Barulho fantasma

1.069 visualizações

Publicada em

Livro infantil

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.069
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
45
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Barulho fantasma

  1. 1. cel-alho? ” fantasma l ! i-¡Inixn «Ilnqnrlm
  2. 2. Mário estava deitado no chão, fazendo a lição. «nn-w -o-c-»gogàau-_vau «- a. .. '-a: § p_. /.. ... ... . , ..
  3. 3. Escutou um truque-troque e O Susto foi tão grande que fez pular seu coração! ' ; x'^"-vfm- *ur*- . Ka', .nv . na. .- n. www-v u. 1*'
  4. 4. Virna¡ qun-lnnhu, ualxuln, rum um nlhn . alu-rlu o um fvvhado lísspcn'. nulu, .¡: ;s; u:; |.u. |(›. , r.. .u. ... _.. .-. , , .. -. ._. ... ... .__. .._. ... _.. ... ... ... .. .~. .,. .._. .__. _._. ... .._4._. ... -. . . . ..ywsaw
  5. 5. Veio 'Vindo 0 barulhinho. Mas, pro Mário, era um bazrulhão_ a 'Laíraftimüün E
  6. 6. . . :lx . .v1 . ... V -- Que-que-quem está aí?
  7. 7. Quxcwnrtxe-quero que responda 4-. . sua _as e . x . ¡lvllllilxbxqixxa I¡ 21x x . m. . _ . M.
  8. 8. E o barulho, moleque, corria pra outro canto. l . .~. ... ._. ... __. .__. ._aa. --. ...
  9. 9. _. Ile' llvpvlllí', Mano ut-níc- llllhl 'í N , J L; (Al Hful 4-- _ : :kt IN) ~ «anu- -. pra( 'a u¡ ›,
  10. 10. "s. _a virando. .. Vai se . x. 1vá|4Mq/ ü . .scwídt « a. . . .n. f kb . ..T7 ›L, .
  11. 11. .. .e o que vê? u 2. É, ... run? .. ÍmLnà . .F : :É x x. xxx lvxllll| l 1x ll ¡llxl
  12. 12. Uma mão feita de osso! aldeia. : ; tia “
  13. 13. , «. u-. . Sai tremendo, sai gritando, correndo mais do que o vento. . : , ,,, , " 11 "-2.95 l- _ '. ..". “."_v. 4 , _, ._›-. _ , ... _». ,,. .-_. _,_. ,, _u_ g. , - . ¡ x. ., ¡.«. - , V, .. iu m, :.! ,-. z~¡/ -.. ..u. .x1.. ., 'v/ x” su-. . . ' ; .-
  14. 14. E o treque-treque atrás cada vez mais barulhento. .
  15. 15. Amdamâ Eu mor-m! 3 Second
  16. 16. Aí, O barulho . .. . . . u . a u . lxÍ llllilllc. . . z
  17. 17. Nlnrlo paira também. l: t'. 'à¡í)t*l'al pra. ver o que vem. . ra _ma_ . _ . ... .., _ . ... ... . . ._- . . . .u íV-'x-'J-Jur-x: - , , A ~ v
  18. 18. Aí, ele vê o que era. Não em fantasma nem fera. Parado no corredor, estava um esqueleto-robô. : É J ____ ___________ _. ,_, ,__, _ . 7T l t¡ 1,/ I”. < ". - _t Í f" - a f . J - m _ i -' r l 'C
  19. 19. Ele andou, p o ? Orque a cordíãg e Pam** vazou-s. .. . . llerllllàlxllllllllx x51.
  20. 20. x . . . . «E mlnxnrlxvruldl. . mxvnwx_ ¡Aeuâwrurxz a t3. x. .. n . .action «Àqjnãgíu : cx a rltlíxalibixêkxlílõrxãx. x . . ,

×