O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.
bilidade • Cultura para a Sustentabilidade • Cultura para a Sustentabilidade • Cultura para a Sustentabilidade • Cultura p...
bilidade • Cultura para a Sustentabilidade • Cultura para a Sustentabilidade • Cultura para a Sustentabilidade • Cultura p...
bilidade • Cultura para a Sustentabilidade • Cultura para a Sustentabilidade • Cultura para a Sustentabilidade • Cultura p...
bilidade • Cultura para a Sustentabilidade • Cultura para a Sustentabilidade • Cultura para a Sustentabilidade • Cultura p...
bilidade • Cultura para a Sustentabilidade • Cultura para a Sustentabilidade • Cultura para a Sustentabilidade • Cultura p...
bilidade • Cultura para a Sustentabilidade • Cultura para a Sustentabilidade • Cultura para a Sustentabilidade • Cultura p...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

06 cultura para a sustentabilidade

473 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

06 cultura para a sustentabilidade

  1. 1. bilidade • Cultura para a Sustentabilidade • Cultura para a Sustentabilidade • Cultura para a Sustentabilidade • Cultura para a Sustentabilidade • Cu Cultura para a Sustentabilidade I. O QUE ENTENDEMOS POR CULTURA PARA A SUSTENTABILIDADE A cultura para a sustentabilidade é um fator Nesse sentido, o Plano Nacional de Cultura, necessário à integração entre os diversos setores lançado em 2010 pelo Ministério da Cultura, da administração municipal, pois também leva estabelece que políticas culturais devem à valorização da identidade local, da gestão reconhecer e valorizar o capital simbólico, participativa e contribui para fomentar a por meio do estímulo às suas múltiplas produção local. manifestações, o que cria laços de identidade entre os brasileiros. A cultura também deve ser O desenvolvimento sustentável requer a vista e aproveitada como oportunidade para promoção de uma prática cultural que geração de trabalho e renda. respeite e valorize a diversidade, o pluralismo, o patrimônio natural, a preservação das Dessa maneira, o planejamento municipal ! heranças naturais e artísticas e abra espaço precisa considerar a dimensão cultural como um à participação dos cidadãos; dessa forma as dos pilares para o desenvolvimento sustentável. dinâmicas culturais surgem como possibilidade Essa variável tem relação com as raízes de uma de ampliação do espaço público, ao oferecer determinada população, agregando valor para novos instrumentos de sociabilização e apoio à compreensão do passado e visualização do formação do cidadão. futuro. O acesso aos bens culturais deve ser universal, As comunidades crescem e se aprimoram a com o fornecimento de equipamentos partir da preservação de suas manifestações adequados pelo Poder Público, e ampla culturais, que em particular reforçam um senso participação da sociedade nas diferentes formas de identidade local, motivo pelo qual a gestão de expressão cultural. municipal deve adotar políticas públicas para a promoção e inclusão cultural.S u st en t ab ilia de Cí ic a v Am bie ormação E ducação Crianças nte sino Transf Q ualid es En Valor ade Ciênci l Cu idado as Ética Vida Loca 59
  2. 2. bilidade • Cultura para a Sustentabilidade • Cultura para a Sustentabilidade • Cultura para a Sustentabilidade • Cultura para a Sustentabilidade • Cu II. CONDIÇÕES PARA DESENVOLVER UMA CULTURA PARA A SUSTENTABILIDADE Políticas culturais Criação de Centros Culturais Como vimos, os municípios devem implementar A criação de centros culturais, casas de cultura, políticas públicas que valorizem a diversidade bibliotecas, bem como a modernização dos cultural, protejam o patrimônio natural, preservem equipamentos públicos, é fundamental para as heranças culturais e artísticas e abram espaço que todos os cidadãos tenham acesso à para a participação dos cidadãos. O objetivo é cultura. O Plano Nacional de Cultura prevê, por criar uma cultura de relação dos moradores com a exemplo, que 100% dos municípios brasileiros cidade e seus próprios bairros. tenham ao menos uma biblioteca pública em funcionamento e atinjam uma média de Campanhas de Educação quatro livros lidos ao ano por pessoa, fora do aprendizado formal. Outro elemento importante para a cultura da (Ver: <http://pnc.culturadigital.br/>). sustentabilidade é o incentivo a campanhas de educação para a cidadania, pois essa Adesão a Campanhas Mundiais compreensão é peça chave ao engajamento dos indivíduos na construção de uma cidade A projeção de uma campanha mundial sustentável. Isso pode ser feito por meio tem força para mobilizar cidadãos locais da destinação de recursos a campanhas de numa lógica de conscientização e apoio comunicação que visem, por exemplo, a aos movimentos mundiais, o que impacta o orientar o comportamento dos cidadãos no município. O estímulo local do Poder Público a cuidado