Audiência e Recepção - Aula 2 - Profº Diego Gervaes

285 visualizações

Publicada em

Segunda aula de Audiência e Recepçãõ do 6º Semestre do Curso de Publicidade e Propaganda da Faculdade Zumbi dos Palmares.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
285
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
18
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Audiência e Recepção - Aula 2 - Profº Diego Gervaes

  1. 1. Audiência e Recepção Profº Diego Gervaes - Aula 1 6º semestre Publicidade e Propaganda Faculdade Zumbi dos Palmares
  2. 2. Vamos começar considerando hipóteses... Audiência e Recepção
  3. 3. Audiência Recepção (medição) (gente) Não é difícil...
  4. 4. É preciso ter um olhar para a comunicação observando a história recente da Humanidade...
  5. 5. Início do séc. XX, num dos maiores confrontos da civilização o conceito surge no
  6. 6. PRIMEIRA GUERRA MUNDIALA ARMA MAIS PODEROSA DE MOBILIZAÇÃO DAS POPULAÇÕES FOI A PROPAGANDA
  7. 7. Necessidade política (...) de forjar elos sólidos entre o indivíduo e a sociedade. Tornou-se essencial mobilizar sentimentos e lealdades. DeFleur & BALL_ROKEACH
  8. 8. ÓDIO MEDO XENOFOBIA INTOLERÂNCIA NACIONALISMO ORGULHO HONRA VIDA ESTÍMULO CONSISTENTE A GERAÇÃO DO O PAPEL DA PROPAGANDA:
  9. 9. A ARMA MAIS PODEROSA DE MOBILIZAÇÃO DAS POPULAÇÕES FOI A PROPAGANDA “Por que eu não vou? O 148º Batalhão precisa de mim.” Canada’: Quatro razões para comprar títulos de guerra”
  10. 10. A ARMA MAIS PODEROSA DE MOBILIZAÇÃO DAS POPULAÇÕES FOI A PROPAGANDA Canada’: Quatro razões para comprar títulos de guerra” Durante a guerra, investir em títulos para financiar as tropas inglesas era uma das formas de propaganda usadas pelo governo. Há registros de cartazes com dizeres como “Você compra títulos da guerra, nós fazemos o resto” e “Abasteça as armas”.
  11. 11. Preserve os produtos perecíveis. Se você tem um pomar, você deve fabricar conservas” União do Império Britânico: ‘Uma vez alemão – sempre alemão’”
  12. 12. monstro alemão tomando o mundo Destrua esse bruto louco Aliste-se ao Exército dos EUA Vamos dominá-los! A defesa nacional Aliste-se
  13. 13. CARACTERÍSTICAS DESSAS MENSAGENS EMISSOR MENSAGEM RECEPTOR PASSIVO MENSAGEM RECEBIDA DE ACORDO COM O PONTO DE VISTA DO EMISSOR
  14. 14. 1ª CONCEITO: TEORIA DA BALA MÁGICA TEORIA DA AGULHA HIPODÉRMICA TEORIA DA CORREIA DE TRANSMISSÃO
  15. 15. 1ª CONCEITO: TEORIA DA BALA MÁGICA TEORIA DA AGULHA HIPODÉRMICA TEORIA DA CORREIA DE TRANSMISSÃO
  16. 16. 1ª CONCEITO: TEORIA DA BALA MÁGICA MODELO E-R MECÂNICO
  17. 17. PRINCÍPIO DE MECANISMOS BIOLÓGICOS SIMILARES ESTÍMULOS PODEROSOS ERAM UNIFORMEMENTE ATENDIDOS PELOS MEMBROS INDIVIDUAIS DAS MASSA (PSICANÁLISE)
  18. 18. PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL 1914 - 1918 1930INTELECTUAIS TORNARAM A COMUNICAÇÃO OBJETO DE PESQUISA
  19. 19. FUNDO PAYNE. Pioneiro nos estudos de comunicação de massa .
  20. 20. AQUI, A COMUNICAÇÃO AINDA NÃO ERA CONSIDERADA CIÊNCIA!!!
  21. 21. OS ESTUDOS DE PSICOLOGIA COMEÇARAM A DAR CONTA DA INVIDIDUALIDADE DAS PESSOAS EMBORA ELAS COMPARTILHEM DO MESMO PADRÃO DE COMPORTAMENTO
  22. 22. TEORIA DA BALA MÁGICA
  23. 23. TEORIA DA BALA MÁGICA Nos estudos de audiência e recepção, o receptorpassa a ser o sujeito principal
  24. 24. o elo mais importante do processo de comunicação
  25. 25. O receptor é o elo mais importante do processo de comunicação. Se a mensagem não atingir o receptor, de nada adiantou enviá-la. Um dos pontos de maior importância na teoria da comunicação é a preocupação com a pessoa que está na outra ponta da cadeia de comunicação: o receptor (BERLO, 1999, p. 53).
  26. 26. Recapitulando; Sobre Audiência e Recepção: a)Audiência; medição “quantos assistem” b) Recepção: estudos, análises e pesquisa sobre “quem assiste” A História ajuda a entender os conceitos: a) Governos utilizam a propaganda para estimular diferentes tipos de sensaçõs nas populações impactadas. b) Surge a Teoria da Bala-Magica: Modelo de Emissor > Receptor é: Mecânico A partir de 1930: Uma nova perspectiva a) Novos estudiosos surgem para pesquisar a comunicação a luz da ciência. b) Cresce a ideia de individualidade das pessoas sobre o comportamento coletivo. De 1930 até os dias atuais: O receptor é o sujeito principal de todo o processo de comunicação

×