É. 

abr.20l 5
luhihlqtltw ! Íiaieihi : uilinmoz  É: 

      
 

Prémio da à
Revista Exame;   ' “
Notas a L / 
informativa...
É a nona vez que a GERTAL é distinguida como melhor
empresa de hotelaria e restauração,  no âmbito do
prémio 500 Maiores e...
Dna Célia Craveiro

 

L 'FM-mz : siri : sintam-ici ~.  'IIIFi : inutil:  ¡iaii-«iioigi-iuicii-'iai-'ia it: 
¡f-l¡IIÊQJ-«Y...
Cavala cozida com molho vinagrete e feijão-verde

Número de pessoas:  l

   

 

INGREDIENTES  hi
CONFEÇAO

- 60g cebola

...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Informal n.º 31

119 visualizações

Publicada em

Nesta edição da sua informal:
Alimentação na Páscoa;
Gertal distinguida com o prémio "500 Maiores e Melhores" da revista Exame;
100% alimento

Publicada em: Alimentos
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Informal n.º 31

  1. 1. É. abr.20l 5 luhihlqtltw ! Íiaieihi : uilinmoz É: Prémio da à Revista Exame; ' “ Notas a L / informativas ~ _, ç _ V »na ç Nutrição IAPN é 'ln DrFCéIia * j! an. Ít_ Craveiro X7- ' l * i x x ¡tã-r-ñia¡ 'llllFfá-: lilnlztnibr : liilllá-iir-. I-_Lttà Okvnlkuucymh-mnm nlollilonrlinnlguála: Íáfnnntlâllíia À 'fil ; liliíil mu: o l í ¡Íêl Por Dr? Célia Craveiro ? Itaúna: limitammorggtandlauàeraroxdhtoñtnnPhnlugiu=1-n~ilo1›a . Mulan-lamina Av : ÍHIOÍÍÍÇÉÉLT 01h. ¡ ? Estivan : Liüfw Ílinllralnlãliíai ELXYMFÍYJCÉH» faiilrn-Íhtoihx. u: “nrãbmox : uma : irc Iuliov à¡ aihmamitaqfxoi. ;a 'nu-adiar allium cito» : mw irãi : Iiiamgçíx-a_ qklg) “niãbñim ilnlllàllihlíâlñ» ; mir CIGIILÇELK ningnovizxg, “unir tgmallnxania : i hiirçuíllrçgfro› di: :Illnxalltkoisr cihlhrmamía cmlnttíi-. Ilinitc-r. :itaim aiíanhrâítcjta, :mma m¡ w 'lillliiâlllgâl cullinrímonr a o¡ V mnltcrast ! tura pxermami mmíkual¡ Eli» “Ima __ , igxczafie 'ÊIIiIÍÍY-. llãbf. _É ; Im “aniialiiiog, cita íakgllíiili guia, "ml comu» : Jim olliihu mmxahite züiumcilon. Orvtzbñolllalilllalnli: »zomrákanioãinexa : Itglllnw 3:61', 1101:. Ak-Líim, prmi ! mm plrqpralmçíxo» rzoiniarttunxvttowrai aih» 'mn 'pnoxçz-. Lsmn. o» pxomiuiafk. =~ em: 'lcjimlinluniia m. iai malhx , Elijhl Incrlunr : Iniciante: qm: : purmzini íialnlbxâni : rar ¡luimdtonnnllnnxamar Imara» : :miau l Âxêilhi inioilurzromm iúuraiaitzll : ruin: =llimanliciuêto~ l : mil Mille'. .IPT
  2. 2. É a nona vez que a GERTAL é distinguida como melhor empresa de hotelaria e restauração, no âmbito do prémio 500 Maiores e Melhores da revista Exame. Os resultados positivos atingidos ao longo de 2013 levaram a empresa a consagrar-se vencedora nesta categoria. Na entrevista concedida à revista Exame, o Presidente do Conselho de Administração, Luís Tavares Neves, refere que há vários "factores distintivos"a concorrer para a "obtenção de resultados muito positivos", destacando, logo à cabeça, que a Gertal integra "um grupo económico português, que é o quarto empregador nacional, com mais de 20 000 colaboradores: a Trivalor, SGPS". A dimensão do negócio é visivel no facto de a Gertal "servir diariamente mais de 335 mil refeições em cerca de 2 500 restaurantes? além de beneñciar"de uma rede de clientes distribuídos por todo o território nacional que lhe reconhecem qualidade e permitem a sua divulgação em todo o país". Nesta entrevista, Luis Tavares Neves añrma, ainda, que a Gertal se procura añrmar "com soluções de serviço compatíveis com a evolução dos hábitos alimentares dos portugueses", referindo que a tendência aqui vai cada vez mais no sentido de "uma alimentação bem mais ë? ' : C E p¡ I É', ipi. . i I . .