 28. Neuropsicóloga GISELE CALIA LOBOS PARIETAIS Recebem informações sobre as sensações corporais 2 subdivisões: anterior e posterior
  29. 29. Neuropsicóloga GISELE CALIA LOBO PARIETAL: anterior Zona anterior = córtex somatossensorial Recepção de sensações (estímulos que têm origem no ambiente, como por exemplo o tato e o calor) Ex: Os lábios, a língua e a garganta recebem um grande número de estímulos, precisando, por isso, de uma maior área.
  30. 30. Neuropsicóloga GISELE CALIA Analisa, interpreta e integra as informações recebidas pela área anterior, permitindo-nos a localização do nosso corpo no espaço, o reconhecimento dos objetos através do tato, etc. LOBO PARIETAL: posterior
  31. 31. Neuropsicóloga GISELE CALIA
  32. 32. SISTEMA LÍMBICO - FUNÇÕES 1. RESPONSÁVEL PELA ATIVIDADE EMOCIONAL 2. PRODUZ QUÍMICA QUE FAVORECE A MEMÓRIA 3. LIGA IINFORMAÇÃO A CONTEÚDO EMOCIONAL
  33. 33. FUNÇÕES COGNITIVAS •Sistemas funcionais complexos formados por redes de conexões neuronais Neuropsicóloga GISELE CALIA
  34. 34. Neuropsicóloga GISELE CALIA
  35. 35. NEUROPSICOLOGIA Ampara-se na avaliação de manifestações comportamentais para a investigação do funcionamento cerebral. ATIVIDADE DO SNC (cérebro) COGNIÇÃO (ato de conhecer) – funções cognitivas COMPORTAMENTOS (sentido amplo)
  36. 36. Neuropsicóloga GISELE CALIA •EFICIÊNCIA INTELECTUAL GERAL •FUNÇÕES EXECUTIVAS •LINGUAGEM (verbal, não-verbal, cálculo...) •MEMÓRIA (verbal e visual) •FUNÇÕES MOTORAS •VISUOESPACIAIS e VISUOCONSTRUTIVAS •PRAXIAS
  37. 37. EVOLUÇÃO PRAZER=> função de aumentar as probabilidades de SOBREVIVÊNCIA: 1. comer comidas calóricas 2. dormir bem 3. aprender habilidades 4. conseguir apoio social 5. fazer sexo => e aumentar a motivação para repetir essas atividades até estar saciado.
  38. 38. NÚCLEO ACCUMBENS (NAc) Do latim Nucleus accumbens septi = núcleo encostado à divisória/septo É uma parte da VIA DE RECOMPENSA, gerando prazer, impulsividade e comportamento maternal.
  39. 39. Atualmente, o Nac pode ser estimulado por qualquer atividade prazerosa mesmo sem função de sobrevivência, como jogos, músicas, filmes, livros e danças, sendo especialmente superativado por drogas como anfetaminas e heroína. É uma das principais áreas responsáveis pela adicção química e física. NAc

×