Análise limnológica

687 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
687
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Análise limnológica

  1. 1. UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE CIÊNCIAS NATURAIS E EXATAS DEPARTAMENTO DE GEOCIÊNCIAS CURSO DE GEOGRAFIA BACHARELADO GCC 150 - HIDROGEOGRAFIAAnalise Limnólogica do Arroio Três Barras no Distrito de Arroio Grande no Município de Santa Maria/RS Giancarlo M. de Vargas Jéssica M. Xisto Santa Maria, RS, Brasil 2013
  2. 2. 1 INTRODUÇÃO• A principal fonte de água para abastecimento são os rios. Esses corpos d’água estão sujeitos a inúmeras perturbações e a biota aquática reage a esses estímulos, sejam naturais, sejam antrópicos (Buss e Nessimian, 2003). Um importante aspecto relacionado aos principais rios brasileiros refere-se à carga de poluentes recebida de seus afluentes, principalmente os que atravessam perímetros urbanos (Madruga et al. 2008). Portanto, a constante utilização dos recursos hídricos e a introdução de substâncias tóxicas nos ecossistemas aquáticos têm motivado monitoramentos para avaliar e manter a qualidade desses mananciais. O impacto das atividades humanas nos ecossistemas aquáticos tem gerado uma série de problemas (Jobin, 1998). Neste sentido as pesquisas limnológicas têm despertado interesse crescente, visto que seus resultados podem ser amplamente aplicados para a conservação desses ambientes. O estudo de lagos, rios e áreas alagadas apresentam uma importância cada vez maior na sociedade, em que a poluição é um dos principais problemas a ser enfrentado.• A partir disso, o presente trabalho buscou analisar algumas variáveis limnológicas como o pH, CE, TDS E TSS das amostras coletadas no Arroio Três Barras, no distrito de Arroio Grande em Santa Maria/ RS.
  3. 3. 2 ÁREA DE ESTUDO• As 5 amostras foram coletadas no Arroio Três Barras no distrito de Arroio Grande em Santa Maria, RS no dia 11 de dezembro de 2012. Os pontos de coleta foram numerados de 1 a 5 em uma ordem crescente, onde o ponto 1 está a jusante e o ponto 5 está a montante do curso d’agua. A tabela mostra as coordenadas geográficas dos pontos de coleta. PONTOS LATITUDE (S) LONGITUDE (W) 1 29°38’25.53” 53°40’48.98” 2 29°37’37.13” 53°41’28.63” 3 29°37’26.96” 53°41’35.97” 4 29°36’41.79” 53°41’37.79” 5 29°36’29.78” 53°41’55.15”
  4. 4. Figura 1: Localização da área de coleta das amostras.
  5. 5. Figura 2: Área da localização das amostras coletadas.
  6. 6. 3 OBJETIVOS3.1 OBJETIVO GERAL• Analisar os parâmetros limnológicos (CE, pH, TDS, TSS) referentes a qualidade da água de cinco amostras coletadas no Arroio Três Barras, no distrito de Arroio Grande em Santa Maria/RS.3.2 OBJETIVO ESPECÍFICO• Examinar os totais de sólidos suspensos de 5 amostras coletadas em 5 pontos diferentes, em uma área de 4,8Km no Arroio Três Barras em Santa Maria.• Avaliar a influência que as lavouras tem sobre o curso d’agua, sabendo que as 3 primeiras amostras ficam margeadas por lavouras de fumo e as 2 últimas por residências sem esgotamento.
  7. 7. 4 FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA• Uma variável limnológica também importante nos sistemas aquáticos é o TDS (total de sólidos dissolvidos), pois exerce influência no metabolismo e é determinante para que a água seja própria para o consumo humano, pois elevadas concentrações a torna imprópria para o consumo. Alguns sólidos em altas concentrações como os sulfetos e cloretos, podem causar corrosão e danificar o sistema aquático (Strassburger, 2005).• Segundo Esteves (1998), a CE (condutividade elétrica) em ambientes aquáticos é a capacidade que a água possui de conduzir corrente elétrica. Este parâmetro está relacionado com a presença de íons dissolvidos na água, que são partículas carregadas eletricamente. Quanto maior for à quantidade de íons dissolvidos, maior será a condutividade elétrica da água. Em águas continentais, os íons diretamente responsáveis pelos valores da condutividade são, entre outros, o cálcio, o magnésio, o potássio, o sódio, carbonatos, carbonetos, sulfatos e cloretos.• Conforme Deberdt (2000), o termo pH (potencial hidrogeniônico) é usado universalmente para expressar o grau de acidez ou basicidade de uma solução, ou seja, é o modo de expressar a concentração de íons de hidrogênio nessa solução. A escala de pH é constituída de uma série de números variando de 0 a 14, os quais denotam vários graus de acidez ou alcalinidade.• O TSS (totais de sólidos em suspensão) representa a fração preponderante do material particulado suspenso nas águas e, sendo um dos componentes oticamente ativos que mais afetam a refletividade dos corpos de água. (Barrow, 1987).
  8. 8. 5 METODOLOGIA A pesquisa foi dividida em 5 etapas:• 1ª) Apresentação do material que originou a pesquisa;• 2º) Escolha do local de coleta;• 3º) Coleta das amostras;• 4º) Análise em laboratório das amostras obtidas;• 5º) Apresentação dos resultados em sala de aula com utilização de slides e impressão.
  9. 9. 6 RESULTADOS• Após a análise de laboratório, atingiu-se os seguintes resultados da tabela abaixo:
  10. 10. • As amostras 1 e 2 foram retiradas às margens do rio, esquerda e direita respectivamente. As amostras 3, 4 e 5 foram retiradas na parte central do arroio.• E, em seguida, os resultados finais com o TSS, com valores referidos no quadro abaixo:
  11. 11. • Através das análise, pode-se notar que as amostras não sofrem grandes variações entre elas, pois a variação foi de no máximo 8µs/cm. Onde a amostra 3 apresentou a maior condutividade elétrica e a amostra 2 a menor condutividade, sendo assim, a amostra 2 apresenta maior pureza.
  12. 12. • O potencial hidrogeniônico das amostras apresentaram uma pequena variação, entre 6,5 a 6,8 o que significa uma neutralidade das amostragens.
  13. 13. • Os totais de sólidos dissolvidos mostram uma pequena variação, sendo que as amostras 4 e 5 se igualam na concentração de TDS.
  14. 14. • E, por último, os totais de sólidos em suspensão com valores obtidos após 24 hs a 50ºC resultaram numa variação significativa, em que a amostra 1 apresentou uma alta fração de partículas em suspensão e a amostra 5, apresentou a menor concentração de partículas suspensas. AMOSTRAS 1 2 3 4 5 TSS 38 09 11 06 02
  15. 15. 7 CONSIDERAÇÕES FINAIS• Ao final desta pesquisa, concluímos que o arroio onde as amostras foram retiradas não apresentam altos níveis de contaminação, mesmo não sendo como objetivo analisar a qualidade da água e sim, alguns parâmetros relacionados à ela. E, observou-se que, quanto mais a montante do arroio, a água apresenta-se com melhores condições de uso, devido ao não contato com agrotóxicos oriundos de lavouras.
  16. 16. 8 REFERÊNCIAS• ESTEVES, Francisco de Assis. Fundamentos de Limnologia. 2.ed. Rio de Janeiro: Interciência, 1998.• www.seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/.../9206• TUNDISI, J. G.; TUNDISI, T. M. Limnologia. São Paulo: Oficina de Textos, 2008.• marte.dpi.inpe.br/col/sid.inpe.br/deise/1999/01.27.15.../T219.

×