Oceano azul - Como encontrar mercados sem concorrentes

519 visualizações

Publicada em

Aprenda a metodologia para criar diferenciais para a sua empresa ou produto, tornando-os tão únicos que não haverá concorrentes. Aplique a metodologia criando um negócio único junto com pessoas de várias áreas de conhecimento.

Publicada em: Negócios
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
519
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
44
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Oceano azul - Como encontrar mercados sem concorrentes

  1. 1. OCEANO AZUL – COMO ENCONTRAR MERCADOS SEM CONCORRENTES
  2. 2. Clientes  do  grupo  Ins0tuto  Inovação   Clientes  Inven5a   Inves0das    Inseed   Clientes  TroposLab  
  3. 3. Rede  Alumini   Trabalhamos em rede. Uma rede para troca, inspiração, conversas e muito aprendizado. 110 4500e m p r e s a s a c e l e r a d a s P e s s o a s i m p a c t a d a s
  4. 4. Rede  Alumini   Acadêmicos Executivos Orgãos de fomento Empreendedores Tropos Lab
  5. 5. ACREDITAMOS QUE AS PESSOAS TÊM POTENCIAL PARA TORNAR O MUNDO AO SEU REDOR MELHOR
  6. 6. Podemos ajudá-las a aplicar novas ferramentas e conceitos ao seu dia, desenvolvendo seu potencial empreendedor.
  7. 7. ACELERAR ENSINANDO, ENSINAR ACELERANDO
  8. 8. S TA RT U P S c o m e m p r e e n d e d o r e s e x p e r i e n t e s n o m e r c a d o J O V E N S P r o fi s s i o n a i s e e m p r e e n d e d o r e s a n s i o s o s p a r a c o n s t r u i r a l g o n o v o T R O P O S L A B E x p e r t s e m n o v o s n e g ó c i o s p r o d u t o s e s e r v i ç o s Processo de aceleração Cursos de novos negócios, metodologias ágeis e tendências tecnológicas Cursos de Gestão, MKT, Vendas e desenvolvimento de produtos
  9. 9. PORQUE GINGA?
  10. 10. PRÓXIMOS CURSOS
  11. 11. OCEANO AZUL – COMO ENCONTRAR MERCADOS SEM CONCORRENTES
  12. 12. ESTRATÉGIA DE PREÇO X ESTRATÉGIA DE DIFERENCIAÇÃO
  13. 13. E SE EU QUISER TER OS DOIS?
  14. 14. A Estratégia do Oceano Azul Blue Ocean Strategy (2005) - W. Chan Kim and Renée Mauborgne – The Blue Ocean Strategy Institute - INSEAD) LIVRO DE 2005, MAS AINDA TÃO ATUAL QUANTO QUANDO FOI ESCRITO AINDA DESCONHECIDO NO MUNDO DE NOVOS NEGÓCIOS E STARTUPS
  15. 15. OCEANO VERMELHO OCEANO AZUL O conhecido (empresas, indústrias e mercados que existem HOJE) Estratégias de oceanos vermelhos buscam: •  Competir nos espaços de mercado existentes. •  Vencer os concorrentes •  Aproveitar a demanda existente •  Exercer o trade-off valor/custo •  Alinhar todo o sistema de atividades da empresa com sua escolha estratégica de diferenciação ou baixo custo. O desconhecido (empresas, indústrias e mercados que ainda não existem) Estratégias de oceanos azuis buscam: •  Criar espaços de mercados inexplorados •  Tornar a concorrência irrelevante •  Criar e capturar a nova demanda. •  Romper o trade-off valor-custo. •  Alinha todo o sistema de atividades da empresa em busca da diferenciação e baixo custo.
  16. 16. “O foco predominante dos trabalhos sobre estratégia nos úlimos 25 anos se concentrou nos oceanos vermelhos da competição acirrada. O resultado foi o desenvolvimento de conhecimento muitos bons sobre como competir com habilidade em águas escarlates, escolher uma posição estratégica de baixo custo, diferenciação ou no foco, e comparar-se de maneira contínua e sistemática com os concorrentes.”