com o patrimônio público. A ideia esses eventos pode fortalecer a cultura coletiva é estabelecer uma co-responsabilidade na da sustentabilidade nas cidades. preservação do local onde vivem. III. OBJETIVOS E INDICADORES PROPOSTOS PARA O EIXO CULTURA PARA A SUSTENTABILIDADE Objetivo Geral e transculturais estejam ancorados em práticas ! Desenvolver políticas culturais que respeitem e dialógicas, participativas e sustentáveis. valorizem a diversidade cultural, o pluralismo A valorização da cultura local permite ao e a defesa do patrimônio natural, construído e cidadão o reconhecimento de sua herança imaterial, ao mesmo tempo em que promovam histórica e, ao município, a geração riquezas. a preservação da memória e a transmissão Dessa forma, o apoio da gestão pública pode das heranças naturais, culturais e artísticas, transformar habilidades locais em fator de assim como incentivem uma visão aberta de inclusão e de destaque para o município, cultura, em que valores solidários, simbólicos produzindo atividades econômicas relacionadas (Ver:<http://www.cidadessustentaveis.org.br/ eixos/vereixo/6>). 60
  3. 3. bilidade • Cultura para a Sustentabilidade • Cultura para a Sustentabilidade • Cultura para a Sustentabilidade • Cultura para a Sustentabilidade • CuObjetivos Específicos • Fomentar a criação e a produção cultural nas comunidades, observando sempre o valor das• Trabalhar para a formulação de parâmetros tradições culturais populares. culturais (referências conceituais e metodológicas para as políticas públicas • Estabelecer acesso gratuito ou a preços de cada ação ou equipamento); construir simbólicos, nos equipamentos e espaços amplo diálogo social para desenvolver culturais públicos. conceitos e práticas que religuem o ser humano à natureza, buscando incrementar a • Promover a cultura da sustentabilidade como cultura do humanismo com os preceitos da área de integração entre os diversos setores sustentabilidade. da administração municipal.• Promover a gestão participativa envolvendo A construção de uma identidade local, ! comunidade, profissionais da área cultural e que compreenda a diversidade de gestores públicos. manifestações culturais, é parte importante no desenvolvimento de uma cidade sustentável.• Garantir o amplo acesso aos espaços Dessa maneira, o fomento às expressões culturais existentes, promovendo múltiplos culturais torna-se uma política pública usos junto à população local, assim como necessária para o avanço do município e a disseminá-los para regiões que ainda não os participação dos moradores. possuam.Indicadores do Programa Cidades Sustentáveis Referentes ao Eixo Cultura para a Sustentabilidade(Indicadores detalhados: Consultar anexo no final deste Guia) SUSTENTABILIDADE Campanha de educação cidadã CULTURA PARA A Acervo de livros infanto-juvenis Acervo de livros para adultos Centros culturais, casas e espaços de cultura 61
  4. 4. bilidade • Cultura para a Sustentabilidade • Cultura para a Sustentabilidade • Cultura para a Sustentabilidade • Cultura para a Sustentabilidade • Cu Os Benefícios que os Indicadores nos Trazem 2. Políticas culturais para a sustentabilidade: desenvolvimento de políticas culturais que Os indicadores deste eixo focam no contato valorizem o patrimônio natural da cidade da população com as diferentes manifestações e promovam a participação popular na culturais. Têm início com a conscientização preservação e construção de uma cidade sobre o tema (campanhas de educação cidadã), sustentável. passam pela oferta de livros (com bibliotecas em diferentes pontos do município) e chegam 3. Rede pública cultural: criação de centros a espaços onde as formas de cultura se culturais, casas de cultura, bibliotecas, assim desenvolvam e interajam com a população. Por como a modernização dos equipamentos isso, o trabalho com esses indicadores permitirá públicos existentes, de forma a conseguir acompanhar o desenvolvimento da Cultura. uma boa capilaridade em todo o território municipal. Dicas de Gestão 4. Projeto “História da cidade”: adoção de um 1. Campanhas culturais: implantação projeto que vise a contar a história da cidade de campanhas que incentivem os nas escolas públicas e nos centros culturais, chamados“4Rs”(Reduzir, Reutilizar, Reciclar, de forma a recuperar aspectos culturais Reeducar), bem como a utilização de do município. A formação de cidadãos compostagens domésticas, de forma a conhecedores de suas raízes desperta o diminuir o descarte de materiais oriundos das interesse sobre o local onde vivem, tornando residências. Além disso, deve-se incentivar o cada um corresponsável pelo bem-estar da processo de coleta seletiva. localidade. 