É. f é ~ I J › "Í h i , J=o . ~ . - . . a equilibrada, com menos fritos e proteina animal, para a qual tem contribuído o nosso Gabinete de Segurança Alimentar, Nutrição e Dietética e, sobretudo, as entidades públicas, nomeadamente, na área do ensino". Mas é o factor humano que acaba por fazer toda a diferença/ Sabemos bem que o nosso êxito - em vendas, resultados e expressão nacional- se deve, sobretudo, às centenas de equipas de trabalho que temos a Iaborar nas casas dos nossos clientes, com grande dedicação e empenho para superarem as suas expectativas". . .ñ r-l e¡ 15 s¡ . f! ) Alguns números da Gertal em 2014 no âmbito do Sitema de Gestão Integrado FORMAÇÃO/ ESTÁGIOS QUALIDADE E SAÚDE E SEGURANÇA 315¡ Formandos SEGURANÇA ALIMENTAR ALIMENTAR l AMBIENTE ® colaboradores directos e indirectos 854h Formação O l _ 22 602h volume global de Formação O Técnkos da Dmsão m Tecnicos da D. S.A. : lj de Segurança Alimentar da GERTAL: É 1 O51 inspecções higio-sanitárias 178 auditorias técnico-funcionais Q 5 974 análises microbiológicas: . amostras de refeições à . sobremesas E l . saladas . zaragatoas: manipuladores + equipamentos/ superfícies NUTRIÇÃO 26 locais certificados 15 auditorias internas no âmbito da ISO 9001 e ISO 22000 É / O 37 avaliações de risco nas unidades 36 inspecções de higiene e segurança 17 auditorias internas no âmbito do Sistema de Gestão integrado (normas OHSAS 18001 e ISO 14001) Projeto 10096 Alimento aproveitamento total de alimentos Parceria c/ ChefHélio Loureiro e APN Criação do e-book c/ conceito e receitas gastronômicas Protocolos de estágios com: . FCNAUP í . CESPU 'E , Instituto Politécnico de Bragança . Instituto Politécnico de Coimbra . Universidade Atlântica . Universidade Fernando Pessoa 17 locais certificados pela OHSAS 18001 16 Estágios curriculares em: . Ciências da Nutrição ó . Dietética . Engenharia Alimentar 85 Estágios-Emprego c/ apoio IEFP incluindo 28 Vagas para licenciados: H i6¡ (É . Gestão/ Economia . Gestão Hoteleira . Engenharia Alimentar . Nutrição/ Dietética
  3. 3. Dna Célia Craveiro L 'FM-mz : siri : sintam-ici ~. 'IIIFi : inutil: ¡iaii-«iioigi-iuicii-'iai-'ia it: ¡f-l¡IIÊQJ-«YãtdlltâilãíhtãiñlííàlÍlíínülñ: ílãiãkiñliiilhr-íitñilio. rh¡¡: _r_. ¡;| |1._muqni¡? ,_: .rkisqnmáuunnpiqnoi lauqallaiÍ-Ini-ÊÍ--ílzi K= I~$1IIK= IIÇÊÍO~ lareira tmn, i-. igiiaitzr . iiuiàinilieiuior ? Líñitllildllk = Iiu. «um il: (àlllivf-LÊÍI¡ - - ampli-iai QllqphlñUÊÍO~ ? lr img-io di: 'UFIf-HIIF. oiii: ciullunnm mu. : giram-m it: Ibi -Yaizitwhnn &mt; :unhas: o (Ollñlllllí at: Ihlniaiv, a , olhlílm-IAX: o Iajillu. *- Ill' CIOIIIIIILQIO' Jqglllhií: 311mm; Im. :ipi-igicili n: umiolliizi ¡IGP tátil-fotu: '- pintor Tratam; :m iiainiilh ; xampu-ir . fim o “oi-mania : Lsmiojl- oiii ensinam-Lia, -I“ni= inli= iii= i.; :iniii: cilliioi. ; nunca , IlKqphIñL-Eio - (OTIHUIHII : LW-in iaim-ivnidioi- . .il'ÍIÍ'-I-'›-= L*1VOI: XÍI'-ÍI~"ÍÍ (oidlñio ? Quim -. oie oiii-i: dllllilioiikñllli : a fziíílliilziila. i'l- -r-iso--it-«iciailàiu itaiviawicmi-*ñi-iko-íh» ? His-mm 