  17. 17. Consequências da criação de oceanos azuis sobre o lucro e o crescimento Apesar de representar a minoria das iniciativas, os oceanos azuis representam a maior parte dos impactos sobre a receita e lucro.
  18. 18. Modelo das quatro ações Criando oceanos azuis: Ø Eliminar: Que atributos considerados indispensáveis pelo setor devem ser eliminados? Ø Reduzir: Que atributos devem ser reduzidos bem abaixo dos padrões setoriais? Ø Elevar: Que atributos devem ser elevados bem acima dos padrões setoriais? Ø Criar: Que atributos nunca oferecidos pelo setor devem ser criados?
  19. 19. Modelo das quatro ações Ø Eliminar: Atributos que são usados pela concorrência, mas que deixaram de ser valorizados pelos consumidores. As empresas muitas vezes nem percebem. Ø Reduzir: Atributos que as empresas oferecem mais do que o necessário, às vezes na tentativa de superar a concorrência. Aumentam os custos da empresa a toa. Ø Elevar: Força as empresas a identificarem as limitações do setor. Ø Criar: Ajuda a empresa a descobrir novas fontes de valor, buscando criar novas demandas. Novas idéias sobre como otimizar a estrutura de custos Novas idéias sobre como gerar mais valor para compradores e aumentar a demanda Criando oceanos azuis:
  20. 20. Case 1: Cirque du Soleil
  21. 21. Case 1: Cirque du Soleil Contexto Setor decadente
  22. 22. Case 1: Cirque du Soleil Contexto Grandes estrelas circenses com alto poder de barganha
  23. 23. Case 1: Cirque du Soleil Contexto Crescimento de novas formas alternativas de entretenimento
  24. 24. Case 1: Cirque du Soleil Contexto Utilização de animais para números circenses
  25. 25. Case 1: Cirque du Soleil Consequência Ø  Os circos investiam em artistas famosos e animais à Altos custos sem geração de valor Ø  Artistas considerados simplórios em relação aos artistas do teatro e da dança Ø  Uso de animais no circo era hostilizado
  26. 26. Case 1: Cirque du Soleil Essência do circo Palhaço
  27. 27. Case 1: Cirque du Soleil Essência do circo Tenda
  28. 28. Case 1: Cirque du Soleil Essência do circo Acrobacias
  29. 29. Case 1: Cirque du Soleil Mudanças Ele  manteve  os  palhaços,  mas  com  um  humor   refinado,  menos  pastelão.  Incrementou   temá0cas  próprias  ao  espetáculo,  com  músicas   originais  executadas  ao  vivo
  30. 30. Case 1: Cirque du Soleil Mudanças Ele  inves0u  na  lona,  representante  da   magia  do  circo,  valorizando  um  melhor   acabamento  e  mais  conforto  para  os   espectadores.    
  31. 31. Case 1: Cirque du Soleil Mudanças Ele  melhorou  as  acrobacias,   tornando-­‐as  mais  elegantes;    Tudo   isso  deu  um  tom  mais  arJs0co,   intelectual  ao  espetáculo.    
  32. 32. Case 1: Cirque du Soleil Consequência Ø  O cirque oferece o melhor do teatro e do circo. Todo o resto foi cortado. Ø  Ganhou a atenção do não-público do circo: adultos freqüentadores de teatro. Ø  Ao possibilitar uma experiência tão inovadora de entretenimento, e ao mesmo tempo cortar custos, o Cirque du Soleil conseguiu as estratégias de diferenciação e liderança de custos ao mesmo tempo.
  33. 33. Case 1: Cirque du Soleil Matriz avaliação criados   reduzidos   eliminados   elevados  
  34. 34. Case 1: Cirque du Soleil Matriz avaliação “Velocidade  de  avião  a  preço  de  carro  –  sempre  que  você  precisar”  
  35. 35. Case 1: Cirque du Soleil Matriz avaliação
  36. 36. Case 1: Cirque du Soleil Matriz avaliação
  37. 37. OBRIGADO R e n a t a H o r t a r e n a t a @ t r o p o s l a b . c o m P e d r o Te i x e i r a p e d r o @ t r o p o s l a b . c o m

×