5. Cultura na comunidade: fomento à produção cultural nas comunidades, com incentivos socioeconômicos, considerando-se o valor das tradições culturais populares. IV. COMO FAZER? Para sintetizar os conceitos apresentados sobre cultura para a sustentabilidade, seguem abaixo exemplos práticos bem-sucedidos que podem servir como modelo ou inspiração para o seu município: Paraty, RJ Um Centro Mundial da Literatura e Uma cordel e de ilustração. A FLIP integra um projeto rede de Gastronomia Sustentável maior, que envolve ações nos espaços públicos com o objetivo de preservar e revitalizar o A Festa Literária Internacional de Paraty (FLIP) patrimônio histórico da cidade. É um evento foi inspirada em grandes festivais da Europa que transforma, por alguns dias, a cidade voltados para a literatura. Também são brasileira situada no litoral do Estado do Rio em realizadas oficinas de poesia, de máscaras, de capital mundial da literatura. Além disso, Paraty possui uma rede de gastronomia sustentável, pela qual os restaurantes compram das famílias que produzem localmente. 62
  5. 5. bilidade • Cultura para a Sustentabilidade • Cultura para a Sustentabilidade • Cultura para a Sustentabilidade • Cultura para a Sustentabilidade • CuIndaiatuba, SPPrograma VIDA - Valorização da Água O programa foi lançado em 22 de março de 2011, no Dia Mundial da Água, comO Programa VIDA (Valorização Indaiatubana apresentação de uma peça teatral infantil.da Água) promove uma série de apresentações Durante as encenações, reuniões e palestras,teatrais nas escolas do município e reuniões os alunos do Ensino Infantil e Fundamentalcom a comunidade para debater a situação dos I recebem uma cartilha, em linguagem derecursos hídricos do município. É uma parceria história em quadrinhos, com o mesmoentre a Prefeitura Municipal, por meio do SAAE conteúdo da peça; cartelas de adesivos com(Serviço Autônomo de Água e Esgotos) e da ilustrações dos personagens e imãs de geladeiraSecretaria Municipal de Educação, e o governo com mensagens informativas sobre o uso dado Estado de São Paulo. água. Programa VIDA (Ver: <www.ambiental. indaiatuba.sp.gov.br>)Recife, PEOrquestra Criança Cidadã dos Meninos do inclusão digital; promover o acompanhamentoCoque psicológico, pedagógico, com assistência médica e odontológica dos alunos, entre outros.A Associação Beneficente Criança Cidadã,focada no trabalho social com jovens e crianças Entre os benefícios do projeto, foramdo grupo de risco da violência urbana, criou, em observados um significativo aumento da2006, uma Escola de Música na comunidade massa corpórea e altura dos alunos, maiordo Coque, área de extrema pobreza, com cerca integração com a família, alfabetização dosde 40 mil habitantes de Recife. Os objetivos alunos, redução na evasão escolar, entreeram de evitar a marginalização dos alunos; outros. O programa foi viabilizado por meioexercitar a cidadania, com ênfase na formação de parcerias,que incluíram o Exército Brasileiro,do cidadão; profissionalizar 130 jovens da responsável por abrigar as instalações dacomunidade pela música, com aprendizado de orquestra em sua unidade localizada no Coque.instrumentos de corda e percussão; realizar aSites relacionadosAraçuaí, MG - Araçuaí Sustentável Nova Olinda, CE - Fundação Casa Grande -http://www.cidadessustentaveis.org.br/boas_ Memorial do Homem Kariripraticas/exibir/51 http://www.cidadessustentaveis.org.br/boas_ praticas/exibir/53 63
  6. 6. bilidade • Cultura para a Sustentabilidade • Cultura para a Sustentabilidade • Cultura para a Sustentabilidade • Cultura para a Sustentabilidade • Cu Kamikatsu, Japão - Academia de Resíduos França - Festa da Música Zero http://www.cidadessustentaveis.org.br/boas_ http://www.cidadessustentaveis.org.br/boas_ praticas/exibir/47 praticas/exibir/113 Adelaide, Austrália - Bairro Sustentável Criado por Moradores Locais http://www.cidadessustentaveis.org.br/boas_ praticas/exibir/46 V. REFERÊNCIAS Cartilha Institutos As metas do Plano Nacional de Cultura Instituto Anima http://www.cultura.gov.br/site/2012/06/27/ www.institutoanima.org plano-nacional-de-cultura-38/ Instituto Mais Legislação www.institutomais.com.br Plano Nacional de Cultura Fontes bibliográficas Lei n° 12.343/2010 ÁVILA, V. F. de. Cultura, Desenvolvimento Websites Local, Solidariedade e Educação. Campo Grande: I Colóquio Internacional de Ministério da Cultura Desenvolvimento Local, 2003. www.cultura.gov.br KASHIMOTO, E. M. et al. Cultura, Sistema Brasileiro de Museus Identidade e Desenvolvimento Local: http://www.museus.gov.br/sbm/main.htm conceitos e perspectivas para regiões em desenvolvimento. Campo Grande: Revista Centro Cultural Banco do Brasil Internacional de Desenvolvimento Local, Vol. 3. http://www.bb.com.br/portalbb/ N. 4, p. 35-42, mar. 2002. home21,128,128,0,1,1,1.bb SANTOS, J. L. O que é Cultura. São Paulo: Ed. Fundação Nacional das Artes (Funarte) Brasiliense, 2009. http://www.funarte.gov.br/ Lixo também pode virar arte http://www.ecoviver.com.br/ 64

×