1:1' -icitaihm-'I-uni- inlidlo el? Itíiuhiiucitz¡ : lzinllifíiíil flauta ágil . iaiiilltiiziil: ilziaitci: :iiilnizm Etc» qui; .v. iziizii; :io um, :site til: II! O bacalhalLescolha mais tradicional para a sexta-feira santa, é um peixe magro, devido ao baixo teor Iipidico. No entanto, apresenta níveis de colesterol relativamente elevados comparativamente a outros peixes. É rico em selénio, vitamina B12 e proteinas de elevada qualidade. Destaca-se ainda o elevado conteúdo em vitaminas A, E, B6 e B12, triptofano, cálcio, fósforo e magnésio. Atenção, o elevado teor em sódio pode ser prejudicial à saúde devendo existir uma demolha eñciente, se recorrermos ao bacalhau previamente salgado, e diminuição ou eliminação da oborrego (proveniente de ovinos com menos de um ano de idade), nas suas variadas formas de preparação, permite uma união entre um sabor singular e uma riqueza nutricional. A carne de borrego é uma fonte de proteína, zinco, ferro e fósforo. Em relação às vitaminas, salienta-se as vitaminas B12 e B3 (niacina). No entanto, a carne de borrego apresenta também uma quantidade signiñcativa de gordura saturada e colesterol, pelo que deve ser consumida ocasionalmente e com Pag Presidente da Associação Portuguesa dos Nutricionistas iqgum-. iuih - -i-miaigr dia» uma. ozitiiiiniito» : nniálm am. uiuiitzi: itiliillmr - (ILÍÍIIHF-uíl: 'gllàlñãiliíãhl“illIII: (03310)llr-üiíãüllllllâlliíl. Tumnus: um. . inipi-Lseiiviail @Run-Ibi = ?ami-im dia = llini= init= icâío¡ , oi-nr an' , ciaiitci-'tn mim “aimzma "Idkl ini-iltieiít- att: :iliuicinit-i: :illsiivioy ': . âgioirn, “im-limao gbisiiioniünilazi: :sina-ditar: -. :nai-im , oizlir-i: ?Ilíãirâtafñzleanilum¡IEIOñIIIlliãlllñlflliàiíãlllíâkik -IIIHILÇLNGIILOHILT-Lt : mudan- di: :tãlphlñi : m: m» ator . mw : ix-tumor Iilniainitiizi: tlttlhlliiaiíñíilto): í allulpllàío. 'k uiwiuink (avaidiíàliiní: ai; 'lim *Mídia azuizipiítcinizil--mfcialiiuoi ? Matar-mi ! luiz àixltàlpilfíic dim: tai. c~ iii= i~1nio~ -i-mciioiuiaiiiniqnitc qui: IIFIIIÍàIi 'IIIFI (agir-i tirar-hihi. 2. ? Fãs-im diaria Hlihlllltàiliía . sai. :mL-unit: ' I'm gui: ¡twizirí : Xilííli _or-ih uhinlliiziiiañic il: Ilnr_ : iliniqnihiañiontiuidmvizil : iqiIi1II51nidin-a-'niíiziílnnio-¡IBMHiiiz. à! Íâl-'ÍÍVÍIÍlitílâimlIlê¡(= ((= llllñâlI"VA'RÍIFI›= I=IQK= ICII= IÍI= P. . c"iilqjllulñiqllllihlp : mai: uma! , c : ulñidñivàll ? t0 ! Till : llblniilo o ¡hiiIiIiI-mzll «mui , um " qiiizmigiiziazinitzinn-miniitciítiítcizi: .nIiiíIcit-mzit: .initziizsssr-initcic. VÍICI» A Páscoa é indissociável do C h CCO I ate. Este deriva do cacau, uma das fontes mais concentradas de polifenóis, compostos naturais com propriedades antioxidantes. Do ponto de vista nutricional, no geral, o chocolate é fonte de proteínas, gordura, cálcio, magnésio, ferro, carotenos, vitamina E, vitamina C e vitaminas do complexo B. As evidências cientificas demonstram que o consumo moderado de chocolate, especialmente chocolate negro e amargo, pode exercer efeitos benéficos. Este efeito parece dever-se à presença dos flavonóides do cacau. O cacau também apresenta propriedades estimulantes, pois contém cafeína e teobromina. Por outro lado, o chocolate é rico em gordura e açúcares, constituindo um alimento calórico. Deve ser privilegiada a versão com mais percentagem de cacau, idealmente mais de 70%, preterindo-se as opções com adição de leite, frutos secos, caramelo, entre outros que vêm acrescentar calorias, açúcar e gordura. O fOla I' é também um produto alimentar nacional especialmente característico da Páscoa. A opção pelo folar salgado ou doce é caracteristica das diferentes zonas do país. A sua base é similar, conjugando a farinha de trigo, os ovos, o açúcar e/ ou o sal e ainda, em muitas receitas tradicionais, a manteiga. Na versão salgada, são incluidas diversas carnes, pescado e/ ou enchidos. A versão doce m°deraçã°' utmfzaçã? de 5a' na sua inclui desde canela, erva-doce, frutas, bebidas alcoólicas, aos ovos co" ecçao' cozidos coloridos no seu topo. Será um complemento para terminar uma refeição, servindo como sobremesa em dias de excepção. ~~ V Saborei-o bem. A tradições devem ser apreciadas. l ^ - _ ' , ' Sk i. * 'X 1M» i - °ç»¡~"«= x t¡ L i- r Àç ¡ y l . . t o ; v _vo AÀUQ, Í 1!' _A Por c' - 0". “x “N”, “' ” ~ _a » - "N À . . . C* x . , / , v i H x ; , E , f '/ , s. .¡/ j / il ee~~~= ñ~rs o it: ~V/ /””“x a o à 7 , m- lw' lxilA. /r l, ›, v, ''›í§ *x 3 ? 'J lr'í " 1 r, r,vu', /i”y/ hl 'u', , ' É U r r - , . ! l »í/ ._ / f 'rW/ /w r' i lili” (I *l il” . Í e jilAiT/ i Vi; Í/ .ÍlWr/ /i/ 'Flwl m WL/ XJKLLX¡ . .ui *lliüial. .clll. 'i. “.iii _›-illÃ'1ÍiL. Í.A, U/iia, r.' x “nick fi; allali / lÃm/ ,i / l . r1// L,/ ¡;, .'/ ni/ ..«i ,
  4. 4. Cavala cozida com molho vinagrete e feijão-verde Número de pessoas: l INGREDIENTES hi CONFEÇAO - 60g cebola - 3g alho 1. Pique a cebola, o alho e a salsa. 7. Deixe a cavala mergulhada no . sajsa qb 2. Junte metade do azeite e o vinagre. caldo anterior por 10 minutos. 10 . t 3. Corte o feijão-verde, previamente 8. Destape o tacho e retire a cavala. ' g aze' e cozido, em pedaços e envolva no 9. Com a ponta de uma faca, retire - 2,5mL vinagre molho. os Iombos da cavala, tendo o de Vmho branco 4. 'Coza a mçss: inàegral, escorâa e Cuiclaão de reItirar todas as d . .N co oque no un o e um prato e sopa. eSpm a5 e C0 Oque POr Cima a ° 40g feUacH/ erde 5, Salteie num tacho o alho-francês massa integral. - 70g esparguete com o restante azeite ejunte água e 10. Posteriormente, COÍOQUe ¡ntegraj tempere com sal. o molho verde com o 12o Ih f A 6. Após levantar fervura, mergulhe a feijão-Verde e regue Com O ' 9 a 0' "arlces cavaja, tape e ; eme do iume_ preparado da cozedura da cavala. - O,25g sal - 165g cavala Esta receita faz uso de: ®@ A cavala é um dos peixes com mais ómega-3. Os ácidos gordos ómega-3 são indispensáveis ao longo da vida. Alguns dos seus contributos passam pela proteção contra doenças cardiovasculares, neurodegenerativas, desenvolvimento do feto ou ainda pelo seu efeito anti-inflamatório. Alimento-sc por inteiro Acompanhe-nos e ajude-nos a difundir esta mensagem. gertal AGENCIA SUL Rua da Garagem, 10 | 2795-510 Carnaxide Tel: 210 420 200 | Fax. : 214 251 970 e-mail: comercial@lx. gertal. pt Acompanheenos e ajudernos a difundir esta mensagem. AGENCIA NORTE Rua da Lionesa S/ N Praça do Mercado, Edif. B 4465-671 Leça do Balio TeIef. : 22o 403 20o I Fax. : 229 022 109 ilãlâlííllííiitçacmista. sobre alimentaçãolPiopnedade-Gerial, SA. e-mail: marketing@po. gerta| .pt Reprodução interdita salvo pedido de autorização.

×